quinta-feira, fevereiro 19, 2009

Pão de coco do Bill

English version

Bill's coconut bread

Num dia quente como hoje - 32ºC aqui em São Paulo – muita gente adoraria estar na praia. Mas eu não – não gosto de praia...

.
.

Agora que vocês terminaram de jogar tomates podres em mim, continuarei. :D

Não gosto do sal, da areia, do calor... Mas mesmo assim acabo indo de vez em quando – o João ama praia. E as pessoas fazem cada loucura por amor, não?
Felizmente encontrei 2 ou 3 como eu pelo mundo – como o Mark – e parei de me achar uma aberração.

Bill Granger lembra praia – parece que tudo o que ele prepara tem um jeito tropical, fresco. Sem falar naquela casa linda pertinho do mar que vemos no programa (o João adoraria ter uma igualzinha). Este pão é uma de suas receitas e gostei bastante do resultado.

Bill's coconut bread

Pão de coco do Bill

- xícara medidora de 240ml

2 ovos
1 ¼ xícaras (300ml) de leite
1 colher (chá) de baunilha
2 ½ xícaras (350g) de farinha de trigo
2 colheres (chá) de fermento em pó
2 colheres (chá) de canela
1 xícara (200g) de açúcar
150g de coco ralado, sem adição de açúcar – usei coco em flocos
75g de manteiga sem sal, derretida e fria
açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Pré-aqueça o forno a 180ºC; unte e enfarinhe uma forma de bolo inglês de 21x10cm*.

Misture levemente os ovos, o leite e a baunilha.
Em outra tigela (grande), peneire a farinha, o fermento e a canela. Junte o açúcar e o coco ralado e misture.
Faça um buraco no centro dos ingredientes secos e despeje aí a mistura de ovos, misturando só até incorporar. Acrescente a manteiga e mexa para conseguir uma massa homogênea – mas não misture demais, pois se trata de um quick bread, como os muffins, e se você mexer em excesso o resultado será um filão duro. :(
Despeje a massa na forma preparada e leve ao forno por 1 hora ou até assar por completo – faça o teste do palito.
Retire do forno, deixe na assadeira por 5 minutos e então desenforme e transfira para uma gradinha. Deixe esfriar completamente.
Sirva em fatias grossas, tostado (se quiser), com manteiga e polvilhado com açúcar de confeiteiro.

* usei uma forma de 26x10,5cm e ela ficou bem cheia. Entretanto, a massa não derramou.

Rend.: 8-10 fatias grossas

24 comentários:

Rita disse...

Patricia

Esse pao ficou bem doce? Fiquei curiosa, O Andrew adora coco, entao quero tentar fazer, adoro quick breads, sao tao faceis.
Achei que vc morava em sampa, vc mora perto da praia?
bjs

Laurinha disse...

Hummmmmm, vou comer a primeira fatia!!! oba!!!

Já fiz este bolo/pão, fica mesmo delicioso, adoro coco (vi na Valentina há tempos atrás)...

Beijinhos

Cucchiaio Pieno - Receitas de uma cozinheira amadora disse...

Amo pão, assim que puder farei ess deliciosa receita. Parabéns pelo maravilhoso blog. Um abraço. Léia (Brasil/Italia)

Magia na Cozinha disse...

Ai que delícia! Estou de dieta e não posso comer pão... :(
Que fome! Amo pães caseiros e este ficou muito apetitoso!
Bjs :)

ameixa seca disse...

Eu sou mais uma dessas aves raras que não gosta de calor, que não vai à praia há alguns anos e que odeia areia da praia que se mete em tudo quanto é lado! Prefiro mil vezes o Outono e o frio :)
Mas adoro coco!

Srta.T disse...

Ah, eu também DETESTO praia. Só de pensar naquela areia toda já me coço.

Pra fazer esse pão não precisa de batedeira? Se não precisar, MARAVILHA! Testo nas minhas férias, certeza!

Beijos!

(e pode me chamar de Tata sim... foi meu apelido do ginásio à faculdade! Tem amigo que me sacaneia e me chama de Dra. Tatá)

Silvinha disse...

Ah, Pat, não gosto nadinha de praia, nem do clima, nem do ar "salgado", muito menos da areia.

E adoro fazer pão! :)

Beijo!

Magia na Cozinha disse...

Voltei para dizer que tb não gosto de praia, exatamente pelas mesmas razões que vc. Eu amo o frio!
Que bom encontrar alguém normal como eu, hehe...
Bjs :)

Tina Lopes disse...

Amo praia e amo pão. E côco. Então.

risonha disse...

pois eu detesto o frio e amo praia.... rsrsrs (ainda bem que não somos todos iguais, não é?)
e adorei este pão também.

Gina disse...

Pão é comigo mesma! Gosto de todos.
Quanto à praia, prefiro caminhar e tomar água de coco. De resto, dispenso.
Bjs.

Ana Elisa disse...

Ah, Patrícia,
não se sinta uma aberração não. Eu troco uma praia por uma montanha num piscar de olhos! Sou muito mais mato e sossego que areia e maresia. Esse pãozinho parece tão bom... Mas está tão quente aqui em casa que dessa cozinha só anda saindo sorvete e salada... :P

Bjos!

Anônimo disse...

Olá, acompanho sempre seu blog apesar de não comentar...e não estranho nenhum pouco seu comentario porque também não gosto nenhum pouco de praia, não vejo a mesma graça que tantos ...até porque tenho sensibilidade ao sol...minha pele mancha que só...e falando no pão...meus filhos amam receitas com coco...vou testar com certeza...abraços Ana Luiza

Karina disse...

Moça, eu também não gosto de praia. Mas a Maria Luiza adora e, por filho, a genta faz qualquer coisa, né? Esse seu pão parece muito gostoso, mas eu não tenho boas experiências com pães, ehehe. Bjos e bom carnaval.

Lete´s do it! disse...

O MAR é poderoso e fascina-me... mas brincar de lagosta panada... só mesmo no prato!!!
Praia é?... nada para mim!
Mas esse pão de côco era capaz de me fazer até rolar na areia, ai era, era!

Anônimo disse...

Aqui no RJ temos praias urbanas lindas,mas não tem estacionamento,
tem gente demais, calor demais e
ficar "tostando" demais no "solão"
é ruim DEMAIS. Prefiro ficar no ca-
lor do meu fogão e fazer pães, que
é bom demais... Em tempo: no inver-
no as praias no Rio são vazias e
deliciosas. Podem vir que os cariocas os receberão bem em qual-
quer estação...Farei o pão. Obrigada por nos brindar com suas delícias. Glaucia

Nereime disse...

Mais uma vez amei a receita, sou apaixonada por pães...e este está bem diferente eu diria inédito !!!!
bjs

Manuela © disse...

Eu gosto do Verão, mas sem muito calor, ou seja nos Açores hehe

Se calhar aqui ia gostar do Verão :)

Este pão é tipo bolo, muito fácil e certamente muito saboroso.

Isa Lourenço disse...

Bem, eu faço parte da estatistica que ADORA a praia e o calor....
mas esse pãozinho também está adorável.
Deve ser uma verdadeira delicia!
Bjos

Ludmilla disse...

Que delícia de site! Lindo! Parabéns!

Patricia Scarpin disse...

Rita, ele não fica doce em excesso, não.
Ah, moro em SP, sim!
Beijo!

Laurinha, esse pão já rodou vários blogs, todo mundo ama! :D
Beijão, querida!

Léia, obrigada! Espero que goste da receita.
Um abraço!

Claudia, esse aqui é rápido e não precisa deixar crescer.
Beijo!

Ameixa, nem me fale! A gente encontra areia nas coisas 1 semana depois de voltar da praia... :D

Tata, esse aqui não precisa de batedeira nem de fermento biológico. Manda ver! :D
Beijo!

Si, querida, também prefiro! :D
Beijo!

Claudia, eu estou amando encontrar mais gente como eu. :D

Tina, de coco eu gosto, e muito. :D

Risonha, a diferença é ótima, mesmo, tem razão!

Gina, também gosto de tomar água de coco. :D

Ana Elisa, as suas saladas e os seus sorvetes são pura tentação. Pode apostar! :D
Beijo!

Ana Luiza, que bom que você resolveu comentar, obrigada!
Eu sou super branquela, então só posso com o sol com muito protetor solar. E mesmo assim, as minhas sardas ficam mais evidentes ainda!
Um abraço!

Karina, você faz por ela o que faço pelo marido... ;D
Beijoca!

Lete's do it, obrigada pela visita!
Morri de rir de você e concordo!

Oi, Glaucia! Obrigada pela visita!
Adorei o convite - praias vazias e sem sol queimando a cabeça me interessam!
Um abraço!

Nereime, que bom! Obrigada!

Manuela, obrigada pela visita!
É um quick bread, parece mesmo um bolo. Espero que goste!

Isa, meu marido é assim... :D
Beijo!

Ludmilla, obrigada pela visita!

Marina disse...

Oi Patricia,
Sou super fã do seu blog. Acho ele lindo, delicado e delicioso. Suas fotos são primorosas. Esses dias comecei a ver desde os primeiros posts e achei super legal a evolução de tudo!! Parabéns!!
Quanto ao pão de coco, vou tentar com certeza. Minha mãe vai adorar.
Agora aproveitando, já que voce é craque no assunto, eu tenho duas dúvidas sobre muffins, que talvez vc esclareça:
Porque não se mistura tanto a massa, e o porquê da grade? Tudo bem se eu não usa-la?
beijos e Parabéns!!!!

Patricia Scarpin disse...

Marina, tudo bem?
Obrigada pelas palavras tão doces!
Realmente as fotos do início são bem diferentes - e o curioso é que a câmera é a mesma. :D
As massas dos quick breads - pães feitos com fermento em pó, como os muffins - é sempre misturada bem pouquinho, caso contrário os pães ficarão duros e densos demais.
A gradinha é para ajudar a esfriar mais uniformemente. Mas no ínicio eu não tinha e fazia mesmo assim. :D
Um beijo!

Letrícia disse...

Esse já entrou na lista de to-dos. E está com cara de que vai furar a fila.

Beijos!

Related Posts with Thumbnails