quinta-feira, janeiro 17, 2008

Trança de leite condensado com sementes de papoula

English version

Sweetened condensed milk braided bread with poppy seeds

A querida Kristen lançou a campanha “Adopt a blogger” um tempo atrás e foi unindo blogs considerados “veteranos” a blogs “novatos”. A idéia é incentivar e apoiar quem está começando ou bloga há pouco tempo. Ela considerou o meu blog um veterano e me uniu com a Catherine, do Munchie Musings. Eu os convido a conhecer o blog dela!

adopt a blogger

Fiz esta trança há um tempão, mas ainda estava pensando se a postaria ou não - o pão ficou grande demais e não consegui fazer fotos que me agradassem. Além disso, a trança ficou extremamente fofinha e saborosa, mas estou procurando o sabor de leite condensado até agora...
Ao saber pela Nora do evento Bread Baking Day #06, hosted pela talentosa Eva, resolvi postar. Gosto do efeito que as sementes de papoula dão à trança, além de adorar o formato do pão.

A receita foi tirada do site do restaurante Carlota - fui jantar lá no meu aniversário ano passado e me empolguei com as comidas da Carla Pernambuco. Sou grande admiradora de seu trabalho e esta é a segunda receita dela que faço: a primeira foi o maravilhoso suflê de goiabada com calda de catupiry.

Alterei parte do modo de preparo – não achei que as instruções do site fossem claras o suficiente. Pra piorar, há ovos na lista de ingredientes mas nenhuma menção a eles no modo de preparo. Usei a minha super batedeira pra fazer a massa, mas não é necessário: você pode bater os líquidos no liqüidificador (como diz a receita original) e depois ir acrescentando a farinha, misturando com uma colher de pau.

Sweetened condensed milk braided bread with poppy seeds

Trança de leite condensado com sementes de papoula

1 lata de leite condensado
1 lata de água morna
100g de manteiga sem sal amolecida
5 ovos
50g de fermento biológico fresco
1 colher de sopa de sal
1 kg de farinha de trigo
1 gema batida para pincelar
1 colher (sopa) de sementes de papoula para polvilhar

Coloque o fermento e a água na tigela da batedeira. Misture até dissolver bem o fermento. Acrescente o leite condensado, o sal e a manteiga e bata, usando o batedor em formato de pá. Vá juntando os ovos, um a um, sem parar de bater. Troque o batedor de pá pelo batedor em formato de gancho e comece a acrescentar a farinha, aos poucos, batendo em velocidade baixa. Bata até terminar toda a farinha e a massa se tornar lisa. Cubra com filme plástico e deixe crescer por cerca de 1 hora – a massa cresce bem.
Retire a massa da tigela e coloque-a numa superfície ligeiramente enfarinha. Dê uma sovadinha para formar uma bola. Divida a massa em 4 partes iguais e faça um rolinho de 40cm de comprimento com cada pedaço. Coloque os rolinhos numa assadeira bem grande (a que usei tem 40x26) e trance as 4 tiras. Cubra com um pano limpo e deixe crescer até quase dobrar de tamanho (aprox. 1 hora).
Pré-aqueça o forno a 160ºC; pincele a trança com a gema batida misturada a 1 colher (sopa) de água e polvilhe com as sementes de papoula.
Leve ao forno a 160ºC por 30-40 minutos ou até ficar assada por dentro e dourada por fora – se a trança começar a dourar muito rapidamente, cubra-a com papel alumínio.

Rend.: 10-12 porções

21 comentários:

Rosi disse...

Pstrícia, feliz 2008! Fiz tbém essa trança, postei, veja lá...Achei muito saborosa, adocicada mas realmente não lembra o sabor do leite condensado. Ficou gigante a minha, rsss... Tenho todos os livros da Carlota, o brownie é maravilhoso, postei tbém. Bjos.

Laurinha disse...

.... cadê?... senti uma pontinha de tristeza..

Mas o sabor e textura são ótimos!

Acho que dá para reduzir a receita à metade...ou 1/3...

Beijinhos, linda!!

Valentina disse...

Pat, concordo que o sabor do leite condensado não dá para sentir.Fiquei um pouco desapontada quando a fiz - e olha que sou fã da Carla Pernambuco. Agora a tua ficou linda.

Veggie disse...

É Zoe mesmo! Não sou só eu que tenho suas notícias em primeira mão; eu já tinha resolvido o nome antes de fazer o post - naquela época em que te contei.
Owww, by the way fiz a abóbora. Meu pai comia gergelim do pé quando era criança na roça, ele adorou.

Marcia disse...

Pat, a trança está linda! Bj

Rosane Vargas disse...

Ainda bem que resolveu postar. Adorei a receita e a foto ficou linda. Parabéns pelo blog.
bjs.

Nysa disse...

lindo.. e com o meu amado leite condensado :-)

Ana disse...

Ai que linda, devia estar delicioso esse pao!

Karina disse...

Patrícia, a aparência está ótima e estou salivando ao pensar no gostinho de leite condensado, ahuahua. Bjos e boa semana. Ah, e preciso parar de vir aqui se quiser emagrecer.

Patricia Scarpin disse...

Oi, Rosi, feliz ano novo! A sua ficou linda, bem douradinha!

Laurinha, acho que dá, sim! Eu não imaginei que ficaria tão grande... :)
Beijos!

Tina, minha sogra estava em casa no dia e ficou impressionada com o tamanho do pão. :)

Ivan, que bom que se decidiu por Zoe, eu tinha amado o nome! E adorei saber da salada também.

Marcia, obrigada, querida! Beijos!

Rosane, obrigada pela visita!
Beijos!

Nysa, também sou doida por ele. :)

Ana, ficou super fofinho.

Karina, nem me fale... Tem 5kg aqui que precisam ir embora o quanto antes. :)

Akemi disse...

Também fiz e a massa é uma delícia, ainda que não tenha sabor do leite condensado. Ainda bem que vc mostrou sua trança, está linda! Bjs

semente de sésamo disse...

Está uma verdadeira tentação! liinda!

Marcia da Paz disse...

Esta LIndaaaaaaa sua trança, e com uma cara apetitosa, para um lanchinho da tarde,........bjs

Eliana Scaramal disse...

A trança está linda Pat! Que maravilha de receita!

Cinara disse...

Que bela trança, Paty! Essa eu "traçava" inteira, com ou sem gosto de leite condensado! ;o)
E vou visitar o Munchie Musings assim que tiver um tempinho, OK? Eu vi esse evento na Kristen, mas não tive tempo de participar. Achei super interessante!
Beijinhos, querida!

Patricia Scarpin disse...

Amiga, preciso dar uma olhada no seu pão, deve ter ficado lindo, você tem uma mão fabulosa pra massas! Beijos!

Semente, obrigada!

Marcinha, ficou tão enorme... Deu pra dividir com a sogra, as cunhadas e ainda sobrou! :)
Beijos!

Eli, obrigada, querida!

Ci, era um pão de Itu, amiga. :)
Obrigada pelo seu apoio - you know it means the world to me, don't you? :)
xoxo

Mónica Colaço disse...

Será que é tão boa como parece? de Aspecto é de babar mesmo :D

Cris disse...

Oi Pat, eu entrei neste evento, mas a moça que me adotou deu as caras uma vez e nunca mais apareceu... A trança está linda!!!

Leila Zandona disse...

oi Patricia
estou chegando aqui pela primeira vez e me apaixonei pela tu tranca. sera que consigo fazer? meu forno nao esta nada bem!!!

beijinjhos e obrogado por esta maravilha de blog.

Anônimo disse...

Olá,

Sempre visito o seu blog, quase que diariamente e procurando uma receita de pão me deparei com a desta trança...fiz hj e posso dizer que é deliciosa, doce na medida certa, sem ser enjoativa e muito, muito macia....uma delicia..pena que fiz meia receita pois está quase no fim. Abraços Aretusa

Patricia Scarpin disse...

Oi, Aretusa!
Fiquei tão contente com o seu comentário! Que bom saber que a receita deu certinho contigo.
Um abraço e obrigada por vir me contar!

Related Posts with Thumbnails