Wednesday, May 14, 2014

Previsões e picadinho de carne - ou de acordo com o meu marido, O picadinho de carne

English version

Beef stew / Picadinho de carne

Anos atrás li um artigo sobre como o Oscar de 2012 seria palco da batalha entre Glenn Close e Meryl Streep, por “Albert Nobbs” e “A Dama de Ferro”, respectivamente. Meses se passaram, nem todo mundo se animou com a interpretação de Glenn (eu a adoro, acho que ela já deveria ter dois Oscars, mas não vi o filme ainda), Viola Davis apareceu na competição, tornando-se a principal oponente de Meryl, e a última levou a estatueta para casa, quando na verdade deveria ter ido parar nas mãos de Rooney Mara.

Há meses li outro artigo sobre previsões de Oscar e como em 2014 o duelo seria entre Naomi Watts e Nicole Kidman. Bem, isso nunca chegou a acontecer: “Diana” foi um fracasso retumbante e aparentemente “Grace of Monaco” está indo pelo mesmo caminho.

No momento em que vi pela primeira vez a foto de Daniel Day Lewis caracterizado como Lincoln eu soube com toda a certeza de que ele faria a rapa em todas as premiações, e agora tenho a sensação de que Steve Carell fará o mesmo com “Foxcatcher” – vocês podem voltar aqui em alguns meses e me dar os parabéns ou me trollar. :D

Prever os vencedores do Oscar é algo muitas vezes complicado, mas prever se um prato ficará bom ou não é bem mais fácil: conforme fui preparando este picadinho, tostando primeiro o bacon, depois dourando a carne e na sequência refogando os legumes – construindo camadas de sabor, como diria Jamie Oliver – eu soube que ficaria maravilhoso, e ficou mesmo. O que eu não imaginei, porém, foi que meu marido o consideraria o melhor picadinho que ele já comera – foi uma surpresa, e muito boa, por sinal. <3


Picadinho de carne, ou de acordo com o meu marido, O picadinho de carne
um tiquinho adaptado do Do-Ahead Dinners: How to Feed Friends and Family Without the Frenzy

- xícara medidora de 240ml

½ cebola grande
1 cenoura média descascada
1 talo pequeno de salsão
2 dentes de alho descascados
azeite de oliva
70g de bacon em cubinhos ou picadinho
500g de coxão mole em pedaços pequenos (mas não minúsculos)
1 colher (sopa) de farinha de trigo
sal e pimenta do reino moída na hora
1 colher (sopa) de manteiga sem sal
2 colheres (sopa) de tomates pelados batidos no liquidificador ou bem amassados com um garfo
2/3 xícara (160ml) de vinho tinto – nem o melhor, nem o mais porcaria
2 colheres (sopa) de água
1 folha de louro
3 galhinhos de tomilho fresco
1 galhinho de orégano fresco + algumas folhas para servir

Pré-aqueça o forno a 150°C. Coloque a cebola, a cenoura, o salsão e o alho em um processador de alimentos e processe até que os legumes fiquem bem picadinhos. Reserve.
Aqueça um fio de azeite em uma panela que possa ir ao forno (e que tenha tampa) e frite o bacon até ficar crocante. Retire com uma escumadeira e reserve. Coloque a carne e a farinha em um saco plástico, junte uma pitada de sal e pimenta do reino e misture bem para cobrir todos os pedacinhos de carne com a farinha. Doure a carne na panela (em etapas, se for preciso) até que os pedaços fiquem corados de todos os lados (se necessário, coloque um fio de azeite na panela para dourar a segunda leva). Retire a carne da panela e transfira para uma tigela (a mesma do bacon, para economizar na hora de lavar a louça). :)
Reduza o fogo e junte a manteiga, seguida dos legumes e mais uma pitada de sal e pimenta. Refogue, mexendo ocasionalmente, até amaciar – cerca de 10 minutos. Volte a carne e o bacon à panela, junte o tomate, o vinho, a água e as ervas. Deixe ferver, cubra e coloque no forno por 2 horas (dê uma olhadinha depois de 1 hora e adicione água se necessário). Prove, acerte o tempero e sirva salpicado com algumas folhas de orégano fresco – se não for servir imediatamente, não adicione o orégano, deixe esfriar completamente e leve à geladeira.

Fiz o picadinho de véspera, deixei na geladeira de um dia para o outro e ficou ainda mais gostoso; apenas deixe a panela chegar à temperatura ambiente, adicione um pouquinho de água e aqueça em fogo baixo para servir

Rend.: 2 porções (com sobras)

12 comments:

Entre Tralhas e Panelas said...

Adorei o aspecto desse picadinho de carne :)

Executiva de Panela said...

Receita fantástica de picadinho! Vou provar.

piteis da dinha said...

Adooooooro picadinho e esse parece especial...
Muito bom!
Tive que ficar por aqui kkk

Bjsssssss

Fernanda Amarante said...

Amo picadinho. Só não faço correndo pq já estou descongelando um frango. Mas foi pra lista! Lindo, Pat!

Susana Machado said...

tem óptimo aspecto !
Beijinhos,
http://sudelicia.blogspot.pt/

Laura said...

Parece bom! Com o que você serviu?
Abs,

Silvia said...

Me encantan estos guisados, creo que ciertamente tu esposo debe tener razón acerca de que ha sido el más rico que ha probado.
Me encanta también la conexión con las sorpresas que año a año deparan los premios Oscar. Saludos.

Quéroul said...

já já volto pra ler a receita toda. agora vamos ao Oscar, sim?

concordo: Glenn Close já devia ter o dela, se não dois, ao menos o das Ligações. Naquele ano, Jodie Foster levou, e né? Jodie <3
Mas eu acho que a Sigourney também podia tanto... enfim. mas concordo contigo.

agora, desconcordo tanto com o de 2012 que quero até chorar de indignação. mas naonde que Rooney Mara merecia o Oscar da minha Michelle? cê tá bemloka, Patrícia?!

mas tudo vai ficar bem entre nós novamente, porque estamos na corrente de amor e fé para Carell. ele já devia ter sido nominado, mas botaram o Alan Arkin no lugar, e ele levou e BUUU, não devia ter sido assim. mas bora lá no pró-Carell, porque ele é lindo & amor & tudo no Brasil.

http://www.pinterest.com/pin/199565827212792869/

agora, o picadinho...

Viagem Doce Viagem said...

Que delícia!

viagemdoceviagem.blogspot.com | Facebook

Patricia Scarpin said...

Fer, querida, obrigada! <3

Laura, servi com arroz e farofa!

Quéroul, vamos ficar de bem pq Steve é nosso amor, tá bom assim? :D
Ano que vem estaremos juntas no Feissy quando ele fizer a rapa nos prêmios, combinado?
Eu tinha a maior bronca de Michelle, e foi esse filme que me animou a gostar dela, acho que ela está fantástica como Marilyn, mas Rooney estava melhor, desculpa, sociedade. E "Take This Waltz", vc viu, flor? Nossa, daí garrei amor em Michelle pra sempre.
Alan Arkin furando os zóios dos nossos amores sempre, né, pq já fez isso com Leozinho tb ("Django Livre", "Argo").
Bj, querida!

Camila Pedrini Marques Vieira said...

Pat! Preparei esta receita e ficou excelente. Pena que no dia seguinte quando fui comer o que sobrou, deixei a tigela cair no chão e não pude provar se ficou mais gostoso. Mas vou repetir a receita para ter esta oportunidade!

Patricia Scarpin said...

Camila, que dó de a tigela ter caído no chão! :( Tadinha de ti! :(
Mesmo assim, adorei saber que vc gostou do picadinho, obrigada por vir aqui me contar! xx

Related Posts with Thumbnails