segunda-feira, setembro 18, 2006

Bons modos à mesa

A Valentina me convidou a escrever uma lista de 6 itens de etiqueta pessoal. Coincidentemente, ela fez isso no dia em que eu ia receber amigos pela primeira vez.
Minha situação é parecida com o que a Karen contou: recebemos as pessoas da família (meu pai e meus irmãos, minha sogra e cunhada) e só (o que pretendo mudar daqui pra frente).
Quando ainda era solteira, as refeições em casa eram bem simples: todos juntos à mesa, cada um fazia seu prato. Nunca tivemos situações mais formais em casa, por isso o que vou colocar aqui são impressões minhas, pessoais, de coisas que fui aprendendo ao longo do tempo.

Não tenho muita experiência no assunto, mas vamos lá:

1. Acho importante adiantar os pratos o máximo possível, para não ficar tanto tempo na cozinha quando os convidados já estiverem em casa. E fazer comida que encha a casa de fumaça, nem pensar.
2. Procuro "descobrir" se as pessoas têm algum tipo de alergia ou realmente não toleram certos tipo de alimento. Penso nisso porque não como carne e sofro muito quando vou a algum lugar em que esta é a única opção do cardápio. Não deixo de comer o que me é oferecido, é claro, mas daí a refeição já não é mais tão prazerosa. Para que meus convidados não passem por isso, faço uma pequena investigação de antemão.
3. Cigarro à mesa é totalmente imperdoável. Estraga o clima - o ar fica impossível de ser respirado e o paladar vai pro espaço. Aliás, eu sou chata mesmo e acho cigarro uma grosseria em qualquer lugar.
4. Gosto de arrumar a mesa e usar place mats bonitos, taças, talheres diferentes dos que usamos no dia-a-dia. E também acho que um arranjo no centro da mesa, por mais simples que seja, faz toda a diferença.
5. Palitos de dente. Só os tenho em casa para testar se um bolo está assado ou não e para colorir a minha pasta americana, Deus me livre colocá-los à mesa!! Conheço gente que palita os dentes e isso me causa um enorme desconforto.
6. Celular - acho horrível gente que fica falando no telefone à mesa, enquanto as outras pessoas ficam olhando. Isso é mais comum em restaurantes, não se aplica muito à proposta daqui, mas não podia deixar de citar. Não gosto.

Bem, acho que é isso. Tem outras coisas, mas acho que as meninas já cobriram bem - concordo com tudo o que elas postaram!

10 comentários:

valentina disse...

Sabe que tinha um colega que tinha o pessimo habito de, quando iamos a um restaurante, acabar de comer e ja comecar a fumar. Pessimo.

Fezoca disse...

que linda a sua mesa, Patricia!
tbm assino embaixo da sua lista.
numa pizzaria em Montpelier, Franca, estavamos jantanbdo e TODAS as meses ao nosso redor tinha gente fumando. eles fumam antes, durante e depois, nao dao uma brecha... e estavamos no espaco de NAO fumantes... eu ODEIO isso, odeio.... beijos! :-)

Karen disse...

Concordo com você em todos os itens. Eu também procuro evitar pratos que encham a casa de fumaça ou frituras, como minha cozinha e a mesa ficam no mesmo ambiente, o cheiro ficaria insuportável! rs

Dadivosa disse...

Patrícia, acabei de fazer a minha listinha e, como só tinham seis itens, acabei não falando do cuidado com os gostos e restrições dos comensais. Também procuro fazer essa investigação prévia e adaptar as receitas para que ninguém precise ficar disfarçando ou constrangido porque não gosta ou não pode comer determinado alimento.

Patricia Scarpin disse...

Valentina e Fer, de-tes-to cigarro. Minha mãe fumava muito, mesmo doente. Eu pegava os maços de cigarro dela e jogava embaixo da geladeira. Tomava cada bronca... :D

Karen, imagina os convidados chegando e vc nem conseguindo ver a cara deles, perdida naquele bloco de fumaça?? No way!!

Dadivosa, sabe que nesse quesito eu meio que advogo em causa própria (risos), mas realmente acho importante isso.

Akemi disse...

Patricia, adorei sua mesa! Que capricho! Concordo com todos os itens que citou. Eu também procuro preparar coisas que todos comam. Procuro não fazer pratos que nunca fiz antes também. Além de convidado, ser cobaia? rsss

renata disse...

Quanto a investigar acho que você lembrou bem. Já cheguei em jantar que a pessoa sabia que eu era vegetariana e a única coisa que podia comer era uma alface salpicada com croûtons. Quase morri de fome.

Patricia Scarpin disse...

Akemi, querida, obrigada! Fico até sem jeito assim, com tantos elogios!

Renata, sei bem como vc se sentiu - já passei por isso inúmeras vezes!

lu-cunha disse...

Eu fui criada com muita simplicidade por meus pais, mas tinhamos mesa posta do café da manhã até o jantar, nada de prato na mão. Estes detalhes de arrumar a mesa, etiqueta, aprendi observando,lendo e repasso para meus filhos.
Muito obrigada por mais estas dicas.
Bjs

Patricia Scarpin disse...

Lu, obrigada pelo comentário!
Que bom que os seus filhos podem aprender contigo.
Beijo!

Related Posts with Thumbnails