segunda-feira, junho 29, 2009

Suspiros com morangos assados

English version

Roasted strawberry meringues / Suspiros com morangos assados

É época de morango e tenho uma lista loooonga de receitas para fazer com a fruta, que é a minha favorita desde criança. Minha mãe costumava fazer uma torta de morangos maravilhosa - eu gostava tanto da sobremesa que ela a preparava diversas vezes durante todo o inverno.

Não vejo a hora de tentar fazer a torta da minha mãe, mas estes suspiros estavam tão lindos na revista que tive de começar o meu frenesi de morangos com eles.

Roasted strawberry meringues / Suspiros com morangos assados

Suspiros com morangos assados
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

150ml (cerca de 4) de claras
1 xícara (200g) de açúcar refinado
1 colher (chá) de vinagre branco
1 xícara (240ml) de creme de leite fresco, para servir
1 colher (sopa) de açúcar de confeiteiro

Morangos assados:
16 morangos, sem os cabinhos e folhinhas e cortados ao meio
1/3 xícara (67g) de açúcar refinado

Pré-aqueça o forno a 200ºC. Prepare os morangos: coloque-os num refratário pequeno (não use um vasilha rasa, pois o suco da fruta vai borbulhar bastante dentro do forno) e polvilhe com o açúcar. Misture e leve ao forno por 10-15 minutos ou até que amoleçam e soltem líquido (que com o açúcar vai virar uma calda deliciosa). Retire do forno e reserve.

Reduza a temperatura do forno para 120ºC. Coloque as claras na tigela grande da batedeira e bata até obter picos firmes. Aos poucos, junte o açúcar e o vinagre e bata até a mistura ficar espessa e brilhante – esfregue um pouquinho da mistura entre as pontas dos dedos; ela estará pronta ao não se sentir mais os grânulos de açúcar.
Coloque colheradas de merengue em duas assadeiras grandes, forradas com papel manteiga, e com as costas de uma colherinha (chá) faça um buraquinho no centro de cada merengue, formando uma espécie de ninho. Leve ao forno por 25 minutos* ou até que os suspiros estejam durinhos por fora. Desligue o forno e deixe-os esfriar lá dentro por 30 minutos.
Junte o creme de leite e o açúcar de confeiteiro numa tigelinha e bata até obter picos firmes (chantilly).
Para servir, coloque colheradas de morangos assados no centro de cada merengue e cubra com chantilly.

* fiz meia receita, formei círculos de 6-7cm com o merengue e consegui 8, que foram assados por 55 minutos

Rend.: 30-35 unidades

Roasted strawberry meringues / Suspiros com morangos assados

quarta-feira, junho 24, 2009

Madeleines com praliné de amêndoas

English version

Almond praliné madeleines / Madeleines com praliné de amêndoas

Vocês provavelmente já ouviram que “se a vida lhe der limões, faça uma limonada”. Bem, desta vez não fiz nada com limões – algo muito raro neste blog – mas o ditado serve direitinho aqui.

Queria preparar um presente especial para uma mocinha especial (mais sobre isso ainda esta semana) e achei que macarons de doce de leite a deixariam contente. O problema é que meus macarons foram parar na lata do lixo e fiquei com um potinho de praliné sobrando. Dei uma olhada na estante de livros e a inspiração bateu: usaria uma das receitas de madeleine da Dorie e adicionaria o praliné moído à massa. Funcionou direitinho. :D

Almond praliné madeleines / Madeleines com praliné de amêndoas

Madeleines com praliné de amêndoas
adaptadas do Baking: From My Home to Yours

- xícara medidora de 240ml

5 colheres (sopa) - 70g – de manteiga sem sal
¾ xícara (105g) de farinha de trigo
½ colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
1/3 xícara (67g) de açúcar
2 ovos grandes, em temperatura ambiente
2 colheres (sopa) de mel
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
1 receita de praliné de amêndoas moído (receita abaixo)

Peneire a farinha, o fermento e o sal numa tigelinha e reserve.
Na batedeira, bata os ovos e o açúcar até obter um creme bem claro e espesso, 2-3 minutos. Junte o mel e a baunilha e bata bem. Com a ajuda de uma espátula de borracha/silicone, misture delicadamente, de baixo para cima, os ingredientes secos e o praliné. Faça o mesmo com a manteiga. Cubra a massa com filme plástico, pressionando-o diretamente sobre a superfície da massa. Leve à geladeira por pelo menos 3 horas ou por até 2 dias (a massa vai firmar bastante).

Pré-aqueça o forno a 200ºC. Unte com manteiga e enfarinhe 12 forminhas de madeleines. Coloque a massa às colheradas nas forminhas, enchendo-as até ¾ de sua capacidade (não se preocupe em alisar a superfície pois o calor do forno se encarregará disso).
Asse por 12-14 minutos ou até as madeleines dourarem e seus topos voltarem ao lugar rapidamente ao serem tocados com as pontas dos dedos. Retire do forno e desenforme em seguida. Transfira para uma gradinha e deixe esfriar.

Rend.: 12 unidades – consegui 12 madeleines do formato tradicional + 9 na forma de vieiras

Praliné de amêndoa:

3 colheres (sopa) de açúcar
¼ xícara (38g) de amêndoas com pele

Forre uma assadeira com papel alumínio e unte-o ligeiramente com óleo. Reserve.
Junte o açúcar e as amêndoas numa panelinha de fundo grosso e leve ao fogo médio, mexendo algumas vezes com uma colher de pau, até o açúcar caramelizar – cozinhe até dourar.
Despeje o praliné no papel alumínio preparado e espalhe-o até a espessura aproximada de 6mm. Deixe esfriar por 10 minutos, remova-o do papel e quebre em pedaços de cerca de 3,5cm. Transfira os pedaços para um processador de alimentos e pulse algumas vezes até moer tudo.

Almond praliné madeleines / Madeleines com praliné de amêndoas

segunda-feira, junho 22, 2009

Cupcakes com geléia e creme... e um pouquinho de futebol

English version

Vanilla cream cupcakes / Cupcakes com geléia e creme

Quando a seleção perdeu a Copa de 98 para a França fiquei tão chocada que jurei nunca mais torcer pelo time (porque a coisa toda parecia uma bela armação envolvendo o vil metal). Sou fanática por futebol – gosto muito, mesmo – e, apesar de ter sido meio difícil, consegui cumprir a promessa. Pelo menos até ontem – não pude resistir ao maior clássico do futebol mundial. Senti novamente a antiga empolgação ao ver o Brasil jogar lindamente e golear a Itália por 3 x 0.

Posso não ser mais capaz de cumprir a promessa do futebol, mas vou honrar a que fiz aqui há algumas semanas: mais cupcakes!

Vanilla cream cupcakes / Cupcakes com geléia e creme

Cupcakes com geléia e creme
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

125g de manteiga sem sal, amolecida
¾ xícara + 1 colher (sopa) - 162g - de açúcar refinado
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
2 ovos
1 xícara + 4 colheres (sopa) - 180g - de farinha de trigo, peneirada
1 colher (chá) de fermento em pó, peneirado
½ xícara (120ml) de leite em temperatura ambiente

Cobertura de geléia e creme:
½ xícara (120ml) de creme de leite fresco
1 colher (sopa) de açúcar de confeiteiro
½ colher (chá) de extrato de baunilha
¼ xícara de geléia de morango

Pré-aqueça o forno a 160ºC. Coloque a manteiga, o açúcar e a baunilha na tigela grande da batedeira e bata por 10-12 minutos ou até obter um creme bem claro. Junte os ovos, um a um, e bata bem a cada adição. Acrescente a farinha, o fermento e o leite e bata somente até incorporar. Transfira a massa para doze formas de muffin (com capacidade para ½ xícara – 120ml – cada) forradas com forminhas de papel. Asse por 18-20 minutos (faça o teste do palito). Coloque os bolinhos sobre uma gradinha e deixe esfriar completamente.

Para preparar a cobertura, junte o creme de leite fresco, o açúcar de confeiteiro e a baunilha e bata até obter picos firmes (chantilly). Faça pequenos buracos redondos na superfície de cada cupcake e retire a tampinha; encha cada buraquinho com geléia e cubra com uma colher (chá) cheia de chantilly. Arrume as tampinhas de bolo ao lado de cada montinho de chantilly e sirva.

Rend.: 12 unidades – fiz meia receita, usei forminhas com capacidade para 1/3 xícara (80ml) e consegui 6 bolinhos

Vanilla cream cupcakes / Cupcakes com geléia e creme

sexta-feira, junho 19, 2009

Tortinhas de cebola

English version

Onion tartlets / Tortinhas de cebola

Duas pessoas muitíssimo queridas vão virar a cara ao deparar com este post: meu irmão e minha amiga C. – eles ODEIAM cebola! :D

Não sou fã de cebola crua, mas a adoro assada/cozida. Nestas tortinhas as fatias de cebola são refogadas em manteiga por um bom tempo e, em seguida, misturadas aos outros ingredientes do recheio para finalmente irem ao forno; depois disso tudo a cebola fica super macia e quase adocicada. Bem suave, mesmo.

A massa da torta encolheu no forno, o que resultou em menos espaço para o recheio (por isso este vazou um pouquinho pois usei forminhas de fundo removível). Mas o ótimo sabor me fez esquecer dos problemas. :D

Onion tartlets / Tortinhas de cebola

Tortinhas de cebola
da Australian Gourmet Traveller

Massa:
250g de farinha de trigo
125g de manteiga sem sal, fria e cortada em cubinhos
1 colher (chá) de sal
1 ovo

Recheio de cebola:
60g de manteiga sem sal
600g de cebola (cerca de 2 grandonas), cortadas ao meio e então em fatias bem fininhas, para formar meias-luas
3 ovos batidos
200ml de crème fraîche*
½ colher (chá) de noz-moscada moída na hora
sal e pimenta do reino moída na hora

Comece pela massa: junte a farinha, a manteiga e o sal num processador de alimentos e processe até obter uma farofa grossa. Junte o ovo e pulse algumas vezes, acrescentando 2 a 3 colheres (sopa) de água gelada – vá pulsando até a mistura formar uma bola. Sove levemente por 30 segundos sobre uma superfície enfarinhada, embrulhe em plástico/filme PVC e leve à geladeira por 30 minutos.

Pré-aqueça o forno a 200ºC. Numa superfície enfarinhada, abra a massa com um rolo até que ela fique com 5mm de espessura. Corte quatro círculos de massa de 16cm de diâmetro cada e forre com eles quatro forminhas para tortas de 12cm, removendo o excesso de massa com uma faquinha. Faça furinhos na massa com um garfo e leve as forminhas ao freezer por 10 minutos. Em seguida, asse por 12 minutos ou até que dourem. Reserve.

Agora, o recheio: derreta a manteiga numa panela grande em fogo baixo. Adicione as cebolas e cozinhe, mexendo de vez em quando, por cerca de 30 minutos ou até que elas estejam macias (mas não devem dourar). Transfira para uma tigela e deixe esfriar. Em outra tigela, misture os ovos, o crème fraîche e a noz-moscada com a ajuda de um fuê. Tempere com sal e pimenta. Junte as cebolas e misture bem. Divida o recheio entre as forminhas e leve ao forno novamente, por cerca de 15 minutos, ou até dourarem. Sirva mornas ou frias.

* nunca vi crème fraîche por aqui, por isso acrescentei suco de limão a creme de leite fresco e deixei em temperatura ambiente até ficar espesso; a proporção é a seguinte: coloque 1 colher (sopa) de suco de limão numa xícara medidora (240ml) e complete com creme de leite

Rend.: 4 porções – fiz meia receita e consegui 6 tortinhas de 9cm cada

Onion tartlets / Tortinhas de cebola

quarta-feira, junho 17, 2009

Marshmallows de limão siciliano

English version

Lemon marshmallows / Marshmallows de limão siciliano

Meu irmão era uma companhia fantástica nos meus tempos de solteira – ele é engraçado, espirituoso e estava sempre pronto para ir comigo ao cinema, mesmo não sabendo, até hoje, quem é Martin Scorsese. :D

Entretanto, havia algo de que ele não gostava: ter que ver aquele monte de trailers antes do filme; ele não entendia como eu me divertia assistindo àquilo tudo e depois procurando por mais em casa. “Você não se cansa disso, não?”, perguntou uma vez.

Agora é minha vez de perguntar aos leitores: vocês estão enjoados das minhas receitas de marshmallow? Eu realmente não me canso delas... :D

Lemon marshmallows / Marshmallows de limão siciliano

Marshmallows de limão siciliano
da Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

25g de gelatina em pó, incolor e sem sabor
raspas da casca de 1 limão siciliano
¾ xícara (180ml) de suco de limão siciliano
500g de açúcar refinado
1 colher (sopa) de glucose líquida transparente
2 claras
açúcar de confeiteiro, peneirado, para polvilhar

Misture a gelatina, as raspas de casca e o suco de limão numa tigelinha e reserve até a gelatina absorver o suco (1-2 minutos). Encha uma vasilha com água fervente e coloque a tigelinha com a gelatina sobre a água (uma espécie de banho-maria) – a mistura vai dissolver; mantenha morna.
Junte o açúcar, a glucose e 200ml de água fria numa panela. Leve ao fogo, mexendo até dissolver o açúcar, até ferver; pare de mexer e vá limpando os cristais de açúcar que podem se formar nas laterais da panela com um pincelzinho molhado. Ferva a mistura até que ela chegue à temperatura de 125ºC (use um termômetro culinário).
Na tigela grande, usando a batedeira, bata as claras em velocidade média até obter picos moles. Aumente a velocidade e bata até os picos ficarem firmes e, com a batedeira ligada em vel. média, vá acrescentando, aos poucos e simultaneamente, a mistura de gelatina e a calda quente em fio. Continue batendo até o marshmallow chegar à temperatura corporal. Despeje numa forma quadrada de 20cm forrada com papel manteiga e untada com óleo*. Alise a superfície com uma espátula molhada e leve à geladeira até firmar (1-2 horas). Retire o marshmallow da forma e coloque-o virado para baixo numa superfície bem polvilhada com açúcar de confeiteiro. Com bastante cuidado – e paciência! – retire o papel. Usando uma faca afiada levemente pincelada com óleo, corte os quadradinhos e passe-os por açúcar de confeiteiro. Guarde-os num recipiente hermético na geladeira por até 1 semana – os meus sempre ficam em temperatura ambiente mas nunca duram tanto tempo assim. :D

* vi que a Deb usou uma forma untada com óleo e polvilhada com açúcar de confeiteiro (nada de papel). Vou tentar isso da próxima vez.

Rend.: 64 unidades

Lemon marshmallows / Marshmallows de limão siciliano

segunda-feira, junho 15, 2009

Pudim de coco e maracujá

English version

Passion fruit coconut caramels / Pudim de coco e maracujá

Além da segunda temporada de “Damages” não tenho visto nada interessante ultimamente. Os filmes que quero ver ainda vão levar um tempo para estrear, por isso acho que a solução vai ser uma visitinha à locadora.

Sabendo que a minha revista DH poderia demorar a chegar – as edições seguem as estações aqui do hemisfério sul, por isso haverá receitas deliciosas de inverno – pus em prática o meu plano B para comidas maravilhosas.

Passion fruit coconut caramels / Pudim de coco e maracujá

Pudim de coco e maracujá
levemente adaptado da Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

1 xícara (200g) de açúcar demerara, uso dividido
1 vidro (200ml) de leite de coco
1/3 xícara (80ml) de creme de leite fresco
2 ovos
2 gemas
1/3 xícara (80ml) de suco de maracujá – bata um maracujá grande no liqüidificador e passe por uma peneira fina

Misture ½ xícara (100g) de açúcar demerara e ½ xícara (120ml) de água fria numa panelinha e leve ao fogo médio-alto, mexendo até dissolver o açúcar. Deixe ferver (não misture mais) até caramelizar, 4-5 minutos. Retire do fogo e derrame o caramelo em seis forminhas refratárias com capacidade para ½ xícara (120ml) cada*. Reserve.

Pré-aqueça o forno a 150ºC. Junte a ½ xícara (100g) de açúcar demerara restante, o leite de coco e o creme de leite numa panela e leve ao fogo médio, mexendo até dissolver o açúcar, deixe ferver e desligue o fogo. Numa tigela, misture os ovos, as gemas e o suco de maracujá usando um fuê. Despeje o creme fervendo sobre a mistura de ovos, mexendo continuadamente para que os ovos não cozinhem. Passe por uma peneira fina diretamente para dentro de uma jarrinha. Divida o creme entre os potinhos com caramelo e coloque-os numa assadeira; encha-a com água fervente até que esta chegue à metade dos potinhos, cubra com papel alumínio e leve ao forno por 25 minutos ou até firmar. Retire do forno, deixe esfriar e leve à geladeira.
Para servir, mergulhe o fundo dos potinhos em água fervente e inverta os pudins em pratinhos.

* usei três potinhos para suflê com capacidade para 1 xícara (240ml) cada e dobrei o tempo de forno

Rend.: 6 porções

Passion fruit coconut caramels / Pudim de coco e maracujá

quarta-feira, junho 10, 2009

Cookies de chocolate branco, castanha de caju e cerejas secas

English version

Cherry, cashew and white chocolate chunk cookies / Cookies de chocolate branco, castanha de caju e cerejas secas

“Sei não se isso aqui vai dar certo, mas vou experimentar assim mesmo” – foi isso que pensei ao deparar com esta receita. Os ingredientes me agradavam bastante, mas será que eles ficariam gostosos todos juntos num cookie? Só havia um jeito de descobrir. :D

Apesar de não ter ficado completamente satisfeita com a textura – os cookies ficaram bem fininhos e delicados, difíceis de transportar sem quebrar – o sabor estava perfeito. Mais uma mistura que me fez duvidar no início e dar o braço a torcer depois.

Cherry, cashew and white chocolate chunk cookies / Cookies de chocolate branco, castanha de caju e cerejas secas

Cookies de chocolate branco, castanha de caju e cerejas secas
do Big Fat Cookies

- xícara medidora de 240ml

1 ¼ xícaras (175g) de farinha de trigo
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
¾ xícara (170g) de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
½ xícara (100g) de açúcar granulado
½ xícara (88g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
1 ovo grande
1 colher (sopa) de suco de limão siciliano fresco
1 colher (chá) de extrato de baunilha
¾ xícara (112g) de cerejas secas, picadas grosseiramente*
1 xícara (140g) de castanhas de caju salgadas e torradas, picadas grosseiramente
4oz (112g) de chocolate branco, em pedaços de 0,6 a 1,25cm

Forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga; pré-aqueça o forno a 180ºC – você vai assar os cookies no meio do forno.

Peneire a farinha, o bicarbonato e o sal numa tigela média e reserve. Na tigela grande da batedeira, junte a manteiga, o açúcar granulado e o mascavo e bata até homogeneizar, cerca de 1 minuto. Desligue a batedeira e raspe as laterais da tigela. Acrescente o ovo, o suco de limão e a baunilha e bata até incorporá-los, mais 1 minuto – a mistura pode parecer talhada, mas não se preocupe. Em velocidade baixa, adicione os ingredientes secos, misturando apenas até a massa parecer homogênea. Misture as cerejas, as castanhas de caju e o chocolate branco.

Com o auxílio de uma colher para sorvete ou xícara medidora com capacidade para ¼ xícara (60ml), transfira porções de massa para as assadeiras preparadas deixando 7,5cm entre uma e outra. Asse os cookies, uma assadeira por vez, por cerca de 14 minutos – as beiradas dos biscoitos estarão com uma cor marrom clara e os centros levemente dourados. Deixe esfriar nas assadeiras por 5 minutos e então os transfira para uma gradinha com a ajuda de uma espátula de metal larga.

Os cookies podem ser guardados num recipiente hermético, em temperatura ambiente, por até 4 dias.

* podem ser substituídas por passas

Rend.: 16 unidades – fiz meia receita e comecei a assar usando 1 colher (sopa) cheia de massa por cookie; consegui 8 unidades, porém muito grandes e finas. Depois assei usando 1 colher (chá) cheia de massa por cookie e consegui 23 (5cm de distância entre as porções de massa, 11 minutos de forno)

sexta-feira, junho 05, 2009

Brigadeiro de lavanda

English version

Lavender brigadeiro

Algo aconteceu e acho que ficarei traumatizada para sempre... Não consigo mais fazer brigadeiro! :(

As últimas vezes que preparei brigadeiro a massa não firmou o suficiente para ser enrolada. E desta vez foi a mesma coisa – tive essa idéia doida de trocar o chocolate por lavanda e ficou até gostoso, mas assim que eu colocava as bolinhas nas forminhas de papel elas começavam a achatar... Nada bom. :(

Tentei salvar a receita ao colocar a massa de brigadeiro em potinhos, como fiz no aniversário da minha irmã – exceto que daquela vez era essa a intenção.

Mas ainda tenho esperança: depois de ver essas crianças muito fofas fazendo brigadeiro estou pronta para tentar de novo. :)

Lavender brigadeiro

Brigadeiro de lavanda
receita minha

1 lata de leite condensado
2 colheres (chá) de lavanda seca comestível
1 colher (sopa) de manteiga sem sal + um pouquinho extra para untar

Unte um prato fundo grande com manteiga e reserve.
Usando um pilãozinho, amasse/triture bem os botõezinhos de lavanda.
Misture o leite condensado, a lavanda moída e a manteiga numa panela e leve ao fogo baixo, mexendo sem parar até que solte do fundo da panela. Transfira para o prato preparado e deixe esfriar completamente.
Para servir, coloque porções de cerca de 1 colher (sopa) em mini copinhos ou tigelinhas.

Rend.: 10 porções

Lavender brigadeiro

quarta-feira, junho 03, 2009

Sorvete de creme brulée

English version

Creme brulée ice cream / Sorvete de creme brulée

Sopa num dia, sorvete no outro... Não, meu blog não está passando por uma fase Dr. Jekyll/Mr. Hyde, juro! :)
Apesar do frio todo que está fazendo aqui em São Paulo hoje (9ºC!!) eu tinha que dividir esta receita com vocês – o sorvete é tão bom que não daria para esperar por um dia de calor para postá-lo.

Creme brulée ice cream / Sorvete de creme brulée

Sorvete de creme brulée
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

Creme:
1 xícara (240ml) de leite integral
2 xícaras (480ml) de creme de leite fresco
1 colher (chá) de extrato de baunilha
6 gemas
2/3 xícara + 1 colher (sopa) - 145g – de açúcar refinado

Caramelo:
1 xícara (200g) de açúcar refinado

Prepare o creme inglês: junte o leite, o creme de leite e a baunilha numa panela e leve ao fogo médio até começar a ferver. Coloque as gemas e o açúcar numa tigela e bata até obter um creme. Aos poucos, acrescente a mistura de leite quente às gemas batidas, misturando sem parar. Despeje toda a mistura de volta na panela e leve ao fogo baixo, mexendo sempre com uma colher de pau, até obter uma espécie de mingau – a temperatura do creme deve ser de 76 a 79ºC e ele deve cobrir as costas da colher de pau. Não deixe ferver.
Coe a mistura numa peneira fina direto para uma tigela de metal, deixe esfriar e então leve à geladeira por no mínimo 4 horas.

Agora, o caramelo: coloque metade do açúcar numa panelinha e leve ao fogo baixo até começar a caramelizar. Junte o açúcar restante, misture com uma colher de pau e deixe terminar de formar um caramelo. Ao dourar, despeje num pedaço de papel alumínio sobre a pia ou uma assadeira grande e reserve até esfriar completamente. Use um rolo de massas para quebrar a placa de caramelo em pedacinhos. Reserve.
Leve o creme à sua sorveteira, seguindo as instruções do fabricante. Transfira o sorvete para um pote hermético, misture os pedacinhos de caramelo e deixe no freezer até firmar, pelo menos 4 horas.

Rend.: 4 porções

Creme brulée ice cream / Sorvete de creme brulée

segunda-feira, junho 01, 2009

Sopa de espinafre com purê de batata e mostarda

English version

Spinach soup with creamy mustard potato mash / Sopa de espinafre com purê de batata e mostarda

Depois de ver “O Lutador” não conseguia parar de cantarolar “Sweet Child O’ Mine” – para mim é impossível pensar na música e não lembrar do filme.
Quando penso em legumes e verduras penso automaticamente na Ana Elisa e suas fantásticas receitas de saladas e sopas, além de outras delícias.

Adaptei um pouquinho esta sopa da revista DH #38, mas a Ana foi a inspiração para que eu a preparasse.

Spinach soup with creamy mustard potato mash / Sopa de espinafre com purê de batata e mostarda

Sopa de espinafre com purê de batata e mostarda
da Donna Hay magazine

Purê:
2kg de batatas boas para purê, descascadas e picadas
50g de manteiga
¾ xícara (180ml) de leite integral
4 colheres (sopa) de mostarda de Dijon
sal e pimenta do reino moída na hora

Sopa:
100g de manteiga
2 cebolas picadas
2 dentes de alho picados
2 maços de espinafre, de aprox. 500g cada, sem os cabinhos, lavados e picados
¼ xícara de folhas de salsinha
5 xícaras (1,2 litros) de caldo de legumes – use um suave para não ofuscar o sabor do espinafre
sal e pimenta do reino moída na hora

Comece com o purê: coloque as batatas numa panela com água fria, leve ao fogo e cozinhe por 20-30 minutos ou até que as batatas estejam bem macias. Escorra, volte as batatas para a panela, acrescente a manteiga, o leite, a mostarda, sal e pimenta e amasse, misturando bem. Reserve e mantenha quentinho.

Agora, a sopa: aqueça a manteiga numa panela grande, em fogo médio. Junte a cebola e o alho e cozinhe por 10 minutos ou até que dourem. Adicione o espinafre e a salsinha e cozinhe até murcharem (cerca de 5 minutos). Junte o caldo de legumes e cozinhe por mais 5 minutos. Transfira a sopa para um liquidificador ou processador de alimentos e bata até ficar homogênea – cuidado pois o líquido estará bem quente. Tempere com sal e pimenta.
Coloque colheradas do purê no fundo de tigelas e cubra com a sopa quente. Sirva.

Rend.: 4 porções

Related Posts with Thumbnails