sexta-feira, maio 29, 2009

Bolinhas de coco

English version

Coconut balls / Bolinhas de coco

Cresci ouvindo comentários sobre o meu terrível gênio – tive mil problemas com meu pai e meus professores porque protestava sobre tudo. Agora, mais velha, me esforço a acreditar que tenha me tornado mais calma. :D
Entretanto, há algumas coisas que ainda irritam profundamente e fiquei mesmo furiosa com um certo site por não cumprir com algo combinado (e isso foi feito com outros blogs que adoro). Não haverá mais receitas da Better Homes and Gardens aqui.

Vocês verão, porém, receitas de outros sites fantásticos – estas bolinhas de coco são um dos muitos cookies da Martha Stewart.

Coconut balls / Bolinhas de coco

Bolinhas de coco

- xícara medidora de 240ml

1 xícara (226g) de manteiga sem sal, amolecida
¼ xícara (35g) de açúcar de confeiteiro peneirado, mais um pouquinho extra para polvilhar
2 xícaras (280g) de farinha de trigo
¼ colher (chá) de sal
2 xícaras (200g) de coco adoçado em flocos

Pré-aqueça o forno a 180ºC; forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.

Na tigela grande da batedeira, junte a manteiga e o ¼ xícara de açúcar de confeiteiro e bata até obter um creme leve e claro. Adicione a farinha e o sal e misture só até incorporar. Acrescente o coco e misture com uma espátula de borracha/silicone.
Faça bolinhas de 2,5cm e coloque nas assadeiras preparadas, deixando 5cm entre uma e outra. Leve ao forno só até começarem a dourar, 15-20 minutos.
Passe as bolinhas ainda mornas pelo açúcar de confeiteiro extra e então deixe esfriar completamente.

Guarde os cookies num recipiente hermético por até 1 semana.

Rend.: 36 unidades – fiz meia receita e ainda assim consegui 24

Coconut balls / Bolinhas de coco

quarta-feira, maio 27, 2009

Cupcakes de mel com cobertura de merengue

English version

Honey and golden syrup meringue cupcakes / Cupcakes de mel com cobertura de merengue

Percebi algo realmente importante: há uma falta absurda de cupcakes neste blog! Que vergonha! :D

Estou determinada a mudar isso e minha missão já começou com estes cupcakes fofinhos que encontrei na revista DH #41. A cobertura de merengue foi uma ótima maneira de usar as claras que me sobraram depois de fazer sorvete de flocos pro João - pela décima vez. :D

Honey and golden syrup meringue cupcakes / Cupcakes de mel com cobertura de merengue

Cupcakes de mel com cobertura de merengue
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

250g de manteiga sem sal, amolecida
1 xícara (200g) de açúcar refinado
½ xícara de mel
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
4 ovos
2 ½ xícaras + 2 colheres (sopa) - 370g - de farinha de trigo peneirada
2 colheres (chá) de fermento em pó, peneirado
1 xícara (240ml) de leite em temperatura ambiente

Cobertura de merengue:
1 ¼ xícaras de glucose de milho (usei Karo)
¼ colheres (chá) de cremor tártaro
3 claras bem fresquinhas

Pré-aqueça o forno a 160ºC; forre 24 forminhas para muffin (com capacidade para ½ xícara cada) com forminhas de papel.
Coloque a manteiga, o açúcar, o mel e a baunilha na tigela grande da batedeira e bata por 10-12 minutos ou até obter um creme claro e leve. Junte os ovos, um a um, e bata bem. Acrescente a farinha, o fermento e o leite e bata até incorporar. Coloque a massa às colheradas nas forminhas preparadas e leve ao forno por 18-20 minutos até assar e dourar (faça o teste do palito).
Transfira os bolinhos cuidadosamente (pois são bem macios) para uma gradinha e deixe esfriar.

Para a cobertura: coloque a glucose de milho e o cremor tártaro numa panelinha e leve ao fogo alto até ferver. Despeje as claras na tigela grande da batedeira (que precisa estar bem limpa e seca, sem resquícios de água/gordura, para não prejudicar a textura do merengue) e bata até que picos moles se formem. Com a batedeira ainda ligada, despeje aos poucos a mistura quente de glucose, batendo bem por mais 4-5 minutos ou até o merengue ficar espesso e brilhante, com uma aparência sedosa.
Espalhe a cobertura sobre os cupcakes já frios com a ajuda de uma espátula.

Rend.: 24 unidades – fiz meia receita, usei forminhas de muffin com capacidade para 1/3 xícara cada e consegui 12 bolinhos com os topos bem altos; apesar de também ter dividido a receita da cobertura sobrou ½ xícara de merengue

Honey and golden syrup meringue cupcakes / Cupcakes de mel com cobertura de merengue

segunda-feira, maio 25, 2009

Pudinzinhos de pêra

English version

Baked pear custards / Pudinzinhos de pêra

Vou lhes contar um segredo: sou uma pessoinha bem preguiçosa. Dependendo do “assunto”, ninguém ganha de mim no quesito preguiça.

Eu e o João planejávamos ir ao cinema no último sábado; eu já escolhera o filme, a sessão... Mas a idéia de entrar num shopping lotado me fez desistir do plano. Olhei pro marido e ele leu os meus pensamentos: “Ok, ok, vamos ficar em casa”. :D

Mas não há preguiça aqui quando o assunto é cozinhar: fiz almoço para nós dois, assei uns cookies e terminei com estes pudinzinhos, que acabaram se tornando a minha receita preferida do dia.

Baked pear custards / Pudinzinhos de pêra

Pudinzinhos de pêra
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

2 xícaras (480ml) de creme de leite fresco
2 ovos
1 gema
1/3 xícara (67g) de açúcar refinado – usei açúcar aromatizado com baunilha
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 pêra do tipo Corella, em fatias bem fininhas – usei Williams
noz-moscada moída na hora, para polvilhar

Pré-aqueça o forno a 150ºC.
Leve o creme de leite ao fogo médio só até ferver. Junte os ovos, a gema, o açúcar e a baunilha numa tigela e misture bem com um fuê. Vá acrescentando o creme de leite quente aos poucos, mexendo sempre, para incorporar os ingredientes e evitar que os ovos cozinhem e fiquem em pedacinhos.
Despeje a mistura em quatro potinhos refratários com capacidade para 1 ½ xícara (360ml) e cubra com as fatias de pêra. Transfira-os para uma assadeira e leve ao forno por 20-25 minutos ou até firmarem – a textura deste creme é bem sedosa.
Polvilhe com a noz-moscada e sirva – a revista não menciona se esta sobremesa deve ser servida quente ou fria; experimentei morna e fria (depois de uma noite na geladeira) e achei ótima de ambas as formas.

Rend.: 4 porções

Baked pear custards / Pudinzinhos de pêra

sexta-feira, maio 22, 2009

Tagliatelle de verão, no meio do outono

English version

Summertime tagliatelle / Tagliatelle de verão

Meu pai às vezes me conta histórias engraçadas/bacanas sobre a minha mãe e eu especialmente adoro aquelas que se referem aos desejos esquisitíssimos que ela teve na gravidez, como no dia em que resolveu cozinhar e comer um galo – não, gente, não estou brincando. :D

Ela sentia uma vontade desesperada de tomar sorvete no meio do inverno e se enfiava debaixo de 2-3 cobertores para saboreá-lo.

Todo mundo que me conhece e que conheceu minha mãe diz que nós somos extremamente parecidas, tanto fisicamente quanto no jeito de ser. Eles devem ter razão, porque eu senti uma vontade danada de comer macarrão de verão num dia super frio. :)

Summertime tagliatelle / Tagliatelle de verão

Tagliatelle de verão
ligeiramente adaptado do Cook with Jamie

- xícara medidora de 240ml

115g (4oz) de pignoli
suco e raspas da casca de 2 limões sicilianos
um maço de salsinha, apenas as folhas (retire os talinhos)
¾ xícara (180ml) de azeite de oliva extra virgem
1 ½ xícaras (150g) de parmesão ralado na hora, e mais um pouquinho extra em lascas para servir
½ xícara (50g) de queijo pecorino ralado na hora
sal e pimenta do reino moída na hora
500g de tagliarini ou tagliatelle

Amasse metade do pignoli até obter uma pasta e coloque numa tigela refratária. Junte o pignoli restante (inteiros), o suco e as raspas de limão e o azeite. Misture e adicione o parmesão e o pecorino. Tempere com sal e pimenta.

Leve uma panela grande ao fogo com bastante água e coloque a tigela com o molho sobre a panela para que este fique aquecido. Quando a água ferver, retire a tigela, salgue a água e cozinhe o macarrão até que esteja al dente. Escorra, reservando um pouquinho da água do cozimento para adicionar ao molho.
Junte a massa ao molho e um pouquinho da água reservada e misture – o calor do macarrão vai derreter o queijo e ajudar o molho a envolvê-lo. Se achar o molho muito espesso, adicione um tantinho de água do cozimento – este molho não é grosso e sim mais delicado, parecido com molhos para salada (“dressing”).

Sirva imediatamente com um pouquinho de parmesão em lascas no topo e um punhado de folhas de salsinha.

Rend.: 4 porções

Summertime tagliatelle / Tagliatelle de verão

quarta-feira, maio 20, 2009

Quadradinhos de cheesecake de maracujá

English version

Passion fruit cheesecake squares / Quadradinhos de cheesecake de maracujá

Para mim, maracujá é um ingrediente mágico – amo sua cor, sabor, cheiro... Corte um maracujá ao meio e em segundos sua cozinha estará tomada por um delicioso aroma. Revigorante.

Num dia cinza como hoje – e não me refiro apenas à cor do céu – bem que eu queria ainda ter alguns destes quadradinhos por perto.

Passion fruit cheesecake squares / Quadradinhos de cheesecake de maracujá

Quadradinhos de cheesecake de maracujá
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

250g de biscoitos do tipo maisena/Maria
180g de manteiga sem sal, derretida
250g de ricota – usei a caseira
250g de cream cheese, amolecido
½ xícara (100g) de açúcar
1 colher (sopa) de raspas de casca de limão siciliano
3 ovos
¾ xícara (180ml) de polpa de maracujá

Coloque os biscoitos no processador de alimentos e processe até obter uma farinha grossa – eu os coloquei num saco plástico grosso e os quebrei com o rolo de massas. Acrescente a manteiga e misture. Pressione esta farofinha no fundo de uma forma retangular de 20x30xm, levemente untada e forrada com papel manteiga. Leve à geladeira por 30 minutos ou até firmar e gelar.

Pré-aqueça o forno a 160ºC. Junte a ricota, o cream cheese, o açúcar e as raspas de limão no processador e processe até homogeneizar – usei a batedeira.
Adicione os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Com a ajuda de uma espátula de borracha/silicone, misture a polpa de maracujá e então despeje o creme sobre a base de biscoito. Leve ao forno por 25-30 minutos ou até firmar.
Deixe esfriar completamente; corte os quadradinhos com cuidado e sirva.

Rend.: 8 porções – fiz 2/3 da receita e usei uma forma quadrada de 20cm

Passion fruit cheesecake squares / Quadradinhos de cheesecake de maracujá

segunda-feira, maio 18, 2009

Brownies triplos

English version

Triple choc brownies

Há muitos meses lhes contei que estava ansiosíssima para ver “O Leitor” – na ocasião não havia nem data de estréia prevista para o Brasil. O tempo passou, o filme estreou aqui, a Kate ganhou tudo quanto foi prêmio e eu ainda não o vira. Agora que foi lançado em DVD, finalmente assisti ao filme e soube que o lindo pôster era apenas a ponta do iceberg – o filme é sublime e a Kate, também. Não deveria ter esperado tanto.

Comprei Flavours há quase três anos e desde então estava de olho nos brownies triplos. Agora que finalmente os fiz foi praticamente a mesma sensação que tive sobre o filme: não deveria ter esperado tanto.

Triple choc brownies

Brownies triplos
do Flavours

- xícara medidora de 240ml

¾ xícara + 1 colher (sopa) - 185g - de manteiga sem sal
185g de chocolate amargo picado
3 ovos
1 ¼ xícaras (250g) de açúcar
1 colher (chá) de baunilha
2/3 xícara (94g) de farinha de trigo
½ xícara (45g) de cacau em pó sem adição de açúcar
1 pitada de sal
¾ xícara (116g) de chocolate branco em pedaços graúdos
¾ xícara (116g) de chocolate ao leite em pedaços graúdos

Pré-aqueça o forno a 180ºC; forre uma forma quadrada de 20cm com papel alumínio, deixando sobrar para fora da forma, formando “alças”. Unte o papel com manteiga e reserve.

Coloque a manteiga e o chocolate amargo numa panelinha e leve ao fogo baixo, mexendo até derreterem. Retire do fogo e deixe esfriar.
Junte os ovos, o açúcar e a baunilha na tigela grande da batedeira e bata até obter um creme claro. Usando uma espátula de borracha/silicone, misture os ingredientes derretidos.
Peneire a farinha, o cacau e o sal sobre o creme de chocolate e misture com a espátula. Acrescente os chocolates branco e ao leite picados e misture bem. Despeje na forma preparada e leve ao forno por 35-40 minutos ou até a superfície firmar – se você assar demais a consistência do brownie ficará totalmente diferente.
Deixe esfriar, remova da forma com a ajuda das “alças” de papel alumínio e corte em quadradinhos.

Rend.: 16 unidades

Triple choc brownies

sexta-feira, maio 15, 2009

Suflê de batata

English version

Potato soufflés / Suflê de batata

Tenho uma confissão a fazer... Assisti a “Crepúsculo” e achei bonitinho. :D

Minha amiga me contou que iria ver o filme e agi como uma boba – até piadinha sobre filme teen eu fiz. Depois de saber que ela havia gostado, resolvi arriscar... E agora estou aqui, me sentindo estúpida por causa dos meus preconceitos. Mas em minha defesa preciso dizer que o Paramore é uma das razões de eu não ter me empolgado para ver o filme. :D

Se isso já não fosse uma boa lição para mim, aqui vai outra: vi esta receita há meses e fiquei pensando em como um simples suflês de batata seria bom... Apesar de adorar batatas, um suflê sem outros sabores me parecia muito sem-graça.

Pois adivinhem só – me enganei de novo. :)

Potato soufflés / Suflê de batata

Suflê de batata
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

manteiga derretida, para untar os potinhos
1kg de batatas, descascadas e picadas*
100g de manteiga
sal e pimenta do reino moída na hora
60g de manteiga, extra
¼ xícara (35g) de farinha de trigo
1 xícara (240ml) de leite
3 gemas
1 xícara (100g) de queijo parmesão ralado finamente
5 claras

Pré-aqueça o forno a 200ºC; pincele com manteiga quatro potinhos refratários com capacidade para 310ml cada e, ao untá-los, pincele com movimentos para cima para ajudar a massa do suflê a subir.
Coloque a batata numa panela com água fria e sal e leve ao fogo alto até ferver. Cozinhe as batatas até que estejam macias, escorra e amasse-as dentro da panela. Junte a manteiga (100g), o sal e a pimenta e misture bem para formar um creme homogêneo. Reserve.
Derreta a manteiga restante (60g) numa panela em fogo baixo. Acrescente a farinha e cozinhe, mexendo sempre por 1-2 minutos, até obter uma mistura meio granulosa. Aos poucos, adicione o leite e cozinhe, mexendo sempre também, por 3-5 minutos ou até engrossar. Transfira para uma tigela, junte o purê de batatas, as gemas e o parmesão e incorpore.
Bata as claras numa tigela até formarem picos suaves e junte-as ao creme de batatas, delicadamente, com uma espátula de borracha/silicone.
Coloque a massa às colheradas nos potinhos preparados, transfira-os para uma assadeira e leve ao forno por 25-30 minutos ou até que cresçam e dourem.
Sirva imediatamente.

* a receita pedia um tipo de batata chamado “sebago”, que contém bastante amido – usei as que estavam dando sopa na geladeira, de casca avermelhada, que também são ótimas para fritar.

Rend.: 4 porções

quarta-feira, maio 13, 2009

Bolo de banana e caramelo

English version

Banana caramel cake / Bolo de banana e caramelo

Apesar dos muitos – e quase diários – lançamentos, alguns filmes são tão bons que se estiverem passando na TV me sinto quase obrigada a vê-los novamente: assim, assisti a “Louca Obsessão” pela 4ª vez semana passada (aliás, a Lola escreveu um texto super bacana sobre o filme). :D

Porém, não posso dizer que o mesmo acontece na minha cozinha: com centenas de coisas novas para experimentar – uma lista que cresce diariamente – não gosto de repetir receitas... Tenho certeza de que alguns de vocês concordam comigo. Mas não me importo de testar variações de algo já preparado e que tenha sido um sucesso com minha família e meus amigos.

Vocês se lembram do meu bolo de maçã com casquinha de caramelo? Ficou delicioso e outras pessoas também o fizeram, com bons resultados. Então por que não experimentar algo parecido, mas com banana?

Esta receita maravilhosa vem do blog da doce Ivonne. Tudo o que ela prepara é ótimo e este bolo não é exceção.

Banana caramel cake / Bolo de banana e caramelo

Bolo de banana e caramelo

Bolo:
2 xícaras (280g) de farinha de trigo
1 colher (chá) de canela
½ colher (chá) de noz-moscada ralada
¼ colher (chá) de cravo em pó
1 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
3 ovos grandes
1 ¼ xícaras (300ml) de óleo vegetal de sabor suave
1 ¾ xícaras (350g) de açúcar
1 colher (sopa) de baunilha
¾ xícara (75g) de nozes picadas grosseiramente
85g (3oz) de chocolate amargo em pedaços pequenos (do tamanho das gotinhas usadas em cookies)
3 bananas maduras em cubinhos

Caramelo:
½ xícara (88g) de açúcar mascavo – aperte-o na xícara na hora de medir
2 colheres (sopa) de leite integral
4 colheres (sopa) (56g) de manteiga sem sal picada

Unte bem com manteiga uma forma com buraco no meio com capacidade para 12 xícaras de massa* e polvilhe com farinha; pré-aqueça o forno a 180ºC.

Polvilhe juntos a farinha, a canela, a noz-moscada, o cravo moído, o sal e o bicarbonato de sódio.
Na tigela grande da batedeira, bata os ovos, o óleo e o açúcar com o batedor em formato de pá, em velocidade média, por 2-3 minutos. Raspe as laterais da tigela com uma espátula de borracha/silicone para assegurar que o açúcar seja bem incorporado. Junte a baunilha e bata por mais 30 segundos.
Em velocidade baixa, acrescente os ingredientes peneirados aos poucos e bata para incorporá-los à massa; raspe novamente as laterais da tigela com a espátula.
Acrescente as nozes, o chocolate e as bananas e misture gentilmente com a espátula – não bata em excesso.
Transfira a massa para a forma preparada e leve ao forno por aproximadamente de 50 minutos – faça o teste do palito. No forno da Ivonne o bolo assou em 55 minutos; no meu, em 1 hora.

Cerca de 5-10 minutos antes de o bolo terminar de assar, prepare o caramelo: combine todos os ingredientes numa panelinha e leve ao fogo até ferver, mexendo algumas vezes para que não queimem. Deixe ferver por uns 5 minutos e então remova do fogo.
Ao retirar o bolo do forno, faça furinhos nele usando um palito de dente e imediatamente regue-o com o caramelo, aos poucos, para que toda a cobertura seja absorvida pelo bolo. Se “poças” de caramelo se formarem na superfície do bolo, perfure-o mais vezes.
Deixe o bolo esfriar completamente sobre uma gradinha antes de desenformar – caso contrário, pode grudar.

* fiz meia receita e usei uma forma de buraco no meio de 19cm de diâmetro (com capacidade para 6 xícaras)

Rend.: 10-12 porções

Banana caramel cake / Bolo de banana e caramelo

segunda-feira, maio 11, 2009

Cookies recheados com curd de limão siciliano

English version

Spoon-dent cookies with lemon curd / Cookies recheados com curd de limão siciliano

Vocês já leram sobre o filme novo do Benicio Del Toro? Ainda não ficou pronto e já estou doida para assistir – o elenco é fantástico e tenho um fraco por estórias passadas no período vitoriano. Dá até para pensar que estou numa fase meio “lobo”, depois de ver o meu mutante preferido na tela do cinema. :D

Numa fase limão siciliano estou mesmo e lhes apresento esta receita: um dos cookies mais deliciosos que já fiz. Na vida. Top 3 mais gostosos – mesmo.

A curd de limão é ótima – muito melhor do que a outra que fiz – e funciona perfeitamente com a massa amanteigada dos biscoitos. Experimentem e me contem depois.

Spoon-dent cookies with lemon curd / Cookies recheados com curd de limão siciliano

Cookies recheados com curd de limão siciliano
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

Curd de limão siciliano*:
½ xícara (120ml) de suco de limão siciliano
raspas das cascas dos limões espremidos
125g de manteiga sem sal, picada
1 xícara (200g) de açúcar
3 ovos ligeiramente batidos com um garfo

Massa:
180g de manteiga sem sal, amolecida
1 xícara (200g) de açúcar
1 ½ colheres (chá) de baunilha
1 ovo
2 xícaras (280g) de farinha de trigo peneirada
½ colher (chá) de fermento em pó

Comece preparando o recheio: junte o suco de limão, a manteiga, o açúcar e os ovos numa tigela refratária e leve ao banho-maria (a água deve ferver rapidamente, fogo médio), mexendo sempre, até engrossar. Passe por uma peneira, despejando a misture numa tigela de vidro/cerâmica e cubra com filme PVC colocando-o diretamente em contato com a superfície da curd (assim evita-se a formação de uma película sobre o recheio). Leve à geladeira até esfriar e encorpar.

Faça a massa dos cookies: pré-aqueça o forno a 180ºC; forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.

Coloque a manteiga, o açúcar e a baunilha na tigela grande da batedeira e bata até obter um creme claro e fofo. Junte o ovo e bata bem. Com a ajuda de uma espátula de borracha/silicone, misture a farinha e o fermento até formar uma massa. Forme bolinhas com 2 colheres (chá) de massa e arrume-as nas assadeiras preparadas, deixando 5cm entre uma e outra.
Faça pequenos furinhos no meio de cada bolinha usando as costas de uma colherinha (chá) úmida – achei mais fácil fazer isso com a ponta do dedo indicador.
Encha cada buraquinho com ½ colher (chá) do recheio frio e leve ao forno por 10-15 minutos ou até dourar.

* sobrou um pouquinho de curd de limão – creio que ¾ da receita seriam suficientes para rechear todos os biscoitinhos

Rend.: 35 cookies – fiz meia receita e ainda assim consegui 24

Spoon-dent cookies with lemon curd / Cookies recheados com curd de limão siciliano

sexta-feira, maio 08, 2009

Frango assado com limão siciliano e pimenta calabresa

English version

Lemon and chilli marinated chicken / Frango marinado com limão siciliano e pimenta calabresa

Algumas comidas me levam de volta à infância – frango assado é uma delas. Minha mãe adorava e costumava prepará-lo deliciosamente bem: bem dourado e sequinho por fora, macio e suculento por dentro, com a carne praticamente soltando dos ossinhos. Tão bom! Quase posso sentir o gostinho ao escrever isso aqui... :D

Ao ver as receitas clássicas com frango na última edição da revista DH imediatamente pensei em minha mãe. E como tinha uns limões sicilianos maravilhosos em casa, escolhi esta.

Ah, antes que me esqueça, adicionei uma lista de medidas ao blog que pode ser útil a alguns de vocês.

Lemon and chilli marinated chicken / Frango marinado com limão siciliano e pimenta calabresa

Frango assado com limão siciliano e pimenta calabresa
ligeiramente adaptado da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

1 frango inteiro com cerca de 1,5kg, pedaços separados – ou use as partes do frango de que mais gosta
4 dentes de alho amassados
1 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de páprica picante
1 colher (sopa) de raspas de casca de limão siciliano
suco de 2 limões sicilianos
1 colher (sopa) de pimenta calabresa*
1/3 xícara (80ml) de azeite de oliva – usei azeite aromatizado com alho

Forre uma assadeira grande com papel manteiga e arrume os pedaços de frango sobre ele. Numa tigelinha, misture bem o alho, o sal, a páprica, as raspas e o suco do limão, a pimenta calabresa e o azeite e despeje sobre o frango. Leve à geladeira e deixe marinar por 1 hora.
Pré-aqueça o forno a 200ºC. Asse o frango por 35-40 minutos ou até que esteja bem assadinho por dentro – assei o meu por 1 hora e meia para ficar soltando dos ossos e com uma casquinha bem dourada.

* o franguinho ficou picante e eu adorei, mas o marido achou ardido demais. Por isso, tome cuidado na hora de adicionar a pimenta... :D

Rend.: 4-6 porções

Lemon and chilli marinated chicken / Frango marinado com limão siciliano e pimenta calabresa

quarta-feira, maio 06, 2009

Bolinhos cítricos

English version

Mini citrus syrup sponges

Estes danadinhos me deram tanto trabalho para desenformá-los que a canção “Here I go impossible again” do Erasure (amo!) não me saía da cabeça. :D

A ginástica me fez imaginar o porquê de a foto no livro a Sra. Lawson mostrar os bolinhos ainda dentro da forma... Mas valeu a pena: eles ficaram deliciosos e com uma textura fantástica – a calda é bem absorvida, realçando o sabor cítrico. Hum!

Usei limão siciliano e Taiti, mas se quiser fazer a receita original use apenas o verdinho.

Mini citrus syrup sponges

Bolinhos cítricos
do How to Be a Domestic Goddess

- xícara medidora de 240ml

½ xícara (113g) de manteiga sem sal, amolecida
½ xícara + 1 colher (sopa) - 112g - de açúcar
2 ovos grandes
raspas da casca de 1 limão
raspas da casca de 1 limão siciliano
1 xícara + 2 colheres (sopa) - 160g - de farinha de trigo com fermento
1 pitada de sal
4 colheres (sopa) de leite

Calda:
2 colheres (sopa) de suco de limão + as raspinhas da casca para decoração
2 colheres (sopa) de suco de limão siciliano + as raspinhas da casca para decoração
½ xícara (70g) de açúcar de confeiteiro

Pré-aqueça o forno a 180ºC; unte generosamente com manteiga 8 forminhas de bolo inglês com capacidade para 1 xícara de massa cada.

Bata a manteiga e o açúcar juntos na batedeira até obter um creme claro. Junte os ovos e as raspas de limão/limão siciliano e bata bem. Adicione a farinha e o sal, misturando delicadamente com uma espátula de silicone/borracha, e finalize com o leite. Transfira a massa às colheradas para as forminhas preparadas. Asse por cerca de 25 minutos (faça o teste do palito).

Enquanto os bolinhos e esfriam, prepare a calda: misture os sucos de limão/limão siciliano e o açúcar de confeiteiro numa panelinha e aqueça somente até dissolver o açúcar.

Assim que os bolinhos estiverem assados, retire-os do forno e fure toda a superfície deles com um palito de dente. Despeje a calda sobre os bolinhos de maneira homogênea e tente fazer com que o centro deles absorva tanta calda quanto as beiradas.
Não tente retirar os bolinhos da forma até que eles tenham esfriado ligeiramente e a calda tenha sido absorvida, mas lembre-se de que se esfriarem completamente podem grudar na assadeira.
Por isso, depois de uma ou duas horas, inverta-os sobre uma gradinha e decore-os com as raspas das cascas dos limões antes de servir.

Rend.: 8 unidades – fiz meia receita, usei uma forma para muffins com capacidade para 1/3 xícara (80ml) de massa cada e consegui 5 bolinhos

segunda-feira, maio 04, 2009

Marshmallows de água de rosas

English version

Rosewater marshmallows / Marshmallows de água de rosas

Procurando por algo bom na TV ontem à noite parei de zapear ao ver o Giovanni Ribisi. Era um drama e fiquei bem surpresa – num ótimo sentido – com a sua interpretação... Vamos ser francos: não é nada fácil sobressair ao lado da maravilhosa Cate Blanchett. :D

Seja num drama pesado ou numa comédia leve – quem pode esquecer o Frank Buffay Jr.? – assistir ao Giovanni Ribisi é sempre uma delícia, assim como o é fazer (e comer) marshmallows.

Minha inspiração foi esta receita mas como não queria usar ovos adaptei uma outra da Donna Hay.

Rosewater marshmallows / Marshmallows de água de rosas

Marshmallows de água de rosas
adaptados da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

2 colheres (sopa) de gelatina em pó incolor e sem sabor
½ xícara (120ml) de água morna
330g de açúcar refinado
½ xícara + 1 ½ colheres (sopa) de glucose transparente (à venda em casas de artigos para confeitaria)
1/3 xícara (80ml) de água, extra
1 colher (sopa) de água de rosas
1-2 gotas de corante alimentício rosa (opcional)

Para envolver os marshmallows:
¾ xícara (105g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
1 colher (sopa) de amido de milho, peneirado

Unte uma forma quadrada de 20cm com óleo, forre com papel manteiga e unte-o bem (bem mesmo, para que o marshmallow não grude).

Coloque a gelatina e a água morna na tigela grande da batedeira e misture bem; reserve.
Junte o açúcar refinado, a glucose e a água extra numa panela e leve ao fogo médio (misture bem os ingredientes). Quando ferver, não misture mais e deixe por 5-6 minutos ou até atingir a temperatura de 115ºC (use um termômetro culinário).

Com a batedeira na velocidade alta, vá acrescentando a mistura quente em fio à gelatina. Adicione a água de rosas e o corante e bata por 10 minutos, ou até que fique espesso e fofinho. Transfira para a forma preparada, cubra com um pedaço de papel manteiga bem untado também e leve à geladeira de um dia para o outro.

Misture o açúcar de confeiteiro e o amido numa tigela. Vire o marshmallow inteiro numa superfície polvilhada com a mistura de açúcar e remova o papel com cuidado. Corte em quadrados usando uma faca afiada levemente untada com óleo. Passe os quadradinhos pela mistura de açúcar. Guarde em recipiente hermético.

Rend.: 36 unidades

Related Posts with Thumbnails