quarta-feira, novembro 24, 2010

Torta de tomate, rúcula e grana padano e um milagre de domingo

English version

Tomato, arugula and grana padano tart / Torta de tomate, rúcula e grana padano

Aconteceu um milagre na minha casa domingo passado: eu disse pro João que faria esta torta para o almoço e ele respondeu que a comeria, também. :D

Depois do almoço, ouvi do marido que a torta estava ótima, o que me deixou surpresa e contente – quem tem gente enjoada pra comer em casa sabe bem do que estou falando... :)

A receita é bem simples, a cobertura é crua, mas eu tinha que compartilhá-la com vocês.

Torta de tomate, rúcula e grana padano
da Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

Massa de grana padano*:
1 xícara (140g) de farinha de trigo
100g de manteiga sem sal, gelada e picada
1/3 xícara (34g) de queijo grana padano finamente ralado – ou use parmesão, como na receita original

Molho de mostarda:
½ colher (sopa) de azeite de oliva
suco de 1 limão
½ colher (chá) de mostarda de Dijon
sal e pimenta do reino moída na hora

Cobertura:
500g de tomate cereja e/ou tomatinhos pequenos – deixe os menores inteiros e corte os maiores ao meio
1 maço pequeno de rúcula
grana padano em lascas, para servir

Prepare a massa: processe a farinha e manteiga num processador de alimentos até obter uma farofa fina. Junte o grana padano, processe para incorporar, junte 2 colheres (sopa) de água gelada (ou um tantinho mais, se necessário) e vá pulsando até obter uma massa. Transfira para uma superfície ligeiramente enfarinhada, sove levemente para formar um disco, embrulhe em filme plástico e leve à geladeira por 1 hora. Abra a massa com um rolo sobre uma superfície ligeiramente enfarinhada até obter um círculo de 35cm. Forre uma forma para tortas levemente untada com manteiga com a massa, remova o excesso e fure a base com um garfo. Leve ao freezer por 1 hora.
Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga o lado brilhante de um pedaço grande de alumínio e coloque-o sobre a massa da torta, fazendo com que fique bem grudadinho nela. Encha com feijões secos e asse até que a massa comece a dourar, 15-25 minutos. Remova o papel e os feijões com cuidado e asse a base por mais 5-10 minutos ou até que termine de assar, fique dourada e sequinha. Deixe esfriar completamente.
Faça o molho de mostarda: misture bem os ingredientes numa tigelinha, tempere com sal e pimenta do reino a gosto e reserve.
Coloque os tomates numa tigela, regue com o molho de mostarda e misture bem. Arrume-os sobre a base da torta. Passe as folhas de rúcula pelo molho de mostarda e arrume algumas folhas sobre os tomates (você vai servir as folhas restantes ao lado dos pedaços da torta). Cubra com as lascas de grana padano e sirva imediatamente.

* congelei a massa (crua) por 1 semana (bem embrulhada em filme plástico) e descongelei de véspera na geladeira antes de usar – funcionou perfeitamente

Rend.: 4 porções para uma refeição leve – eu e o marido comemos a torta inteira sozinhos. :D

22 comentários:

Quéroul disse...

menina, mas eu dava uns tapas em João se ele não quisesse comer essa lindeza.
NOSSA! belíssimas cores, toda italiana, tô cantando o hino aqui (mão direita sobre o coração: ♪ Frateeeelliiiii d´Italiaaaaaa ♫).

ameeeeeeei.
(e aqui em casa, só eu comeria a torta. e meu pai, que ele sempre come minhas experiências e diz que tá delícia, mesmo se odeia os ingredientes, ahhaha).
=*

Fabiana disse...

Adoro tudo com tomate e rúcula... Com um queijinho então... Delícia. :)

.a que congemina disse...

Mas essa combinação é covrdia. Eu tenho um amor por rúcula que até hoje ninguém entendeu. Sempre tem na minha salada. [semre = 5 vezes por semana, mais ou menos]
Tô achando que vou nessa receita hoje. Tá puro amor! <3

fátima disse...

hmmm...parece deliciosa!
embora vc não tenha usado a rúcula italiana (eu acho mais gostosa), a sua torta ficou MUITO mais bonita que a original!!

bj

Naza disse...

Adorei a foto! Parabéns!

Mariana Pitanga disse...

Que linda!

Rachel disse...

Acho que em todas as casa há pelo menos 1 enjoado, lol

Ficou óptima, adorei.

Beijinho

Luciana Gomes disse...

Tem certos elogios que valem por mil mesmo.
Parabéns por conquistar um deles.

tatiane disse...

Em casa o marido comeria a torta, e uma hora depois diria que ainda tem fome porque não havia carne no almoço :S
Adorei a torta, tem tudinho que eu gosto!
beijos

Levi Pereira disse...

huummmmm tortinha apetitosa....
queria uma fatia! rsrsrs

Akemi disse...

Felizmente o Luiz não tem problemas com comida, a não ser com os ingredientes que lhe dá alergia. Quem se recusaria a comer uma torta tão bem apresentada e apetitosa como essa??? ;)
Bjs

ameixa seca disse...

Deve ser uma frustração querer cozinhar tudo e não ter quem queira comer :) Que injustiça! A tua ficou tão mais bonita, dá mesmo vontade de comer!

Ana Rita disse...

tá linda!
Aqui em casa ninguem a provava mas os olhos também comem... e os meus já deram uma dentada!


Bjinhos,


Rita

Catarina - ReceitaseSaboresdoMundo disse...

Ficou linda...
Adoro saladas então em tarte
ainda melhor :)
As cores ficaram lindas.
De certeza que ficou uma delicia.
Receita anotadinha.
Beijinhos

Maira Giosa disse...

Patrícia, seu blog é uma perdição. Toda vez que eu entro saio com uma receita embaixo do braço para tentar em casa - nunca tento porque sou novatíssima na cozinha.

Mas essa salada parece facílima...acho que até eu consigo fazer! Hahahaha.

Linda!! Parabéns!

moranguita disse...

eu sie o que isso e
ha esquisitos em qualquer casa mesmo
esta uma delicia eu sei quem comia contente eu:-)
beijinhos

Ana disse...

Linda a torta! Tomate e rucula juntos sao uma delicia, essa massa deve ser gostosa hein Patricia?!
Ana

Sabrina disse...

huf, sei bem como é isso...

Patrícia Abreu disse...

Olá, Paty! Não reclama do marido, não! O meu é pior que o seu, iria torcer a cara pra esta torta e perguntar: cadê a carne?!!! Homens hahhahha!
Mas vou fazer pra mim, se ele quiser, ok! bjim

Patricia Scarpin disse...

Quéroul, tem horas em que ele merece uns tapas, mesmo. hahahaha
Comida italiana, ou com jeitão da Itália, é sempre gostosa, né?
Seu pai é fofo.
Beijo, querida!

Fá, eu tb adoro! :D

Mayra, querida, eu acho que vc vai gostar! Eu tb adoro rúcula - aliás, adoro tudo que é azedo e amargo... :)
Beijo!

Fátima, eu tb gosto mais da rúcula italiana, mas nem sempre encontro pra comprar. :(
Beijo e obrigada!

Naza, obrigada!

Mariana, obrigada!

Rachel, haaha, acho que todas as casas sofrem desse mal, né? :D
Obrigada, beijo!

Luciana, obrigada!

Tati, então ele é igualzinho ao João - super carnívoro! :(
Beijo, querida!

Levi, que bom que gostou! Obrigada!

Clarice, que bom, querida, vc tem sorte! :D
Beijo e obrigada!

Ameixa, é frustrante, sim... :(
Obrigada, querida! Vc é um doce!
xx

Ana Rita, obrigada!
Beijo!

Catarina, obrigada!
Tomara que vc goste da receita.
Beijo!

Maira, muito obrigada! Quem sabe um dia vc não se arrisca? ;)
Beijo!

Moranguita, hahaha, vc disse tudo - toda casa tem alguém assim, né?
Beijo e obrigada!

Ana, obrigada, querida! Aposto que vc vai adorar!
Beijão!

Sá, high five, amiga. :D

Paty, o meu é assim tb, super carnívoro! E não come os meus doces! Snif, snif... :(
Faça, sim, aposto que vc vai gostar!
Super beijo!

Sabrina disse...

***passadinha para pegar essa receita*** Grazie! ;) Bj

Erika disse...

Parece uma delícia mesmo, Patricia. Mas tenho que confessar que a enjoada aqui de casa sou eu mesma: até pouco tempo eu sequer comia salada! Hj ainda resta a minha aversão total e completa à cebola. Como vc, cozinho desde criança - comecei fazendo biscoitos com 9 anos e agora, aos 40, estou na minha fase cupcakes. Também adoro cinema! Estou ensaiando de começar um blog faz tempo, mas me falta organização... Adorei o seu! Bjs

Related Posts with Thumbnails