terça-feira, maio 25, 2010

Arroz doce com baunilha e caldinha de Porto

English version

Vanilla rice pudding with Port syrup / Arroz doce com baunilha e caldinha de Porto

Uma das coisas que adoro quando assisto novamente agora a filmes da minha adolescência é ver atores conhecidos e aclamados no comecinho de carreira. Revi “A Testemunha” semana passada, depois de tantos anos, e lá estava o Viggo Mortensen super jovenzinho, como um dos moços Amish (quem me lê há um tempinho sabe que ele é um dos meus favoritos – faz parte do meu Olimpo de atores, junto com o Sr. Fiennes e o Sr. Roth). :)

Não me lembrava do Viggo naquele filme, mas li algo aqui com o qual concordo completamente: já naquela época dava para perceber que ele tinha potencial e agora, depois de trabalhar com diretores maravilhosos – e fazer uma dupla perfeita com um outro favorito meu – ele é um dos melhores.

Acho que posso dizer o mesmo desta sobremesa: arroz doce já é bom, mas ficou ainda melhor feito com baunilha de verdade e acompanhado desta caldinha de Porto.

Arroz doce com baunilha e caldinha de Porto
um tiquinho de nada adaptado da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

1 xícara de arroz Arbóreo (ou outro para risoto)
1 pauzinho de canela
1 fava de baunilha, aberta no sentido do comprimento, sementinhas removidas com as costas de uma faca
4 xícaras (960ml) de leite integral
1 xícara (240ml) de creme de leite fresco
½ xícara + 1 colher (sopa) – 112g – de açúcar refinado

Calda de Porto*:
½ xícara (88g) de açúcar mascavo – aperte-o na xícara na hora de medir
¼ xícara (60ml) de vinho do Porto

Junte o arroz, a canela, a baunilha (sementinhas e fava), o leite, o creme de leite e o açúcar numa panela média e leve ao fogo médio, mexendo até dissolver o açúcar. Espere começar a ferver, cubra, abaixe o fogo e cozinhe, mexendo algumas vezes, por 30-35 minutos ou até que o arroz esteja al dente. Remova a fava de baunilha**.
Prepare a calda: misture o açúcar mascavo e o vinho do Porto numa panelinha e leve ao fogo alto, mexendo até dissolver o açúcar. Espere ferver, reduza o fogo para o mínimo e ferva por 1 minuto ou até conseguir uma calda de consistência espessa – a mistura vai engrossar conforme for esfriando.
Divida o arroz doce entre seis potinhos ou xícaras e cubra com a calda de vinho.

* a receita original pedia vinho Marsala

** depois de usar, enxágüe a fava de baunilha para remover quaisquer resquícios de creme de leite/leite. Deixe secar naturalmente e então guarde no seu pote de açúcar.

Rend.: 6 porções

12 comentários:

Renata disse...

Eua mo arroz doce, mas não sabia que dava pra ser feito com arroz arbóreo.. Jurava que era com o normal!!

Mas deve estar uma delícia, mais ainda com essa caldinha!

Beijos!

Tati Marques disse...

Nossa, vou assistir de novo só pra reparar no Viggo, esse filme é o máximo.
E esse arroz vai me acompanhar!! Adoro um etilico na comida...
Não sei você mas eu adoro comer arroz doce quente.

bjs,

Raquel de Meneses disse...

Patricia, acredita que eu estava conversando ontem com um querido sobre uma receita de arroz doce? Uma amiga grávida pediu, mas eu nunca fiz ou comi.

Esse post foi um presente, obrigada. =)

Bibi disse...

Hum... estava mesmo com vontade de arroz doce :) Só preciso comprar mais creme de leite fresco. Até o Porto e o Marsala eu tenho em casa. Obrigada pela receitinha!

tatiane disse...

Semanas atrás fiz meu primeiro arroz doce de teste, e pensei que devia ficar muito bom com arroz arbóreo e creme de leite fresco, que coincidência! Essa caldinha de Porto deve ficar ótima também!
beijão

belinhagulosinha disse...

com esse toque do vinho do porto ainda deve ficar muito melhor,jinhos

Bia Szasz disse...

Patricia, eu sou uma chocolatra e antes achava que doce bom tinha que ter chocolate. E ai descubro seu blog que sempre me mostra novos sabores... adoro!!!

Jean Y. disse...

Parabéns pelas receitas.
Gostei do seu blog por ser bem eclético e quando estou afim de cozinhar algo, sempre consulto aqui!
parabéns pelo trabalho, pelas fotos (que são otimas), por tudo!
se quiser, visite o meu também, comecei hoje e gostaria de divulgá-lo! obrigado!

Salsa Verde disse...

Que aspecto cremoso e que combinação fantástica de sabores!!
Beijinhos,
Lia.

Patricia Scarpin disse...

Rê, foi a primeira vez que fiz com esse arroz, também - fica bem cremoso, adorei!
Beijo!

Tati, repare nele, sim! :)
Esse filme é realmente muito bom.
Eu também adoro comer arroz doce quente, por causa da minha mãe. :)
Beijo!

Raquel, que bacana! Espero que ela goste!
Beijo!

Bibi, me conta depois?
Super beijo!

Tati, fica bem cremoso, adorei a textura!
Beijo, querida!

Belinha, ficou bom, sim!
Beijo e obrigada!

Jean Y., obrigada pela visita e boa sorte com o seu blog!

Lia, obrigada!
Um beijo!

Thais Costa disse...

Fiz esse arroz e é realmente uma perdição. Bem cremoso e a calda dá um toque todo especial. Mas, como não tinha creme de leite fresco fiz com creme de leite normal (1 lata) e ficou muito bom. Ah, usei canela em pó.

Patricia Scarpin disse...

Oi, Thais! Mas que notícia boa, menina, amei saber! Obrigada por vir aqui me contar!
Hum, adorei o toque de canela!
Beijo!

Related Posts with Thumbnails