Mostrando postagens com marcador marzipã. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador marzipã. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, março 19, 2014

Bolo de ameixa e marzipã com cardamomo para o final do verão

English version

Plum and marzipan torta with cardamom sugar / Bolo de ameixa e marzipã com cardamomo

Mal posso esperar pela chegada do outono – nunca gostei do calor e já estou bem cheia das altas temperaturas por aqui. O verão nunca foi um favorito meu, nem mesmo quando criança, então vocês podem imaginar o quão desconfortáveis os últimos meses tem sido para mim.

Há uma coisa boa no verão: os legumes, verduras e frutas típicos desta época do ano. Milho, tomates e as frutas com caroço – delícia. Entretanto, enquanto folheava alguns livros de receita semanas atrás, me toquei de que o verão está chegando ao fim e eu não fiz quase nada com as frutas que tanto adoro. Ando fazendo doces com cítricos ou chocolate ou manteiga de amendoim e deveria aproveitar as frutas enquanto ainda há tempo.

Por esta razão decidi fazer pelo menos uma das receitas com ameixas que vi na última Gourmet Traveller (e pretendo fazer outra no final de semana): este bolo (chamado na receita original de “torta”), lindamente apresentado com as metades brilhantes de ameixa. A adição de marzipã foi ideia minha porque tudo de amêndoa sempre vai muito bem com tudo de frutas de caroço – desta vez não foi diferente e fiquei bem orgulhosa. ;)

Bolo de ameixa e marzipã com cardamomo
um tiquinho adaptado da sempre lindíssima Gourmet Traveller

Ameixas cozidas:
½ xícara (100g) de açúcar cristal
200ml de água
5 ameixas, cortadas ao meio, caroços removidos

Bolo:
½ xícara (120ml) de leite integral, temperatura ambiente
1 colher (sopa) de suco de limão siciliano
1 ovo
130g de açúcar cristal
225g de farinha de trigo
1 ½ colher (chá)s de fermento em pó
1 pitada de sal
60g de manteiga sem sal, derretida
1 colher (chá) de extrato de baunilha
raspas da casca de 1 limão siciliano
100g de marzipã, em pedacinhos – usei caseiro
2 colheres (sopa) de manteiga derretida, para pincelar o bolo

Cobertura de cardamomo e açúcar:
1 colher (sopa) de açúcar de confeiteiro
¼ colher (chá) de cardamomo moído na hora

Comece cozinhando as ameixas: em uma panela média, misture o açúcar e a água e leve ao fogo, mexendo até dissolver o açúcar. Assim que ferver, abaixe o fogo e acrescente as ameixas. Cozinhe até que fiquem macias, 10-12 minutos. Deixe esfriar.
Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte levemente com manteiga uma forma quadrada de 20cm, forre o fundo com papel manteiga e unte o papel também.
Em uma tigelinha, misture o leite e o suco de limão e reserve por 5 minutos. Em uma tigela grande, misture com um batedor de arame o ovo e o açúcar. Acrescente o leite, a farinha, o fermento, o sal, a manteiga derretida (60g), a baunilha e as raspas de limão e misture até obter uma massa homogênea. Espalhe a massa na forma preparada. Escorra as ameixas (despreze o líquido) e pressione-as gentilmente sobre a massa. Faça o mesmo com os pedacinhos de marzipã. Asse o bolo até que doure e cresça, 25-30 minutos (faça o teste do palito). Deixe esfriar na forma por 15 minutos e então desenforme com cuidado. Retire o papel e inverta o bolo novamente. Pincele-o com a manteiga derretida restante.
Misture o açúcar de confeiteiro com o cardamomo e salpique sobre o bolo ainda morno – sirva-o assim ou em temperatura ambiente. Este bolo é mais gostoso no dia em que é preparado.

Rend.: 6-8 porções – fiz exatamente a receita acima usando uma forma de torta de 20x28cm (com fundo removível)

quinta-feira, março 06, 2014

Bolo de marzipã e limão siciliano e uma season premiere bem sem graça

English version

Lemon and marzipan drizzle cake / Bolo de marzipã e limão siciliano

Por causa do fantástico “Top of the Lake” comecei a assistir a “Mad Men” novamente – acho que deu saudadinha da adorável Peggy Olson. :)

Três episódios da sexta temporada e para mim o seriado perdeu mesmo o brilho – não me lembro de uma season premiere tão sem graça, e por que raios a fizeram tão longa se não tinha nada de interessante nela? Os responsáveis deveriam ter umas aulinhas com quem está por trás da season premiere de “Hannibal”.
Vou continuar vendo “Mad Men” por curiosidade – quero saber como as coisas serão levadas até o final da série, que está próximo –, mas certamente não será uma prioridade: Dr. Lecter está de volta, “Sons of Anarchy” está bem interessante e há ainda alguns episódios com um dos meus vilões favoritos de todos os tempos – sim, decididamente “Mad Men” pode esperar. :)

Havia algo na minha geladeira que não poderia esperar: o marzipã que sobrara deste bolo tinha de ser usado logo já que só dura um mês na geladeira. Acabei preparando duas receitas deliciosas com ele e uma delas foi este bolo de limão siciliano: úmido, saboroso e irresistível, ele fica ainda mais gostoso no dia seguinte ao preparo – se durar até lá. :)

Bolo de marzipã e limão siciliano
um tiquinho adaptado daqui

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
1 xícara (225g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
1 xícara + 2 colheres (sopa) - 225g - de açúcar cristal
raspas da casca de 3 limões sicilianos
suco de 1 limão siciliano
150g de marzipã, em pedacinhos de cerca de 1cm – usei caseiro
4 ovos grandes
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 xícara + 1 colher (sopa) - 150g - de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
1 xícara (100g) de farinha de amêndoa

Calda:
suco de 2 limões sicilianos
2 colheres (sopa) de Amaretto (opcional)
4 colheres (sopa) de açúcar cristal (reduza para 3 se omitir o Amaretto)

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte levemente com manteiga uma forma redonda funda de 20cm de diâmetro, forre o fundo com um círculo de papel manteiga e unte o papel também.
Na batedeira, bata a manteiga e o açúcar até conseguir um creme claro e fofo. Junte as raspas de casca e o suco dos limões e o marzipã (tente manter os pedacinhos separados uns dos outros). Junte os ovos, uma um, batendo bem a cada adição. A mistura pode talhar por causa do suco de limão, mas não se preocupe, prossiga com a receita. Junte a baunilha.
Peneire a farinha de trigo, o fermento e o sal sobre a massa, junte a farinha de amêndoa e bata em velocidade baixa somente até a massa homogeneizar. Transfira para a forma e alise a superfície. Asse no centro do forno por 20 minutos, e então baixe a temperatura para 170°C e asse por mais 50 minutos* (caso o bolo comece a dourar demais, cubra-o de maneira frouxa com um pedaço de papel alumínio, mas somente faça isso depois de 30 minutos de forno).
Quando faltar cerca de 5 minutos para que o bolo esteja pronto faça a calda: coloque o suco de limão e o Amaretto em uma panelinha e leve ao fogo médio até que comece a ferver. Junte o açúcar e cozinhe em fogo médio por 1 minuto. Retire do fogo. Quando o bolo estiver assado, faça furinhos em sua superfície com um palito de dente e despeje a calda aos poucos, esperando que ela seja absorvida pelo bolo. Deixe o bolo esfriar completamente na forma sobre uma gradinha. Desenforme com cuidado, retire o papel e transfira para um prato.
O bolo pode ser guardado em um recipiente hermético por 3-4 dias.

* assei o bolo o tempo todo a 180°C, num total de 60 minutos
Rend.: 8-10 porções

terça-feira, novembro 19, 2013

Biscoitos de marzipã e menos é mais

English version

Marzipan cookies / Biscoitos de marzipã

Outro dia, enquanto ia para o trabalho ouvindo uma das minhas canções favoritas, comecei a pensar nos dois ou três episódios de “The X Factor” que vira e em como todo mundo parece cantar no mesmo tom – não acho que para se fazer boa música seja necessário ter a voz da Christina Aguilera (e vamos combinar que o repertório da mulher não é lá essas coisas) e os meus humildes ouvidos facilmente escolheriam a voz suave de Nina Persson a toda aquela gritaria. :)

Já no assunto baking tive um momento “menos é mais” parecido e preparei estes deliciosos e viciantes biscoitinhos: apenas um punhado de ingredientes resultou nestes docinhos úmidos e chewy, e foi difícil comer apenas um. Ou quatro. :D

Biscoitos de marzipã
da sempre linda e deliciosa Gourmet Traveller

250g de farinha de amêndoa
200g de açúcar cristal
1 pitada de sal
2 claras
raspas da casca de 1 laranja
1 colher (chá) de extrato de baunilha
100g de açúcar de confeiteiro (sem adição de amido)

Pré-aqueça o forno a 190°C. Forre uma assadeira grande, de beiradas baixas, com papel manteiga.
Em uma tigela grande misture a farinha de amêndoa, o açúcar cristal, o sal, as claras, as raspas de casca de laranja e a baunilha. Misture até obter uma massa homogênea e macia. Transfira para uma superfície seca e forme um cilindro de aproximadamente 2cm de espessura. Peneire açúcar de confeiteiro sobre a superfície e role o cilindro de massa pelo açúcar. Corte em 32 pedaços. Faça um cilindro fininho com cada pedacinho de massa e forme um “s” (eu não consegui fazer isso, a massa despedaçava, então formatei os biscoitos como pequenos cilindros, mesmo). Envolva os biscoitos em uma camada fininha de açúcar de confeiteiro e coloque-os na assadeira preparada deixando 2,5cm entre um e outro. Asse por 10-15 minutos ou até que dourem. Deixe esfriar completamente na forma sobre uma gradinha.
Os biscoitos podem ser armazenados em um recipiente hermético em temperatura ambiente por até 3 dias.

Rend.: 32 unidades

segunda-feira, junho 17, 2013

Bolo fácil de amêndoa - para Nigella

English version

Easy almond cake / Bolo fácil de amêndoa

Ontem pela manhã, enquanto editava algumas fotos, li a notícia chocante de que Nigella havia sido agredida pelo marido em um restaurante – senti tristeza e raiva. Se aquele cretino se sente confortável o bastante para fazer algo assim em público imagino o que ele faz dentro de casa, quando ninguém está vendo. Senti muito por ela e por seus filhos e espero que ela consiga sair desta situação terrível o quanto antes. Tento ser uma pessoa equilibrada e sei que violência não é a saída, mas um cara que esgana a mulher quatro vezes e depois diz que foi uma “desavença tola” merece uma lição – uma lição bem dolorosa.

Hoje meus pensamentos estão na linda cozinheira britânica e por isso lhes trago este bolo delicioso, tão simples e fácil, de um dos livros da Nigella, o maravilhoso "How to Be a Domestic Goddess".

Bolo fácil de amêndoa
do sempre delicioso e infalível How to Be a Domestic Goddess: Baking and the Art of Comfort Cooking

- xícara medidora de 240ml

250g de manteiga sem sal, amolecida
250g de marzipã, amolecido – usei caseiro
¾ xícara (150g) de açúcar cristal
¼ colher (chá) de extrato de amêndoa (opcional)
½ colher (chá) de extrato de baunilha
6 ovos grandes
1 xícara + 1 colher (sopa) - 150g - de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga uma forma redonda de 20cm alta, forre o fundo com um círculo de papel matneiga e unte o papel também.
Em um processador de alimentos, processe o marzipã, a manteiga e o açúcar até obter um creme homogêneo. Junte os extratoe e processe novamente. Junte os ovos, um a um, pelo funil na tampa do processador, processando a cada adição. Junte a farinha, o fermento e o sal e processe até incorporá-los. Transfira a massa para a forma preparada e alise a superfície. Asse por cerca de 50 minutos (cheque aos 40) ou até que o bolo cresça e doure (faça o teste do palito). Deixe esfriar completamente na forma sobre uma gradinha. Desenforme com cuidado e polvilhe com açúcar de confeiteiro antes de servir.

Rend.: 8-10 porções

terça-feira, abril 30, 2013

Pãezinhos de maçã e marzipã + uma leitura interessante

English version

Apple and marzipan rolls / Pãezinhos de maçã e marzipã

Uma das coisas que mais gosto de fazer é ler sobre como filmes são feitos e especialmente como diretores e atores são escolhidos para cada projeto; há personagens impossíveis de imaginar com outras caras – dá pra pensar em Tom Selleck como Indiana Jones? – enquanto que para outros eu teria escolhido intérpretes diferentes: por exemplo, a minha Tempestade seria Vanessa Williams em vez de Halle Berry.
Ryan Adams postou um trechinho da autobiografia de William Friedkin em que ele descreve a escolha do elenco de “O Exorcista” – é uma leitura bem interessante. Acho a performance de Ellen Burstyn no filme uma das melhores que vi na vida inteira e é incrível descobrir que ela sequer havia sido cogitada para o papel. Também é curioso como Jason Miller foi escolhido para interpretar o Padre Karras. Friedkin é um diretor que admiro – não vejo a hora de assistir a “Killer Joe - Matador de Aluguel” – e acabei adicionando o livro dele à minha já enorme lista de desejos. :)

***

Desde que preparei o marzipã do Paul Hollywood pela primeira vez tenho me esbaldado com receitas que haviam sido guardadas por anos – estes pãezinhos vieram do site do Waitrose e são exatamente a delícia que imaginei que seriam.

Pãezinhos de maçã e marzipã
um tiquinho adaptados do Waitrose

2 ½ xícaras (350g) de farinha de trigo comum
7g de fermento biológico seco
¼ xícara (50g) de açúcar cristal
1 ovo grande
100g de manteiga sem sal, derretida
1/3 xícara (80ml) de leite integral morno
½ colher (chá) de extrato de baunilha
200g de marzipã ralado – usei caseiro, receita aqui
1 maçã Granny Smith grande
½ xícara (75g) de passas claras
½ colher (chá) de canela em pó
açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Coloque a farinha, o fermento e o açúcar na tigela grande da batedeira – você vai usar o batedor em formato de gancho ou o batedor para massas pesadas. Faça um buraco no centro dos ingredientes secos e adicione o ovo, a manteiga, o leite e a baunilha e misture para combinar. Bata em velocidade médio-baixa até que uma massa comece a se formar. Continue batendo por mais 5-6 minutos ou até que a massa esteja macia e elástica – se preferir, sove com as mãos por cerca de 10 minutos. Transfira para uma tigela grande levemente untada com manteiga, cubra com filme plástico e deixe crescer em um lugar morninho por cerca de 1 ½ horas ou até que dobre de volume. Enquanto isso, unte com manteiga uma forma redonda de 23cm de diâmetro.
Dê um soquinho na massa para extrair o excesso de ar e transfira para uma superfície levemente enfarinhada. Com um rolo, abra a massa até obter um retângulo de 40x20cm. Espalhe o marzipã sobre a massa deixando 1cm de beiradas sem recheio. Descasque e pique a maçã e espalhe sobre o marzipã. Misture as passas com a canela e espalhe sobre os recheios. Começando pelo lado mais longo da massa, enrole como se fosse um rocambole, formando um cilindro fino. Corte em 8 fatias iguais e arrume-as com o lado cortado virado para cima na forma preparada, deixando um espacinho entre elas. Cubra com um pedaço de filme plástico untado com manteiga e deixe crescer novamente por cerca de 1 hora ou até que os pãezinhos se juntem dentro da forma (os meus precisaram de 2 horas para isso).
Pré-aqueça o forno a 190°C.
Retire o plástico dos pãezinhos e asse-os por cerca de 30 minutos ou até que dourem bem – caso estejam ficando dourados demais e ainda faltar muito tempo de forno cubra-os de maneira frouxa com papel alumínio. Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por 15 minutos e então desenforme com cuidado sobre a gradinha. Polvilhe com açúcar de confeiteiro e sirva mornos ou em temperatura ambiente.

Rend.: 8 unidades

sexta-feira, novembro 23, 2012

Pãezinhos de limão siciliano e amêndoa + Dragonette

English version

Lemon and almond buns / Pãezinhos de limão siciliano e amêndoa

Tenho vários programas de TV favoritos e um deles é o “Receitas de Chuck”: não só porque a comida parece deliciosa mas também porque é dele a melhor trilha sonora dentre os programas de comida. Assisti a vários episódios e percebi que uma capa de álbum vivia aparecendo no final do programa – depois de ouvir algumas faixas me apaixonei perdidamente por “Fixin To Thrill”, do Dragonette. Minhas faixas favoritas são “Don’t Be Funny”, “Pick Up the Phone” e “Easy” – como não amar uma canção que começa com aquela batida e a frase “you love me like a bull in a china shop”? :)

Às vezes tenho a sensação de que vicio em certas coisas fácil demais, como fiz com o álbum do Dragonette e com o marzipã do Paul Hollywood – usei-o novamente, desta vez para rechear os deliciosos e absurdamente macios pãezinhos de limão siciliano do Dan Lepard.

Pãezinhos de limão siciliano e amêndoa
um nadinha adaptados da coluna do Dan Lepard no Guardian

400g de farinha de trigo para pães – usei farinha de trigo comum
½ colher (chá) de sal
raspas da casca de 2 limões sicilianos
2 colheres (chá) de fermento biológico seco
3 colheres (sopa) de açúcar cristal
100g de manteiga sem sal
1 xícara (240ml) de leite integral
1 ovo grande
250g de marzipã – usei caseiro
manteiga derretida, extra, amêndoas em lascas tostadas e açúcar de confeiteiro para finalizar

Comece na noite anterior: em uma tigela grande, misture a farinha, o sal, as raspas de limão, o fermento e o açúcar. Derreta a manteiga, junte o leite e o ovo e bata com um garfo. Acrescente esta mistura aos ingredientes secos e misture até obter uma massa macia e grudenta – usei a Kitchen Aid com o batedor de gancho para fazer isso. Misture bem, remova quaisquer resquícios de massa de seus dedos, cubra a tigela com filme plástico e deixe na geladeira até a manhã seguinte.
Retire a massa da geladeira e deixe em temperatura ambiente por 30 minutos. Forre uma assadeira quadrada de 25cm com papel alumínio e unte-o com manteiga – usei uma forma retangular de 20x30cm.
Em uma superfície levemente polvilhada com farinha, sove a massa até que fique macia (de novo, usei a batedeira). Abra a massa em um retângulo de 70x10cm. Forme um cilindro de 70cm com o marzipã e coloque-o no centro do retângulo de massa. Enrole a massa para cobrir o marzipã, formando um cilindro. Deixe a massa descansar por 10 minutos e então corte em 9 fatias. Coloque as fatias com os topos para cima na forma preparada, deixando um espaço entre elas. Deixe crescer por 1 ½ horas ou até que dobrem de volume.
Pré-aqueça o forno a 200°C. Asse os pãezinhos por cerca de 35 minutos ou até que dourem bem. Deixe esfriar na forma e então pincele com a manteiga derretida, polvilhe com as amêndoas e o açúcar de confeiteiro.

* os pãezinhos ficaram ótimos, mas se eu os fizer novamente vou cortar o marzipã em pedacinhos e espalhar por todo o retângulo de massa (como se estivesse fazendo cinnamon buns) para depois enrolá-lo – assim o sabor do marzipã ficaria mais bem distribuído na massa

Rend.: 9 pãezinhos

quarta-feira, novembro 21, 2012

Crumble de maçã, frutas vermelhas, amêndoa e chocolate

English version

Apple, berry, almond and chocolate crumble / Crumble de maçã, frutas vermelhas, amêndoa e chocolate

Já que amêndoas, frutas vermelhas e maçãs combinaram tão bem em forma de torta tive que provar esse crumble: todos os sabores juntos sem a necessidade de fazer a massa – não que eu não goste de preparar massa de torta, na verdade gosto bastante, mas quando a vontade de um docinho é urgente não dá tempo de gelar a massa. :D

Também ficara intrigada pela adição de chocolate ao crumble mas tenho de dizer que ao experimentar não achei a idéia tão boa assim: se quiserem provar e ver por si mesmos vão em frente, mas quando eu fizer esse crumble novamente a minha versão será sem chocolate – e com mais amêndoas.

Crumble de maçã, frutas vermelhas, amêndoa e chocolate
da sempre gloriosa Delicious - Australia

1kg de maçãs Granny Smith (cerca de 5)
1 colher (sopa) de suco de limão siciliano ou tahiti
200g de frutas vermelhas sortidas
100g de açúcar mascavo
½ colher (chá) de gengibre em pó
200g de marzipã, picado – usei caseiro
creme inglês ou sorvete de baunilha para servir

Cobertura crumble:
200g de manteiga sem sal, gelada e picada
250g de farinha de trigo
50g de açúcar mascavo
1/3 xícara de amêndoas, picadas
½ colher (chá) de canela em pó
75g de chocolate meio-amargo, em gotas ou picado

Pré-aqueça o forno a 200°C. Cobertura: coloque a manteiga e a farinha em uma tigela grande e misture com as pontas dos dedos até obter uma farofa grossa. Junte o açúcar, o sal, as amêndoas, a canela e o chocolate e misture levemente com um garfo. Reserve.
Descasque as maçãs e corte em pedaços graúdos. Coloque em um refratário com capacidade para 8 xícaras. Regue com o suco de limão, misture, e então acrescente delicadamente as frutas vermelhas, o açúcar e o gengibre. Espalhe os pedacinhos de marzipã sobre as maçãs e cubra com o crumble.
Coloque o refratário em uma assadeira de beiradas baixas e leve ao forno por 45 minutos ou até que a fruta borbulhe e a cobertura doure. Deixe esfriar por 5 minutos e então sirva em potinhos com o creme inglês ou o sorvete.

Rend.: 6-8 porções

sexta-feira, outubro 26, 2012

Brownies de marzipã

English version

Marzipan brownies / Brownies de marzipã

Posso ser doida por doces (e este blog é prova disso) mas até mesmo eu sei que há um certo limite a ser considerado: para não acabar comendo o marzipã que sobrara dos muffins de frutas vermelhas comecei a procurar outras boas receitas para usá-lo e, depois de ler em algum lugar sobre um bolo de chocolate com marzipã – estou ficando velha e não me lembro onde foi, sinto muito – achei que brownies com marzipã seriam uma idéia fantástica; já que eu queria brownies densos e não leves como um bolo, fui direto na bíblia do chocolate da Alice Medrich, e como o meu estoque de chocolate estava bem pobrinho, usei a receita dela dos ótimos e super famosos brownies de cacau como veículo para o marzipã; um tiquinho de extrato de amêndoa, uma salpicada de amêndoas em lascas e pronto: brownies de marzipã danados de bons.

Brownies de marzipã
adaptados do maravilhoso Bittersweet: Recipes and Tales from a Life in Chocolate

- xícara medidora de 240ml

210g de manteiga sem sal
1 ¾ xícaras + 2 colheres (sopa) - 375g - de açúcar granulado
1 1/3 xícaras (120g) de cacau em pó, sem adição de açúcar
¼ colher (chá) de sal
½ colher (chá) de extrato de baunilha
½ colher (chá) de extrato de amêndoa
3 ovos grandes gelados
¾ xícara (105g) de farinha de trigo
100g de marzipã
3 colheres (sopa) de amêndoas em lascas

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga uma forma de 20x30cm, forre-a com papel alumínio deixando um pouquinho para fora da forma, formando “alças” de 5cm. Unte o papel com manteiga, mas não as “alças”. Reserve.
Coloque a manteiga em uma tigela refratária média e leve ao banho-maria até derretê-la. Acrescente o açúcar e o sal e misture bem. Em seguida, acrescente o cacau em pó e misture até obter uma massa homogênea e quente o bastante para que você queira remover a pontinha do dedo rapidamente a mergulhá-la na mistura para testar. Retire a tigela do banho-maria e deixe amornar.
Adicione a baunilha e o extrato de amêndoa e misture com uma espátula de silicone. Acrescente os ovos, um a um, mexendo vigorosamente a cada adição – quando a massa estiver espessa, brilhante e homogênea, junte a farinha e misture até que você não consiga mais ver o ingrediente na massa. Aí bata vigorosamente – dê 40 boas batidas na massa usando a espátula de silicone. Espalhe metade da massa na forma preparada e alise a superfície. Espalhe os pedacinhos de marzipã sobre a massa, cubra com a massa restante e alise a superfície. Salpique com as amêndoas.
Asse por 20-25 minutos ou até que um palito mergulhado no centro do brownie saia úmido com um pouquinho de massa. Deixe esfriar completamente sobre uma gradinha.
Retire o brownie da assadeira com o auxílio das “alças” de papel alumínio e corte em quadradinhos. Remova o papel com cuidado, pois estes brownies são bem úmidos.

Rend.: 24 unidades

quinta-feira, outubro 04, 2012

Muffins de frutas vermelhas e marzipã e um fantástico marzipã caseiro

English version

Marzipan and berry muffins / Muffins de frutas vermelhas e marzipã

Algumas coisas para mim são revelações, e o fabuloso marzipã caseiro do Paul Hollywood é uma delas: quando eu era criança toda vez que a minha avó alemã vinha nos visitar ela trazia pequenas caixas de marzipã – ela amava o doce. Logo eu também comecei a amar marzipã e isso era a única coisa boa nas visitas de minha avó (digamos que ela não era uma pessoa agradável).

A vó Frida parou de nos visitar depois que minha mãe morreu, e alguns anos depois ela se foi também, e ali foi o fim dos meus dias com sabor de marzipã. Depois de adulta comecei a procurar pelo marzipã, aquele que eu comera na infância, e para a minha decepção as versões que encontrei nada tinham de parecido – eram versões artificiais e pobres da pasta de amêndoa e que de amêndoa não tinham nada. Semana passada, entretanto, ao folhear a minha mais nova aquisição deparei com uma receita de marzipã que me parecia bem fácil; como eu tinha todos os ingredientes em casa corri para prepará-la e o resultado foi um marzipã espesso e delicioso, com textura e sabor fantásticos, tão bom que o escondi rapidamente na geladeira ou teria comido meio quilo ali, em uma sentada só.

A combinação de framboesas, morangos e marzipã envolvidos por uma massa muito macia e com mais sabor de amêndoa é o que torna estes muffins os mais gostosos que já fiz; eu adoraria contar a vocês o quão saborosos são os pedacinhos de marzipã mornos dentro dos muffins mas preciso parar antes que eu acabe babando sobre o teclado. :)

Muffins de frutas vermelhas e marzipã
um nadinha adaptados da linda e deliciosa Delicious - Australia

- xícara medidora de 240ml

¾ xícara + 1 colher (sopa) - 185g - de manteiga sem sal, amolecida
¾ xícara + 2 ½ colheres (sopa) - 180g - de açúcar cristal
2 ovos grandes
1 colher (chá) de extrato de baunilha
¾ xícara (105g) de farinha de trigo, peneirada
1 ½ xícaras (150g) de farinha de amêndoa
1 pitada de sal
100g marzipã, em cubinhos pequenos – usei caseiro, receita mais abaixo
100g de morangos frescos, em cubinhos pequenos
100g de framboesas congeladas (use sem descongelar antes)
açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Pré-aqueça o forno a 180°C. Forre uma forma de muffins com 12 cavidades (cada uma com capacidade para 1/3 xícara) com forminhas de papel, ou unte-as generosamente com manteiga.
Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga e o açúcar até obter um creme claro e fofo. Junte os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Junte a baunilha. Com uma espátula, incorpore delicadamente a farinha de trigo, a de amêndoa e o sal, e então incorpore o marzipã. Divida a massa entre as cavidades da forma.
Espalhe as frutas sobre a massa (eu as empurrei um pouquinho para dentro) e leve ao forno por 25-30 minutos ou até que os muffins dourem (faça o teste do palito). Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por 5 minutos e então desenforme com bastante cuidado (os muffins ainda quentes são bem molinhos, mas se deixar esfriar demais eles grudam na forma). Transfira para a gradinha.
Polvilhe os muffins com açúcar de confeiteiro antes de servir – estes muffins ficam ainda mais incríveis ainda mornos.

Rend.: 12 muffins

Marzipã caseiro
do lindíssimo e fantástico How to Bake

1 ovo grande
¼ colher (chá) de extrato de baunilha
90g de açúcar refinado*
1 xícara (140g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
220g de farinha de amêndoa
raspas da casca de 1 laranja

Em uma tigelinha, bata ligeiramente o ovo e a baunilha com um garfo.
Em uma tigela grande, misture o açúcar refinado, o de confeiteiro e a farinha de amêndoa. Junte as raspas de laranja e o ovo batido e misture, primeiramente com uma colher de pau e depois com uma das mãos. Vá sovando até que o marzipã fique com uma textura homogênea. Forme uma bola com ele, embrulhe bem em filme plástico e leve à geladeira por pelo menos 3 horas ou de um dia para o outro.
O marzipã pode ser guardado bem embrulhado na geladeira por até 1 mês.

* sempre uso açúcar cristal em minhas receitas, mas como não queria uma textura granulosa no marzipã bati o açúcar no processador de alimentos antes de usar

Rend.: 500g

Related Posts with Thumbnails