segunda-feira, outubro 23, 2006

Pãezinhos de parmesão

Fiz um macarrão rápido ontem para o almoço (repeti essa receita) e ralei parmesão além da conta. Não gosto de guardá-lo já ralado pois acho que resseca demais.
Para usar o queijinho, então, lembrei-me desta receita que estava havia tempos na to do list.

A massa é extremamente macia e gostosa de manusear.
Saídos do forno, com um pouquinho de manteiga (Aviação, salgadinha), ficaram bárbaros. Mas hoje, mesmo aquecendo-os, não achei mais tão saborosos assim.

Se a sua família for grande, não vai sobrar para o outro dia. :D

Pãezinhos de parmesão

525g de farinha de trigo (mais se necessário)
10g de fermento biológico seco - preferi usar o fresco (30g / 2 tabletinhos)
2 colheres (chá) de sal
320ml de água morna
50g de parmesão ralado na hora (no ralo fino)
azeite de oliva - cerca de 3 colheres (sopa)

Na tigela da batedeira, misture a farinha, o fermento e o sal (eu deixei para acrescentar o sal junto com a água). Acrescente a água morna e mexa com uma colher de pau. Junte 25g do queijo e comece a bater na batedeira, usando os batedores para massas pesadas, na velocidade mais baixa. Vá passando os batedores pelas beiradas da tigela e pressione-os levemente ao fundo, pois assim todas as migalhinhas de farinha vão grudando na massa e formando uma coisa só.
Quando a massa se desgrudar das paredes da tigela (o cheirinho do fermento fica mais forte), coloque em velocidade máxima e bata por 12 a 15 minutos, ou até a massa ficar mais elástica e macia (bati por 10 minutos, mais ou menos). Você pode acrescentar mais farinha se achar a massa muito grudenta (não fiz isso).
Jogue a massa numa superfície levemente enfarinhada e sove algumas vezes; forme uma bola, coloque-a numa tigela untada com azeite e vire-a para que todos os lados fiquem untados. Cubra e deixe crescer por 1 hora.

Unte uma forma redonda de 22cm com azeite de oliva (não tenho forma deste diâmetro, usei uma de 25cm, por isso a distribuição dos meus pãezinhos está diferente do que diz a receita).

Dê um soquinho na massa e sove mais algumas vezes. Divida-a em 12 porções e forme bolinhas - aqui, pesei a massa inteira e tinha 900g; então, fiz 12 bolinhas de 75g cada.
A receita manda passar cada bolinha no parmesão restante, mas o queijo não grudava. Então pincelei a superfície de cada bolinha com azeite de oliva e daí passei no queijo. O queijo que sobrar (se sobrar) deve ser polvilhado por cima das bolinhas já dentro da forma.
Vá arrumando as bolinhas na forma, colocando uma do lado da outra, 9 rentes à beirada e 3 no centro. Deixe crescer por mais 30-40 minutos; pré-aqueça o forno a 220ºC.

Com uma gilete ou faca afiada, faça um corte em cima de cada bolinha (esqueci essa parte).
Asse por 10 minutos, depois reduza a temperatura para 190ºC e asse até que esteja dourado e crocante, 20 a 30 minutos. Desenforme quente, se quiser.

Rend.: 12 pãezinhos de 75g cada.

10 comentários:

Cristina disse...

Bem que gostava de me "aventurar" mais a fazer essas massas. É que ficam uma tentação!!! Não tenho muito hábito ou prática e depois fico com vontade de fazer mas com medo de ter o trabalho e não resultar nada de jeito... Precisava de umas aulinhas presenciais, talvez ganhasse mais confiança! :)

valentina disse...

Amiga, vou fazer. Esta tao lindo e precisamos de um paozinho diferente. Ficou bonito mesmo,nao?!?

Eliana Scaramal disse...

O pãozinho está lindo Patricia, e na última foto dá pra notar bem o quanto ficou macio. ai ai ai lá vou eu fazer mais um pão.risos

renata disse...

Esses teus pães me lembram aqueles 'pães delícia'da Bahia. É prato típico lá mas com esses teus nem precisa da receita deles. Tá muito, muito fofo.

Karen disse...

Para quando é a padaria! Que pão fofinho! Deu vontade de tomar café!

Fezoca disse...

Parece um pao de queijo, mas mais incrementado! hm, nhamis, nhamis!! :-*

Cris disse...

Que aspecto delicioso,mais um Pão que faz sucesso, mais uma receita para eu experimentar, sabes...eu também tenho queda para pães :).
A ultima foto dá vontade de abrir o pãozinho e barrar com manteiga...hummm.
Beijos

Patricia Scarpin disse...

Cristina, antes tinha medo e preguiça de trabalhar com fermento biológico - achava que não ia crescer, que demorava muito pra ficar pronto, etc.
Mas depois que vc faz uma vez e dá certo, a vontade de repetir o sucesso aparece sempre, te garanto!

Val, querida, ficou bonito, sim, mas achei que perdeu em textura e sabor no dia seguinte - coisa que não aconteceu com outros pães que fiz.

Eliana, ri do teu comentário. Na época em que fui criada pela minha avó praticamente só comíamos pão caseiro em casa, raramente comprávamos pão. Acho que estou resgatando isso.

Karen, quer ser minha sócia? :D

Super Fer, a casquinha de queijo por cima é a melhor parte. risos

Cris, foi assim mesmo que devorei o pãozinho: com manteiga derretendo! :D

Elvira disse...

Isto deixou-me mesmo com água na boca... :-)

Cinara disse...

Mais um pão divino da Patricia... Isso chega a ser maldade!! Eu estou de dieta!! :o)

Related Posts with Thumbnails