sábado, dezembro 30, 2006

Carbonara de forno

English version

Sou uma contradição ambulante. Apesar de não comer carne vermelha e não suportar carne suína, amo bacon... :D

Estava de olho nesta receita havia um tempão. Mas o João não come creme de leite e por isso sempre optava por fazer macarrão de outras formas.


Neste dia, cozinhei o macarrão, separei uma parte para ele e com o restante preparei o carbonara. Gostei bastante!

Delicioso e prático, certamente prepararei este macarrão outras vezes.

Carbonara de forno

400g de ziti ou fettuccine - usei o Maccheronci, da Barilla
4 fatias de bacon, picadas
4 ovos
500ml de creme de leite fresco
375ml de leite – usei semi-desnatado
50g de queijo parmesão ralado
sal

Cozinhe o macarrão al dente e escorra.
Dê uma tostadinha no bacon - sempre uso o microondas para isso, pois fica mais crocante.
Misture os ovos, o creme de leite, o leite, o parmesão e o sal.
Coloque o macarrão numa travessa com capacidade para 2 litros e cubra com o bacon. Derrame a mistura de ovos por cima.
Leve ao forno pré-aquecido a 180ºC por 30 minutos ou até que o molho esteja cozido - precisei de 35 minutos em um forno a 200ºC.

Rend.: 4 porções

sábado, dezembro 23, 2006

Trufas de cereja

English version


Só tenho uma palavra para descrever estas trufas: perfeitas!!
As quantidades de creme de leite e chocolate são exatas e você obterá uma massa com uma excelente consistência, ótima para ser moldada.

A Haalo, do Cook (almost) anything at least once (pare tudo o que você estiver fazendo e corra lá pra ver o blog dela) fez as trufas usando cerejas em calda – ela ensina aqui como fazê-las. Infelizmente, eu não teria tempo de fazer isso, então usei cerejas ao marasquino – o resultado foi muito bom!
Ainda vou fazer esta receita novamente, do jeitinho que ela ensina.
Não encontrei os lindos confeitos que ela usou para decorar, então improvisei: misturei pó dourado comestível com cacau em pó. Achei que ficariam com cara de Natal.

Gostei tanto da massa desta trufa que já tenho em mente outras deliciosas idéias de recheios, hum...

Haalo, obrigada por compartilhar conosco algo tão bom!

Trufas de cereja

12 cerejas em calda, escorridas – usei cerejas ao marasquino

Ganache branco:
40g de chocolate branco picado
15ml de creme de leite

Ganache escuro:
150g de chocolate amargo, picado – usei o Callebaut meio-amargo fabricado no Brasil, com massa de cacau belga
60ml de creme de leite

confeitos para decorar

Misture o chocolate branco e o creme de leite numa panelinha e leve ao fogo baixo, mexendo bem até obter um creme homogêneo, de aparência macia e sedosa. Despeje numa tigelinha e leve à geladeira até firmar (fiz isso de um dia para o outro).
Proceda da mesma forma para fazer o ganache escuro.

Recheie cada cereja com pequenas porções do ganache branco – coloque-as onde previamente estavam os caroços das frutas. Coloque-as numa assadeira forrada com papel alumínio. Leve à geladeira novamente para firmar.
Abra porções do ganache escuro na palma das mãos, coloque uma cereja recheada e feche, formando uma bola. Você pode usar luvas se quiser, pois quem tem “mãos quentes” vai derreter mais rapidamente a massa da trufa.
Leve novamente à geladeira.

Quando estiverem mais firmes, passe as trufas pelos confeitos ou pelo cacau em pó. Coloque-as na geladeira até a hora de servir – as minhas não ficaram.

Trufinhas prontas para serem entregues:

Rend.: 12 trufas

quinta-feira, dezembro 21, 2006

Snickerdoodles

English version

Snickerdoodles

Coloquei estes snickerdoodles junto com os chocottones que enviei de presente - pode parecer superficial da minha parte, mas quando vi o nome deste biscoitinho tinha que fazê-lo!!
Ao ler a receita e ver que a massa era passada no açúcar com canela antes de ir ao forno, fui totalmente conquistada.

Saborosos e rápidos de preparar - é só fazer uma bolinha com a massa, passar na mistura de canela e assar. Quem está acostumado a enrolar brigadeiro vai fazer com o pé nas costas. ;D

Snickerdoodles

Snickerdoodles

- xícara medidora de 240ml

Massa:
2 3/4 xícaras (385g) de farinha de trigo
1 1/2 xícaras (300g) de açúcar
1 xícara (226g) de manteiga, amolecida
2 ovos
2 colheres (chá) de cremor de tártaro - você encontra em casas que vendem artigos para confeitaria
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 colher (chá) de baunilha
1/4 colher (chá) de sal

Misturinha de canela:
3 colheres (sopa) de açúcar
1 1/2 colheres (chá) de canela em pó

Pré-aqueça o forno a 205ºC.
Misture todos os ingredientes da massa em uma tigela grande e bata em velocidade baixa, raspando as beiradas da tigela, até que estejam bem incorporados.
Misture o açúcar e a canela em uma tigela pequenina.
Com porções de 1 colher (chá) cheia de massa, faça bolinhas de cerca de 2,5cm e passe pela mistura de canela. Coloque-as numa assadeira forrada com papel manteiga, deixando 5cm distantes uns dos outros - eles espalham bastante.
Asse por 8-10 minutos ou até que as beiradas estejam douradas (o centro não vai estar completamente firme).
Deixe esfriar antes de retirá-los das formas.

Rend.: 55-60 unidades

quarta-feira, dezembro 20, 2006

Sablés de baunilha

English version

Precisava fazer biscoitinhos para lembrancinhas de Natal. Li tantas receitas, pesquisei tantos sites... Até mandei e-mail perguntando sobre o assunto para a Valentina e para Cinara. Eu queria biscoitinhos que ficassem crocantes por mais tempo e que tivessem uma carinha bonita.
Achei esta receita (caso vocês não conheçam este blog, vale a pena uma visita. Tem coisas ótimas por lá). A Jenjen os recheou com ganache, mas optei por fazê-los simples, pois assim ficariam frescos por mais tempo. Certamente irei fazê-los assim qualquer hora.

Gostei do resultado: amanteigados e saborosos, sem ser exagerados. A receita não pedia, mas usei um extrato de baunilha maravilhoso que ganhei de uma amiga maravilhosa e o perfume tomou conta da minha cozinha.

Sablés de baunilha

450g de farinha de trigo
50g de amido de milho
400g de manteiga, em cubos e em temperatura ambiente - não use margarina
200g de açúcar de confeiteiro
4 gemas
1 pitada de sal
1 colher (chá) de extrato de baunilha - opcional

Antes de assar os biscoitos, pré-aqueça o forno a 160ºC. Forre as formas com papel manteiga.
Peneire a farinha e o amigo numa tigela. Faça um buraco no centro e adicione a manteiga e o açúcar. Mexa com as pontas dos dedos até dissolver a manteiga.
Junte as gemas, o sal (e a baunilha, se for usar) e misture até a massa parecer uma farinha de rosca bem grossa. Não mexa demais.
Faça um rolo com a massa, embrulhe em PVC e refrigere por 2 horas.
Retire da geladeira e com cuidado abra a massa com um rolo, em uma superfície enfarinhada. Corte no formato desejado e asse por 10-12 minutos ou até que estejam com as bordinhas douradas.

Rend.: 85-90 biscoitinhos (meu cortador tem 5cm de diâmetro)

segunda-feira, dezembro 18, 2006

Chocottone

Queria presentar um amigo que tem três filhos pequenos. Então decidi fazer um chocottone grandão e três pequeninos.
Enfeitei com pasta americana.

Amo chocottone, pois não gosto muito de frutas cristalizadas... A Valentina diz que a palavra "chocottone" a faz rir. :D

Eu coloquei em saquinhos de celofane, pois as caixinhas de minibolo que eu tinha em casa não serviam... Se resolver fazer isso também, embale e entregue sem demora - o calor faz com que a pasta americana comece a melar e a sua decoração pode ir por água abaixo.

Esta receita peguei num curso da Garoto que fiz uma vez. Se você quiser mais receitas com chocolate, clique aqui.

Chocottone

Esponja:
60g de fermento biológico fresco
3 colheres (sopa) de açúcar
200ml de leite morno
2 ovos
240g de farinha de trigo

Massa:
150g de manteiga sem sal, amolecida
80g de açúcar
4 gemas
1 ovo
3 colheres (sopa) de mel
4 colheres (sopa) de óleo
1/2 colher (chá) de especiarias (noz-moscada e canela)
2 colheres (sopa) de rum - usei 1 colher (sopa) conhaque
500g de farinha de trigo
300g de gotas de chocolate meio-amargo

Prepare a esponja: misture numa tigela grande o fermento e o açúcar, juntando em seguida o leite, os ovos e a farinha. Cubra com PVC e deixe crescer por 30 minutos.

Coloque na batedeira a manteiga, o açúcar, as gemas, o ovo, o mel, o óleo, as especiarias, o rum e bata até obter um creme encorpado. Junte este creme à esponja e, aos poucos, adicione a farinha de trigo. Sove até ficar homogêneo, cubra com PVC e deixe crescer mais 30 minutos - a minha massa estava grudando demais, difícil de sovar, então acrescentei 50g de farinha de trigo.
Abra a massa em uma superfície enfarinhada e espalhe as gotinhas de chocolate. Enrole, divida em 3 partes iguais, forme bolas e coloque cada uma delas em formas de papel para panettone, com capacidade para 500g.
Deixe descansar 10 minutos - os meus descansaram 30, pois eu estava fazendo uma massa de biscoito e não podia parar.
Asse em forno pré-aquecido (180ºC) por 40 minutos ou até que estejam dourados.
Embale depois de frios.

Rend.: 3 chocotones de 500g cada - a minha receita rendeu 2 de 550g + 6 de 110g

sexta-feira, dezembro 15, 2006

Sorvete com berries

English version

Berry ice cream pudding

Tentei fazer um bolo usando adoçante ao invés de açúcar e foi um DESASTRE!! Nunca vi um bolo tão feio em toda a minha vida...
Não daria mais tempo de preparar outra sobremesa sem açúcar (eu tinha feito um merengue) e comecei a ficar em pânico (quem lê o blog sabe que tenho uma veia dramática que resolve aflorar de tempos em tempos). :D
Lembrei de uma revista Donna Hay que ganhei de presente (do Natal do ano passado) e foi a luz: lá havia uma sobremesa feita com sorvete de creme e berries congeladas - tudo o que eu tinha no freezer!

Servi com uma calda de maracujá que há havia feito para o bolo.

As medidas abaixo foram tiradas da revista, pois a minha foi feita a olho, com um pote de sorvete de 1 litro, já "começado".

Berry ice cream pudding

Sorvete com berries
da Donna Hay magazine

2 litros de sorvete de baunilha levemente amolecido - usei diet
185g de framboesas congeladas
185g de mirtilos congelados

Coloque o sorvete e as frutinhas numa tigela grande e misture bem para distribuí-las igualmente.
Forre uma forma de bolo inglês (ou outro formato de forma que preferir) com PVC e adicione o sorvete. Acerte usando uma colher, para que fique bem espalhado na forma.
Cubra com PVC leve ao freezer por 3 horas.
Desenforme, retire o plástico e sirva com a calda da sua preferência.

Rend.: 6 porções

Berry ice cream pudding

terça-feira, dezembro 12, 2006

Carré de cordeiro à gremolata

English version

Minhas queridas leitoras, acreditem em mim: apesar de meio feinha, a carne ficou bem gostosa - até eu, que não como, provei um pedacinho pra matar a curiosidade. Estava macia e suculenta.
Briguei com o meu açougueiro pois o pedaço de carne que ele me vendeu não era do jeito que eu queria. Para servir, precisei desossar a carne, pois não conseguia separar as costeletas umas das outras.


Foi mais fácil superar o mico depois dos elogios dos convidados. :D
Servi com um risoto de parmesão e azeitonas pretas, criação minha - mas não sobrou nadinha pra tirar foto...

A receita do carré é da Donna Hay - aposto que vocês já estavam adivinhando!

UPDATE - fiz a receita novamente, com um pedaço de carne ótimo. Ficou bárbara!

Carré de cordeiro à gremolata
do Modern Classics 1

30g de salsinha picada
25g de hortelã picada - não usei pois o João não come
1 colher (sopa) de raspas de casca de limão siciliano
2 colheres (sopa) de alcaparras picadas - a receita pede alcaparras conservadas em sal, mas não sei se aqui no Brasil temos. Usei conservadas em salmoura
sal e pimenta do reino moída
80ml de azeite de oliva
2 carrés de cordeiro de 375g cada*

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Misture a salsinha, a hortelã, a casca de limão, as alcaparras, o sal, a pimenta e o azeite. Pressione esta mistura nas laterais de cada e coloque-as em uma forma forrada com papel manteiga.
Asse por 25-30 ou até que a carne esteja a seu gosto - deixei 50 minutos pois não faço carne mal-passada em casa.
Sirva com legumes assados ou uma salada simples.

Rend.: 4 porções

* Peça ao seu açougueiro de confiança para limpar os carrés, removendo toda a gordura dos ossinhos.

segunda-feira, dezembro 11, 2006

Tomates recheados

English version

Adoro receber visitas para jantar/almoçar. Nada mais gostoso do que preparar uma comidinha especial, com carinho, e ver pratos vazios e carinhas satisfeitas - sem falar nos elogios. Faz um bem!

Um casal de amigos voltou à nossa casa, desta vez para almoçar. Foi um domingo muito gostoso!

Preparei a saladinha abaixo como entrada do nosso almoço. A receita tirei deste maravilhoso livro - o que não é supresa nenhuma, tratando-se de Donna Hay. Aliás, o almoço teve várias receitinhas dela - garantia de sucesso!

A caminha de rúcula foi idéia minha.

Tomates recheados
do Entertaining

4 tomates
4 bolas de mozzarella de búfala
33g de parmesão em lascas - não usei pois já estava preparando um risoto de parmesão e azeitonas pretas
manjericão
1 maço pequeno de rúcula - opcional
120ml de aceto balsâmico
3 colheres (sopa) de azeite de oliva extra virgem
2 colheres (chá) de açúcar mascavo - não usei pois um dos convidados não pode comer açúcar
sal e pimenta do reino moída

Faça cortes nos tomates sem chegar até a base. Fatie as bolas de mozzarella e recheie os tomates com elas, o manjericão e o parmesão.
Misture o aceto balsâmico, o azeite, o açúcar, o sal e a pimenta e derrame sobre os tomates, deixando tomar gosto por pelo menos 20 minutos - pulei esta etapa pois a rúcula iria murchar. Pus o molho numa molheira e servi separadamente.

Rend.: 4 porções - ou 2, se a fome for muito grande.



segunda-feira, dezembro 04, 2006

Barquinhas de pão

English version

Faço esta receitinha há muito tempo, desde que casei. Uma delícia para os finais de semana, quando não queremos "comer comida" - apenas beliscar.
Esta foi a inspiração.
A história da Cinthya Maggi é bem bacana, na minha opinião. Quando o marido descobriu que tinha diabetes, ela foi pra faculdade cursar Nutrição. Mais velha, madura, colocou os cadernos embaixo do braço e foi em frente!
Entre outras coisas, escreveu uns livros e foi parar na TV. Sempre via seus programas e ficava intrigada em como os pratos pareciam tão gostosos, apesar de serem light/diet. Não assisto mais, por causa do trabalho, mas recomendo uma visitinha ao site dela. Acho que vocês irão gostar!

Nunca testei, mas acho que esta receitinha pode virar deliciosas bruschettas, apenas trocando o tipo de pão!

Barquinhas de pão

2 pães franceses
1 cebola pequena picada
2 colheres (sopa) de azeite
4 palmitos em rodelinhas
2 colheres (sopa) de salsinha picada
4 colheres (sopa) de água
100g de mussarela, fatiada ou ralada
sal
pimenta
azeite (extra)

Aqueça o azeite e doure a cebola nele. Junte os palmitos, tempere a gosto e refogue. Adicione a água, tampe e abaixe o fogo; cozinhe até que a água comece a secar. Acrescente a salsinha e desligue o fogo.
Corte os pães pela metade, no sentido horizontal. Você vai obter 4 "barquinhas". Tire o miolo e recheie-as com o refogado de palmito. Capriche!
Cubra com a mussarela, regue com 1 fio de azeite e leve ao forno pré-aquecido (220ºC), por aproximadamente 10 minutos, ou até que o queijo esteja levemente dourado.

Rend.: 2 porções
Related Posts with Thumbnails