quinta-feira, julho 21, 2011

Bolo de maracujá com sementes de papoula

English version

Passion fruit poppy seed pound cake / Bolo de maracujá e sementes de papoula

Comprei um saquinho de maracujás perfumados para preparar o sorvete de maracujá da Tessa Kiros, mas como ainda não tinha dado conta de terminar o sorvete de cheesecake de morango tive de achar outro uso para as frutas. Lembrei da minha amiga querida Ana, com quem eu conversara sobre o livro certa vez: contei a ela que comprara o livro mas que ainda não havia cozinhado nada dele, e isso me deixava desapontada. “Você tem que dar outra chance ao livro, é ótimo!”, ela disse. Pensei na nossa conversa e em seguida me lembrei do bolo lindo de maracujá que ela fizera um tempo atrás. Bingo!

Adoro quando uma coisa boa leva a outra – uma perfeita linha de raciocínio. :)

Passion fruit poppy seed pound cake / Bolo de maracujá e sementes de papoula

Bolo de maracujá com sementes de papoula
adaptado do Flour: Spectacular Recipes from Boston's Flour Bakery + Cafe, inspirado no bolo da Ana

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
2 xícaras (240g) de farinha para bolo*
¾ colher (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de sal
½ xícara + 3 colheres (sopa) - 156g - de manteiga sem sal, derretida e ainda morna
¼ xícara (60ml) de creme de leite fresco, temperatura ambiente
1 colher (chá) de extrato de baunilha
4 ½ colheres (sopa) de polpa de maracujá, sem sementes
3 colheres (sopa) de sementes de papoula
4 ovos grandes
1 ¼ xícaras (250g) de açúcar refinado

Cobertura de maracujá:
½ xícara (70g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
1-2 colheres (sopa) de polpa de maracujá, sem sementes

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte levemente com manteiga uma forma de bolo inglês de 22,5x12,5cm**, forre com papel manteiga e unte o papel também.
Em uma tigela média, peneire juntos a farinha, o fermento e o sal. Reserve.
Em uma tigela grande, misture com um fuê a manteiga, o creme de leite, o extrato de baunilha, a polpa de maracujá e as sementes de papoula – a mistura deve ter consistência espessa, porém ainda líquida – se estiver muito espessa reaqueça até que a manteiga derreta novamente.
Na tigela grande da batedeira, bata os ovos e o açúcar em velocidade média por 4-5 minutos ou até obter um creme claro e fofo. Com o auxílio de uma espátula de silicone, misture os ingredientes secos à mistura de ovos, mexendo gentilmente, de baixo para cima, somente até combinar os ingredientes. Junte ¼ da mistura de ovos à mistura de manteiga, misturando gentilmente para deixá-la mais leve. Acrescente o restante da mistura de ovos e misture até incorporar tudo. Despeje a massa na forma preparada e asse por cerca de 1 hora ou até que o bolo cresça e doure bem (faça o teste do palito). Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por pelo menos 30 minutos. Desenforme com cuidado sobre a gradinha e deixe esfriar completamente.
Prepare a cobertura: em uma tigelinha, misture o açúcar de confeiteiro e a polpa de maracujá até homogeneizar. Despeje sobre o bolo e deixe secar por pelo menos 20 minutos antes de servir.
O bolo pode ser guardado embrulhado em plástico por até 3 dias em temperatura ambiente.

* farinha para bolos caseira: retire 2 colheres (sopa) de 1 xícara (140g) de farinha de trigo comum e adicione 2 colheres (sopa) de amido de milho

** fiz exatamente a receita acima usando uma forma de bolo inglês de 20x9cm

Rend.: 8 porções

terça-feira, julho 19, 2011

Brownies com caramelo e mudando de idéia em minutos

English version

Caramel brownies / Brownies com caramelo

Uma das minhas implicâncias culinárias – e eu tenho várias – é que detesto receitas em que haja sobra de cobertura/recheio/qualquer outra coisa: imediatamente perco a vontade de prepará-la, porque sei que a cobertura/recheio/qualquer outra coisa vai acabar indo pro lixo.

Depois de muito adiar, resolvi preparar estes brownies, mesmo sabendo que sobraria caramelo. OK, vou abrir uma exceção. O engraçado foi que passei de “droga, sobrou tudo isso de caramelo” para “droga, só sobrou isso de caramelo!” em questão de minutos – foi só provar uma colherada do danado. :D

Viram? Mudo de idéia a respeito de outras coisas além de filmes. :D

Brownies com caramelo
um nadinha adaptados do lindão Baked Explorations

- xícara medidora de 240ml

Caramelo:
1 xícara (200g) de açúcar refinado
2 colheres (sopa) de glucose de milho (usei Karo)
½ xícara (120ml) de creme de leite fresco
½ colher (chá) de flor de sal – usei Maldon
¼ xícara de creme azedo (sour cream)*

Brownie:
1 ¼ xícaras (175g) de farinha de trigo
1 colher (chá) de sal
2 colheres (sopa) de cacau em pó, sem adição de açúcar
308g de chocolate amargo (60-72% de cacau), picado – usei 100g de chocolate 70% + 208g de chocolate 53%
1 xícara (226g) de manteiga sem sal, picada
1 ½ xícaras (300g) de açúcar granulado
½ xícara (88g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
5 ovos grandes
2 colheres (chá)s de extrato de baunilha

Prepare o caramelo: em uma panela média, junte o açúcar e a glucose de milho com ¼ xícara (60ml) de água, misturando com cuidado para evitar que os ingredientes espirrem nas laterais da panela. Leve ao fogo alto, sem mexer, até obter um caramelo bem dourado, 6-8 minutos. Retire do fogo e aos poucos junte o creme de leite seguido da flor de sal, misturando com bastante cuidado pois a mistura vai borbulhar loucamente. Acrescente o creme azedo e misture. Deixe esfriar completamente.

Agora, o brownie: pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga uma assadeira de metal ou vidro de 22,5x32,5cm** (evite usar assadeira antiaderente), forre com papel alumínio deixando uma sobra de 5cm em dois lados opostos, formando “alças”. Unte o papel alumínio também.
Em uma tigela média, misture a farinha, o sal e o cacau em pó.
Coloque o chocolate e a manteiga em uma tigela refratária grande e leve ao banho-maria (fogo baixo), mexendo ocasionalmente, até que os ingredientes derretam. Desligue o fogo mas mantenha a tigela em banho-maria. Acrescente o açúcar granulado e o mascavo, misturando até combiná-los. Retire a tigela do banho-maria – a mistura deve estar em temperatura ambiente.
Adicione 3 ovos, misturando somente até incorporá-los. Junte os ovos restantes e misture novamente só até combiná-los. Misture a baunilha, sem bater a massa em demasia, ou os seus brownies terão textura de bolo.
Salpique os ingredientes secos sobre a massa e, usando uma espátula de silicone, incorpore-os à massa somente até que alguns traços dos ingredientes permaneçam visíveis.

Montagem: despeje metade da massa de brownie na assadeira preparada. Regue com ¾ xícara do caramelo, fazendo um zigue-zague sobre a massa, sem deixar que o caramelo toque as laterais da panela para que não queime no forno. Espalhe-o sobre a massa com o auxílio de uma espátula. Cubra o caramelo com a massa restante de brownie, colocando colheradas da massa sobre o caramelo e, em seguida, espalhando levemente com a espátula. Cubra o caramelo completamente.
Asse por 30 minutos, girando a forma na metade do tempo, e faça o teste do palito: ele deverá sair com algumas migalhas de brownie (eu precisei assar os meus brownies por 45 minutos).
Retire do forno e deixe esfriar completamente sobre uma gradinha. Corte em quadradinhos e sirva, coberto com o caramelo restante, se quiser.

* creme azedo (sour cream) caseiro: em uma tigelinha, misture ¼ xícara (60ml) de creme de leite fresco com 1 colher (chá) de suco de limão ou limão siciliano, misturando até que comece a engrossar. Cubra com filme plástico e deixe em temperatura ambiente até engrossar um pouco mais, cerca de 1 hora.

** fiz exatamente a receita acima e usei uma assadeira de 20x30cm

Makes 16 brownies grandes

domingo, julho 17, 2011

Sopa de ervilha, a formatura da minha irmã e caipirinhas em excesso

English version

Pea soup / Sopa de ervilha

Eu gostaria de poder dizer que fiz esta sopa por um motivo nobre, mas a verdade é que a preparei para o almoço por causa de uma ressaca colossal. :S

Tudo começou na noite anterior: fomos à formatura da minha irmã – sou velha e falo “colegial” em vez de “ensino médio”, ok? – e nos divertimos muito por lá (derramei algumas lágrimas durante a cerimônia, confesso). Durante a festa, meu irmão me disse que eu “tinha que provar” as caipirinhas que estavam sendo servidas. Tomei uma tradicional, de limão. Estava bem boa. Daí ele me disse que a de morango estava uma delícia. E a de kiwi. E a de maracujá. E, é claro, a caipirinha de abacaxi também. Na manhã seguinte eu estava um bagaço: minha cabeça pronta para explodir, o João tinha ido trabalhar (eu estava de férias) e não tinha nada na geladeira. Minha salvação foi um saquinho de ervilhas congeladas e umas fatias de pão.

De qualquer modo, a sopa ficou saborosa e foi fácil de fazer – por isso a compartilho com vocês hoje.

Sopa de ervilha
da sempre linda e deliciosa Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

½ colher (sopa) de azeite de oliva
½ cebola, bem picadinha
2 ½ xícaras de ervilhas congeladas
2 ½ xícaras (600ml) de caldo de galinha ou legumes
sal e pimenta do reino moída na hora
¼ xícara de creme azedo (sour cream)*

Aqueça uma panela média em fogo alto. Acrescente o azeite e a cebola e refogue por 2-3 minutos ou até que a cebola esteja macia. Junte as ervilhas, o caldo, o sal e a pimenta. Deixe ferver e então cozinhe por 5 minutos ou até que as ervilhas estejam macias. Retire do fogo e bata no processador/liquidificador ou use um mixer diretamente na panela até obter um creme homogêneo – com bastante cuidado, pois o líquido pode espirrar.
Transfira a sopa para tigelinhas e cubra com uma colherada de creme azedo. Salpique com um pouquinho de pimenta do reino e sirva.

* creme azedo (sour cream) caseiro: em uma tigelinha, misture ¼ xícara (60ml) de creme de leite fresco com 1 colher (chá) de suco de limão ou limão siciliano, misturando até que comece a engrossar. Cubra com filme plástico e deixe em temperatura ambiente até engrossar um pouco mais, cerca de 1 hora.

Rend.: 2 porções

quinta-feira, julho 14, 2011

Bolo mármore de tangerina e chocolate com cobertura de tangerina

English version

Tangerine chocolate marble cake with tangerine icing / Bolo mármore de tangerina e chocolate com cobertura de tangerina

Sempre lhes conto sobre receitas que dão errado e de como não desisto delas. Este bolo é um mais ou menos um exemplo: fiz o bolo mármore de chocolate e laranja da revista DH (#44) e ficou muito ruim – aquela quantidade de massa não caberia em uma forma com capacidade para 8 xícaras, mas insisti em confiar na receita. O bolo embatumou e foi todo pro lixo. :(

Decidi prepará-lo novamente – adoro bolo mármore – e usei uma receita um tantinho diferente (porém da mesma fonte) e uma forma maior. Tangerinas substituíram as laranjas em metade da massa, fazendo companhia à parte de chocolate. O bolo ficou uma delícia.

Ainda no clima de “não desistir nunca”, terminei de assistir a “Na Mira do Chefe” – mal posso acreditar em como eu estava enganada. O filme é ótimo e foi direto pra minha lista. ;)

Bolo mármore de tangerina e chocolate com cobertura de tangerina
um nadinha adaptado do sempre maravilhoso e infalível Modern Classics Book 2

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
250g de manteiga sem sal, amolecida
1 1/3 xícaras + 1 colher (sopa) - 278g - de açúcar refinado
1 colher (chá) de extrato de baunilha
4 ovos grandes
2 ¼ xícaras (315g) de farinha de trigo
2 ¼ colheres (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
1 xícara (240ml) de leite integral, temperatura ambiente
¼ xícara (23g) de cacau em pó, sem adição de açúcar, peneirado
raspas da casca de 3 tangerinas
2 colheres (sopa) de açúcar refinado, extra
1 colher (sopa) de leite integral, extra

Cobertura:
1 xícara (140g) de açúcar de confeiteiro
1 colher (sopa) de suco de tangerina, ou mais, se necessário

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte generosamente com manteiga uma forma canelada (do tipo Bundt) com capacidade para 10 xícaras de massa.
Coloque a manteiga, o açúcar e a baunilha na tigela grande da batedeira e bata até obter um creme claro e fofo. Junte os ovos, um a um, batendo bem a cada adição (raspe as laterais da tigela com uma espátula de silicone ocasionalmente).
Peneire a farinha, o fermento e o sal sobre a massa e misture com espátula, juntando também o leite. Despeje metade da massa em outra tigela. A uma delas, junte as raspas de tangerina e misture. À outra, junte o cacau, o açúcar extra e o leite extra e misture. Vá despejando colheradas alternadas de ambas as massas na forma preparada. Com uma faquinha sem ponta, misture levemente as massas para criar o efeito marmorizado. Asse por 50-55 minutos ou até que cresça e doure (faça o teste do palito). Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por 20 minutos e então desenforme com cuidado, colocando o bolo sobre a gradinha e deixando esfriar completamente (se usar uma forma de silicone siga as instruções do fabricante).
Prepare a cobertura: peneire o açúcar em uma tigela e vá adicionando o suco de tangerina, mexendo, até conseguir a consistência desejada. Espalhe sobre o bolo já frio.

Rend.: 10-12 porções

terça-feira, julho 12, 2011

Sorvete de cheesecake de morango e um filme pra lá de assustador

English version

Strawberry cheesecake ice cream / Sorvete de cheesecake de morango

Cheguei à conclusão de que atualmente a minha coragem se resume a tomar sorvete (esse aí da foto, delicioso) em dias bastante frios.

Minha irmã queria ver “Sobrenatural” e como não consigo dizer “não” a ela fui junto. Passei metade do filme com os olhos fechados e ainda assim tive pesadelos por vários dias. Ela saiu do cinema rindo, dizendo que o filme não dava medo nenhum, enquanto eu dirigi para casa desejando, secretamente, que o meu marido já tivesse chegado para que eu não precisasse tomar banho sozinha no apartamento. :S

E pensar que assisti a “A Entidade” nos meus dias de adolescência... Que vergonha. :D

Strawberry cheesecake ice cream / Sorvete de cheesecake de morango

Sorvete de cheesecake de morango
adaptado do sempre ótimo e delicioso The Perfect Scoop, inspirado pelo lindo Beyond the Plate

- xícara medidora de 240ml

Sorvete de cheesecake:
225g de cream cheese
¼ xícara (60ml) de leite integral
1 ¼ xícaras (300ml) de creme de leite fresco
raspas da casca de 1 limão siciliano
1 colher (sopa) de suco de limão siciliano
2/3 xícara (133g) de açúcar refinado
1 pitada de sal

Calda de morango:
250g de morangos, sem os cabinhos
1 ½ colher (sopa)s de açúcar refinado – ou a gosto
2 colheres (chá) de suco de limão siciliano

Com o auxílio de uma colher, “corte” o cream cheese em pedaços e coloque no processador de alimentos ou no liquidificador. Junte o leite, o creme de leite, as raspas e o suco de limão, o açúcar e o sal e processe/bata até obter um creme bem homogêneo. Transfira para uma tigela, cubra e leve à geladeira até ficar bem gelado.
Enquanto isso, prepare a calda de morango: coloque os morangos, o açúcar e o suco de limão no liquidificador e bata até obter uma calda bem homogênea. Passe por uma peneira fina para retirar as sementes. Leve à geladeira também.
Prepare o sorvete na sorveteira seguindo as instruções do fabricante. No final do processo acrescente aos poucos a calda de morango, deixando parte dela se misturar ao sorvete e parte criar um efeito marmorizado. Transfira para um recipiente hermético e leve ao freezer por pelo menos 4 horas antes de servir.

Rend.: cerca de 3 xícaras (750ml)

domingo, julho 10, 2011

Rigatoni com brócolis - comida deliciosa e rapidíssima

English version

Broccolini rigatoni / Rigatoni com brócolis

Adoro ficar na cozinha preparando coisas gostosas mas isso não me impede de gostar de refeições rápidas também – elas têm sido bem úteis nestes dias super frios em que tudo o que quero é me enrolar nas cobertas e ler ou ver TV.

Depois de assistir a vários episódios do maravilhoso “Refeições de Jamie Oliver em 30 minutos” acabei comprando o livro – que é absolutamente lindo – e a primeira receita testada foi esta: é época de brócolis e o marido adora. Logo de cara o prato se tornou um dos favoritos dele – e só eu sei o quão raramente isso acontece. :)

Rigatoni com brócolis
um pouquinho adaptado do fantástico Jamie Oliver's Meals in Minutes; comprei o livro pela amazon.co.uk

250g de brócolis ou brócolis ninja
½ cebola pequena
1 dente de alho
1 colher (sopa) de alcaparras, enxaguadas e drenadas
1 colher (sopa) de azeite de oliva
sal e pimenta do reino moída na hora
raspas da casca de ½ limão siciliano
alguns galhinhos de tomilho fresco - remova as folhinhas para usar
200g de rigatoni
1 punhado generoso de parmesão ralado, e um pouquinho extra para servir
1 punhado de folhas de manjericão

Remova todos os talinhos dos brócolis e reserve os buquês. Coloque os talinhos no processador de alimentos com a cebola, o alho, e as alcaparras e processe até obter uma pasta pedaçuda.
Aqueça o azeite em uma panela grande e adicione a pasta do processador. Refogue em fogo médio, mexendo ocasionalmente. Acrescente ¼ de água quente, tempere com sal, pimenta do reino, as raspas de limão e as folhinhas de tomilho e misture.
Enquanto isso, cozinhe o rigatoni em uma panela grande de água fervente com um pouco de sal até o macarrão ficar al dente. Adicione os buquês de brócolis no final do cozimento do macarrão para que os brócolis fiquem cozidos al dente também. Escorra o macarrão e os brócolis, reservando ½ xícara (120ml) da água do cozimento. Transfira o macarrão e os brócolis para a panela com o refogado, junte o parmesão e o manjericão e misture gentilmente para combinar. Se necessário, acrescente um pouco da água reservada para diluir um pouco o molho.
Regue com azeite, salpique com mais parmesão e sirva imediatamente.

Rend.: 2 porções

quinta-feira, julho 07, 2011

Croustade de maçã e cranberry com massa de polenta e mais um favorito da infância

English version

Apple-cranberry croustade with cornmeal crust / Torta de maçã e cranberry com massa de polenta

Como ando meio nostálgica ultimamente comprei uma quantidade absurda de maçãs Granny Smith semana passada – esta era a minha maçã favorita quando criança (na verdade, ainda é) e só perdiam para os morangos em um concurso de frutas favoritas. Meu pai achava curioso eu gostar de algo tão azedo sendo tão pequena – talvez tenha sido um sinal do futuro azedo que me aguardaria em termos de preferências de sabor. ;)

Incapaz de comer todas aquelas maçãs sozinha – acreditem, bem que tentei – decidi preparar algo doce com elas. E uma croustade deliciosa foi o resultado – para quem não encontra cranberries secas facilmente, passas podem ser ótimas substitutas: coloque-as em uma tigelinha com um pouco de rum e aguarde até que elas fiquem gordinhas e saborosas.

Croustade de maçã e cranberry com massa de polenta
adaptada do sempre maravilhoso e delicioso Bon Appetit Desserts

- xícara medidora de 240ml

Massa:
2/3 xícara (94g) de farinha de trigo
¼ xícara (35g) de açúcar de confeiteiro
2 ½ colheres (sopa) de polenta
1 pitada de sal
¼ xícara + 1 colher (sopa) - 70g - de manteiga sem sal, gelada e picada
1 ovo grande gelado, levemente batido com um garfo

Recheio:
1 ½ colheres (sopa) - 21g - de manteiga sem sal
670g (cerca de 3 médias) maçãs do tipo Granny Smith, descascadas, cabinhos e sementes removidos, cada uma delas cortada em 12 fatias
3 colheres (sopa) de açúcar refinado
½ colher (chá) de canela em pó
¼ xícara (28g) de cranberries secas
leite integral, para pincelar
1 colher (sopa) de açúcar demerara, para salpicar

Comece preparando a massa: coloque a farinha, o açúcar de confeiteiro, a polenta e o sal no processador de alimentos e pulse para combinar. Junte a manteiga e vá pulsando até consegui uma mistura que pareça uma farofa grossa. Junte o ovo aos poucos, pulsando, até que a massa comece a se juntar em grandes bolas – você pode não precisar usar todo o ovo. Forme uma bola com a massa, achate-a formando um disco e embrulhe em filme plástico. Leve à geladeira por pelo menos 1 hora.
Prepare o recheio: derreta a manteiga em uma frigideira ou panela grande, em fogo médio-alto. Junte as maçãs e salpique com o açúcar refinado. Cozinhe, virando as maçãs ocasionalmente, até que elas dourem bem, cerca de 12 minutos – faça isso com cuidado para que as fatias de maçã não se quebrem. Salpique com a canela, junte as cranberries, misture levemente e deixe esfriar completamente.
Monte a croustade: pré-aqueça o forno a 200°C. Com um rolo, abra a massa entre dois pedaços grandes de papel manteiga levemente enfarinhados até obter um círculo de aproximadamente 30cm de diâmetro – se a massa estiver molinha demais, coloque-a no freezer, ainda entre os pedaços de papel, por 5 minutos.
Transfira a massa, ainda entre os pedaços de papel, para uma assadeira grande e espessa, de beiradas baixas. Retire o papel de cima da massa (mantenha o papel de baixo). Começando pelo centro do círculo, arrume as fatias de maçãs, espalhando-as em direção às extremidades da massa, mas deixando 3,5-5cm de bordas sem recheio. Com o auxílio do papel, vá dobrando as extremidades da massa sobre uma parte do recheio. Pincele as bordas de massa com o leite e salpique tanto as bordas quanto o recheio com o açúcar demerara.
Asse até que a massa comece a dourar, cerca de 15 minutos. Reduza a temperatura do forno para 190°C e asse por mais 20-25 minutos ou até que a massa doure totalmente e recheio esteja aquecido. Deixe amornar ainda na forma, sobre uma gradinha, e então passe uma faca fina por baixo da torta para soltá-la do papel. Use o fundo removível de uma forma grande para transferir a croustade para um prato de servir.

Rend.: 6 porções

terça-feira, julho 05, 2011

Cupcakes de limão, um sonho doido e 5 anos de blog

English version

Lime cupcakes / Cupcakes de limão e 5 anos de blog

Tive um sonho doido há algumas noites: sonhei que estavam planejando um remake de “Blade Runner” (vocês não imaginam o quanto eu adoro esse filme) e que Daniel Craig fora escolhido para o papel de Roy Batty. Não sei o que vocês acham, mas no meu sonho parecia uma sábia decisão. :D

Acho que a única coisa que amo mais do que filmes são os sabores cítricos. Por isso, aqui estão: cupcakes de limão. Aproveito os cupcakes para comemorar 5 anos deste blog, cujo aniversário foi ontem.

Cupcakes de limão
um nadinha adaptados do fantástico Bon Appetit Desserts

- xícara medidora de 240ml

Bolinhos:
1 ¾ xícaras (245g) de farinha de trigo
¾ colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
1 ¼ xícaras (250g) de açúcar refinado
2 ovos grandes
1 colher (sopa) de raspas de casca de limão tahiti
3 colheres (sopa) de suco de limão tahiti
¾ xícara (180ml) de buttermilk*

Cobertura:
225g de cream cheese, temperatura ambiente
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
1 ½ xícaras (210g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
1 colher (sopa) de raspas de casca de limão tahiti
½ colher (chá) de extrato de baunilha

Pré-aqueça o forno a 180°C. Forre uma forma para muffins com 12 cavidades – 1/3 xícara (80ml) cada – com forminhas de papel.
Misture a farinha, o fermento em pó e o sal em uma tigela e reserve.
Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga até ficar cremosa. Junte o açúcar e bata até obter um creme claro e fofo. Junte os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Raspe as laterais da tigela algumas vezes. Junte o suco e as raspas de limão e bata (a massa pode parecer talhada, mas não tem problema). Em velocidade baixa, acrescente os ingredientes secos em três adições, alternando com o buttermilk, este em duas adições. Encha cada forminha de papel até 1/3 de sua capacidade**. Asse por 20 minutos ou até que os bolinhos cresçam e comecem a dourar (faça o teste do palito). Deixe esfriar na forma por 10 minutos e então transfira com cuidado para uma gradinha para que esfriem completamente.

Prepare a cobertura: coloque o cream cheese e a manteiga na tigela grande da batedeira e bata até combiná-los bem. Junte o açúcar, as raspas de limão e a baunilha e bata novamente. Espalhe sobre os bolinhos já frios.

* para fazer buttermilk em casa: coloque 1 colher (sopa) de suco de limão em uma xícara medidora de 240ml, complete com leite integral e aguarde 10 minutos para sorar; use todo o conteúdo da xícara na usa receita

** a cobertura é bem molinha, por isso há a necessidade de “espaço” dentro da forminha para “acomodá-la”; enchi cada forminha até a metade e ainda assim sobrou espaço para a cobertura

Rend.: 12 unidades – fiz metade da receita acima e consegui 9 bolinhos

domingo, julho 03, 2011

Cookies com gotas de chocolate e amendoim

English version

Chocolate chip peanut cookies / Cookies com gotas de chocolate e amendoim

Quando eu era criança o meu chocolate favorito era o Krot, lembram? Chocolate com amendoim. Meu pai trazia uma barrinha às vezes ao voltar do trabalho e a minha mãe me deixava comê-la somente depois do jantar (é claro), quando eu sentava no sofá e ficava lendo gibi até a hora de dormir.

Morder um destes cookies me fez instantaneamente lembrar daquelas barrinhas de chocolate – a diferença foi que desta vez eu estava lendo uma graphic novel em vez dos gibis. :D

Cookies com gotas de chocolate e amendoim
um pouquinho de nada adaptados do The Commonsense Kitchen

- xícara medidora de 240ml

2 1/3 xícaras (325g) de farinha de trigo
¾ colher (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de sal
1 xícara (226g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
1 xícara + 2 colheres (sopa) - 200g - de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara e na colher na hora de medir
2 ovos grandes
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
2 ½ xícaras (437g) de gotas de chocolate meio-amargo
1 ½ xícaras (225g) de amendoim torrado e salgado

Pré-aqueça o forno 180°C. Forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.
Em uma tigela média, peneire juntos a farinha, o fermento em pó e o sal.
Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga e o açúcar só até obter um creme homogêneo. Junte os ovos, um a um, a baunilha e bata. Com o auxílio de uma espátula de silicone, misture os ingredientes secos, seguidos das gotas de chocolate e dos amendoins.
Coloque porções de 1 colher (sopa) levemente cheia de massa nas assadeiras preparadas, deixando 5cm de distância entre uma e outra. Asse somente até que os topos dos cookies não estejam mais brilhantes, 10-12 minutos. Deixe os cookies esfriarem nas assadeiras por um momento, e em seguida transfira para uma gradinha para que esfriem completamente.

Rend.: cerca de 3 dúzias de cookies – fiz metade da receita acima e ainda assim consegui 32

sexta-feira, julho 01, 2011

Tortinhas linzer de geléia de framboesa e vinho do Porto + uma lista dos filmes que amo

English version

Raspberry Port linzer tartlets / Tortinhas linzer de geléia de framboesa e vinho do Porto

Finalmente terminei algo que por muito tempo quis fazer: uma lista dos meus filmes favoritos – os que realmente amo. Foi bem difícil montar a lista – e creio ter esquecido algumas coisas, só o tempo dirá – mas também foi bem divertido fazê-lo. Está publicada aqui, se estiverem curiosos. :)

Estas lindas tortinhas foram um desafio parecido: foi difícil manusear a massa – esfarelava demais – mas o sabor é tão bom que compensa o perrengue. E o recheio é uma delícia, também – geléia de framboesa “temperada” com bebida? Tô dentro. ;)

Tortinhas linzer de geléia de framboesa e vinho do Porto
um nadinha de nada adaptadas do The Boozy Baker

- xícara medidora de

Massa:
1 ½ xícaras (157g) de amêndoas em lâminas
2/3 xícaras (133g) de açúcar refinado
2 xícaras (280g) de farinha de trigo
1 colher (chá) de canela em pó
½ colher (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de sal
¾ xícara (170g) de manteiga sem sal, amolecida
3 gemas grandes

Recheio:
1 ½ xícaras de geléia de framboesa
3 colheres (sopa) de vinho do Porto

Comece preparando a massa: coloque as amêndoas e 1/3 xícara (66g) do açúcar no processador de alimentos e pulse até moer as amêndoas e obter uma textura de farinha grossa. Junte o açúcar restante, a farinha, a canela, o fermento em pó e o sal e pulse para misturar. Junte a manteiga e as gemas e processe até que uma massa comece a se formar. Transfira a massa para uma superfície limpa e seca e sove levemente para amalgamar as migalhas. Divida a massa em dois pedaços, um ligeiramente maior do que o outro, forme discos com ambos e embrulhe-os em filme plástico. Leve à geladeira por pelo menos 30 minutos.
Prepare o recheio: coloque a geléia em uma tigelinha e misture com um garfo, para soltar os gruminhos e deixá-la mais homogênea. Acrescente o vinho e misture.
Pré-aqueça o forno a 180°C. Coloque o pedaço maior de massa entre dois pedaços grandes de papel manteiga levemente polvilhados com farinha e abra-o com o rolo até obter um círculo de 30cm de diâmetro. Transfira para uma forma de torta de 23cm, de fundo removível, e pressione para cobrir o fundo e as laterais da forma.
Abra com o rolo o segundo pedaço de massa até conseguir outro círculo de 30cm. Corte em tirinhas, transfira-as para uma assadeira e coloque no freezer por 15 minutos.
Espalhe o recheio sobre a massa na forma e alise a superfície. Retire as tirinhas de massa do freezer e arrume-as sobre o recheio, metade horizontalmente e a outra metade na vertical, formando uma cobertura de treliça.
Asse por cerca de 40 minutos ou até que a massa doure bem e o recheio esteja borbulhando. Deixe esfriar completamente na forma, sobre uma gradinha. Retire o aro da forma, corte a torta em fatias e sirva.

Rend.: 8 porções – fiz metade da receita acima, usei forminhas de tartelette de 9cm e consegui 6 tortinhas

.