Tuesday, April 14, 2015

Brownies com amaranto e um filme ruim de doer

English version

Amaranth brownies / Brownies com amaranto

Estava presa no shopping dias atrás e não havia mais nada a fazer a não ser assistir a um filme, porém o problema era que não tinha muita coisa para escolher e o horário só dava certo com “Velozes e Furiosos 7” – nunca vira nenhum filme da franquia e meodeos, como pode algo ser tão ruim, ainda estou tentando entender.

Sei que não sou o público alvo, entendo isso perfeitamente, mas mesmo assim não dá para acreditar que algo tão porcamente escrito – escola James Cameron de diálogos constrangedores e piadas sem graça – e com atuações tão horrorosas possa ser tamanho sucesso e lucrar tanto em bilheteria, e isso sem contar as marmeladas enormes nas cenas de ação e a mulherada com pouca roupa.

Cada louco com a sua mania, minha mãe dizia isso quando eu era pequena e acho que ela tinha razão – é provável que haja mais alguns filmes dessa franquia horrorosa no futuro, mas se é pra repetir alguma coisa à exaustão eu prefiro fazer isso com brownies: há mais de trinta receitas de brownie no blog e hoje lhes trago outra, desta vez com farinha de amaranto: o ingrediente deixa um finalzinho granuloso nos brownies e eu não acho que isso seja um problema, mas quem não gostar disso ou não tiver amaranto por perto pode usar um total de 150g de farinha de trigo comum e fazer um bom brownie tradicional – de ruim já basta o filme, né? :D

Brownies com amaranto
um tiquinho adaptados do trEATs: Delicious Food Gifts to Make at Home

- xícara medidora de 240ml

150g de manteiga sem sal, em pedacinhos
150g de chocolate amargo picadinho – usei um com 53% de cacau
1 xícara (200g) de açúcar cristal
½ xícara (88g) de açúcar mascavo – aperte-o na xícara na hora de medir
3 ovos
1 colher (chá) de extrato de baunilha
¾ xícara (105g) de farinha de trigo
1/3 xícara (45g) de farinha de amaranto
¼ colher (chá) de sal

Preaqueça o forno a 180°C. Unte levemente com manteiga uma forma quadrada de 20cm, forre-a com papel alumínio deixando sobras em dois lados opostos e unte-o também.

Em uma tigela refratária média, junte a manteiga e o chocolate e leve ao banho-maria (fogo baixo, sem deixar o fundo da tigela tocar a água) até que derretam. Deixe esfriar um pouquinho.
Na batedeira, com o batedor de arame, bata os açúcares, os ovos e a baunilha até obter uma espuma leve. Continue batendo e vá acrescentando o chocolate e manteiga derretidos. Com uma espátula de silicone, incorpore gentilmente as farinhas e o sal, misturando de baixo para cima. Transfira a massa para a forma e asse por cerca de 30 minutos ou até que o topo e as laterais estejam firmes e o centro ainda úmido.
Deixe esfriar completamente na forma. Corte em quadradinhos para servir.

Os brownies podem ser guardados em um recipiente hermético em temperatura ambiente por até 1 semana.

Rend.: 16 unidades

9 comments:

Letrícia said...

Como de hábito, seus brownies me dão vontade de correr para a cozinha para prepará-los.

Beijos.

O cantinho dos Gulosos said...

que tentadores e decadentes...adoro.


O Cantinho dos Gulosos

ana lucia araujo said...

fiz um post comentando sobre seu blog, que acompanho desde sempre e acho um dos melhores! http://cabanabacana.blogspot.com.br/2015/04/blogs-x-lojas.html

Cintya Maria Pedroso Ferrari said...

Mil vezes um brownie à um filme dessa série, que na minha opinião é besta demais, me desculpe pelas palavras.
Acabo de vir de outro blog (da Tati) e ela coincidentemente também postou uma receita com amaranto.
Tô começando achar que é uma conspiração para testar a tal farinha rsrs...
Brincadeiras à parte, amo brownies, sejam eles do que forem! Os seus estão divinos e o granulado não será um problema!
Aproveito o recadinho para contar que testei o seu fudge de limão e foi um sucesso na família, viu? Eu não tinha dúvida disso! Eu já tinha feito o da Izumi (receita do livro dela) e também tinha aprovado... Agora foi a vez do seu, não menos delicioso! Obrigada, mais uma vez por compartilhar suas delícias, Patricia.
Não me canso de te agradecer e te admirar!

Bjs

Guilherme Calixto said...

Como fazer com que o brownie fique com casquinha mais durinha e craquelada, Patrícia?

Patricia Scarpin said...

Ana Lucia, obrigada! Vou lá ver.

Cin, que bom que vc gostou do fudge! Obrigada pelo carinho, querida! xx

Guilherme, esse link vai te ajudar:
http://www.thekitchn.com/how-do-i-make-brownies-with-shiny-tops-180270

Ana Elisa Granziera said...

Pat, eu tinha um amigo (que obviamente não tenho mais) que dizia só assistir a filmes em que houvesse perseguição de carros, explosões e bundas. Sério. Bom, essa franquia foi feita pra gente de cabeça fraca com ele. :P
Estou adorando essas suas fotos com fundo escuro. Lindonas.

bjs

Larissa Mendes Gomes said...

Esse Velozes e Furiosos ficou conhecido como o melhor da franquia. Pessoalmente não sou muito fã, mas nas cenas finais do filme tive que dar o braço a torcer, Vin Diesel em conjunto dos roteiristas e James Wan fizeram uma singela homenagem ao Paul Walker, que faleceu em 2013 sem ter terminado o filme, seus dois irmãos fizeram participações pra ajudar a completar as cenas que ficaram incompletas. Apesar de achar algumas cenas meio absurdas demais (tendo que exigir até demais da abstração em alguns momentos), o filme é um filme de ação, ele cumpre sua função. O gênero não é pra todos, talvez seja esse o porquê de ter sido condenado por você, o objetivo de filmes de ação como esse nunca foi e nunca será ser intelectual e trazer questões sociais e mentais. Exterminador do Futuro, Mad Max, Missão Impossível, todos fizeram história mesmo com sua trama mastigadinha e simples, mas isso não os tornam ruins, não muda o fato de serem bons filmes de ação. Às vezes você precisa entender a proposta dos filmes pra aceitá-los, Velozes e Furiosos pretende apenas trazer adrenalina, explosões, perseguições e personagens que mesmo sem ligação genética conseguem se ver como uma família. Se viu o filme esperando mais do que isso quem começou errada foi você, é tipo ir ver o Godzilla de 98 achando que será E o Vento Levou.

Em relação a receita, maravilha assim como todas. Ainda a espera de um livro.

Patricia Scarpin said...

Larissa, tudo bem?
Eu não estou comparando o filme a "Touro Indomável", eu disse que o filme é ruim comparando-os com outros filmes de ação - inclusive os que vc cita são muito bacanas. Não tenho problema com filme de ação, vejo de vez em quando, adoro a franquia Terminator, adorei o novo "Mad Max". Eu fui ver o filme ciente do que viria, eu estava presa no shopping e não tinha outra coisa, como escrevi no post. Só veria esse filme sob tais circunstâncias, mesmo.
Quanto à homenagem do final, eu achei bem bacana, sim, e fiquei com os olhos marejados.
Obrigada pelo comentário, gosto muito dessa troca de ideias.
Um beijo!

Related Posts with Thumbnails