Thursday, November 16, 2017

Panna cotta de amendoim com praliné de aveia

English version

Peanut butter panna cotta with oat praliné / Panna cotta de amendoim com praliné de aveia

Meses atrás, quando a médica me disse que eu tinha intolerância a lactose, fiquei bem triste: na hora pensei no meu amor por queijos e como isso impactaria os meus hábitos alimentares. Entretanto, dias depois, a ficha caiu mesmo: muitas das sobremesas que eu adoro tem base de creme de leite, e isso sem contar os sorvetes...

Fiquei no chão.

Agora já ando me virando bem com o problema e não é tão ruim quando pensei que seria: consigo substituir alguns ingredientes por suas versões zero lactose, e sempre ando com comprimidos de lactase na bolsa: não são infalíveis, mas certamente são melhores do que nada. Ainda não testei fazer uma panna cotta com creme de leite fresco sem lactose, mas acho que vou começar com esta que lhes trago hoje: é deliciosa e uma das minhas receitas favoritas da época em que estava trabalhando no livro.

Peanut butter panna cotta with oat praliné / Panna cotta de amendoim com praliné de aveia

Panna cotta de amendoim com praliné de aveia
panna cotta: receita minha; praliné de aveia adaptado deste livro

- xícara medidora de 240ml

Panna cotta:
½ colher (sopa) de gelatina em pó sem sabor e incolor
2 colheres (sopa) de água fria
½ xícara (150g) de manteiga de amendoim do tipo smooth
2 colheres (sopa) de açúcar demerara – usei demerara para acentuar o sabor de caramelo; pode ser substituído pelo açúcar cristal
1 pitada de sal
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 xícara (240ml) de creme de leite fresco
1/3 xícara (80ml) de leite integral

Praliné de aveia:
½ xícara (45g) de aveia em flocos
1/3 xícara (67g) de açúcar demerara – usei demerara para acentuar o sabor de caramelo; pode ser substituído pelo açúcar cristal

Separe 4 potinhos com capacidade para ½ xícara (120ml) cada.

Em uma tigelinha média, misture a gelatina e a água. Reserve.
Em uma tigela média, misture com um batedor de arame a manteiga de amendoim, o açúcar demerara, o sal e a baunilha.
Em uma panelinha, aqueça o creme de leite e o leite até que comece a ferver. Desligue e derrame sobre a gelatina, misturando bem para dissolvê-la. Incorpore então à mistura de manteiga de amendoim, mexendo com o batedor de arame até obter um creme homogêneo.
Passe a mistura por uma peneira fina e divida-a entre os 4 potinhos. Leve à geladeira até firmar, cerca de 3 horas – a panna cotta pode ser guardada na geladeira por até 2 dias, coberta com filme plástico para não ressecar.

Enquanto a panna cotta descansa na geladeira, prepare o praliné de aveia: forre uma assadeira rasa com papel alumínio, deixando o lado mais brilhante virado para cima. Espalhe o açúcar numa frigideira média, de fundo grosso, e leve ao fogo médio, vigiando o tempo todo. Quando o açúcar começar a se liquefazer e dourar nas extremidades, use uma espátula de silicone para mexer gentilmente, fazendo com que o calor do açúcar derretido umedeça o açúcar do centro da panela. Incline a panela levemente e misture até que todo o açúcar derreta e comece a dourar – assim que dourar bem, retire do fogo e imediatamente acrescente a aveia à panela. Misture a aveia levemente, porém de maneira rápida, para que todos os flocos fiquem recobertos de caramelo. Despeje a mistura sobre o papel alumínio espalhando o máximo possível. Deixe esfriar completamente e então quebre o praliné em pedacinhos.

Na hora de servir a panna cotta, coloque pedacinhos do praliné sobre cada potinho. Sirva imediatamente, pois a umidade da panna cotta pode derreter o caramelo do praliné.

Rend.: 4 porções

7 comments:

karla dani said...

nunca fiz panna cotta em casa só para não desfazer a lembrança maravilhosa que tive de comê-la quase todo dia numa viagem à itália. Tenho pavor de sobremesa com gelatina, mas na panna cotta não me incomodava nem um pouco. imagino que a quantidade seja muito sutil, para não pesar na sobremesa, ainda mais combinada com o fundo queimadinho do caramelo e do amendoim. Estou quase cedendo!

Luciana Goncalves said...

Nossa, ainda não chegou aqui em Londrina creme de leite fresco sem lactose! Minha mãe também é intolerante Pat, e aqui em casa gostamos muito de creme de leite, manteiga, mozarela.... difícil né?
To senti;do o croc croc desse praline, que delicia! Essa sobremesa é uma ótima pedida pro meu fim de semana! Beijos Pat.

Cristina said...

Deve ter um sabor muito interessante, levo a receita para provar.

Fulana said...

Patricia,

bom dia! Sempre leio suas receitas e recentemente provei o blondie com amendoins salgados e o "brownie" de limão siciliano e coco, que foi um sucesso total!

Mas hoje queria comentar com você algo sobre a intolerância a lactose: os queijos duros, amarelos, que passam por um grande tempo de fermentação, costumam ter zero lactose, sem a necessidade de adição da enzima lactase.

Parmesão, grana são alguns dos que se encaixam nessa categoria.

Quanto ao creme de leite fresco, ele também é quase que zero lactose, pois é apenas a gordura do leite, então vêm traços residuais, que com um bom controle no dia a dia de sua alimentação, provavelmente não te fará tão mal.

Assim que tem o diagnóstico, a inflamação, atingiu seu ponto máximo, mas aos poucos você reequilibra, e sua microbiota intestinal volta a ser povoada de modos a "tolerar", desde que eventualmente os laticínios, sempre dando maior preferência aos fermentados (o processo da fermentação "come" a lactose que é o açúcar do leite, daí iogurtes e kefir talvez também possam não te fazer mal).

Já o contrário também é verdadeiro: os queijos mais branquinhos, tipo ricota, cottage e minas frescal, praticamente não fermentaram e têm bastante presença de lactose ainda.

Outra coisa que não sei se você investigou é se sua alergia é só à lactose ou também inclui a caseína, que é a proteína do leite.

Neste caso, talvez você tenha uma boa adaptação aos queijos e laticínios de ovelha, cabra e em menor probabilidade búfala, pois são caseínas de tipo diferente das de vaca.

Enfim, desculpe se fui intrometida, mas também já passei por um processo semelhante anos atrás, e logo após passar um bom período sem NADA, aos poucos fui reintroduzindo os laticínios de cabra e ovelha e deu tudo certo.

Boa sorte!

Mari said...

Boa noite!
Que blog fantástico. Um achado!
Cheguei aqui por causa das receitas do Paul Hollywood.
Agora não sei como continuarei me contendo com tanta gostosura a me torturar.
Adoro seus textos e o modo como explica. E ainda há dicas de filmes, séries, etc.
Parabéns!

Clara Brito said...

Que delicia de sobremesa.

Beijinhos,
Clarinha
https://receitasetruquesdaclarinha.blogspot.pt/2017/11/sweet-potato-chips.html

Patricia Scarpin said...

Oi, Mari! Que bom saber que você gostou, e obrigada por comentar! Um beijo!

Related Posts with Thumbnails