quarta-feira, março 07, 2012

Tortinhas de figo e amora + "Sid & Nancy"

English version

Little fig and blackberry pies / Tortinhas de figo e amora

Um dos meus objetivos para o ano passado era usar mais meus livros de receita e fiquei bem contente com o resultado: realmente os usei bem mais do que costumava fazer e pretendo continuar. Para 2012 tenho um novo objetivo: assistir a mais filmes, especialmente aqueles que, por alguma razão, não vi no cinema.
Comecei com “Sid & Nancy” – por causa do meu frenesi com a indicação de Oldman ao Oscar – e posso dizer que comecei com o pé direito: não só o filme é muito bom – lida de maneira crua com um assunto idem – como também mostra que este homem nasceu para ser ator. Oldman desenvolve o personagem de um jeito que me fez ter sentimentos mistos por ele durante todo o filme e também acrescenta a Sid Vicious, muito sutilmente, uma camada de fragilidade que as pessoas provavelmente não esperam encontrar em um punk. Nem preciso lhes contar sobre a perfeição de sua transformação visual porque isso é algo que ele fez em todos os filmes de que participou até hoje. Gostei demais de “Sid & Nancy”, porém drama é sempre a minha primeira opção de filme – quem prefere comédia talvez deva pensar duas vezes antes de assistir.

***

Moro em apartamento e (infelizmente) não tenho um pomar como o Nigel Slater, mas isso não quer dizer que eu não possa aproveitar suas receitas deliciosas: estas tortinhas maravilhosas são de seu livro "Tender II" e a massa é tão boa e fácil de manusear que figos e amoras não precisam, necessariamente, ser a sua opção de recheio – maçãs com uma pitada de canela é o que tenho em mente para o outono. :)

Tortinhas de figo e amora
um tiquinho adaptadas do absolutamente lindo Tender, Volume 2 (o meu comprei aqui)

- xícara medidora de 240ml

Massa:
1 2/3 xícaras (233g) de farinha de trigo
1/3 xícara (46g) de açúcar de confeiteiro + um pouquinho extra, para polvilhar
1 pitada de sal
½ xícara + 2 colheres (sopa) - 140g - de manteiga sem sal, gelada e em cubinhos
1 gema grande
½ colher (chá) de extrato de baunilha

Recheio:
200g de amoras – usei congeladas, parcialmente descongeladas
4 figos grandes
2 colheres (sopa) de mel
suco de 1 limão
2/3 xícara (66g) de farinha de amêndoa

Unte levemente com manteiga quatro forminhas fundas de torta ou formas de mini bolo de 10x5cm cada. Reserve.
Coloque a farinha, o açúcar de confeiteiro e o sal no processador de alimentos e pulse para combinar e remover quaisquer grumos. Junte a manteiga e pulse até obter uma farofa grossa. Junte a gema e a baunilha e pulse até que a massa comece a se formar. Transfira a mistura para um pedaço grande de filme plástico e junte-a, formando um disco e, em seguida, forme um cilindro com a massa. Embrulhe e leve à geladeira por pelo menos 1 hora.
Pré-aqueça o forno a 200°C. Lave as frutas, corte os figos em pedaços graúdos e transfira para uma tigela. Junte as amoras, o mel, o suco de limão e a farinha de amêndoas e misture bem.
Divida a massa em quatro partes iguais. Trabalhando em uma superfície levemente enfarinhada, achate cada parte de massa e forre com ela uma das forminhas preparadas, deixando sobrar massa além da beirada da forma. Repita com a massa restante. Divida o recheio entre as forminhas forradas com massa e então deite as sobras de massa sobre o recheio, sem cobri-lo completamente – o centro da torta não deve ser coberto com a massa, deixando uma lacuna por onde o recheio fique visível.
Coloque as forminhas em uma assadeira de beiradas baixas e asse por 30-35 minutos ou até que a massa doure bem e o recheio esteja borbulhando. Polvilhe com açúcar de confeiteiro e sirva mornas ou em temperatura ambiente.

Rend.: 4 – fiz as tortinhas usando estas mini formas de bolo (com fundo removível)

9 comentários:

Quéroul disse...

mas eu chorei com esse filme, hein... me lembro de mil anos atrás ter visto a parte final do filme numa HBO da vida. fiquei fula por não ter pego desde o início, e nunca mais achei.

até que eu estava linda e loira em Oxford, comprei a biografia do Sid Vicious por dois conto na rodoviária, e li no busão quando ia pra outra cidade. assim que voltei pra casa em Ox, baixei o filme (um dos poucos que eu baixei sozinha nessa vida, iupi), e morri de chorar no quarto, trancada, sozinha na terra desse povo.

adorável. acho que o Oldman tá brilhante, mas vou dizer que ele não faz NADA sem a chata da Chloe. assim como Sid não seria Sid sem a Nancy...

e a trilha é do Strummer, ouié, un vrai punk. <3


não venho aqui pra comentar receita, né? sou besta. e ainda li 'frango' em vez de figo e pensei 'nossa, punk mesmo', aff.

beijo, xuxu. =**

saboracasa disse...

lindas!
posso levar uma?

saboracasa disse...

lindas!
posso levar uma?

Claudia disse...

Gostei demais deste filme! Assisti no cinema quando estreou, nossa, que velha! Gary Oldman é bom demais e o filme realmente vale a pena.

beijos

VIVIANE DELANI disse...

Patrícia do céu todas as vezes que entro no seu blog me da fome kkkkk. Eu como com os olhos rs. É tanta coisa linda que parece estar tão gostoso que fico salivando!!! Parabéns pq cada dia está melhor. Bjokas

http://vrgdl.blogspot.com/

Marmita disse...

Que lindas imagens.. bolo lindo de morrer! parabéns!

Jour de Macaron disse...

Nossa quanta delicadeza nessas tortinhas! Divinas!
Agora vou ter que testar... ;)
Beijos!

Mari S. disse...

E falar o que de Gary Oldman, né? O tipo de ator que deveria ganhar um oscar pelo simples fato de ser incrível! Preciso assistir Sid & Nancy novamente... vi faz muito tempo, e só me lembro de ter adorado!

Aproveitando... amo o Technicolor Kitchen! Queria ter parado mais vezes para comentar... acho que é a segunda vez apenas que o faço. Mas só queria que você soubesse que você tem aqui uma leitora assídua que devora suas receitas e seus posts com citações de filmes (também sou cinéfila desde sempre!)

Ana Liz disse...

Eu simplesmente AMO o seu blog! Cada vez que passo por aqui parece que sinto o cheiro das suas gostosuras, e me dá uma foooome! Parabéns!

Ana Liz

Related Posts with Thumbnails