terça-feira, dezembro 11, 2012

Biscoitos de Natal da Alsácia

English version

Alsatian Christmas cookies / Biscoitos de Natal da Alsácia

Uma das minhas expressões favoritas em inglês é “a hidden gem” (e não consigo traduzi-la sem que me soe estranho - tradutores me lendo agora, me ajudem, por favor); eu a acho perfeita para descrever certas coisas como, por exemplo, “O Homem da Máfia”, um filme excelente que vi semana passada e que ninguém mais que conheço viu: um ótimo roteiro, performances poderosas – especialmente a de Ben Mendelsohn, quem eu já tinha adorado no fantástico “Reino Animal” – e uma direção idem. Outra hidden gem para mim é o “The Good Cookie”, de Tish Boyle, que comprei há séculos – demorei tanto para começar a usar este livro (e não tenho nem explicação para isso) mas hoje em dia é o primeiro livro a que recorro quando quero preparar biscoitos. Estes aqui, deliciosos e com um sabor marcante de canela que adoro, viraram lindas estrelas nas mãos de Boyle, mas também funcionaram perfeitamente como slice and bake cookies – tenho certeza de que mesmo quem não está enfrentando esse calor infernal daqui vai adorar essa forma mais prática e rápida de preparar os biscoitos.

Ah, os cartõezinhos fofos que vocês vêem na foto - e que agora decoram a minha árvore de Natal - foram encontrados aqui.

Biscoitos de Natal da Alsácia
um tiquinho adaptados de um livro incrível

- xícara medidora de 240ml

Biscoitos:
2 ¼ xícaras (225g) de farinha de amêndoa
2 ¾ xícaras (330g) de farinha para bolo*
2 colheres (chá) de canela em pó
¼ colher (chá) de sal
1 xícara + 1 colher (sopa) - 240g - de manteiga sem sal, amolecida
1 xícara (200g) de açúcar cristal
1 ovo grande
1 colher (chá) de extrato de baunilha

Para pincelar os biscoitos:
1 ovo grade, levemente batido com um garfo + 1 pitada de sal
3 colheres (sopa) de açúcar cristal

Coloque a farinha de amêndoa, a farinha para bolo, a canela e o sal em uma tigela grande e misture com um batedor de arame.
Na tigela grande da batedeira, usando o batedor em formato de pá, bata a manteiga e o açúcar até misturá-los bem e obter um creme. Raspe as laterais da tigela. Batendo, junte o ovo e a baunilha. Em velocidade baixa, incorpore os ingredientes secos, 1/3 por vez, misturando apenas até incorporar. Divida a massa em duas partes iguais e coloque cada metade em um pedaço grande de papel manteiga; forme um cilindro de aproximadamente 3,5cm de diâmetro com a massa, fechando-a dentro do papel manteiga usando uma régua – como a Martha faz aqui. Feche as pontas e leve ao freezer até firmar bem.
Pré-aqueça o forno a 180°C; forre duas assadeiras grandes com papel manteiga. Desembrulhe um dos cilindros de massa (mantenha o outro no freezer). Corte em fatias de 6mm e coloque-as nas assadeiras preparadas deixando um espaço de 2,5cm entre uma e outra. Pincele com o ovo batido e salpique com o açúcar cristal. Asse por 17-22 minutos ou até que os biscoitos estejam firmes e uniformemente dourados na parte inferior. Deixe esfriar nas assadeiras sobre gradinhas por 5 minutos e então remova com jeitinho e transfira para as gradinhas. Deixe esfriar completamente. Repita o processo com o outro cilindro de massa.
Guarde em potes herméticos em temperatura ambiente por até 2 semanas (no calor infernal que está fazendo aqui acho que não durariam tanto).

* farinha para bolos caseira: retire 2 colheres (sopa) de 1 xícara de farinha de trigo comum e adicione 2 colheres (sopa) de amido

Rend.: cerca de 60 biscoitos

13 comentários:

Sofia disse...

os biscoitos parecem deliciosos, mas eu vi homem da máfia semana passada e não gostei... estava contando os minutos para que o filme acabasse. A premissa é interessante, mas a trama se desenvolve muito lentamente, o que cansa o espectador. E o brad pitt está longe de me convencer como ator, devo ser a única que acha isso, mas ele não tem talento

thatiana Bandeira disse...

Que delicia de receita!
Bj

lili disse...

Seria tesouro escondido? ou inexplorado?

Luisa Alexandra disse...

Os teus biscoitos ficaram mesmo lindos, muito boa sugestão agora para as ofertas de Natal!

Fê Dayrell disse...

Estes biscoitos devem ser muito bons, imagino o aroma na hora de assar.
bjo

Evy disse...

Literalmente seria gema (pedra preciosa, jóia) escondida. Mas acho que tesouro escondido soa melhor como nossa amiga lili já disse.

Ando com uma preguiça enorme de ir pra cozinha assar alguma coisa. Aqui no litoral tá castigante. Teve dias que nem vento tinha. Mas mesmo assim fiz uma receita de pão de mel que vi num certo canal. Pra quê? Tempo errado, rendimento errado, forma queimada... Eu odeio, odeio mesmo receitas que não dão certo.

Uma das coisas que me faz ser leitora assídua do seu blog e do Ana Elisa faz anos, é que eu posso confiar no que vcs postam. Já fiz muitas receitas e sempre deram certo. E receitas slice and bake me animam a encarar o forno em dias assim, que em pleno fim de tarde, o termômetro ainda marca mais de 30°C.

Bj

Carol disse...

Oi Patricia, tudo bem? Assim como a Evy, gosto de ler o seu blog e o da Ana Elisa, porque acho interessantes e confiáveis. Sempre tive um certo medo de fazer biscoitos. Mas logo gostei dessa receita e quis experimentar. Parece deliciosa. Já comecei a imaginar o perfume de baunilha e amêndoas, mas foi aí que me deparei com o "batedor em formato de pá". Minha batedeira é comum e não tem esse tipo de batedor (ou tinha e ele se perdeu, sei lá). Vc acha que é possível prepará-los em batedeira comum, ou na mão mesmo? Obrigada e parabéns pelo blog :)

Patricia Scarpin disse...

Sofia, achei o ritmo do filme muito bom - não tenho problema com filmes lentos. Não acho Brad Pitt grande coisa mas neste filme ele não fede nem cheira, pois o restante do elenco está espetacular.

Evy, pois é, jóia escondida me soa estranho, muito ao pé-da-letra, mesmo.
Que bom saber que você gosta das receitas daqui e que deram certo. Fico super feliz, viu?
Beijo!

Carol, o batedor em formato de pá é característico das batedeiras planetárias. Dá pra fazer com os batedores comuns, viu?
Beijo!

Memórias de garfo disse...

Que belezinhas de biscoitos Patricia! :)

Neyara disse...

Patrícia, tenho uma confissão a fazer: amo quando tu começas a reclamar do calor infernal e a postar receitas que funcionariam até no Senegal, porque essa é minha realidade o ano todo! Tu me perdoas? Em minha defesa, posso inventar que o calor constante amoleceu meus miolos... Vou testar os biscoitinhos na minha cozinha superaquecida e venho te contar, ok?
Beijos

Cal Moreira disse...

Parabéns pelo blog´, ele é sensacional! Tb assisti O Homem da Máfia e achei o máximo, roteiro, atuações, fotografia, muito bom mesmo!
abs

Patricia Scarpin disse...

Cal, obrigada!
xx

Sy disse...

Ao pé da letra seria uma jóia escondida, mas o sentido é mais como um 'coringa' na manga.. ou seja uma ótima opção que a gente tem (na vida, na cozinha, nos relacionamentos..)

É isso!
adorei a receita

Related Posts with Thumbnails