Thursday, July 24, 2014

Uma massa de centeio maravilhosa, duas tortas: galette de alho-poró e queijo e galette de ameixa e amora

English version

Leek and cheese galette (with rye pastry) / Galette de alho-poró e queijo (com massa de centeio)

Uma das coisas que acho mais mágicas e fascinantes em cozinhar é que mesmo que você esteja fazendo isso há bastante tempo – no meu caso, quase vinte e cinco anos – há sempre algo novo a ser provado, ou um jeito novo de provar algo que já amamos: a comida é dinâmica.

Depois de preparar aquelas barrinhas deliciosas de geleia com farinha de centeio, comecei a procurar outras formas de incorporar o ingrediente nas minhas sessões de baking e vi umas galettes de damasco lindas em um dos meus livros de receita preferidos (e também um dos mais bonitos que tenho). Gosto da filosofia de comida de Amber Rose e até então tudo o que eu tinha feito dela ficara ótimo, por isso fiquei bastante interessada na massa de centeio dela.

Foi uma revelação.

Enquanto eu comia meus pedaços de torta, primeiro a salgada, depois a doce, fui ficando boba: como aquilo poderia ser tão delicioso?

Preparar a massa foi fácil usando o processador, e conforme eu a abria com o rolo e dobrava fiquei pensando que aquilo só poderia resultar em uma massa bem flocosa, o que eu adoro – ficou, sim, flocosa, leve e muito saborosa. Divina, mesmo.

Ao guardar os dois pacotinhos de massa na geladeira para seu último descanso, vi os alhos-porós que comprara para fazer sopa e senti um estalo: em vez de fazer duas tortas de ameixa, eu faria uma torta doce e outra salgada. Jantar e sobremesa com uma única massa de torta = perfeição. :)

Cozinhei o alho-poró com um pouco de vinho branco (<3 álcool) e o combinei com queijo para a galette salgada – ficou sensacional. A torta de ameixa ficou muito boa, também. A massa de centeio, além de ser saborosa e ter uma textura incrível, ficou ótima tanto com o recheio doce quanto com o salgado. Esta receita é daquelas para guardar e usar sempre e espero que vocês a experimentem: quero logo prová-la com outros recheios e tenho pensado no combo tomate + queijo de cabra + tomilho, e aposto que com peras e maçãs a massinha ficaria uma delícia, também.

Plum and blackberry galette (with rye pastry) / Galette de ameixa e amora (com massa de centeio)

Massa de centeio (rende o suficiente para fazer as duas tortas de hoje)
um nadinha adaptada do lindo e delicioso Love, Bake, Nourish: Healthier cakes and desserts full of fruit and flavor

120g de farinha de centeio
120g de farinha de trigo
1 colher (chá) de açúcar
½ colher (chá) de sal
175g de manteiga sem sal, gelada e em cubinhos
1 colher (chá) de vinagre de vinho branco
7-8 colheres (sopa) de água bem gelada

Recheio de ameixa e amora
adaptado do mesmo livro de onde tirei a massa

4 ameixas, cada uma cortada em oito fatias
½ colher (sopa) de mel
1 pitada de canela em pó
8 amoras congeladas
açúcar demerara sugar, para polvilhar

Recheio de alho-poró e queijo
criação minha

1 alho-poró, somente a parte clara, em rodelinhas
1 colher (sopa) de manteiga sem sal
1 colher (chá) de azeite de oliva
sal e pimenta do reino moída na hora
1 ½ colheres (sopa) de vinho branco
60g de gruyere, ralado grosseiramente (usei também um pedaço de estepe esquecido na geladeira)
1 colher (sopa) de pecorino ralado bem fininho, para polvilhar – rale, depois meça; parmesão também fica ótimo

Comece pela massa: coloque as farinhas, o sal e o açúcar no processador de alimentos e pulse para combinar. Junte a manteiga e pulse até que a mistura pareça farofa grossa. Junte o vinagre e metade da água e pulse até que uma massa comece a se formar – junte mais água se necessário, mas faça isso aos poucos. Forme uma bola com a massa, embrulhe em filme plástico e leve à geladeira por 1 hora.
Desembrulhe a massa e abra-a com um rolo sobre uma superfície levemente enfarinhada até obter uma forma ovalada de aproximadamente 20x28cm – não se preocupe se a massa ainda estiver se esfarelando um pouco, ela vai se tornando mais homogênea conforme você passar o rolo.
Dobre a massa como se fosse uma carta (leve o terço de baixo até o meio, depois dobre o terço de cima sobre o de baixo). Abra novamente com o rolo formando uma forma de 20x28cm e dobre novamente como se fosse uma carta. Abra mais uma vez com o rolo até obter uma forma ovalada de 20x28cm e dobre como uma carta uma última vez. Embrulhe em plástico e leve à geladeira por pelo menos 1 hora ou de um dia para o outro.

Quando estiver pronto para fazer as tortas, coloque cada metade de massa sobre um pedaço de papel manteiga e abra com o rolo até obter um círculo de aproximadamente 25cm. Transfira cada papel com massa para uma forma de beiradas baixas.

Torta de frutas: coloque as ameixas em uma tigela com o mel e a canela e misture. Arrume as ameixas no centro da massa, cubra com as amoras e regue com os sucos da tigela (se tiver muito, use apenas metade para não empapar a massa). Com cuidado, vá dobrando a massa sobre parte do recheio. Coloque a torta no freezer por 30 minutos – enquanto isso, pré-aqueça o forno a 180°C.

Torta salgada: aqueça a manteiga e o azeite em uma frigideira antiaderente grande. Junte o alho-poró e refogue até perfumar e começar a dourar, mexendo de vez em quando. Tempere com sal e pimenta, junte o vinho e cozinhe por 2-3 minutos ou até o vinho evaporar. Deixe esfriar completamente.
Arrume o gruyere no centro da massa e cubra com o alho-poró já frio. Com cuidado, vá dobrando a massa sobre parte do recheio. Coloque a torta no freezer por 30 minutos – enquanto isso, pré-aqueça o forno a 180°C.

Pincele a massa das tortas com o ovo batido. Salpique a torta doce com açúcar demerara e a salgada com o pecorino.

Asse por 35-40 minutos ou até que as tortas dourem bem. Ambas são deliciosas tanto mornas quanto em temperatura ambiente.

Rend.: 4 porções cada torta

9 comments:

Letrícia said...

Menina, vou comprar farinha de centeio hoje mesmo! Não aguentando essa sua série de receitas com ela, está demais!

Beijos!

Sabrina Romano said...

eu vou te falar, fora aquele bolo de tâmaras, acho que esse é o momento em que eu mais sinto falta da manteiga, na massa de torta! Humnmnmn

Amanda said...

A prática leva à perfeição realmente: as galettes ficaram lindas!! Elas têm cara de picnic no Jardim Botânico.

Leila Figueiredo said...

Parecem ótimas.

Susana Louro said...

Estao fantasticas tanto uma como a outra!!! Isto é uma grande pecado ver estas coisas a estas horas da manha!!! :) beijinhos

Helena Mouta said...

Acabei de fazer esta massa para umas hand pies recheadas de carne picada e legumes. Ficaram deliciosas e a massa é, definitivamente, a melhor parte! Obrigada. :-)

Adriana Barbosa said...

Que criações maia lindas, Patrícia! Estou adorando suas gourmandices mais integrais!

Patricia Scarpin said...

Helena, adorei saber que vc fez a massa e gostou! Obrigada a você por vir aqui me contar! xx

Adriana, tem muito mais a caminho, que bom que vc está gostando! Beijo!

Valentina said...

Existem tantas possibilidades na culinaria. E a Amber como uma turma bem interessante que esta por aï tem aberto lindos caminhos de flavours, textures e goodness. Amei como você pegou esta massa e lhe deu duas roupagens.

Related Posts with Thumbnails