sexta-feira, setembro 01, 2006

Pimentões recheados

Gosto dos nomes destes legumes tanto em português quando em inglês. "Pimentão" é bacana porque ele parece mesmo uma pimenta gigante. E "bell pepper" também é lindo: o formato é realmente parecido com o de um sino.
Se você quiser saber mais nomes de vegetais em português e inglês, clique aqui. É um link super bacana que a Valentina me enviou. Adorei - e será muito útil, já que quase todos os meus livros de receitas são em inglês.

Eu tinha uma receita de pimentões recheados feita na panela de pressão, mas nunca fiz. É super antiga: peguei no programa da Ofélia há uns 14 anos, mais ou menos. Para quem não conhece, a Ofélia foi uma culinarista famosa aqui do Brasil - se não estou enganada, a pioneira na TV. Eu amava o programa dela! Só que ia ao ar de manhã, justamente no meu horário de escola. Mas meu irmão e o Julio (o filho da mulher do meu pai, que é uma pessoa jóia) me ajudavam muito: eles gravavam o programa e eu assistia quando chegava da aula. Depois, via mais uma vez e transcrevia a receita. A fita já estava indo pro beleléu, de tanto gravar e regravar coisas por cima... Mas era tão bom!

Esses aqui foram feitos no forno, receitinha da Jill Dupleix. Achei bem saborosos; o João adorou.
A foto do livro era tão bonitinha, com um pouquinho de recheio aparecendo, meio que saindo do pimentão, e a tampinha em cima. Os meus não ficaram assim pela seguinte razão: comprar os pimentões revelou-se uma tarefa cheia de "manha" - eles tinham que parar em pé, ou então não serviriam. E os únicos que cumpriram o requisito eram gi-gan-tes. Valeram por uma refeição (calma, calma: fiz 1 para mim e 1 para o marido).

Pimentões recheados

2 pimentões vermelhos
2 pimentões amarelos
500g de carne de porco ou frango moída - usei carne bovina
1 ovo
150g de arroz cozido
4 spring onions, picadinhas/os (não encontrei no dicionário o que é, clique aqui para ver) - usei cebolinha
1 colher (chá) de páprica - não usei
1 colher (sopa) de salsinha picadinha
sal
pimenta do reíno moída na hora - não usei
400g de tomates pelados (em lata), picados
2 colheres (sopa) de azeite de oliva
1 colher (chá) de açúcar - não usei

Pré-aqueça o forno a 200ºC.
Corte tampinhas nos pimentões e reserve; tire as sementes deles e qualquer outra película que você julgar estar sobrando.
Em uma tigela, junte a carne moída, o ovo, o arroz, as/os spring onions, metade da páprica, a salsinha, o sal e a pimenta e misture com as mãos. Adicione metade dos tomates e mexa bem.
Recheie os pimentões com a mistura e coloque-os numa assadeira ligeiramente untada com óleo. Pincele um pouco de azeite de oliva nos pimentões (nas cascas). Asse por 1 hora ou até que estejam macios - nos 15 minutos finais, coloque as tampinhas no forno, também pinceladas com azeite.
Junte o restante dos ingredientes, aqueça-os e faça um molho (aqui eu fiz diferente: não consigo conceber a idéia de molho de tomate sem cebola refogadinha).
Para servir, coloque um pimentão inteiro em cada prato, com algumas colheradinhas de molho ao redor e finalize com a tampinha.

Rend.: 4 porções

12 comentários:

renata disse...

Patricia,o macete para eles ficarem todos em pé é fazer um corte arredondado na base sem perfurá-los. Assim, eles ficaram rentes e firmes no prato. Pimentão recheado já me atrevi a fazer. Falta encarar os charutos de repolho, de folhas de couve e de parreira(sonho muito!).A Bahia é linda, o Gil é lindo..e o teu blog também.

renata disse...

ficarão, sorry.

valentina disse...

Pat querida, amei esta receita. Adoro pimentão recheado pois acho que a consistência do producto final casa bem. O teu pimentão ficou bonito, empezinho.Fiquei te imaginando no supermercado/feira vendo os que serviriam.Este..nao para em pé..fora..aquele..rsss

Patricia Scarpin disse...

Renata, obrigada!! São tantos elogios que fico até sem jeito!
Gostei da dica de cortar. Em um dos dois que fiz precisei dar um talhinho na base, só que furei demais. Daí recortei um pedacinho e tampei de volta.

Val, querida, que bom vc ter gostado. Lembra que te pedi indicação de livro da Jill? Vc disse pra eu comprar o Very Simple Food e eu quase comprei - só troquei pelo "Totally..." pq este estava com um preço maravilhoso, promoção!!!
Vc imaginou direitinho... no mercado, eu ia colocando os pimentões na palma da mão (bem aberta e esticada) e dizendo pro marido "xi, esse está bambo", "não, esse tá caindo pro lado"... :D

Marcelo V. disse...

Adoro pimentão. Por sinal, páprica doce vai muito bem no strogonoff de carne!

Karen disse...

Que gostoso! Adoro pimentões recheados!

Fezoca disse...

Pat, ficou lindo!
Pimentoes sao uma delicia mesmo, eu adoro!
Sabe que sou do tempo da Ofelia... :-) Lembro de assistir ao programa dela na tv a tarde, qdo era uma pre-aborrecente! :-))
beijao,

Eliana Scaramal disse...

Adoro pimentão o seu está lindo!

Akemi disse...

Também adorava ver a "Cozinha maravilhosa da Ofélia"! O programa sempre começava com aquela música "batuque na cozinha, sinhá não qué..." rsss
Sempre ficava com papel e caneta na mão para anotar as receitas, que delícia de tempo!
Adoro pimentões recheados, mas não faço há muuuuuuito tempo! Tenho um sério problema em digerir pimentões, apesar de amar seu sabor. Adorei a estória de escolher os pimentões "certos"...rs

Patricia Scarpin disse...

Marcelo, obrigada apela visita e pela dica da páprica! Eu não usei porque não tinha em casa e realmente não estava afim de encarar supermercado... :D
Volte mais vezes!

Karen, eu tb adoro - quero fazer com o amarelo qualquer hora.

Fer, a Ofélia era o máximo, não era?? Um beijo, querida!

Eliana, obrigada! Ficaram bem saborosos, sim, adorei o método de fazê-los assados!

Akemi, tenho uma confissão a fazer: eu ficava imitando a Ofélia na cozinha, quando tinha uns 12, 13 anos... Como se estivesse num programa, sendo filmada e tudo... risos
Quanto à digestão, tb tenho esse problema, mas só com o pimentão verde; o vermelho e o amarelo posso comer sossegada.

Dadivosa disse...

patrícia, estou passando por aqui pela primeira vez e já vi que vai ser um dos meus favoritos...
amei a lembrança da ofélia! eu também assistia... e brincava de ofélia na cozinha da minha mãe. arrumava tudo, fazia de conta que estava apresentando o programa, falava com as telespectadoras e tudo! ahhaha
nas últimas temporadas (acho que eram as últimas) ela contava com a ajuda da aparecida, uma moça bonita que usava trancinhas afro, super calma e paciente. adorava a aparecida.
outro dia acho que a vi num programa na tv aberta em são paulo, num canal UHF, se não me engano. alguém mais viu ou estou ficando doida?
ai, comentei um monte, né?
beijos

Anônimo disse...

spring onion = cebolinha

Related Posts with Thumbnails