Friday, February 07, 2014

Charutinhos de repolho - diferentes dos que minha mãe costumava fazer

English version

Stuffed cabbage parcels / Charutinhos de repolho

Ainda no assunto gostos que mudam, há alimentos que eu hoje adoro e que não suportava quando criança (ou até mesmo no começo da vida adulta). Já escrevi sobre isso, mas estes charutinhos de repolho me fizeram pensar nisso novamente, pois minha mãe costumava fazer uma versão deles que eu, quando pequena, odiava. Vocês podem achar que eu não gostava do prato por ser criança e crianças odeiam verduras e legumes, mas não era isso, não: eu comia baciadas de repolho cru só com limão e sal. O problema, para mim, era que os charutinhos eram molengas e aguados, e o recheio (feito com uma mistura de carne moída e arroz) virava uma coisa compacta dentro das folhas de repolho – e a minha mãe era uma cozinheira de mão cheia, o que me deixa com pena de todo mundo que comia charutinhos preparados daquele jeito. :S

Estes charutinhos, entretanto, uma receita que adaptei ligeiramente de Anna Del Conte (de quem a Nigella tanto fala), são outra história, e foi por isso que quis fazê-los assim que li a receita: em vez do arroz, a carne moída é combinada com linguiça e parmesão – um ótimo começo, não? E eu adicionei um punhado generoso de salsinha, pois tudo fica mais gostoso com ervas frescas. Os rolinhos são assados em vez de cozidos em água na panela de pressão – outro ótimo passo para evitar que o prato fique aguado. E, para tornar tudo ainda mais saboroso, há molho de tomate, e eu sou louca por molho de tomate.

Os charutinhos ficaram uma delícia e para mim esta se tornou A forma de prepará-los – meu marido, que também cresceu comendo charutinhos feitos do outro jeito, adorou, também. :)

Charutinhos de repolho
da sempre apetitosa revista Delicious UK

400g de repolho verde, as folhas externas removidas (podem ser usadas em outra receita)
350g de carne bovina moída magra
2 linguiças, sem as pele, esmigalhadas
3 colheres (sopa) de parmesão ralado
1 ovo grande
sal e pimenta do reino moída na hora
1 pitada de noz-moscada ralada na hora
30g de pão de forma branco, sem as cascas
5 colheres (sopa) de leite integral
1 cravo-da-índia
1 punhado generoso de salsinha picada
2 dentes de alho cortados ao meio
azeite de oliva para untar
4 tomates bem maduros
25g de manteiga sem sal

Corte o talo inferior do repolho e, com cuidado, remova e separe as folhas. Lave-as.
Leve uma panela grande de água salgada ao fogo até ferver, e então adicione as folhas de repolho, cozinhando-as por 3 minutos. Retire-as com jeitinho da panela usando uma escumadeira e arrume-as sobre uma camada dupla de papel toalha.
Recheio: em uma tigela grande, misture a carne moída, a carne das linguiças, o parmesão e ovo. Tempere com sal, pimenta do reino, a noz-moscada e misture. Em uma panelinha, junte o pão, o leite e o cravo e leve ao fogo baixo, mexendo, até o pão absorver o leite. Descarte o cravo e incorpore o pão à mistura de carne. Tempere novamente se necessário e junte a salsinha.
Pré-aqueça o forno a 190°C. Separe um refratário raso grande (um em que caibam os rolinhos um ao lado do outro) e esfregue-o com um dos dentes de alho e um pouco de azeite. Enxugue as folhas de repolho com papel toalha e remova a parte mais dura do talo. Coloque 1 colher (sopa) cheia de recheio em cada folha e enrole, formando um pacotinho, e deixe a emenda virada para baixo. Assume os charutinhos lado a lado no refratário. Corte os tomates ao meio, retire as sementes e coloque no processador com sal, pimenta e os dentes de alho (incluindo o que você passou no refratário). Processe até obter um purê e então derrame sobre o repolho. Coloque um pedacinho de manteiga sobre cada charutinho, cubra o refratário com papel alumínio e leve ao forno por 25 minutos. Sirva imediatamente.

Rend.: 4 porções – com esta quantidade de recheio consegui 16 charutinhos

12 comments:

Tertúlia da Susy said...

Podem ser diferentes mas são bem ao meu gosto.
Bom fim de semana
Bjs, Susana
http://tertuliadasusy.blogspot.pt/
https://www.facebook.com/Tertuliadasusy

Laura Pires said...

Que delícia!!! Com certeza irei testar a receita, mas sou vegetariana. Então, irei mudar o recheio para legumes, ou espinafre, ricota, palmito... Alguma dica?

Um beijo!

Susana Machado said...

Uma excelente sugestão!
Beijinhos,
http://sudelicia.blogspot.pt/

Momentos Editados said...

Parece-me muito bem!! Faço muitas receitas deste género porque adoro estas trouxinhas de couve. :)

Dejanira Rodrigues said...

Hummmm, deliciosooo este charutinhos,!!! Obrigada pela postagem.!!! bjsss

Anonymous said...

Ola, gostaria de saber se com apenas 4 tomates consigo um molho com uma cor vermelha como essa?
Bjos

Masterchef cá de casa said...

Vou experimentar, parece-me uma combinação interessante de sabores.

valeria rezende said...

Oi Patrícia, aqui em casa minha vó(que morava com a gente e cozinhava, minha mãe só entrava na cozinha pra beber água, palavras dela) fazia a versão que vc não gostava direto. Será um clássico dos anos 80 e não estamos sabendo?
Abraços!

Patricia Scarpin said...

Laura, putz, depende do seu gosto. Eu adoro ricota como recheio, mas não sei se aqui ela vazaria dos charutinhos... Só testando. Beijo!

Val, eu achava que só lá em casa esse repolho aparecia - acho que deve ser mesmo um clássico da época! :D
Beijo, querida!

Arabiane said...

Cada vez que vejo as fotos... verte água da boca!

Anonymous said...

Olá, desculpe a insistência sobre a cor, mas é por que toda vez q faço molho de tomate c tomates batidos no liquidificador ele fica pálido.
Obrigada.
Simone

Patricia Scarpin said...

Simone, eu usei tomates bem maduros e os bati no processador de alimentos.

Related Posts with Thumbnails