Friday, November 22, 2019

Bolo cítrico com casquinha de açúcar, um texto que me fez chorar e o querido Nigel

Bolo cítrico com casquinha de açúcar

Uma vez lhes contei o quanto chorei (e também ri) com o filme “Toast”, que conta a vida do maravilhoso Nigel Slater - preciso tomar vergonha e ler o livro. Nigel tem um jeito tão particular com as palavras, tão único e belo – ele se denomina um cozinheiro que escreve, mas para mim ele é um escritor que cozinha.

Hoje mais cedo li este texto incrível da revista The New Yorker e chorei, de soluçar, e fiquei tentando disfarçar as lágrimas/não borrar a maquiagem, torcendo para não dar muito vexame (tudo em vão, pois além dos olhos de panda fiquei também com o nariz do Rudolph).
O jeito como Kathleen Alcott fala de Nigel e suas receitas é tão amável, tão querido, e aquele final, meu deus, que tijolada no dedão (daí as várias lágrimas). Recomendo demais o texto da Kathleen para quem lê em inglês, mesmo que não curta cozinhar, porque Nigel Slater é tão mais do que simplesmente comida ou receitas – seus textos tocam a alma da gente.

O bolo de hoje é uma receita saborosa da Gourmet Traveller, um bolo do jeito que gosto: cítrico e encharcado. É delicioso, sim, apesar de eu ficar devendo uma casquinha de açúcar decente, porque não tive coragem de usar 100g de açúcar por cima de um bolo que já era docinho. Adaptei a receita e achei que ficou gostoso e doce o suficiente. Este bolo me lembra um dos meus favoritos de todos os tempos, o de limão siciliano e tomilho do meu querido Nigel, e eu me lembro exatamente do dia em que o vi na TV preparando a receita no extinto canal da BBC na Net, e de como corri para a cozinha para fazer o bolo assim que o programa terminou. O bolo de hoje é uma delícia e eu adoraria que vocês o provassem, mas o do Nigel tem um gostinho mais especial no meu coração.

Bolo cítrico com casquinha de açúcar

Bolo cítrico com casquinha de açúcar
adaptado da sempre lindíssima Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
1 ½ xícaras (210g) de farinha de trigo
1 ½ colheres (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de sal
1 xícara (200g) de açúcar cristal
raspas da casca de 1 laranja e de 1 limão taiti
200g de manteiga sem sal, amolecida
3 ovos, temperatura ambiente
1 colher (chá) de extrato de baunilha

Casquinha de açúcar:
suco da laranja usada para o bolo
suco do limão usada para o bolo
3 ½ colheres (sopa) - 42g - de açúcar cristal

Preaqueça o forno a 180°C. Unte uma assadeira de bolo inglês com capacidade para 6 xícaras e massa, forre-a com papel manteiga deixando sobras em lados opostos e unte o papel.

Em uma tigela média, misture bem a farinha, o fermento e o sal usando um batedor de arame. Reserve.
Na tigela da batedeira junte o açúcar e as raspas de limão e laranja e esfregue com as pontas dos dedos até que o açúcar fique aromatizados. Junte a manteiga e bata em velocidade média-alta até obter um creme claro e fofo – raspe as laterais da tigela algumas vezes durante todo o preparo da receita.

Junte os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Acrescente a baunilha e bata bem. Em velocidade baixa, junte os ingredientes secos e bata somente até incorporar – não bata demais para não deixar o bolo duro ou solado. Despeje na forma e alise a superfície. Asse por 45-50 minutos ou até que o bolo cresça e doure (faça o teste do palito).
Misture os ingredientes da calda em uma tigelinha até dissolver o açúcar. Ao retirar o bolo do forno, faça furos em todo o bolo com um palito de churrasco ou faca bem fina. Despeje a calda aos poucos até que toda ela seja absorvida pelo bolo. Deixe esfriar completamente na forma sobre uma gradinha. Remova o bolo da forma usando as alças de papel e sirva.

Rend.: 8-10 fatias

2 comments:

SG said...

Adorei esta receita de bolo, obrigada!
Também eu não sou muito a favor de acrescentar glacés a bolos que já são bem doces (muitos bloggers acrescentam também porque fica bem nas fotos...) e sou a favor da redução de açúcar em muitas receitas.

Quanto ao Nigel Slater, também sou fã das receitas e do modo calmo e simples como as partilha, que mais parece que estamos juntos com ele na cozinha e não do outro lado da TV.

Beijinhos!
https://frommyorchidkitchen.blogs.sapo.pt/

DulceBeeNYC said...

Amiga,
Depois de ver seu post fui ler o artigo na New Yorker e hoje consegui assistir o filme no Amazon Prime. Helena Bonham Carter sensacional e chorei também pensando no Nigel e em você. Você sempre dando dicas certeiras de filmes e receitas.
Beijão

Related Posts with Thumbnails