quinta-feira, outubro 30, 2008

Panquecas de suflê de queijo e brócolis

English version

Savory crepes filled with broccolini cheese soufflé

Tenho meus preconceitos, devo admitir. Aquela coisa do “não vi e não gostei” – já tentei passar por cima disso e não funcionou... E acho que tenho piorado com a idade, ficado mais intolerante.

Esta semana li alguma coisa sobre o filme novo do Clint Eastwood. Como é com a super canastrona Angelina Jolie, nem perderei meu tempo. Se o papo de Oscar para ela já está me dando agonia, que dirá ver aquele "talento" todo em ação.

Mas não sou nenhuma megera: tenho meus momentos “ainda não vi e já gostei”, também. Ou, no caso das panquequinhas de suflê da Leila, “nem comi e já gostei”. :)

E que delícia de receita! Fiz ligeiras adaptações no recheio a gostei demais do resultado. O almoço estava atrasado e a fome, grande, por isso o meu suflê não ficou com uma casquinha lindamente dourada como o da Leila. Tudo bem: resolvo isso quando fizer os crepes de novo, com recheio de suflê de palmito. :)

Savory crepes filled with broccolini cheese soufflé

Panquecas de suflê de queijo e brócolis

Panquecas:
125g de farinha de trigo
1 ovo
1 gema
300ml de leite
pitada generosa de sal
óleo para untar a frigideira

Recheio:
225g de brócolis, somente as flores
sal e pimenta do reino moída na hora
45g de manteiga
45g de farinha de trigo
300ml de leite
½ colher (chá) de mostarda de Dijon
120g de mozarela ralada
4 colheres (sopa) de parmesão ralado
folhinhas de orégano fresco a gosto
4 ovos, claras e gemas separadas
parmesão ralado, extra, para polvilhar

Comece pelas panquecas: peneire a farinha num recipiente e faça um buraco no centro. Acrescente o ovo, a gema, o sal e um pouco de leite. Bate bem e acrescente o restante do leite até obter uma consistência uniforme – a massa fica rala, líquida.
Aqueça uma frigideira antiaderente, de 22cm de diâmetro, e pincele com um fio de óleo. Coloque 3 ½ colheres (sopa) de massa na frigideira e cozinhe por 1 ou 2 minutos, até a panqueca dourar; vire e cozinhe por mais 1-2 minutos.
Retire a panqueca da frigideira e coloque num prato; repita o mesmo procedimento até terminar a massa – você vai obter 8 panquecas.

Agora, o recheio: coloque os brócolis para ferver numa panela com água salgada por 1 minuto. Escorra, jogue água fria por cima e escorra novamente*.

Derreta a manteiga numa panela pequena, em fogo baixo, adicione a farinha de trigo e cozinhe, mexendo sempre, por 1 minuto.
Remova a panela do fogo e vá acrescentando o leite, mexendo bem para não empelotar – usar um fuê aqui vai ajudar bastante. Coloque novamente a panela no fogo adicionando a mostarda e a mozarela, o sal e pimenta. Mexa bem e retire do fogo. Deixe esfriar.

Pré-aqueça o forno a 200ºC.
Bata a gemas e misture com o creme de queijo já frio. Num outro recipiente, bata as claras em neve até ficarem bem firmes. Misture-as delicadamente ao creme de queijo e junte os brócolis e o orégano.

Unte uma forma antiaderente; divida o recheio entre as panquecas, espalhando-o no meio de cada uma. Cubra o recheio com as laterais de cada panquequinha, polvilhe com queijo ralado (esqueci!) e coloque-as na assadeira untada.

Asse por 15 minutos ou até que o suflê tiver crescido bem e a massa estiver crocante. Sirva com salada verde.

* optei por cozinhar os brócolis no vapor até ficarem al dente

Rend.: 4 porções

terça-feira, outubro 28, 2008

Biscoitinhos de tangerina

English version

Tangerine meltaways

Sabem quando algo cisma com algo e é impossível esquecer? Depois de assistir a esse filme – um dos mais lindos que já vi – a trilha ficou tocando na minha cabeça por semanas.

O mesmo aconteceu quando vi os cookies de limão da Jen – eu tinha que fazê-los. TINHA. Mas meus limões tinham acabado (juro que não os tinha usado em caipirinhas). :)
Havia, sim, tangerinas, que deram um final feliz à minha vontade de preparar biscoitinhos cítricos.

Usei esta receita e, apesar de contente com o resultado, achei que os biscoitinhos ficaram mais gostosos sem a cobertura.

Tangerine meltaways

Biscoitinhos de tangerina

- xícara medidora de 240ml

Massa:
¾ xícara (170g) de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
1 xícara (140g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
raspas das cascas de duas tangerinas
3 colheres (sopa) de suco de tangerina fresco
1 colher (sopa) de baunilha
1¾ xícaras (245g) de farinha de trigo
2 colheres (sopa) de amido de milho
¼ colher (chá) de sal

Cobertura:
1 colher (sopa) de suco de tangerina fresco
3 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro, peneirado
½ colher (sopa) de manteiga sem sal, derretida e fria
açúcar de confeiteiro, extra

Cookies: numa tigela, peneire a farinha, o amido de milho e o sal; reserve. Na batedeira, bata a manteiga e o açúcar de confeiteiro até formarem um creme homogêneo. Acrescente as raspas e o suco de tangerina, a baunilha e bata. Junte os ingredientes peneirados e misture para incorporar. Divida a massa em duas partes iguais e coloque-as em pedaços separados de papel manteiga. Com a ajuda de uma régua ou espátula grande, formate a massa num tronquinho e embrulhe com o papel; leve à geladeira por 1 hora.

Pré-aqueça o forno 160ºC; forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.

Corte os tronquinhos em fatias de 5mm e coloque-as nas assadeiras preparadas. Asse por 12-15 minutos e deixe esfriar nas formas – os biscoitinhos não ficarão dourados, apenas firmes.

Faça a cobertura: misture o suco, o açúcar e a manteiga. Cubra os biscoitinhos com o glacê e deixe secar por cerca de 1 hora. Polvilhe com açúcar de confeiteiro.

Rend.: 24 unidades – consegui 32

sexta-feira, outubro 24, 2008

Friands de chocolate branco, pecãs e especiarias para o Sugar High Friday

English version

White chocolate and pecan spice friands

Ou, “o pobre friand solitário”. Porque o da foto foi o único que consegui desenformar – todos os outros 6 ficaram grudados nas forminhas! :(

Acabara de receber o livro pelo correio e procurei por uma receita envolvendo especiarias (o tema do Sugar High Friday). Havia meses que queria preparar friands e o evento seria uma ótima desculpa (como se eu precisasse de alguma desculpa para cozinhar...)

Minhas forminhas para brioche, novinhas em folha, pareciam perfeitas para um bolinho tão delicado. Pena o meu plano não ter dado certo. Realmente untei as danadas pra lá de generosamente, mas...

Estes friands são muito saborosos e bem macios. Deveria ter deixado de fricote e usado a minha forma de muffins.

O meu post vai para o Sugar High Friday, um evento doce e delicioso criado pela Jennifer e desta vez hosted pela gentil e talentosa Anita, que acaba de publicar um livro!

White chocolate and pecan spice friands

Friands de chocolate branco, pecãs e especiarias
doLittle Cafe Cakes

- xícara medidora de 240ml

100g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
100g de chocolate branco, picadinho
1 xícara de pecãs moídas
6 claras, levemente batidas
1 ½ xícaras (210g) de açúcar de confeiteiro
½ xícara (70g) de farinha de trigo
1 colher (chá) de canela em pó
1 colher (chá) de pimenta da jamaica moída

Pré-aqueça o forno a 190ºC. Unte bem – bem mesmo – 10 forminhas de bolinhos individuais ou muffins.
Coloque a manteiga e o chocolate branco numa tigela e derreta-os no microondas, por 1-2 minutos em potência média, mexendo em intervalos de 30 segundos – cuidado para não deixar a manteiga queimar, pois ela derreterá antes do chocolate; se preferir, derreta os ingredientes em banho-maria.
Junte todos os ingredientes numa tigela grande e misture para incorporar (não mexa demais). Coloque a massa nas forminhas, enchendo um pouquinho só mais do que a metade. Leve ao forno por 25 minutos.
Deixe os friands nas forminhas por 5 minutos e depois desenforme-os sobre uma gradinha.

Rend.: 10 unidades – fiz meia receita e consegui 7

quarta-feira, outubro 22, 2008

Shortbread de chocolate e presentes de Berlim

English version

Chocolate shortbread fingers

Cheguei à conclusão de que sou uma clicaholic – toda vez que leio alguma coisa online começo a clicar, clico, vou clicando e clico novamente. De link em link vou e, às vezes, nem me lembro mais de onde comecei. :)

Ouvi “Sweet Sixteen” do Billy Idol hoje de manhã, vindo para o trabalho – amo a música de paixão – e, depois de pesquisar o cara e a música, fui parar aqui. Não conhecia este artista e fiquei intrigada tanto com a sua biografia quanto com o seu trabalho.

Foi assim que conheci a Silvinha, uma brasileira doce que mora em Berlim. Cliquei no Technorati e, em seguida, num blog que havia me linkado... E nos tornamos amigas.

Todas as delícias que vocês vêem nas fotos foram mandadas por ela, lá da Alemanha. Não é fantástico? Vocês, meus amigos de blogs, vão acabar me mimando de um jeito irremediável... :)

Silvinha, querida, obrigada pelos presentes! Amei cada um deles! xoxo

Outro resultado da minha clickmania foi encontrar esta receita – um post da Jen de um tempão atrás. Vocês precisam provar estes cookies, eu lhes peço! Eles são maravilhosos e tenho certeza de que todo mundo aí têm os ingredientes na despensa. :)

Chocolate shortbread fingers

Shortbread de chocolate

- xícara medidora de 240ml

1 ½ xícaras (340g) de manteiga sem sal, amolecida
2 ½ xícaras + 2 colheres (sopa) - 370g – de farinha de trigo
4 ½ colheres (sopa) de cacau em pó, sem adição de açúcar
½ colher (chá) cheia de canela em pó
½ colher (chá) de sal
¼ colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 xícara (200g) de açúcar refinado
açúcar granulado, para polvilhar

Pré-aqueça o forno a 160ºC. Unte uma assadeira de 20x30cm e forre-a com papel manteiga, deixando sobrar papel dos dois lados mais longos (formando “alças”). Peneire a farinha, o cacau, a canela, o sal e o bicarbonato de sódio numa tigela e reserve.

Na batedeira, bata a manteiga e o açúcar refinado em velocidade média até formarem um creme leve e claro. Junte os ingredientes peneirados e misture só até incorporar.
Espalhe a massa na assadeira preparada, preenchendo todos os cantinhos e alisando bem a superfície. Leve ao freezer ou à geladeira por 15 minutos ou até firmar. Fure toda a superfície da massa com um garfo e asse por cerca de 20 minutos (ou até que esteja firme – o meu shortbread precisou de 35 minutos). Enquanto ainda estiver quente, corte em fatias de 10x2,5cm (mas não as remova da assadeira) – um cortador de pizza funciona bem para isso.
Cubra toda a superfície do shortbread com açúcar granulado e deixe esfriar completamente.

Rend.: cerca de 20 unidades (as minhas eram menores, porém mais largas, que as da Jen)

Chocolate shortbread fingers

segunda-feira, outubro 20, 2008

Pão de batata e parmesão

English version

Parmesan potato bread

Começou o horário de verão e estou morrendo de sono... Adoro esta época do ano – a sensação de dias mais longos, especialmente nos finais de semana, é fantástica – mas a primeira semana é bem difícil. :S

Uma fatia deste pão absurdamente macio – uma das receitas maravilhosas da Nic – é, certamente, um jeito ótimo de começar o dia, mesmo que o sol ainda não tenha aparecido.
O sabor de queijo no pão é bem sutil, por isso espalhe manteiga, geléia, Nutella ou o que lhe fizer sorrir. :)
Da próxima vez que fizer a receita, vou polvilhar o pão com parmesão antes de levá-lo ao forno. Hum!

Parmesan potato bread

Pão de batata e parmesão

- xícara medidora de 240ml

224g de batatas próprias para assar (aquelas para fazer nhoque funcionam bem aqui)
2 colheres (sopa) – 28g – de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
1 xícara (240ml) de leite, em temperatura ambiente (pode ser semidesnatado)
1 colher (sopa) de fermento biológico seco
1 colher (sopa) de açúcar
2 colheres (chá) de sal
½ xícara (120ml) de água
4-5 xícaras (560-700g) de farinha de trigo comum – usei 4 ¼ xícaras
1 xícara (100g) de parmesão ralado na hora
1 ovo + 2 colheres (sopa) de água (para pincelar)

Descasque as batatas e corte-as em pedaços iguais. Coloque-as numa panela pequena, cubra com água fria e leve ao fogo até ferver. Cozinhe até ficarem bem macias; escorra e amasse bem enquanto ainda estiverem quentes. Transfira o purê para a tigela da batedeira (se for usar) ou uma tigela grande (se for sovar na mão). Junte o leite e a manteiga e misture bem.
Adicione o fermento biológico e o açúcar à mistura de batata, mexendo bem. Deixe formar uma espuma (5-10 minutos). Acrescente o sal, a água e 3 xícaras (420g) de farinha. Misture até ficar homogêneo (com uma colher de pau ou na batedeira tipo Kitchen Aid, com o batedor de gancho). Junte o parmesão, misture, e comece a adicionar a farinha restante, em porções de ¼ xícara (35g), até formar uma massa que se desgruda das laterais da tigela. Continue batendo por mais 5 minutos (ou sove por 7) até obter uma massa elástica e macia.

Transfira a massa para uma tigela grande (pois cresce bastante), untada levemente com óleo, cubra com filme PVC ou plástico e deixe crescer por 45-60 minutos, ou até dobrar de volume.
Vire a massa sobre uma superfície polvilhada com farinha e deixe sair um pouco do ar que está dentro dela. Divida em duas partes iguais e molde dois filões ovais e longos. Coloque-os numa assadeira grande, bem polvilhada com fubá, ou então forrada com papel manteiga, untado com manteiga ou óleo (os pães grudarão se o papel não for untado); você pode fazer pequenos cortes na superfície dos pães com uma faca bem afiada, se quiser.
Cubra com um pano limpo e deixe crescer novamente, desta vez por 45 minutos.

Enquanto isso, pré-aqueça o forno a 190ºC.
Bata ligeiramente o ovo, adicione a água e use a mistura para pincelar os pães.
Asse por 30-40 minutos, até que o pão doure bem e o fundo faça um som oco se você der batidinhas dele. Caso prefira, meça a temperatura interna do pão com um termômetro próprio para isso – se assado, deverá ficar entre 90 e 93ºC.
Transfira os pães para uma gradinha; só fatie depois de completamente frios.

Rend.: 2 filões grandes

Parmesan potato bread

sexta-feira, outubro 17, 2008

Marshmallows de chocolate

Chocolate marshmallows / Marshmallows de chocolate
Eu e minha amiga fomos ao cinema ontem para ver “Noites de Tormenta” e saímos de lá ainda mais apaixonadas pelo Richard Gere do que já éramos. :)

Parte do filme se passa numa praia lindíssima, com uma casa cercada de varandas. Dá até pra me imaginar lá, com uma xícara de chocolate quente e esses marshmallows. Que jeito gostoso de passar uma tarde fria.
Chocolate marshmallows / Marshmallows de chocolate
Marshmallows de chocolate
da Australian Gourmet Traveller

Marshmallows:20g de gelatina em pó, incolor e sem sabor
330g de açúcar
100ml de glucose de milho
1 colher (chá) de baunilha
20g de cacau em pó

Cobertura:
60g de açúcar de confeiteiro, peneirado
35g de maisena
15g de cacau em pó

Coloque a gelatina na tigela grande da batedeira – tem que ser grande mesmo, pois a mistura aumenta muito de volume – acrescente 1/3 xícara (80ml) de água fria e reserve por 10 minutos, para hidratar.

Misture o açúcar, glucose de milho e 1/3 xícara (80ml) de água fria numa panela e leve ao fogo médio-alto, mexendo até dissolver o açúcar. Deixe ferver e não mexa mais, cozinhando até a mistura chegar à temperatura de 121ºC (use um termômetro culinário). Com a batedeira em velocidade baixa, acrescente esta calda quente à gelatina, aos poucos, em fio e de maneira contínua. Desligue a batedeira, raspe as laterais da tigela, junte a baunilha e bata em velocidade alta até engrossar e ficar fofinho – 8-10 minutos (na Kitchen Aid o tempo cai pela metade).
Forre uma forma quadrada de 17cm* com papel manteiga e pincele-o levemente com óleo (ou unte com cooking spray). Peneire o cacau sobre a mistura de marshmallow, misture bem e transfira para a forma preparada, alisando a superfície. Cubra com papel alumínio ou um prato invertido e deixe firmar de um dia para o outro.
Vire o marshmallow numa tábua também untada (forre com papel manteiga para não passar odores para o doce) e corte em quadradinhos – untar a faca com óleo ajuda bastante.

Peneire o açúcar de confeiteiro, maisena e cacau em pó e passe os quadradinhos de marshmallow por esta mistura.

Os marshmallows podem ser guardados num pote hermético por até 1 semana.

* usei uma forma quadrada de 15cm, bem alta, e acho que uma de 20cm seria melhor ainda.

Rend.: aproximadamente 60 unidades

quarta-feira, outubro 15, 2008

Trufas de chocolate branco, cranberry e Cointreau

English version

White chocolate, cranberry and Cointreau truffles

Antes de casar, costumava ouvir que as noivas nunca comem durante a festa – elas estão muito ocupadas circulando pelo local, cumprimentando convidados, agradecendo presentes...

Posso não ter comido horrores no meu casamento, mas não por estar super ocupada. Falei, sim, com todos e foi maravilhoso ver rostos queridos num dia tão incrível para mim, mas era tratava-se do meu dia e do que gosto de fazer. Por isso dancei tanto – no final da festa meus sapatos já estavam perdidos por algum canto – e aproveitei muito o momento com o João, com direito a bolo e sorvete.

O buffet que contratamos preparou uma caixinha com finger food e docinhos para beliscarmos no hotel – foi bacana. Havia vários docinhos na caixa e estavam deliciosos – pude experimentar aqueles não comera na festa. :)

Hoje lhes conto tudo isso por causa do desafio da Fernanda. Adoro docinhos de casamento – bem-casado é a minha perdição. Participo com estas trufinhas – as do meu casamento eram mais tradicionais, com um toquezinho de conhaque. Resolvi usar um ingrediente incomum para nós e que combina bastante com laranja – cranberries secas.

White chocolate, cranberry and Cointreau truffles

Trufas de chocolate branco, cranberry e Cointreau
adaptei daqui

- xícara medidora de 240ml

300g de chocolate branco
¼ xícara (60ml) de creme de leite fresco
1 ½ colheres (sopa) de Cointreau ou outro licor de laranja
½ xícara de cranberries secas, bem picadinhas
1 colher (chá) de raspas de casca de laranja
½ xícara (70g) de açúcar de confeiteiro

Derreta o chocolate em banho-maria.
Numa outra panelinha ou tigela refratária, aqueça o creme de leite (não deixe escaldar).
Acrescente o creme de leite ao chocolate, ainda em banho-maria, e misture bem.
Retire do fogo, adicione o Cointrau, as cranberries e as raspas de laranja e bata bem – o chocolate vai ficar com aparência de talhado quando você adicionar o licor; não se preocupe. Apenas bata bem até ficar brilhante novamente.
Cubra e leve à geladeira até firmar (4 horas ou de véspera). Retire a mistura da geladeira uns 10 minutos antes de enrolar as trufas.
Com a ajuda de colherzinha, faça bolinhas com a massa e passe-as pelo açúcar de confeiteiro. Leve à geladeira novamente para firmar; coloque em forminhas de papel se desejar.

Rend.: 25-30 trufas.

White chocolate, cranberry and Cointreau truffles

segunda-feira, outubro 13, 2008

Bolinhos de iogurte com especiarias e uma caixa de presentes

English version

Spiced yogurt mini cakes

Recebi uma caixa cheia de presentes!!

Estes foram os prêmios maravilhosos que ganhei com a minha panna cotta de saquê e foram enviados pela Clarice – obrigada, querida!

Falando na Clarice, pensei muito nela ao escolher e preparar estes bolinhos – delicados e lindos como ela. Ela adora fubá, sei bem, mas canela maravilhosa que estava entre os presentes me contagiou e tive de preparar algo com este sabor.

Clarice, minha amiga, eu gostaria de poder lhe servir estes bolinhos pessoalmente, numa mesa bem bonita; já que não posso, os ofereço virtualmente, com muito carinho!

Spiced yogurt mini cakes

Bolinhos de iogurte com especiarias
do livro Claudia Cozinha

1/3 xícara de amêndoas sem pele, grosseiramente picadas
1 ¼ xícaras (225g) de açúcar granulado
1 colher (chá) de canela em pó
1 pitada de noz moscada moída na hora
1 ½ xícaras (180g) de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
6 colheres (sopa) – 90g – de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
1 ovo
1 colher (chá) de baunilha
1 copo (200g) de iogurte natural

Cobertura:
1 xícara (140g) de açúcar de confeiteiro
2 colheres (sopa) de leite
3 colheres (sopa) de amêndoas em lâminas, levemente tostadas

Pré-aqueça o forno a 180ºC; unte bem uma forma de muffins (com 12 cavidades) com manteiga.

Em uma tigela, misture as amêndoas picadas, 4 colheres (sopa) do açúcar granulado, a canela e a noz-moscada.

Em outra tigela, peneire juntos a farinha de trigo, o fermento, o bicarbonato e o sal. Reserve.

Na batedeira, bata a manteiga com o açúcar granulado restante até formar um creme claro e fofo. Adicione o ovo e a baunilha e bata novamente. Junte a esse creme 1/3 da mistura de ingredientes peneirados e metade do iogurte, mexendo com uma espátula de silicone/borracha. Vá acrescentando o restante dos ingredientes aos poucos.
Coloque uma colherada cheia de massa no fundo de cada cavidade da assadeira. Cubra com uma parte generosa da mistura de especiarias e amêndoas. Finalize com massa de bolo – não encha demais cada cavidade para que a massa não transborde dentro do forno.
Asse por cerca de 20 minutos ou até dourarem – faça o teste do palito.
Retire do forno e deixe esfriar completamente antes de desenformar.

Prepare a cobertura: junte açúcar de confeiteiro e o leite numa tigelinha, misturando bem até formarem um glacê homogêneo. Se necessário, adicione mais leite para diluir a mistura. Derrame sobre os bolinhos já frios e salpique com as amêndoas em lâminas.

Rend.: 12 unidades

Spiced yogurt mini cakes

sexta-feira, outubro 10, 2008

Biscoitos venezianos

English version

Venetian biscuits

Às vezes tenho a impressão de que as pessoas tendem a complicar o que é simples até arruinarem tudo.

O filme que vi ontem, por exemplo (estou até agora tentando entender todo o auê e as indicações ao Oscar). Uma história interessantíssima – já ouvi falar muito do livro, quero ler – foi reduzida a um editorial de moda. Isso sem falar da péssima escolha para protagonista: uma garota sem talento, que só sabe fazer bico e que deve ter comido pela última vez lá em 1995.

Eu não faria a mesma coisa com esses simples, leves e lindos biscoitinhos da Valentina. Minha única alteração foi acrescentar raspas de laranja à massa, o que deu um perfume delicioso aos biscoitos.

Venetian biscuits

Biscoitos venezianos

225g de farinha de trigo
225g de açúcar
raspas da casca de 1 laranja grande
4 gemas
1 ovo
½ colher (sopa) de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
1 pitada de sal

Pré-aqueça o forno a 180ºC/350ºF. Forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga e unte ligeiramente o papel.

Numa tigela média, misture todos os ingredientes com a colher de pau para obter uma mistura homogênea. Siga misturando com as mãos, formando uma massa.

Trabalhando numa superfície levemente enfarinhada, separe porções de massa – usei cerca de ½ colher (sopa) por biscoito – e faça uma “cobrinha”, em seguida moldando-a em forma de “S”. Coloque na assadeira e leve ao forno por cerca de 15 minutos, ou até que dourem na parte inferior.

Retire do forno e transfira o papel para uma gradinha até os cookies esfriarem. Remova os biscoitos do papel com cuidado para que não quebrem.

Rend.: cerca de 35 unidades

quarta-feira, outubro 08, 2008

Shortbreads com maçãs secas e doce de leite

English version

Toffee apple shortbreads

Fomos ao Mercadão no final de semana – apesar de ser tão comentado e famoso, nunca tinha ido lá (as filas para estacionar me desmotivavam). Aliás, li que o Anthony Bourdain falou um monte de bobagem sobre São Paulo quando esteve aqui – não precisa mais voltar, tá? Nunquinha mesmo. Grata.

Nem preciso dizer que fiquei doida com todos os temperos, especiarias, frutas secas e frescas, legumes, queijos, azeitonas... Voltei pra casa com várias sacolinhas. E a carteira vazia. :)

Resolvi estrear logo umas maçãs secas deliciosas que encontrei lá – tão gostosinhas que foi sorte ter comprado mais do que a receita pedia... :)

Encontrei estas barrinhas aqui e usei uma forma diferente para prepará-las. Usem uma faca aquecida para fatiá-las e não estraguem a cobertura como eu.

Toffee apple shortbreads

Shortbreads com maçãs secas e doce de leite
da Delicious magazine

Base de shortbread:
110g de manteiga sem sal, amolecida, e mais um pouquinho para untar
40g de açúcar refinado
175g de farinha de trigo
10g de maisena

Recheio/cobertura:
100g de maçãs secas, em fatias finas
450g de doce de leite firme*
200g de chocolate amargo, picado e dividido

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Unte e forre uma forma quadrada de 20cm com papel manteiga, deixando um pouco de papel para fora da forma em pelo menos dois lados, formando alças (vão tornar mais fácil a tarefa de desenformar).
Para preparar a base, bata, na batedeira, a manteiga e o açúcar até obter um creme leve e claro. Peneire sobre ele a farinha e a maisena e, usando uma espátula e, em seguida, as mãos, forme uma massa. Coloque-a na assadeira preparada e vá espalhando, com as pontas dos dedos, até cobrir todo o fundo (forre todos os cantinhos); caso tenha mãos muito “quentes”, tente fazer isso com as costas de uma colher levemente polvilhada de farinha.
Asse por 20 minutos ou até dourar. Deixe esfriar.
Polvilhe as maçãs sobre a base fria, cubra com o doce de leite e espalhe bem. Leve à geladeira por 1 hora.
Derreta 150g do chocolate numa tigela de vidro, em banho-maria. Retire a tigela de vidro da água e enxugue-a rapidamente com um pano de prato – não deixe água entrar em contato com o chocolate. Junte os 50g de chocolate restantes e misture bem até derretê-lo. Derrame o chocolate sobre a camada de doce de leite e deixe firmar em temperatura ambiente (cerda de 2 horas).
Remova da assadeira e corte em quadradinhos.

* se preferir, aqueça o doce de leite para vertê-lo sobre a base de cookie

Rend.: 16 quadradinhos

segunda-feira, outubro 06, 2008

Madeleines de lavanda

English version

Lavender madeleines

Chega de revista ruim, certo? Vamos falar de uma bacana – Donna Hay.

Quem me lê há um tempinho sabe o quanto adoro tudo relacionado à Donna – além das receitas deliciosas e que sempre dão certo, a revista dela também traz idéias lindas para a casa e para receber. Alguns de vocês me contaram, por comentários e emails, que não encontram a revista onde moram e/ou o ela custa muito caro e fica inviável comprar os exemplares regularmente. Tenho ótimas notícias: a Donna colocou no ar seu novo site e está fantástico! Cheio de receitas (com fotos!) e idéias de estilo fabulosas. Vamos lá, dêem uma olhada! Sei que vão amar. :)

Falando em coisas maravilhosas e pessoas talentosas, peguei a receita destas madeleines no blog da Helen e as fiz usando a lavanda que ganhei de presente do Allen.

Lavender madeleines

Madeleines de lavanda

- xícara medidora de 240ml

5 colheres (sopa) – 70g - de manteiga sem sal
1 colher (sopa) de lavanda seca comestível
¾ xícara (105g) de farinha de trigo
½ colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
1/3 xícara (67g) de açúcar
raspas da casca de ½ limão siciliano
2 ovos grandes
2 colheres (sopa) de mel
2 colheres (chá) de baunilha

Derreta a manteiga com a lavanda e reserve por 10 minutos para infundir. Passe pela peneira e mantenha metade da lavanda (ou descarte tudo, se preferir).
Peneire juntos a farinha, o fermento e o sal numa tigelinha.
Na tigela da batedeira, bata os ovos, o açúcar e as raspas de limão até obter um creme espesso e claro, cerca de 3 minutos. Acrescente o mel e a baunilha e bata por mais 1 minuto. Usando uma espátula de borracha/silicone, incorpore os ingredientes secos peneirados e, em seguida, a manteiga, misturando gentilmente. Leve a massa à geladeira, coberta com filme PVC ou tampa, por pelo menos 2 horas, ou até 3 dias (refrigerar a massa ajuda a formar os calombinhos característicos das madeleines).

Pré-aqueça o forno a 200ºC.
Unte com manteiga e enfarinhe as forminhas de madeleines. Divida a massa entre os moldes e asse por 12-14 minutos ou até que dourem.

Rend.: 12 – a Helen conseguiu 24; fiz meia receita e consegui 15

Lavender madeleines

sexta-feira, outubro 03, 2008

Brownies em forma de cookies

English version

Brownie roll-out cookies

Lembram-se do post em que reclamei da Bon Appétit? Mandei um email para o atendimento ao consumidor da revista, pedindo informações sobre cancelamento de assinatura – queria saber se haveria um reembolso caso eu resolvesse cancelar. Agora, semanas depois e sem nenhuma resposta deles, descobri que a minha assinatura foi simplesmente cancelada. Isso mesmo – eles o fizeram sem que eu tivesse pedido por isso. Dá pra acreditar?
Obrigada, Bon Appétit, por tomar decisões SÁBIAS por mim! :S

Ainda bem que não preciso daquela revista para conseguir ótimas receitas – há outras fontes, que considero muitíssimo melhores. Como os blogs maravilhosos que leio.

Peguei a receita destes cookies deliciosos no blog da Deb e a inspiração para cortá-los como estrelinhas veio dos shortbreads lindos do Vitor Hugo.

E por falar em blogs que adoro, fiz estes cookies usando um dos presentes que o meu querido amigo Ivan trouxe das férias nos EUA – encaixando estas argolinhas (sobre as quais a Nic postou esta semana) nas extremidades do rolo de massas consegui biscoitinhos da mesma espessura:


Brownies em forma de cookies

- xícara medidora de 240ml

3 xícaras (420g) de farinha de trigo
½ colher (chá) de sal
½ colher (chá) de fermento em pó
1 xícara (226g) de manteiga sem sal, amolecida + 1 pitada de sal
1 ½ xícaras (300g) de açúcar
2 ovos grandes
1 colher (chá) de baunilha
2/3 xícara (60g) de cacau em pó, sem adição de açúcar

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Misture a farinha, ½ colher (chá) de sal e o fermento numa tigela e reserve.
Junte a manteiga, a pitada de sal, o açúcar, os ovos, a baunilha e o cacau na tigela da batedeira e bata até incorporar tudo. Acrescente os ingredientes secos aos poucos, misturando até obter uma massa homogênea. Embrulhe com filme PVC ou plástico e leve à geladeira por pelo menos 1 hora.

Abra a massa numa superfície polvilhada com farinha (fiz isso com a massa entre dois pedaços grandes de papel manteiga levemente enfarinhados) até conseguir uma espessura de cerca de 0,60cm. Corte nos formatos desejados e, usando um pincel, retire o excesso de farinha dos cookies (caso haja).
Coloque-os em assadeiras grandes, de beiradas baixas, forradas com papel manteiga e asse por aproximadamente 11 minutos, ou até que as extremidades firmem e os centros dos cookies estejam macios e levemente “estufados”.
Transfira para uma gradinha e deixe esfriar.

Rend.: de acordo com a Deb, um montão. Fiz meia receita, usei um cortador de estrela de 5cm e consegui 45 cookies.

Brownie roll-out cookies

quarta-feira, outubro 01, 2008

Brioche recheado com ganache

English version

Brioche filled with chocolate ganache

Depois das lágrimas no final de semana, um vídeo me fez gargalhar segunda à noite. Vocês já viram o menininho de 9 anos que imita o Gordon Ramsay? Assisti ao vídeo três vezes seguidas – gostei mesmo, né? E só não houve uma quarta porque o João disse que eu provavelmente acordaria o prédio inteiro. :)

“Nada como um dia depois do outro”, minha avó sempre diz. E, apesar de ser meio boca suja, ela é uma pessoa muito sábia. :)

Por isso, trago-lhes este brioche. Depois daquela bomba, precisava de um bom pão. E este, meus amigos, é fantástico.

Brioche filled with chocolate ganache

Brioche recheado com ganache
do Artisan Bread in Five Minutes a Day

- xícara medidora de 240ml

Massa de brioche*:
1 ½ xícaras (360ml) de água morna
1 ½ colheres (sopa) de fermento biológico seco
1 ½ colheres (sopa) de sal
8 ovos ligeiramente batidos
½ xícara de mel
1½ xícaras (340g) de manteiga sem sal, derretida e fria
7½ xícaras (1.050g) de farinha de trigo comum

Recheio**:
112g de chocolate amargo – usei um com 60% de cacau
2 colheres (sopa) - 28g – de manteiga sem sal, e mais um pouquinho para untar a forma
4 colheres (chá) de cacau em pó, sem adição de açúcar
1 colher (sopa) de rum – usei conhaque
5 colheres (sopa) de glucose de milho
1 clara, levemente batida com 1 colher (sopa) de água
açúcar granulado, para polvilhar

Comece pela massa: misture o fermento, o sal, os ovos, o mel e a manteiga derretida com a água numa tigela com capacidade para pouco mais de 4,5 litros. Junte a farinha, mexendo com uma colher (sem sovar) – você pode usar um processador de alimentos com capacidade para 14 xícaras ou uma batedeira tipo Kitchen Aid, com o batedor em forma de gancho (que foi o que usei). Se optar por usar as mãos, pode ser necessário umedecê-las para incorporar o finalzinho da farinha. A massa ficará molinha, mas firmará ao ser refrigerada. Não tente trabalhar com a massa antes do tempo de geladeira. Alguns carocinhos podem aparecer na massa, mas sumirão no produto final.

Cubra (não hermeticamente) e deixe em temperatura ambiente até a massa crescer e rachar, ou ficar com a superfície achatada – cerca de 2 horas. A massa estará pronta para ser usada após ser refrigerada. Guarde-a na geladeira, tampada (não hermeticamente) e use-a em no máximo 5 dias. Ou então congele a massa em porções de 450g num recipiente hermético por até 4 semanas. Quando desejar prepará-la, descongele na geladeira por 24 horas e em seguida deixe crescer e descansar de acordo com a receita que usar.

Agora, prepare o ganache: derreta o chocolate em banho-maria ou no microondas (em potência baixa). Retire do fogo, junte manteiga e misture até ficar homogêneo.
Numa tigelinha, coloque o rum e o cacau em pó, mexendo até dissolver. Acrescente a glucose de milho e misture bem. Junte esta mistura ao chocolate com manteiga e incorpore.

Unte uma forma de bolo inglês antiaderente de 22,5x10x7,5cm (usei uma comum de 26x10x5cm e forrei com papel manteiga).
Polvilhe a superfície da massa de brioche com farinha e corte uma porção de aproximadamente 450g. Polvilhe a porção com farinha e forme uma bola com ela, esticando-a em uma superfície enfarinhada e puxando as pontas de volta ao centro.
Com um rolo, abra a massa num retângulo de cerca de 0,60cm de espessura, girando a massa e polvilhando a superfície com farinha para que o retângulo não grude.

Espalhe ½ xícara de ganache uniformemente sobre a massa, deixando uma borda de 2,5cm sem recheio. Começando pelo lado mais curto, enrole a massa como se fosse um rocambole e belisque o final para selar bem as extremidades. Enfie as duas pontas embaixo do filão e transfira-o para a assadeira preparada. Deixe descansar por 1 hora e 40 minutos.

Pré-aqueça o forno a 180ºC. Pincele a superfície do brioche com a clara batida com água e polvilhe levemente com açúcar granulado.
Asse por cerca de 45 minutos ou até a superfície do brioche dourar e o açúcar caramelizar. Retire da forma e deixe esfriar ligeiramente; regue o pão com o ganache restante. Deixe esfriar completamente antes de fatiar.

* esta quantidade de massa rende 4 pães de 450g cada – fiz metade da receita para obter dois brioches

** esta receita de ganache é suficiente para rechear 1 brioche de 450g; dobrei para rechear a quantidade de massa que havia preparado.

Brioche filled with chocolate ganache

Related Posts with Thumbnails