Friday, November 14, 2014

Amanteigados de laranja e alecrim - fazendo amizade com alecrim

English version

Orange rosemary shortbread / Amanteigados de laranja e alecrim

Tenho de começar o texto confessando que levei meses (uma consulta rápida ao site da Amazon mostra que comprei o livro em janeiro, então quase um ano) para preparar estes biscoitinhos, tudo porque fui covarde: tinha medo de que todo aquele alecrim na massa daria um gosto estranho aos amanteigados.

Tenho trinta e cinco seis anos e alecrim me dá medo: sempre acho que a comida vai ficar com gosto de sabonete. :S

Adoro cozinhar com ervas frescas e adiciono tomilho, orégano, manjericão, manjerona, salsinha e até mesmo o polêmico coentro às receitas sem nem pensar muito a respeito, pois elas deixam tudo mais gostoso, mas quando o assunto é alecrim não consigo, e toda vez que vejo o Jamie Oliver colocar um monte de alecrim nas receitas dele me dá um desespero, meu cérebro grita “é muito, é muito!”. :)

Decidi parar de bobeira e comprei um vasinho de alecrim para, aos poucos, começar a usá-lo na minha cozinha e estes amanteigados foram a minha primeira tentativa de fazer amizade com o danado: os biscoitos ficaram deliciosos, o sabor do alecrim combinando perfeitamente com a laranja.

Já me sinto muito mais corajosa agora. ;)

Amanteigados de laranja e alecrim
um tiquinho adaptado do ótimo e delicioso National Trust Simply Baking

- xícara medidora de 240ml

½ xícara (100g) de açúcar cristal
2 colheres (chá) de folhas de alecrim bem picadinhas – pique, depois meça
raspas da casca de 2 laranjas
1 xícara (225g) de manteiga sem sal, amolecida
1 colher (chá) de extrato de baunilha
340g de farinha de trigo - usei 290g de farinha de trigo comum + 50g desta farinha de painço, comprada na Casa Santa Luzia
1 pitada de sal

Pré-aqueça o forno a 180°C. Forre duas assadeiras grandes e rasas com papel manteiga.
Coloque o açúcar e o alecrim no processador de alimentos e processe até moer bem o alecrim. Transfira para a tigela da batedeira, junte as raspas de laranja e esfregue com as pontas dos dedos até o açúcar ficar aromatizado. Adicione a manteiga e a baunilha e bata até obter um creme claro. Em velocidade baixa, junte a farinha e o sal e bata até obter uma massa. Embrulhe em filme plástico e leve à geladeira por 20 minutos.

Coloque a massa entre duas folhas de papel manteiga e abra com o rolo até que a massa fique com aproximadamente 3mm de espessura. Usando um cortador quadrado de 4cm, corte os biscoitos – se a massa amolecer demais coloque-a no freezer por 5 minutos. Arrume os biscoitos nas formas preparadas deixando 2,5cm de distância entre um e outro e faça furinhos neles com um garfo. Asse até que dourem levemente nas extremidades, 10-12 minutos.
Deixe esfriar completamente nas assadeiras sobre uma gradinha.

Rend.: cerca de 60 biscoitos

7 comments:

Danni e Lype said...

Querida Patricia,
Tudo bom? Espero que sim.
Eu sempre visito o seu blog e adoro!!! Parabéns!!!
Eu tenho a mesma sensação que a sua quando se trata de alecrim. Eu acho que tudo vai ficar com gosto forte e com cheiro de produto de limpeza (risos). Mas, você me fez repensar... Vou ver se tomo coragem...
Obrigada e beijos, Irene

Camila Manosso said...

Normalmente eu só acompanho as receitas (deliciosas e que sempre dão certo, por sinal <3) e fico quietinha por aqui, mas hoje e tenho que deixar um comentário: meu namorado pensa EXATAMENTE a mesma coisa quando assistimos aos programas do Jamie Oliver e ele vê o tantão de alecrim que ele usa - “é muito, é muito!” - hahahaha e, para o desespero dele, também uso punhados da erva, a minha favorita!!

Acho que vou até testar essa receita, pra ver se ele se rende ao tempero, aos poucos!!

Cris said...

Oi Patricia
Realmente o alecrim é um caso a parte das ervas,
Se puder veja estas vantagens
http://ciclovivo.com.br/noticia/10-beneficios-do-alecrim-para-a-saude

Faço ele com carnes, e aromatizo o azeite, fica divino!

Bjos

Raquel Alabaça said...

Eu tenho Alecrim no meu jardim, está enorme e confesso que não utilizo muito, porque por vezes o paladar dele enjoa-me. Utilizo mais nas carnes de caça, em biscoitos ou sobremesas nunca coloquei e fico apreensiva.
Mas as suas bolachas estão fantásticas!

Viviane Moreira said...

Que engraçado, tudo que vc disse a respeito do alegrim (que amo e uso com exagero, as vezes) eu sentia com a erva doce! Acredita?!!!
Até essa semana...tudo mudou qdo tentei fazer uma receita fácil de broa de fubá, ai pensei: Vou usar essa erva e me surpreende! E não deu outra! Ainda não gosto do seu cheiro, mas gostei de ter usado. E fui comedida, até demais, na próxima me aventuro mais!
Vou fazer esses biscoitos e tentar me conter com o alecrim... haha :P
Bjs

Ivan said...

Eita! Outro dia eu te falei da Nigella e o Oliver com o alecrim, e agora vejo que vc já tinha escrito sobre isso! E parece que é common knowledge, rs. Listen, call me stupid, mas não to achando o labneh aqui :(

Yara said...

hahaha bom saber que não estou sozinha no mundo.
Detesto alecrim! Suporto ate o coentro, mas o alecrim deixa tudo com gosto de mato queimado, haha.
quem sabe eu tome coragem assim como você :o)

Related Posts with Thumbnails