Friday, May 09, 2014

Linguine com bolonhesa de legumes e porcini, simplicidade tranquila e complexidade contundente

English version

Linguine with porcini and vegetable bolognese / Linguine com bolonhesa de legumes e porcini

“Sweet Sixteen” não é a única canção que ouço cinco, seis vezes seguidas – tenho outras velhas favoritas, canções que para mim são tão perfeitas que aperto o botão repeat assim que começam a tocar.

Nem todas, entretanto, são simples como a linda criação de Billy Idol: há vezes em que tudo o que quero ouvir são os vocais poderosos de Marc Almond, amparados por aqueles arranjos vibrantes e nada discretos.

Amo “Loving You, Hating Me” (como alguns de vocês já sabem) e acho que a canção fica ainda mais fantástica em seu minuto e meio finais, com os arranjos enlouquecendo e a voz de Marc fazendo o mesmo – dependendo do meu humor tenho que tomar cuidado para não acompanhá-lo a plenos pulmões (o que pode ser complicado se houver gente por perto). :D

Há dias para a simplicidade tranquila de Billy e dias para a complexidade contundente de Marc, assim como há dias para o bom e velho molho à bolonhesa tradicional e dias para esta deliciosa versão vegetariana: demorei nove anos para convencer meu marido a comer cogumelos e foi assim que consegui – ele adorou o molho e ficou impressionado com o quão saboroso estava mesmo sem conter um grama sequer de carne. :)

Linguine com bolonhesa de legumes e porcini
um tiquinho adaptado da excelente Delicious Australia

- xícara medidora de 240ml

15g de cogumelos porcini secos
400g de linguine
2 cenouras pequenas, picadas grosseiramente
1 cebola grande, picada grosseiramente
200g de cogumelos-de-Paris
2 dentes de alho, picados grosseiramente
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 punhado de manjericão fresco rasgado ou picado
2 colheres (sopa) de orégano fresco
½ xícara de molho de tomate – usei caseiro
½ xícara (120ml) de vinho tinto seco
3 colheres (sopa) de água
½ xícara de creme azedo (sour cream)*
parmesão ou pecorino ralado, para servir

Coloque os porcini de molho em ½ xícara (120ml) de água fervente por 10 minutos. Escorra, reservando o líquido, e pique.
No processador de alimentos, processe as cenouras, a cebola, os cogumelos-de-Paris e o alho até ficarem bem picadinhos.
Em uma panela grande, aqueça o azeite e refogue os legumes processados por 3-4 minutos ou até que amaciem. Junte as ervas, o molho de tomate e os porcini picado e cozinhe, mexendo de vez em quando, por 1 minuto ou até perfumar.
Acrescente o vinho, a água e o líquido reservado dos porcini, tempere com sal e pimenta do reino, reduza o fogo e deixe cozinhar por 5 minutos ou até que engrosse ligeiramente (parte do líquido vai evaporar). Junte o creme azedo e cozinhe por mais 2 minutos.
Enquanto isso, cozinhe o linguine em uma panela grande de água salgada até ficar al dente (siga as instruções da embalagem). Escorra, reservando um pouco da água do cozimento, e transfira o linguine para a panela com o molho, misturando para cobrir a massa com ele. Adicione um pouco da água do cozimento se necessário (eu não precisei fazer isso). Sirva com o parmesão ou pecorino ralado (usei o último).

* creme azedo (sour cream) caseiro: para preparar 1 xícara de creme azedo, misture 1 xícara (240ml) de creme de leite fresco com 2-3 colheres (chá) de suco de limão ou limão siciliano em uma tigela. Vá mexendo até que comece a engrossar. Cubra com filme plástico e deixe em temperatura ambiente por 1 hora ou até que engrosse um pouco mais (geralmente faço o meu na noite anterior e deixo sobre a pia – com exceção de noites extremamente quentes – coberto com filme plástico; na manhã seguinte o creme fica bem cremoso – leve à geladeira para ficar mais espesso ainda)

Rend.: 4 porções



3 comments:

Cintya Maria Pedroso Ferrari said...

Oi Patricia!

É bem assim mesmo como vc descreveu no post. Para mim tem dias que parecem combinar com apenas uma música. Hoje por aqui, o disco enroscou na Kate Perry... acho que acordei meio teen...rsrs.
Eu sou um pouco como o seu marido, pois comecei a comer cogumelo (por enquanto só o paris) no ano passado. Não tem jeito, sou uma mistura de caipira+medrosa para provar ingredientes que nunca comi (e sofro com isso!), mas estou melhorando aos poucos.
Adorei essa versão bolonhesa com legumes. Vou me animar para testar!
Bjs e ótimo fds

Entre Tralhas e Panelas said...

Hummm...que aspecto delicioso...até fiquei com água na boca :)

Luciana Leal said...

Eu amo massa, por mim comeria todos os dias!!
Não consigo comer cogumelos, não é nem pelo gosto mas a textura não me é agradável. Mesmo assim vou fazer essa receita que está muito apetitosa!! Beijinhos Patricia.

Related Posts with Thumbnails