sexta-feira, junho 28, 2013

Pãezinhos de laranja, canela e passas de corinto e outra decepção com reality shows culinários

English version

Spiced orange and currant rolls / Pãezinhos de laranja, canela e passas de corinto

Mais uma vez assisti a um reality show culinário e me desapontei com o vencedor – é evidente que não aprendi nada com “Top Chef”, não é mesmo? :/

* spoilers de “The Great British Bake Off” temporadas 2 e 3*

Escolher John em vez de Brendan foi extremamente injusto – a Valentina acha que eles optaram pelo bonitinho, aquele que com o visual mais “apropriado” para a TV ou capas de livros e revistas, e concordo com ela. Tenho o livro do John Whaite e depois de assistir ao programa achei que o livro não soa muito como o rapaz; as receitas parecem deliciosas, mas na minha opinião elas não combinam com o menino que vi na TV – no livro ele parece muito mais habilidoso.

Não assisti à segunda temporada de “The Great British Bake Off”, mas comprei o livro da Jo Wheatley, cheio de receitas fantásticas. Não sei se ela foi bem ou não nos desafios do programa, mas se estes pãezinhos são sinal de alguma coisa acho que ela mereceu ganhar a competição. As passas de corinto embebidas em vinho são a minha contribuição à receita da Jo – eu me empolguei na loja virtual da Casa Santa Luzia (ir até lá é fora de mão pra mim, então comprar pela Internet se tornou uma solução bem boa) e comprei passas de corinto demais (com o plano de fazer biscoitos Garibaldi), por isso agora preciso dar um jeito de usar o estoque. Caso vocês não encontrem, é só substituir por passas comuns picadas (assim elas ficam pequeninas como as suas primas de corinto).

Pãezinhos de laranja, canela e passas de corinto
adaptados do lindo A Passion for Baking (comprei o meu aqui)

- xícara medidora de 240ml

Massa:
350g de farinha de trigo comum
1 1/8 colheres (chá) de fermento biológico seco
¼ xícara (50g) de açúcar cristal
1 pitada de sal
½ xícara (120ml) de leite integral morno
raspas da casca de 1 laranja
¼ xícara (60ml) de suco de laranja espremido na hora
30g de manteiga sem sal, derretida
1 ovo grandes
½ colher (chá) de extrato de baunilha

Recheio:
2/3 xícara de passas de corinto
1/3 xícara de vinho Marsala
¼ xícara (50g) de açúcar demerara
1 colher (chá) de canela em pó
½ xícara (55g) de pecãs, picadinhas – meça, depois pique
1 colher (sopa) de manteiga sem sal, derretida – meça, depois derreta

Na tigela grande da batedeira, coloque a farinha, o fermento e o açúcar. Coloque o sal na tigela longe do fermento. Acrescente o leite, as raspas e o suco de laranja, a manteiga, o ovo e a baunilha e, usando o batedor em formato de gancho (ou os batedores para massas pesadas) sove a massa até que fique elástica e macia, cerca de 8 minutos. Transfira para uma tigela grande levemente untada com manteiga, cubra com filme plástico e deixe crescer em um lugar morninho por 1 ½ horas ou até que a massa dobre de volume. Enquanto isso, unte com manteiga 8 cavidades de uma forma de muffins (cada cavidade tem capacidade para 1/3 xícara) e faça o recheio: em uma panelinha, misture as passas e o Marsala e leve ao fogo médio. Quando começar a ferver, desligue e deixe esfriar completamente. Em uma tigelinha, misture bem o açúcar demerara, a canela e as pecãs. Reserve.

Dê um soquinho na massa para retirar o excesso de ar e transfira para uma superfície levemente enfarinhada. Abra com o rolo até obter um retângulo de 40x30cm. Pincele a massa com a manteiga derretida e espalhe a mistura de pecãs de maneira homogênea sobre toda a massa. Escorra as passas (descarte o vinho) e espalhe-as sobre o recheio. Começando pelo lado mais longo, enrole a massa como se fosse um rocambole para obter um cilindro fino.
Com uma faca afiada, divida a massa em 8 porções iguais. Coloque-as com o lado cortado virado para cima dentro das cavidades da forma preparada. Cubra de maneira frouxa com filme plástico e deixe crescer novamente por cerca de 1 hora ou até que os rolinhos cresçam.
Pré-aqueça o forno a 200°C. Antes de assar os pãezinhos, encha as cavidades vazias da forma com água fria pela metade. Asse por 25 minutos ou até que os pãezinhos estejam bem dourados. Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por 8 minutos e então retire com cuidado, transferindo para a forma. Polvilhe com açúcar de confeiteiro antes de servir, mornos ou em temperatura ambiente. Os pãezinhos ficam ótimos reaquecidos, também.

Rend.: 8 unidades

10 comentários:

Catarina Nogueira disse...

O rei dos reality shows culinários para mim é o "Masterchef Australia". As masterclasses são inspiradoras, e o site oficial partilha as receitas :)

Viviane Moreira disse...

Concordo com a Catarina amo o Australiano!
Esse que vc mencionou nunca tinha ouvido falar, mas o Top Chef apesar de sempre me decepcionar com o vencedor eu sou viciada! =P
Bjss
Vi

Nico disse...

Oi Patricia! A melhor parte do TGBBO são os 3 episódios depois da competição, que é a parte em que o Paul Hollywood e a Mary Berry ensinam passa a passo receitas deles. Assisti só a terceira temporada e também achei injusto o Brendan não vencer. Mas a Tv é assim mesmo, vive de vender imagem. Adorei o pãozinho.

Renata disse...

Pat, hehehehe, lendo o seu depoimento eu me identifiquei na hora! Também não achei nada justo escolherem o John ao invés do Brendan, ele realmente mandou super bem em quase todos os desafios. Mas mesmo assim adoro o programa, pra mim está ganhando de 1000 a 0 dos mais recentes Top Chefs. E é inglês, acho graça que até na hora de mandar embora eles são educados, dão abraços e beijinhos.. Kkkkkkkk!

Beijo!

Lilian disse...

Patrícia, vc não é a única. Também já abandonei o Grande Gatsbi, o enredo do livro é legal, mas não é uma leitura cativante. bjs

Patricia Scarpin disse...

Catarina, vi alguns episódios mas achei o programa frio demais. :(

Nico, eu também adoro as Masterclasses, são imperdíveis mesmo!
Beijo!

Rê, também acho que "TGBBO" está muito melhor do que "Top Chef" - super concordo querida!
xx

Lilian, bom saber que não estou sozinha nessa. ;)
xx

Anônimo disse...

Oi Paty
Não tenho paciencia para esses programas.... São todos iguais!!
Mas fiquei empolgada quando vi seus copinhos vermelhos com café!! Comprei exatamente igual neste final de semana!!!!
Além do nome, temos agora "xicaras" iguais!!!
bj
Patricia Vieira

Bárbara Pustai disse...

Achei super injusto também - pra mim, o John era o pior dos três finalistas :( Adorei a receita! Beijo!

Patricia Scarpin disse...

Oi, xará! Eu adoro esses copinhos para espresso, quando fui comprar tinha várias cores bonitas, demorei a me decidir pelos vermelhos! :)
Beijo!

Bárbara, concordo contigo, querida.
xx

Mainah disse...

Concordo com Renata sobre os ingleses serem educados na hora de mandar embora, acho muito fofo, e é por isso que gosto desse programa, eles competem, mas ao mesmo tempo você vê um ajudando o outro, conversando tranquilamente, nada daquela agressividade dos outros programas, que despertam meu nervosismo.

Não gostava muito do Brendon, achava ele muito competitivo, mas não nego que era o mais competente e deveria ser o vencedor. Eu gostava mesmo era do loirinho, que fazia experiencias na cozinha, ele se divertiu!!!

Amei você ter mencionado esse programa, assisti e não tinha com quem comentar, agora desabafei...hahaha

Related Posts with Thumbnails