Monday, March 12, 2018

Pão de forma do meu jeito (sem lactose)

English version

Simple breakfast bread / Pão de forma do meu jeito

Estava em busca de uma receita de pão de forma para fazer sanduíches, transformar em torrada no café da manhã, ou seja, tudo o que a gente faz com pão de forma de pacote. Em casa não consumimos mais este tipo de produto e as versões caseiras que eu vi por aí levavam leite ou manteiga (ou ambos). Pensei em fazer o pão de aveia da Kim Boyce, que é delicioso, substituindo a manteiga por azeite, mas o modo de preparo não era tão simples quanto eu queria naquele momento.

Fui até o site da King Arthur Flour e dei o meu toque a esta receita de pão deles: um pouco de farinha integral, outro punhado de aveia, nada de leite ou manteiga. Não é um pão leve como um pão de forma industrializado e é justamente por isso que gostei tanto do resultado, mas a surpresa veio mesmo com o meu sobrinho de três anos: ao ver o pão esfriando na bancada, ele pediu um pedaço. Dei um quadradinho minúsculo para ele provar, certa de que ele não iria gostar de um pão denso como aquele, mas ele devorou rapidinho e pediu bis (e tris). :)

Pão de forma do meu jeito
um tiquinho adaptado daqui

- xícara medidora de 240sml

1 1/3 xícaras (320ml) de água morna
1 ½ colheres (chá) de fermento biológico seco
1 colher (sopa) de açúcar demerara – usei pelo sabor caramelado; pode ser substituído por açúcar cristal
½ colher (sopa) de mel
1 ½ colheres (sopa) de azeite de oliva extra virgem
3 xícaras (420g) de farinha de trigo comum
½ xícara (70g) de farinha de trigo integral
1/3 xícara (30g) de aveia em flocos
1 ½ colheres (chá) de sal

Coloque a água, o fermento, o açúcar e o mel na tigela de uma batedeira planetária e misture com um garfo. Reserve até espumar. Junte o azeite, as farinhas, a aveia e o sal e bata com o batedor de gancho por 8-10 minutos ou até obter uma massa elástica e homogênea – se sovar na mão, 12 minutos são suficientes. Transfira para uma tigela grande levemente pincelada com azeite, cubra com filme plástico e deixe crescer em um lugar quentinho, livre de correntes de ar, por 1 ½ horas ou até dobrar de volume.

Pincele com azeite uma forma de bolo inglês com capacidade para 5 xícaras de massa. Dê um soquinho na massa para retirar o excesso de ar e transfira para uma superfície levemente enfarinhada. Abra com um rolo formando um retângulo grande, e em seguida dobre como uma carta comercial, fazendo com que fique da largura da forma. Transfira para a forma, cubra e deixe crescer novamente em um lugar quentinho, livre de correntes de ar, por 1 hora – enquanto isso, preaqueça o forno a 200°C.

Asse o pão por cerca de 30 minutos ou até que cresça e doure bem - para verificar se o pão está pronto dê batidinhas na superfície com os nós dos dedos: o som deve ser de algo oco. Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por 5 minutos e então desenforme com cuidado sobre a gradinha. Deixe esfriar completamente.

Rend.: cerca de 10 fatias

5 comments:

Marcia said...

Lindo o seu pão, Patrícia, parece mesmo irresistível, como o Pinguinho comprovou! Acredito que os melhores pães são aqueles com mínimos ingredientes: farinha, água, sal e fermento/levedura. Estou aqui para ser a chata do No Knead Bread novamente. Por anos tentei fazer sourdough em casa e ficava alimentando o 'starter'. todo aquele esquema militar etc. Sinceramente, o No Knead Bread tem uma textura e um sabor melhor que os sourdough que testei. E sem a trabalheira toda, sem lactose, ótimo para sanduiches, excelente para torradas. Tente, dear Patricia, você vai adorar!

Simone Palmeira said...

Oi Patrícia! Vou testar sua receita, ano pães feitos em casa mas costumo usar a máquina de fazer pão ultimamente pela praticidade, será que dá certo com essa receita?

Patricia Luck said...

Sempre fiz pão caseiro, em algumas épocas mais, outras menos. Não há qualquer comparação possível desse que a gente faz em casa com a tranqueira que vem no pacote. Quando não tenho tempo/paciência de fazer, parto para o pão francês (que atualmente é feito a partir de um pó pronto...oh god...) ou o pão de um francês aqui perto de casa. Também tenho me aventurado pela fermentação natural, mas é algo que exige tempo e dedicação. Obrigada pela receita, bjs.

miriam said...

olá fiz ontem o pao e corri aqui para contar que adorei! Obrigada por compartilhar

Brazilmt04 said...

Olá! É a segunda vez que faço esta receita, pois a família adorou! Fiz uma alteração na 2a fornada, talvez você queira tentar: substitui metade da medida de farinha de trigo branca por integral, e a medida original de farinha integral substitui por granola salgada, gostamos do toque crunch! Um beijo, Maria Teresa

Related Posts with Thumbnails