Friday, January 10, 2014

Linguiça assada com tomate, pimentão e cebola, um filme, muitas lágrimas e um desejo

English version

Baked sausages with tomatoes, peppers and onions / Linguiça assada com tomate, pimentão e cebola

A ideia de viajar no tempo já rendeu alguns filmes, alguns interessantes, outros pavorosos. Ontem assisti a outro filme sobre o assunto, de longe o mais bonito: um filme que me fez chorar feito um bebê (eram tantas lágrimas que tive de secá-las na manga do cardigã), que me fez pensar sobre várias coisas da vida e que me fez desejar o poder de voltar no tempo.

Fiquei pensando no quão incrível seria voltar ao meu passado e comecei a imaginar minha mãe e eu na nossa cozinha – com a mesa de fórmica azul na qual eu fazia a lição de casa enquanto ela lavava a louça do almoço – e nos vi cozinhando juntas: eu cortava cebolas, ela grelhava um bife. E o engraçado é que na minha cabeça eu não era uma criança: eu era uma adulta de 35 anos, como sou hoje, em pé, ao lado dela, que estava igualzinha a quando eu tinha cinco anos. E outra coisa engraçada é que não sei por que razão pensei nela fritando bife, algo que eu odiava quando pequena: eu geralmente comia os meus bifes frios e duros como pedra depois de sentar à mesa por horas, proibida de me levantar enquanto ainda houvesse comida no prato. :)

Já que Richard Curtis me fez pensar em minha mãe muito mais do que já faço diariamente, decidi dividir com vocês hoje esta receitinha deliciosa: como boa descendente de alemães minha mãe adorava carne de porco (e repolho – nossa, como ela amava repolho) e tenho certeza de que ela adoraria este modo de preparar linguiça – as porções de carne ficam douradas e sequinhas por fora e macias e suculentas por dentro, e o tomilho dá um toque maravilhoso.

Linguiça assada com tomate, pimentão e cebola
do programa de TV “Bill’s Notting Hill Kitchen”

2 cebolas, descascadas, cortadas ao meio, cada metade cortada em 4
1 pimentão vermelho grande, sem as sementes, em pedaços graúdos
6 dentes de alho ainda na casca
200g de tomates cereja
azeite de oliva extra-virgem, para regar
sal e pimenta do reino moída na hora
4 linguiças frescas
5-6 raminhos de tomilho fresco
1 punhado de azeitonas pretas

Pré-aqueça o forno a 200°C. Coloque as cebolas, o pimentão, o alho e os tomates em uma assadeira ou refratário médio. Regue com um pouquinho de azeite, tempere com sal e pimenta e misture. Retire a carne das linguiças de dentro das tripas, formando porções do tamanho de uma almôndega grande, e espalhe-as sobre os legumes. Cubra com os raminhos de tomilho, regue com mais um pouquinho de azeite e asse por cerca de 1 hora, virando os pedaços de linguiça na metade do tempo para que dourem dos dois lados. Retire do forno, espalhe as azeitonas sobre o prato e sirva.

Rend.: 2 porções generosas

8 comments:

valeria rezende said...

Olá Patrícia, é uma pena que vc tenha perdido sua mãe tão cedo. A minha está com 82 anos e sofre de alzheimer,o que é muito triste, porque ela está com a gente de corpo, porque a cabecinha dela já foi embora. As vezes também me pego pensando em como ela era e me dá uma saudade...
Abraços!

Silvia said...

Que coincidência fofa! Em casa assistimos este filme na terça-feira e minha filhota, muito talentosa, fez uma postagem no blog dela. A minha sensação foi a mesma após assitir este filme. Chorei como criança, pois sei que muitas coisas poderíamos fazer diferente se pudéssemos voltar no tempo. Dá uma olhadinha no post: http://www.sagasetrilogias.blogspot.com.br/

Rosangela Cunha said...

Olá querida Patrícia!!! Que palavras bonitas, me senti vivendo a sua história, devo imaginar o quanto a sua maezinha te faz falta, né? Uma saudades que nao tem fim! Eu nao sou descedente de alema, mas moro na Alemanha e adorei a sua receita de hoje, simplesmente irresistível, álias adoro todas! Um beijo super carinhoso

Rita said...

Querida, um beijo enorme pra você, com todo meu carinho. Lindinha.

p* said...

Esse filme é mesmo bonito! Fui vê-lo ao cinema por acaso e adorei! Foi dos meus preferidos nos últimos tempos. :) A cebola assim tão inteira é que não gosto muito, mas se der para pôr de lado, gosto do saborzinho que dá! :)

Patricia Scarpin said...

Valeria, que triste a situação da sua mãezinha, sinto muito, querida.
Bj!

Silvia, o filme é lindo, mesmo.

Rosangela, faz muita falta, sim, querida. Um beijo, obrigada!

Ritra, pra vc tb, querida. xx

P*, dá pra deixar a cebola de lado, sim. :D

Patricia Luck said...

Espero que você pense como sua mãe ficaria orgulhosa de você..

Receita anotada, estou com algumas linguiças frescas aqui em casa, direto de Santa Catarina e com certeza vou comê-las com chucrute!

Um abraço e obrigada

Patricia Scarpin said...

Xará, obrigada pelo comentário tão carinhoso. Tomara que vc goste da receita (ah, minha mãe era catarinense, olha que coincidência).
Beijo!

Related Posts with Thumbnails