terça-feira, fevereiro 27, 2007

Palitinhos de chocolate

English version

Chocolate fingers

O João adora Dedi*tos e resolvi tentar fazê-los em casa. Achei uma receitinha aqui e, como já fiz várias receitas deles sempre com resultados bacanas, arrisquei.

Poucos ingredientes, uma massa que chega ao ponto rapidamente e que rende muuuuito – fiz metade da receita e obtive 50 palitinhos, com aprox. 9cm de comprimento.

Alterei um pouquinho o modo de modelar os biscoitos – se quiser, veja a forma original.

Ele adorou e agora não quer mais saber dos palitinhos industrializados... ;)

Chocolate fingers

Palitinhos de chocolate

260g de farinha de trigo
120g de manteiga, em temperatura ambiente – não pode estar mole demais
2 colheres (chá) de fermento em pó
100g de açúcar
1 ovo pequeno, levemente batido
500g de chocolate meio-amargo – usei amargo e sinceramente acho que faz toda uma diferença (pra melhor)

Pré-aqueça o forno a 170ºC e forre duas assadeiras com papel manteiga.
Coloque numa tigela a farinha peneirada, o fermento e a margarina, e esfregue com a ponta dos dedos até obter uma "farofa". Acrescente o açúcar, o ovo, e misture bem até formar uma massa homogênea.
Pegue pequenas porções de massa e modele palitos do tamanho que desejar – faça isso sobre um pedaço de papel manteiga, fica mais fácil.
Cuidadosamente, coloque os rolinhos de massa nas assadeiras preparadas e leve ao forno por 15 minutos ou até que comecem a dourar.
Deixe-os esfriar nas assadeiras e depois remova-os com cuidado para que não quebrem:

Chocolate fingers

Pique o chocolate, derreta-o (em banho-maria – este o método que prefiro - ou no microondas) e tempere-o. Você deve fazer isso adequadamente, caso contrário o chocolate não secará e ficará mole, “suando” e sem brilho - veja como temperar.
Com a ajuda de um garfinho, mergulhe um palitinho por vez, escorra o excesso dando leves batidinhas na beirada do refratário, e coloque-os sobre papel manteiga.
Leve-os à geladeira por cerca de 15 minutos para secarem.
Conserve-os num recipiente fechado, em local seco e arejado – guardei os meus em uma lata de biscoitos, bem fechadinha, e ficaram gostosos e crocantes por 5 dias.

Rend.: 75 unidades – consegui 50 com meia receita

sexta-feira, fevereiro 23, 2007

Trança de nozes

English version

Walnut braided bread

Tive uma daquelas vontades súbitas de fazer pão, mas tinha pouquíssimos ingredientes em casa.
Lembrei de um saquinho de nozes que iam acabar ficando rançosas e resolvi usá-las.

Peguei uma receita daqui e, ao invés de rechear o pão com geléia e damascos, recheei com açúcar mascavo e as nozes picadinhas.

A massa é super macia e chega ao ponto rapidamente. Gostei tanto que penso em fazê-la novamente, recheando com maçã e canela – mal posso esperar pra testar! :)

Walnut braided bread

Trança de nozes

Massa:
240ml de leite morno
15g de fermento biológico (1 tablete)
6 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (chá) de sal
500g de farinha de trigo peneirada
1 ovo, levemente batido
75g de manteiga sem sal amolecida

Recheio:
80g de açúcar mascavo
100g de nozes picadas

1 colher (sopa) de leite – para pincelar o pão

Unte e enfarinhe uma assadeira de 28cm X 40cm.

Para o recheio: misture os dois ingredientes numa tigelinha e reserve.

Para a massa: Despeje o leite numa tigela, acrescente o fermento, o açúcar e o sal e mexa até o fermento dissolver. Adicione 120g da farinha de trigo e misture até ficar homogêneo. Cubra com o filme plástico e deixe crescer, em local aquecido, por 40 minutos, ou até dobrar de volume.
Adicione à massa o ovo batido e a manteiga amolecida. Misture bem e, aos poucos, incorpore a farinha restante e amasse bem até ficar homogêneo. Transfira a massa para uma superfície enfarinhada e sove por 10 minutos, ou até ficar lisa, elástica e soltar das mãos. Volte a massa para a tigela, cubra com o filme plástico e deixe descansar em local aquecido, por 25 minutos, ou até dobrar de volume.
Coloque a massa em uma superfície enfarinhada, abra-a com um rolo, formando um retângulo de 35cm X 45cm. Divida a massa em 3 retângulos de 13cm X47cm. Pincele cada parte com um pouquinho de água, espalhe o recheio e feche-as formando 3 cordões. Coloque-os na forma preparada, com as emendas viradas para baixo – o que eu esqueci. :)
Trance os cordões e deixe o pão crescer por mais 30 minutos.

Cerca de 10 minutos antes de assar, pré-aqueça o forno a 180ºC.
Pincele a trança com leite e leve ao forno por 40 minutos, ou até ficar assada e dourada na superfície.

Rend.: 12 fatias - meu pão tinha 1.050g

quarta-feira, fevereiro 21, 2007

Maminha com minicebolas

English version

Beef with shallots

Assim que vi esta receitinha neste livro sabia que teria de fazê-la: o João adora carne e também adora cebola. Fiz algumas adaptações na receita e ele gostou bastante do prato!
Até me pediu para fazê-lo mais vezes, com uma condição: que eu use miolo de contrafilé ao invés da maminha - ele me disse ser muito mais saboroso.

Maminha com minicebolas

40g de manteiga
400g de maminha – pedaço único
200g de minicebolas
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 ramo grande de alecrim
sal e pimenta do reino a gosto

Na panela de pressão, derreta a manteiga. Acrescente a carne e vá dourando de todos os lados. Tempere com sal e pimenta.
Quando estiver bem dourada, acrescente água até cobri-la, tampe a panela e, quando começar a chiar, abaixe o fogo e cozinhe por 30-35 minutos.
Desligue e espere sair toda a pressão, tome cuidado.
Pré-aqueça o forno a 180ºC por 10 minutos.
Coloque as minicebolas em uma forma, tempere com um pouquinho de sal e pimenta, regue com o azeite e leve ao forno por 20 minutos – elas ficarão macias.
Aqueça a carne na panela – se tiver muito caldo, retire o excesso – junte o alecrim e deixe apurar por 10 minutos.
Sirva com as minicebolas.

Rend.: 2 porções

segunda-feira, fevereiro 19, 2007

Salada de espinafre e mussarela de búfala empanada

English version

Spinach and radish salad with mozzarella rolled in breadcrumbs

Sempre gostei legumes e verduras – quando pequena, pedia tomate com sal de “lanche de tarde”, cenoura crua para beliscar nos momentos mais inusitados e, vendo TV junto com minha mãe, devorava bacias imensas de agrião ou rúcula.
Apesar de raramente postá-las aqui, adoro saladas.

Namorei esta receita por tanto tempo e no dia em que decidi fazê-la não encontrei radicchio (fui a três lugares diferentes – às vezes detesto morar em cidade pequena).
O aliche esqueci de comprar...

Mesmo assim, ficou divina – eu nunca tinha comido espinafre cru. Gostei demais e quero fazê-la outras vezes, seguindo à risca a lista de ingredientes da receita original.

Salada de espinafre e mussarela de búfala empanada

3 rabanetes
1 radicchio – use as folhas interiores
100g de espinafre – o que usei tinha folhas imensas
azeitonas pretas

Molho:
50g de aliche de lata - escorra o óleo e reserve
1 colher (sopa) de sumo de limão
1 dente de alho pequeno, cortado em fatias bem finas
2 colheres (sopa) de azeite

Bolinhas de mussarela:
160g farinha de rosca
2 colheres (sopa) de salsinha picadinha
2 colheres (sopa) de manjericão rasgado em pedaços pequenos
1 colher (chá) de raspa de limão
4 mussarelas de búfala rasgadas em pedaços – usei bolinhas pequenas que tinha em casa
farinha de trigo temperada – usei comum com um pouquinho de sal
1 ovo batido levemente*

Para o molho: coloque o aliche, sumo de limão e alho num processador e bata até ficar uma mistura homogênea. Se você não tiver processador pique o aliche em pedacinhos e ponha os 3 ingredientes numa vasilha e bata bem com um mini fuê. Vá acrescentando o óleo do aliche e azeite de oliva inicialmente em gotinhas e progrida para um fio contínuo. A mistura vai ficar grossa. Acrescente uma colher de sopa de água quente aos poucos para afinar o molho e tempere com pimenta do reino moída na hora. Reserve.

Para preparar a mussarela, coloque a farinha de rosca num prato fundo, junte a salsinha picada, manjericão, raspa de limão, sal e pimenta do reino moída na hora. Misture tudo. Coloque a farinha de trigo num outro prato. Pegue os pedaços de mussarela e passe na farinha de trigo primeiro, retirando o excesso. Pincele com o ovo batido* e passe na mistura da farinha de rosca, revestindo bem os pedaços de mussarela. À medida que você for preparando os pedaços coloque-os em uma forma para levar ao forno. Quando todos ficarem prontos ponha a forma na geladeira por uns 20 minutos.

Pré-aqueça o forno em temperatura média. Caso você prefira fritar a mussarela só precisará de 1 cm de óleo na panela. E a chama deve ser média.

Na hora em que você colocar a mussarela no forno comece a preparar a salada. Corte os rabanetes em fatias bem finas – use um mandolim caso tenha. Assim que cortar coloque numa tigela com água gelada por uns 10 minutos. Arrume as folhas de radicchio numa saladeira rasa, coloque o espinafre, os rabanetes e as azeitonas. Quando a mussarela ficar pronta - asse por 15 minutos, virando na metade do tempo para dourar por igual - junte à salada.
Tempere com o molho ou sirva à parte.

* você pode usar mostarda de Dijon ao invés dos ovos – foi o que eu fiz.

quarta-feira, fevereiro 14, 2007

Bolo do Arthur (ou o Mickey Mouse mais estranho que você já viu)

English version


O sobrinho do João fez aniversário há um tempinho e fiz esse bolo para a festa.
Quando terminei de fazê-lo, resolvi que não postaria pois esse Mickey Mouse ficou um tanto estranho – no final da festa, ao ouvir os comentários dos convidados, mudei de idéia. :)

Usei pasta americana pronta pois estava com pouco tempo disponível. Se você quiser fazer em casa, clique aqui e use a receita que publiquei ano passado – é bárbara.

O bolo e a calda são receitas da Flávia Millás.
Não é um bolo de chocolate denso nem “rich” e, por isso mesmo, na minha opinião, neutro o suficiente para receber mil tipos de recheios e coberturas.
O recheio é o básico de beijinho e a cobertura tirei deste site – foi esta a receitinha que passei pra Eli fazer o bolo do Rapha.
Deixe a cobertura de chocolate secar completamente antes de colocar as decorações (não tive tempo de fazer isso).

Bolo do Arthur

Bolo:
5 ovos inteiros
200g de açúcar
180g de farinha de trigo
100g de chocolate em pó
200ml de leite fervendo
1 colher (sopa) cheia de fermento em pó
½ colher (chá) de baunilha

Recheio:
1 lata de leite condensado
50g de coco ralado
1 colher (sopa) de manteiga sem sal
2 colheres (sopa) de leite

Calda:
50g de açúcar refinado
240ml de água
½ colher (chá) de baunilha

Cobertura:
115g de manteiga
280g de chocolate meio-amargo picado

Bolo:
Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe três formas redondas de 20cm.
Bata os ovos até dobrar de volume. Adicione o açúcar e bata bem.
Peneire a farinha e o chocolate juntos. Vá adicionando os ingredientes secos, alternando com o leite.
Continue batendo até a massa ficar cheia de bolhas. Junte o fermento e misture sem bater. Leve ao forno por 30-35 minutos ou até a massa descolar das laterais da forma - o bolo estará assado. Faça o teste do palito se preferir.

Recheio:
Misture o leite condensado, o coco e a manteiga e leve ao fogo baixo, mexendo sempre. Não deixe cozinhar muito pois vc não quer ponto de enrolar.
Retire do fogo e despeje num prato untado. Deixe esfriar.
Quando for rechear o bolo, adicione o leite e misture bem para deixar a pasta numa consistência mais molinha.

Calda:
Misture o açúcar e a água e leve ao fogo. Quando ferver, desligue e acrescente a baunilha. Deixe esfriar.

Cobertura:
Junte os ingredientes em uma tigela e derreta em banho-maria.
Misture bem para incorporá-los e utilize em seguida, pois a cobertura endurece rapidamente.

Monte o bolo:
Coloque um dos bolos em um prato ou bandeja. Molhe com a calda e espalhe metade do recheio. Coloque outro bolo por cima e molhe com a calda. Cubra com o restante do recheio e termine com o último bolo.
Deixar o bolo na geladeira por um algumas horas vai facilitar na hora de confeitar, pois menos farelinhos se soltarão.
Espalhe a cobertura – você pode alisá-la com uma espátula quente depois de seca, se quiser. Se fizer isso, deixe secar novamente.
Depois te totalmente seco, coloque as decorações que desejar.

Rend.: 16-18 porções

Faça o Mickey:

Faça uma "salsichinha" de massa preta, dobre ao meio e corte - você obterá as perninhas.
Separe duas bolinhas de massa amarela e dê um formato ovalado a elas. Pincele a ponta de cada perninha com água e grude os pezinhos. Com as costas de uma faquinha, faça uma marca nos sapatos como se fosse o salto - isso também vai apertá-los contra as perninhas tornando a colagem mais firme.

Pegue uma porção de massa vermelha e modele uma espécie de quadrado. Pegue uma faquinha e faça um corte até o meio, formando a divisão das pernas. Dobre ao meio levemente e cole com água às perninhas. Faça dois buraquinhos com palito de dente e pincele com pouquíssima água.
Faça duas bolinhas bem pequeninas de massa amarela e cole nos buraquinhos, formando os botões da bermudinha.

Pegue uma porção de massa preta e modele de forma ligeiramente ovalada, formando o corpinho. Cole à bermudinha usando um pouquinho de água. Para deixar tudo mais firme, prenda com um palito de churrasco que vai até o final do bolo - corte o excesso deixando uma pontinha para segurar a cabeça.
Faça mais uma salsichinha de massa preta, mais fina, dobre ao meio e corte - vc terá os bracinhos. Cole ao corpo com pinguinhos de água.
Usando massa branca, faça duas bolinhas, dê uma leve achatada - são as mãos (luvas). Marque os dedos com a pontinha da faca e cole no final dos braços.

Ei, não se esqueça do rabinho! :)

Para a cabeça, faça uma bola de massa cor da pele, envolva-a com um pedaço de massa preta achatada e termine os detalhes com um pincel e corante preto - essa parte foi complicada, tenho que admitir.
Faça os olhos com massa branca e preta, colando com pouquíssima água.
Faça bolinhas pretas, achate-as e prenda-as à cabeça, formando as orelhas - eu prendi com palitos de dentes para evitar que caíssem.
Modele uma bolinha ovalada para o nariz e cole.
Faça a boca com uma faquinha afiada e pinte por dentro com pincel fino e corante.

segunda-feira, fevereiro 12, 2007

Pastel

English version

Depois de ver os pastéis maravilhosos da Eliana, resolvi arriscar a fazer a massa em casa e assim postar a receita em inglês, também.

A massa leva poucos ingredientes e os pastéis ficaram bem gostosos! O único porém foi o fato de eu não ter cilindro e ter aberto a massa no rolo de macarrão – foi bem difícil...
Fiz uma vinagrete bem gostosa para acompanhar:

Fiquei pensando o tempo todo em como já estava queimando as calorias antes mesmo de ingeri-las... ;)

Pastel

500g de farinha de trigo
1 colher (sopa) de óleo
1 colher (chá) de sal
1 colher (sopa) de cachaça
água morna para dar o ponto

Recheio de sua preferência – fiz de palmito e queijo
Coloque a farinha, o óleo, a cachaça e o sal em uma tigela e misture. Vá adicionando água morna aos poucos e sove até a massa se tornar homogênea, macia porém firme.
Abra porções da massa com um cilindro até que fiquem bem fininhas, coloque porções de recheio em um lado da massa e cubra com a outra metade.

Corte dando formato aos pastéis.
Aperte bem as extremidades com um garfo para que os pastéis fiquem bem vedados e não abram durante a fritura:

Mantenha os pastéis separados uns dos outros com filme PVC ou plástico:

Frite em óleo bem quente até que dourem e escorra-os sobre papel toalha:

Rend.: 16 pastéis de aprox. 15x7cm cada.

sexta-feira, fevereiro 09, 2007

Pão de banana e chocolate do Bill

English version

Bill’s choc banana bread

Eu tinha umas bananas maduras no freezer e precisava usá-las.
Imprimi esta receita maravilhosa da Ivonne, pendurei na porta da geladeira, mas na hora de preparar os ingredientes...

As bananas estavam moles demais e eu não consegui cortá-las em cubinhos – apenas amassá-las. Corri pra Internet e peguei esta receitinha do Bill Granger, que achei no site da Nigella.

O pão é simplesmente delicioso – o docinho das bananas e o amarguinho do chocolate são perfeitos juntos.
Tentei com todas as minhas forças comer só uma fatia – totalmente em vão.

Fiz meia receita e usei uma forma de 19x8cm – ela tem só 5cm de profundidade então fiquei com receio de fazer a receita inteira e a massa derramar.

Pão de banana e chocolate do Bill

250g de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento em pó
125g de manteiga sem sal, amolecida
250g de açúcar
4 bananas maduras, amassadas
2 ovos, ligeiramente batidos
1 colher (chá) de extrato de baunilha
175g de gotas de chocolate amargo, meio-amargo ou ao leite – usei meio-amargo

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma de pão de forma de 19x11cm.

Peneire a farinha e o fermento em pó em uma tigela grande.
Misture a manteiga, o açúcar, as bananas, os ovos, a baunilha e as gotinhas de chocolate em uma outra tigela.
Adicione aos ingredientes secos e mexa levemente, tomando cuidado para não misturar demais.
Despeje a massa na forma preparada e asse por 1 hora e 15 minutos – faça o teste do palito.
Deixe na forma por 5 minutos e depois inverta o bolo numa grade para esfriar.

Rend.: 8-10 fatias.

segunda-feira, fevereiro 05, 2007

Ravióli de ricota e nozes

English version

Ricotta and walnut ravioli

Quando eu era solteira, ficava boquiaberta com o tanto de macarrão que fazia todas as semanas. Meu pai simplesmente AMA macarrão.
Pois tem alguém que consegue superar esta loucura por massa – meu marido. :)

O João é doidinho por macarrão e pede várias vezes por semana.

Um dia, em casa, estava mostrando a ele alguns blogs favoritos quando ele viu os raviólis da Deb. Foi o meu fim – ele cismou que queria ravióli caseiro. Eu nunca havia feito massa em casa - nem máquina de macarrão eu tenho.

A minha idéia era fazer massa verde, mas não deu certo – ela ficou pintadinha. Da próxima vez faço de outro jeito.

A massa é deliciosa e o truque é deixá-la descansar antes de abrir com o rolo, assim ela fica bem macia.

Os do João foram recheados de carne e os meus de ricota com nozes (a quantidade de recheio abaixo dá para a massa toda).
Receitinha que vai aparecer lá em casa novamente – o João até comentou de comprarmos uma máquina de macarrão...

Ainda não se animou pra fazer os raviólis em casa?? Então olhe os da Béa e os do Jeff e você vai mudar de idéia agora mesmo.

Ravióli de ricota e nozes

Massa:
210g de farinha de trigo
2 ovos grandes
½ colher (chá) de sal
2 colheres (sopa) de água

Recheio:
200g de ricota
3 colheres (sopa) de azeite
4 colheres (sopa) de salsinha picada
7 nozes descascadas e partidas ao meio
sal a gosto

Para a massa: Coloque a farinha sobre uma superfície, preferencialmente de madeira – usei granito – faça um buraco no centro e coloque aí os ovos e sal. Bata ligeiramente com um garfo e vá puxando farinha das beiradas e misturando delicadamente. Acrescente a água e sove até obter uma massa homogênea – ela vai ficar macia mas não grudenta. Se for necessário, adicione mais algumas gotinhas de água. Coloque num prato, cubra com uma tigela invertida e deixe descansar por 1 hora.

Faça o recheio: Dê uma tostadinha nas nozes usando uma frigideira em fogo baixinho. Coloque-as sobre um pano de prato limpo e deixe esfriar. Pique-as.
Junte a ricota, o sal, o azeite e a salsinha no processador e processe até obter uma pasta. Adicione as nozes e misture.

Separe porções da massa, abra com o rolo em uma superfície levemente enfarinhada e coloque porçõezinhas de recheio – os meus raviólis pareciam de Itu, vc pode fazer menores.
Cubra com outra porção de massa já aberta com o rolo e aperte para formar divisões, tentando tirar todo o ar para que os raviolis não abram durante o cozimento. A Deb diz para usar ovo batido para colar os raviolis, eu pincelei a massa com um pouquinho de água e deu certo também.
Passe uma carretilha para cortar e vedar bem os raviólis – eu não tinha então usei a minha da Wilton para pasta americana. Honestamente não sei se dá pra fazer sem carretilha ou sem cortadores ou moldes específicos.Vá colocando-os sobre papel manteiga:

Ricotta and walnut ravioli

Cozinhe os raviólis em água fervente com um pouquinho de sal – 5-6 minutos, aproximadamente – escorra e sirva imediatamente com o molho de sua preferência.

Rend.: 2 porções generosas.

sexta-feira, fevereiro 02, 2007

Bolo de cenoura

English version

Brazilian carrot cake

Este bolo me traz muitas recordações de infância também, além do arroz doce quentinho que postei.
Minha mãe sempre fazia bolos para tomarmos café da manhã ou para o lanche da tarde. Eu também levava um pedaço na minha lancheira para comer no recreio da escola.

Aposto que todas vocês já têm essa receitinha, mas não pude resistir e resolvi publicá-la. Também queria mostrar pros visitantes do meu blog em inglês a delícia que é o bolo de cenoura brasileiro.

Uma vez fiz esse bolo e adicionei gotinhas de chocolate à massa – ficou delicioso!

Brazilian carrot cake

Bolo de cenoura

250g de cenouras em pedaços – aprox. 3 cenouras pequenas
260g de farinha de trigo
320g de açúcar
4 ovos – se usar ovos grandões diminua para 3
200ml de óleo
1 colher (sopa) de fermento em pó
1 pitada de sal

Calda:
4 colheres (sopa) de chocolate em pó
4 colheres (sopa) de açúcar
1 colher (sopa) de manteiga sem sal
2 colheres (sopa) de leite

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e enfarinhe uma forma com furo central de 24cm de diâmetro.Eu usei uma forma ligeiramente menor e olha o que aconteceu:

Bata todos os ingredientes no liquidificador, colocando os líquidos embaixo.
Asse por 45-50 minutos e faça o teste do palito.

Para a calda: misture todos os ingredientes e leve ao fogo alto até ferver. Desligue e deixe esfriar um pouquinho antes de derramar sobre o bolo.

Rend.: 10-12 porções

Related Posts with Thumbnails