Monday, June 15, 2020

Crumble salgado de batata-doce e minhas frescurites gastronômicas

Crumble salgado de batata-doce

Já lhes contei algumas vezes sobre como o João é chato para comer, e que melhorou muito conforme os anos foram passando (especialmente depois daquela bendita viagem à China), mas hoje vou escrever sobre as minhas frescurites gastronômicas: eu gosto de pensar que como de quase tudo, e acho até que é verdade, mas confesso que se eu puder, evito algumas coisas aqui e ali.

Lembro de quando eu assistia a “Top Chef” e achava o máximo a Gail e a Padma comendo as coisas mais diversas, e ao mesmo tempo pensava “nem a pau eu comeria esse tal de amêijoa-gigante, deus me livre” – joguem no Google e me contem o que acham. :D

Tive, por muitos anos, essa ideia de que já que eu tinha um blog de comida deveria que comer de tudo, gostar de tudo. Graças ao Universo a gente envelhece, amadurece e aprende que ninguém é obrigado a gostar de tudo: não precisa curtir moela e tá tudo bem.

O que eu fico possessa é com o meu irmão, por exemplo, que diz não gostar de uma infinidade de alimentos sem jamais ter sequer provado – como você vai dizer que não gosta se não sabe nem que gosto tem? A pessoa nunca colocou uma folha de alface na boca e diz que não gosta. :S

Estou lhes contando tudo isso hoje para confessar que batata-doce não é mesmo a minha praia: já fiz de vários jeitos, tentando deixar a danada mais interessante, mas não adianta: acho doce demais, não consigo gostar. Aqui em casa a minha última tentativa foi o crumble que lhes trago hoje e ó, não vai rolar mesmo: tentei gostar, mas não deu, fico devendo. Se você, entretanto, não é como eu e adora batata-doce, se joga neste crumble que vai ser sucesso.

Fiz de dois modos diferentes (na receita os detalhes) e gostei mais da versão vegetariana, trocando o bacon por parmesão. E peço que usem farelo de pão em vez de farinha de rosca – a diferença na textura e no sabor é ENORME.

Crumble salgado de batata-doce
receita minha

2 batatas-doces pequenas (250g no total), descascadas e em cubos de 1,5cm
sal e pimenta do reino moída na hora
2 fatias de bacon, em tirinhas de 2cm OU 2 colheres (sopa) de parmesão ralado fininho para uma versão vegetariana da receita
¾ xícara de farelo de pão* (pão velho moído grosseiramente)
1 ½ colheres (chá) de orégano seco
1 colher (sopa) de azeite de oliva extra virgem

Preaqueça o forno a 200°C. Unte com azeite um refratário de 20cm de diâmetro.
Coloque os cubos de batata-doce em uma panela pequena e cubra com água fria. Leve ao fogo alto e, quando começar a ferver, conte 5 minutos. Escorra bem e transfira para o refratário untado. Tempere com sal e pimenta do reino e reserve.
Enquanto isso, doure o bacon em uma frigideira antiaderente por alguns minutos até que fique crocante. Transfira para um prato forrado com papel toalha e deixe esfriar (descarte o excesso de gordura que ficar na panela).
Em uma tigela pequena, coloque o farelo de pão. Tempere com sal e pimenta (pouco sal, por causa do bacon ou do queijo) e junte o orégano. Acrescente o azeite aos poucos, misturando bem até obter uma farofa úmida – se ficar sequinha demais, junte um fio de azeite a mais e vá misturando. Se fizer a versão vegetariana da receita, junte o parmesão e misture. Se fizer a versão com bacon, junte os pedacinhos de bacon e misture. Espalhe a farofinha sobre os cubos de batata e leve ao forno por 12-15 minutos ou até dourar bem. Sirva em seguida.

* no crumble da foto usei farinha de rosca e, apesar de caseira, é muito fininha para esta receita. Quando refiz o crumble na versão com queijo e usei o farelo de pão ficou muito melhor

Rend.; 2-3 porções, dependendo do quanto vocês gostam de batata-doce. :D



1 comment:

Unknown said...

sou com vc, adoro dizer que como de tudo, mas no fundo odeio batata doce! kkkk o único jeito que tolero é quando colocam no cozido..hummm.. amo como qualquer coisa q poem no cozido, quiabo, banana da terra, macaxeira..nossa bom demais, ate a batata doce consegue ficar aceitável !

Related Posts with Thumbnails