segunda-feira, julho 24, 2006

Brioches de laranja

Não sei se é uma característica dos escorpianos, mas sou extremamente curiosa. No sentido de pesquisar, querer descobrir razões e porquês, como se faz alguma coisa. E enquanto não souber, não sossego.
Confesso que desde que descobri o maravilhoso mundo dos food blogs, não parei mais de clicar, ler, clicar, ler...
Alguns estão aí na coluna ao lado. Eu os visito regularmente. Adoro ver as novidades, ler as histórias, admirar as fotos. Já testei algumas receitas e outras estão aguardando um tempinho livre para sair do papel.
A receita de hoje é do Delicious Days.
Fui conquistada na primeira "clicada". Logo de cara, uma foto de maravilhosos pãezinhos se abriu. Pareciam ótimos!!
Imprimi a receita, pensando: "Vou guardá-la para experimentar no final de semana". Mas não precisei esperar tanto. O passo-a-passo me pareceu simples e eu tinha todos os ingredientes à mão.
Fiz a massa e, enquanto crescia, fui preparando o jantar. Depois de comer, enrolei as bolinhas de pão e levei ao forno. Em pouco tempo os brioches estavam prontos!
Não usei as raspinhas de laranja porque queria um pãozinho mais neutro.
No final de semana seguinte, fiz novamente a receita, desta vez recheando os brioches com presunto e queijo, para o aniversário do meu pai (aumentei um pouquinho a quantidade de sal). Ficaram gostosos, mas acho que por causa do queijo no recheio estavam muito melhores quentinhos.
Acho que é uma receita bárbara para quem tem criança em casa. Rende bem e os brioches ficam gostosos mesmo no dia seguinte. Podem virar um ótimo lanche para a escola.
Uau, me ocorreu algo agora: lancheiras ainda existem?? Lembro da que eu tinha quando estava na pré-escola... Era tão linda!
A tampa da garrafinha térmica ficava aparecendo, fora da lancheira. E era cor-de-rosa - como TUDO o que me pertencia quando criança...

Brioches de laranja

250ml de leite morno
20g de fermento biológico (fresco)
500g de farinha de trigo
75g de açúcar
1 pitada de sal
1 ovo
75g de manteiga, derretida e fria
raspas da casca de meia laranja
manteiga derretida para pincelar os brioches - cerca de 1 colher (sopa)

Peneire a farinha em uma tigela grande e faça uma cova no meio. Despeje o leite, adicione o fermento (esfareladinho) e uma colher (chá) de açúcar. Misture duas ou três vezes - você vai incorporar só um pouco da farinha nesta misturinha, deixando a maior parte nas beiradas da tigela.
Cubra com um pano de prato e deixe crescer por aprox. 15 minutos (eu coloco a tigela coberta dentro de uma sacolinha plástica de supermercado e fecho bem para servir como uma espécie de estufa).
A superfície deve ficar cheia de bolhas.
Junte os ingredientes restantes (a farinha da tigela, o açúcar, as raspas de laranja, o sal, o ovo e a manteiga) e misture bem, até a bola de massa se desgrudar da tigela. Se necessário, adicione um pouquinho de farinha - eu precisei de 1 colher (sopa) cheia. Cuidado com o excesso de farinha, pois isso pode deixar o pãozinho duro.
Cubra e deixe crescer novamente, desta vez por 45 minutos. A massa quase dobra de volume.
Misture novamente e coloque a massa numa superfície enfarinhada. Corte pedaços iguais e faça bolinhas. Coloque-as em forminhas para muffins e leve para assar até dourarem (o forno deve estar a 200ºC). Retire do forno e pincele com a manteiga derretida.

Rend.: 14 unidades.

Obs.: da primeira vez, fiz meia receita e minhas bolinhas tinham 65g cada (ainda cruas). Enchi 8 forminhas e uma última com uma bolinha um pouco menor (50g).

14 comentários:

valentina disse...

PAtricia, esta receita nao da para nao fazer.Morro de rir quando vejo de colocar recheio. Descobri depois que sai do Brasil que como nacao amamos paes recheados. ficaram lindos os teus.

Patricia Scarpin disse...

Valentina,

Acho que vc está coberta de razão. O povo aqui acha coisas sem recheio tão pobrinhas...
Eu discordo, gosto de um bolo ou pão básico para acompanhar um suco ou chá. Dá pra incrementar com manteiga, cream cheese, geléias (que eu adoro...)
Pros pãezinhos sem recheio, meu marido nem ligou.
Mas os recheados ele "atacou": se eu não tomo cuidado, não sobraria nada para o aniversário do meu pai... Comeu saindo do forno mesmo, queimando a língua!

valentina disse...

Pat,sou fascinada pela historia dos habitos alimentares e estou colhendo informacao sobre os do Brasil.TEnho curiosidade de descobrir se em Portugal se parecem pois ai sera a nossa historia.By the way, se voce ver livros neste sentido sera que poderia me mandar titulos por emai? Livros no Brasil.

renata disse...

Patrícia, outro dia fiz pão de queijo em forminhas de papel e ficaram crescidinhos como os teus brioches.Comprei umas formas próprias para brioches mas ainda não as estreei.

Patricia Scarpin disse...

Valentina,
Os hábitos daqui são resultado de uma mistura muito grande de culturas, né?
A culinária italiana tem uma influência enorme, assim como a africana (mais nos estados do Norte/Nordeste). Tem ainda os costumes indígenas, portugueses, alemães.
Vou dar uma pesquisada nos livros e te mando o e-mail, sim.
Vc tem razão, é um assunto fascinante!

Renata,
Adoro usar forminhas de papel. Não precisa ficar untando e enfarinhando nada e é prático para trazer pro trabalho.
Ainda quero encontrar umas coloridas, bem bonitas!

Akemi disse...

Tbm adoro ficar admirando as fotos deste blog e as receitas tbm são ótimas. Como cresceram os seus brioches, estão lindos!

Patricia Scarpin disse...

Oi, Akemi!
Adoro as suas visitas ao blog. Volte sempre!

E as suas receitas tb são maravilhosas, as fotos, hum...

Aqueles cinnamon rolls estão na minha to do list... :D

Ana Paula disse...

Patrícia, vc é o máximo!!!, e seus brioches são supremos, aprecio muito o requinte e simplicidade de suas receitas, vc está de parabéns pela receita, nota 10, confesso que fiquei com um pouco de frio na barriga quanto fiz sua receita, pois tudo que vc faz e super delicado e lindo, muito obrigada e parabéns mais uma vez, tudo de bom.

Patricia Scarpin disse...

Oi, Ana Paula! Tudo bem?

Adorei saber que os brioches deram certo, fui lá ver os seus e estão lindos (tentei comentar, mas não consegui).
Obrigada por me contar e também pelos elogios e pela doçura.
Beijo grande!

Ana Paula Andrade disse...

Muito obrigada Patrícia, que bom que vc gostou, eu realmente estava tendo um probleminha com meu templete, então tive que trocar por um outro, que no caso é como o seu, foi o único modelo que gostei, tentei optar pela versão azul mais não gostei muito do resultado então fiquei com esse mesmo e sanei o problema dos comentários, inclusive a Cinara e a Cristina já conseguiram comentar, um bjo gde p/ vc tbém e um ótimo fim de semana!!!!

maria teresa pin disse...

Oi Renata... achei esse blog hoje..., estou vendo no site da Tramontina..achei uma forma prá brioche, mas é grande! tipo 9,5 de altura e 20cm de diâmetro... será prá brioches grandes, né... !? Ainda nunca os fiz... Adorei todas vcs.. já está nos Favoritos... Bj!
mtemte@uol.com.br

Thaty Corrêa disse...

Oi Patricia!

Acabei de fazer esses brioches e são maravilhosos, adorei!
Acompanho sempre seu blog, me encanto pela suas fotos e adoro o seu modo de escrever... É o meu blog de culinária favorito! Acho que até já te disse isso no tuíter! ;)

Beijos

Patricia Scarpin disse...

Oi, Thaty! Que notícia ótima, menina! Adorei saber que vc gostou dos pãezinhos!
Não ando usando muito o Twitter, mas estou lá no FB, se vc quiser bater papo.
Beijo!

Thaty Corrêa disse...

Oi Patrícia!

Vou te procurar lá então!
Beijos

Related Posts with Thumbnails