Wednesday, July 31, 2013

Barrinhas de pecã e geleia de framboesa + uma conversa sobre idade

English version

Raspberry jam and pecan bars / Barrinhas de pecã e geleia de framboesa

Algumas colegas no Facebook falavam hoje sobre atrizes que aparentam a idade que tem: os exemplos foram Charlotte Rampling e Fernanda Montenegro, e alguém mencionou Judi Dench. Sempre digo que quando penso em mim na casa dos setenta tanto Fernandona quanto Dame Dench me vem à mente: mulheres talentosas e bonitas que não têm vergonha de todos os anos estampados em seus rostos, o que acho admirável – adoraria estar tão bem como elas quando for mais velha e, ao mesmo tempo, ter tão mais para me orgulhar do que a aparência.

A conversa continuou e Nicole Kidman e Sandra Bullock foram citadas como exemplos opostos das musas anteriores: seus rostos já foram tão modificados por procedimentos “estéticos” que fica até difícil ler suas expressões – a performance de Nicole em “Reencontrando a Felicidade” (aliás, um filme excelente) poderia ter sido épica, magnífica, mas infelizmente os lábios inchados e esquisitos e a testa paralisada não ajudaram a personagem em nada, especialmente nas cenas mais emotivas.

A desesperadora fixação pela juventude eterna também faz vítimas masculinas: ao degustar minha dose diária de fofoca esta manhã vi a foto de casamento de John Rzeznik e por um instante achei que ele fosse a Joan Rivers. Tão triste. :(

As pessoas não deveriam ter de se preocupar com tolices como aparentar 30 anos quando na verdade tem 60. A vida deveria ser mais simples. Simples como barrinhas de geleia (que neste caso tem um tchan a mais por causa das pecãs).

Barrinhas de pecã e geleia de framboesa
um nadinha adaptadas do sempre delicioso Desserts from the Famous Loveless Cafe

- xícara medidora de 240ml

1 xícara (90g) de aveia em flocos
1 ¼ xícaras (175g) de farinha de trigo
¾ xícara (130g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
½ colher (chá) de canela em pó
¼ colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
¾ xícara (82g) de pecãs, picadinhas – meça, depois pique
¾ xícara (170g) de manteiga sem sal, gelada e em cubinhos
1 xícara de geleia de framboesa

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte levemente com manteiga uma forma retangular de 32,5x22,5cm, forre com papel alumínio deixando sobras em todos os lados e unte o papel também.
Em uma tigela grande, misture a aveia, a farinha, o açúcar, a canela, o bicarbonato e o sal. Junte a manteiga e incorpore com as pontas dos dedos até conseguir uma farofa grossa. Misture as pecãs. Reserve 1 ¼ xícaras desta mistura e transfira o restante para a forma preparada. Pressione a mistura no fundo da forma com as pontas dos dedos até formar uma base homogênea. Asse por 20 minutos ou até que doure. Retire do forno e espalhe a geleia sobre a base de maneira uniforme. Espalhe a farofinha reservada sobre a geleia e volte ao forno por 20-25 minutos ou até que a cobertura doure e o recheio esteja borbulhando. Deixe esfriar completamente na forma. Corte em quadradinhos ou barrinhas e sirva.

Rend.: 18 unidades

Monday, July 29, 2013

Bolo cremoso de chocolate e geleia de laranja

English version

Chocolate marmalade slump cake / Bolo cremoso de chocolate e geleia de laranja

Um vidro de geleia de laranja aberto na geladeira (sobra do brioche) precisando ser usado e já que se tratava de um ingrediente tão gostoso eu tinha que preparar algo à altura. O bolo do Lucas Hollweg foi a escolha perfeita: bastante úmido, com um sabor intenso de chocolate e sem glúten (para quem segue esse tipo de dieta).

Foi um ótimo uso para um produto excelente (bem diferente de o Robert Zemeckis usar a equipe de “Náufrago” para filmar “Revelação”). :D

Bolo cremoso de chocolate e geleia de laranja
do lindíssimo e deliciosíssimo Good Things to Eat (comprei o meu aqui)

- xícara medidora de 240ml

150g de manteiga sem sal
150g de chocolate picado – a receita pede chocolate com 60-70% de cacau, usei um com 53%
100g de geleia de laranja pedaçuda
raspas da casca de 1 laranja grande
125g de açúcar cristal
4 ovos, gemas e claras separadas
½ colher (chá) de extrato de baunilha
1 pitada de sal
½ xícara (45g) de cacau em pó, sem adição de açúcar
açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Pré-aqueça o forno a 190°C. Unte levemente com manteiga uma forma redonda de 20cm com fundo removível, forre o fundo com um círculo de papel manteiga e unte o papel também.
Coloque a manteiga em uma panela grande e leve ao fogo médio até derreter. Retire do fogo, acrescente o chocolate e aguarde 1-2 minutos. Misture até que o chocolate derreta completamente. Coloque a geleia de laranja e as raspas de laranja no processador de alimentos e processe até conseguir um purezinho. Acrescente o açúcar e processe novamente. Incorpore o purê à mistura de chocolate.
Adicione as gemas à mistura e bata vigorosamente. Acrescente a baunilha. Peneire o cacau sobre a massa e bata bem. Em uma tigela bem limpa e seca, usando a batedeira, bata as claras e o sal até obter picos suaves. Adicione 1/3 das claras à mistura de chocolate e bata. Acrescente as claras restantes e mistura gentilmente com uma espátula, misturando de baixo para cima.
Despeje a massa na forma preparada e alise a superfície. Asse por cerca de 30 minutos ou até que o centro do bolo esteja firme e opaco. Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por 30 minutos e então desenforme com cuidado. Polvilhe com açúcar de confeiteiro.
Sirva morno ou em temperatura ambiente com sorvete de baunilha ou creme chantilly.

Rend.: 6-8 porções

Friday, July 26, 2013

Doughnuts de pistache com glacê de água de rosas

English version

Pistachio doughnuts with rose water icing / Doughnuts de pistache com glacê de água de rosas

Gosto de friturinhas, mas morando em apartamento raramente sinto vontade de fritar alguma coisa – tento evitar que a casa toda fique cheirando ao jantar que acabamos de comer. Até alguns meses batata frita era a exceção já que tanto eu quanto o marido a adoramos, mas depois de experimentar as fritas de forno da Annabel (e que a Maria reproduziu lindamente no blog dela) o problema estava resolvido – João disse que as acha mais saborosas do que a versão original frita.

Entretanto, abri outra exceção dias atrás ao fazer os doughnuts de pistache da Gourmet Traveller – estava de olho na receita havia séculos. Os doughnuts ficaram bem bons e sendo do tipo cake doughnuts (em que se usa fermento químico em pó no lugar do biológico) não demorei muito tempo para prepará-los. O problema foi o glacê de água de rosas: decepcionante, ficou doce demais e não tinha gosto de nada além do açúcar de confeiteiro mesmo depois de eu ter espremido meio limão nela. A calda de framboesa, antes da adição do açúcar de confeiteiro, havia ficado deliciosa e por isso sugiro que a preparem até aquele ponto e usem para mergulhar os doughnuts ao degustá-los.

Outra sugestão: depois de fotografar e comer os primeiros doughnuts fritei a massa restante como churros pequeninos (em vez de formar círculos com ela) e achei que ficaram melhores assim: foi mais fácil movê-los dentro da panela ao fritar e eles ficaram com uma casquinha mais crocante.

Pistachio doughnuts with rosewater icing / Doughnuts de pistache com glacê de água de rosas

Doughnuts de pistache com glacê de água de rosas
um tiquinho adaptados da sempre lindíssima Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

Doughnuts:
75g de pistaches sem sal
2 ¼ xícaras (315g) de farinha de trigo
½ xícara (100g) de açúcar cristal
3 colheres (chá) de fermento em pó
raspas da casca de 1 laranja
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 pitada de sal
1 xícara (240ml) de leite integral
¼ xícara (56g) de manteiga sem sal, derretida e fria
1 ovo, levemente batido com um garfo
óleo vegetal, para fritar

Glacê de água de rosas:
½ xícara (100g) de açúcar cristal
10 framboesas, frescas ou congeladas (não é necessário descongelá-las antes)
1 ½ xícaras (210g) de açúcar de confeiteiro
3 colheres (chá) de água de rosas, ou a gosto

No processador, moa os pistaches até conseguir uma farinha. Transfira para uma tigela grande e adicione a farinha de trigo, o açúcar, o fermento, as raspas de laranja, a baunilha e o sal. Misture os ingredientes, faça um buraco no centro e nele despeje o leite, a manteiga e o ovo. Misture até conseguir uma massa homogênea, transfira para um saco de confeitar com um bico crespo de 2cm e leve à geladeira por 1 hora.
Glacê: em uma panelinha, junte o açúcar e 50ml de água e leve ao fogo médio-alto, mexendo até o açúcar dissolver. Junte as framboesas, esmague-as com as costas de uma colher de pau e deixe ferver em fogo baixo até a mistura engrossar ligeiramente, formando uma calda (2-3 minutos). Retire do fogo, passe por uma peneira despejando o líquido em uma tigela refratária. Acrescente o açúcar de confeiteiro e a água de rosas, misturando até obter um glacê homogêneo (adicione água se a mistura estiver espessa demais).
Aqueça o óleo em uma panela funda a 180°C. Unte um pedaço grande de papel manteiga com óleo e sobre ele faça círculos de 8cm com a massa dos doughnuts. Frite os doughnuts por 3-4 minutos, virando para dourar ambos os lados. Transfira para um prato forrado com papel toalha e, enquanto os doughnuts ainda estiverem quentes, espalhe sobre eles o glacê. Sirva mornos ou em temperatura ambiente.

Rend.: 18-20 unidades

Wednesday, July 24, 2013

Madeleines de limão siciliano e chocolate branco e uma idiotice do Blogger

English version

White chocolate and lemon madeleines / Madeleines de limão siciliano e chocolate branco

Tive uma surpresa uns dias atrás e não foi nada boa: o Blogger decidiu que a minha lista de livros era spam e a deletou – simples assim, sem nenhuma pergunta nem explicação apropriada. O_O
Tentei restaurar o blog, entretanto agora tenho que esperar a boa vontade deles para analisar a coisa toda e bem, digamos que eles não trabalham tão rapidamente assim. :(

Enquanto isso acontece, deixe-me lhes contar sobre a minha última aquisição, o livro do Eric Lanlard só sobre chocolate: as receitas parecem deliciosas e as fotos são lindas – e isso vindo de alguém que prefere diversos outros sabores a chocolate é algo. :)
Estas madeleines foram o primeiro docinho que testei do livro e elas ficaram gostosas, porém para mim faltou limão, mesmo eu tendo adicionado o dobro do que a receita pedia – da próxima vez, raspas da casca de dois limões, com certeza. :)

Madeleines de limão siciliano e chocolate branco
do lindíssimo Chocolat (comprei o meu aqui)

- xícara medidora de 240ml

60g de chocolate branco bem picadinho
60g de manteiga sem sal, temperatura ambiente
2 ovos
½ xícara + 1 colher (sopa) - 112g - de açúcar cristal
½ colher (chá) de extrato de baunilha
raspas da casca de 1 limão siciliano grande
1 xícara + 1 colher (sopa) - 150g - de farinha de trigo
¾ colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal

Coloque o chocolate e a manteiga em uma tigela refratária pequena e leve ao banho-maria (fogo baixo) mexendo até derreter. Deixe esfriar um pouco.
Com a batedeira, bata os ovos e o açúcar até obter um creme espesso. Com uma espátula e misturando gentilmente de baixo para cima incorpore a mistura de chocolate, seguida da baunilha e das raspas de limão. Peneire a farinha, o fermento e o sal sobre a massa e incorpore do mesmo jeito. Cubra com filme plástico e leve à geladeira por pelo menos 2 horas, ou de um dia para o outro.
Pré-aqueça o forno a 200°C. Unte com manteiga e enfarinhe uma forma para madeleines. Encha cada cavidade ¾ de sua capacidade. Asse por cerca de 10 minutos ou até que as madeleines estejam douradas. Retire do forno e desenforme imediatamente sobre uma gradinha. Sirva mornas ou em temperatura ambiente.

Rend.: 16 unidades – consegui 16 usando a forma com capacidade para 1 colher (sopa) cada cavidade e 40 com a forma com capacidade para ½ colher (sopa) cada cavidade

Monday, July 22, 2013

Bolo de coco tostado e abacaxi + um filme enfadonho

English version

Pineapple and toasted coconut cake / Bolo de coco tostado e abacaxi

Spielberg provavelmente nunca estará entre os meus diretores favoritos, entretanto, como eu ainda estou boba com o fantástico “Munique” decidi dar uma chance a “Lincoln”. Uma hora de filme e eu estava morta de tédio, uma hora e dez minutos de filme e eu estava no décimo sono. O_O
Só conseguia pensar que aquele Academy Award que Daniel Day Lewis levou para casa deveria estar em uma prateleira na casa de Joaquin Phoenix (ou no banheiro ou dentro da geladeira, Joaquin sendo Joaquin). :)

Meu marido viu “Lincoln” até o final e gostou, então talvez eu dê outra chance ao filme qualquer dia desses – sem pressa alguma, já que há vários outros filmes ótimos para ver. Tenho pressa, porém, para que vocês façam este bolo fantástico e que combina sabores que realmente ficam deliciosos juntos – o coco depois de tostado fica ainda mais saboroso e vai muito bem com os pedacinhos de abacaxi. Outra receita excelente de um dos meus livros de receita favoritos.

Bolo de coco tostado e abacaxi
do delicioso e infalível Cake Keeper Cakes: 100 Simple Recipes for Extraordinary Bundt Cakes, Pound Cakes, Snacking Cakes and Other Good-To-The-Last-Crumb Treats

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
1 ½ xícaras (150g) de coco em floco adoçados
2 ovos grandes
1 xícara de creme azedo (sour cream)*
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 ¾ xícaras (245g) de farinha de trigo
1 ½ colheres (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de bicarbonato de sódio
¼ colher (chá) de sal
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, amolecida
¾ xícara (150g) de açúcar cristal
1 lata (500g) de abacaxi em calda, bem escorrido, seco com papel toalha e picado

Glacê:
½ xícara (70g) de açúcar de confeiteiro
1 colher (sopa) de suco de limão tahiti

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga e enfarinhe uma forma de furo central (do tipo Bundt) com capacidade para 12 xícaras de massa.
Espalhe o coco em uma assadeira grande e leve ao forno para tostar, mexendo frequentemente, por cerca de 5 minutos. Deixe esfriar completamente. Mantenha o forno ligado.
Em uma tigela pequena, misture os ovos, o creme azedo e a baunilha e bata levemente com um garfo. Em uma tigela média, misture com um batedor de arame a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal.
Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga e o açúcar até obter um creme claro e fofo, raspando as laterais da tigela uma ou duas vezes.
Em velocidade baixa, junte os ingredientes secos em três adições alternando com a mistura de ovos em duas adições (comece e termine com os ingredientes secos). Raspe as laterais da tigela a cada adição. Bata a massa por 1 minuto em velocidade média. Com uma espátula, incorpore o coco e o abacaxi.
Transfira a massa para a forma preparada e asse por 50-60 minutos ou até que o bolo cresça e doure (faça o teste do palito). Deixe esfriar na forma sobre uma gradinha por 15 minutos, e então desenforme sobre a gradinha, deixando esfriar completamente.

Glacê: peneire o açúcar em uma tigelinha e acrescente o suco de limão, misturando até obter a consistência desejada. Espalhe sobre o bolo já frio e deixe secar por 30 minutos antes de cortar e servir.

* creme azedo (sour cream) caseiro: para preparar 1 xícara de creme azedo, misture 1 xícara (240ml) de creme de leite fresco com 2-3 colheres (chá) de suco de limão ou limão siciliano em uma tigela. Vá mexendo até que comece a engrossar. Cubra com filme plástico e deixe em temperatura ambiente por 1 hora ou até que engrosse um pouco mais (geralmente faço o meu na noite anterior e deixo sobre a pia – com exceção de noites extremamente quentes – coberto com filme plástico; na manhã seguinte o creme fica bem cremoso – leve à geladeira para ficar mais espesso ainda)

Rend.: 8-10 porções

Friday, July 19, 2013

Brownies de chocolate ao leite e uma mudança de planos

English version

Milk chocolate brownies / Brownies de chocolate ao leite

Houve uma mudança de planos por aqui: Somerset Maugham terá de esperar um pouquinho, já que decidi comprar “Gone Girl” depois de ler que transformar o livro em filme é o próximo projeto do David Fincher. :)
Duas amigas me disseram que o livro é ótimo e que provavelmente perderei horas de sono grudada a ele – como aconteceu com a trilogia Millennium tempos atrás – e mal posso esperar para começar a leitura. Depois lhes conto.

E falando em mudança de planos, geralmente escolho receitas de brownies que pedem cacau em pó – como os brownies fantásticos da Alice Medrich – e/ou chocolate meio-amargo, mas decidi dar uma chance aos brownies de chocolate ao leite da Kathleen King. Eles ficaram deliciosos, como tudo que já fiz do livro - espero que Gillian Flynn me surpreenda do mesmo jeito. :D

Brownies de chocolate ao leite
do delicioso Tate's Bake Shop: Baking For Friends

- xícara medidora de 240ml

½ xícara (113g) de manteiga sem sal
250g de chocolate ao leite picadinho
½ xícara (100g) de açúcar cristal
2 ovos grandes
1 colher (chá) de extrato de baunilha
¾ xícara (105g) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de cacau em pó, peneirado – meça, depois peneire
1 pitada de sal

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte levemente com manteiga uma forma quadrada de 20cm, forre com papel alumínio deixando sobrar em dois lados opostos, formando “alças”, e unte o papel também.
Em uma panela grande, derreta a manteiga em fogo médio. Retire do fogo, junte o chocolate e aguarde 1 minuto. Mexa até que o chocolate derreta completamente. Deixe esfriar um pouco.
Acrescente o açúcar e misture com um batedor de arame. Junte os ovos, um a um, misturando bem. Junte a baunilha. Acrescente a farinha, o cacau e o sal e misture até homogeneizar. Espalhe na forma preparada e asse por cerca de 20 minutos ou até que um palito inserido no centro do brownie saia com migalhas úmidas.
Deixe esfriar completamente na forma sobre uma gradinha. Corte em quadradinhos para servir.

Rend.: 16 unidades

Wednesday, July 17, 2013

Bolo de amêndoa recheado com curd de limão siciliano e geleia de framboesa

English version

Almond tea cake / Bolo de amêndoa recheado com curd de limão siciliano e geleia de framboesa

Eu me diverti tanto fazendo o bolo Victoria de chocolate e o resultado foi tão gostoso que quis logo fazer outro bolo de camadas – para isso, peguei o livro da Alisa Huntsman, que tem apenas bolos de camadas, e encontrei esta receita deliciosa e que seria perfeita porque havia um creme de leite na minha geladeira implorando para ser usado – não sei como é com vocês, mas na minha casa as coisas funcionam assim: se não tem creme de leite fresco, tudo o que vejo pela frente são receitas pedindo o ingrediente; daí, quando compro uma garrafinha do produto não encontro nada em que usá-lo. :S

É mais ou menos o que ocorre com a TV: quando quero ver algum drama, há dezenas de comédias passando, e vice-versa. Domingo passado eu e o marido queríamos ver uma coisinha leve, mas acabamos assistindo a “Mestre dos Mares - O Lado Mais Distante do Mundo” – por sorte o filme excelente. Ah, o bolo? Também ficou bem bom. ;)

Bolo de amêndoa recheado com curd de limão siciliano e geleia de framboesa
um tiquinho adaptado do lindíssimo Sky High: Irresistible Triple-Layer Cakes

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
1/3 xícara (33g) de farinha de amêndoa
210g de farinha para bolos (ou 180g de farinha de trigo comum + 30g de amido de milho)
1 xícara + 3 colheres (sopa) - 236g - de açúcar cristal
3 colheres (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de sal
210ml de creme de leite fresco
150g de manteiga sem sal, temperatura ambiente e picada
1 ovo
3 gemas
½ colher (chá) de extrato de amêndoa
½ colher (chá) de extrato de baunilha
¼ xícara cheia de geleia de framboesa (se possível, sem sementes – usei com sementes mesmo)

Curd de limão siciliano:
¼ xícara (50g) de açúcar cristal
½ colher (sopa) de amido de milho
¼ xícara (60ml) de suco de limão siciliano
2 gemas
1 colher (sopa) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
raspas da casca de 1 limão siciliano
½ colher (chá) de extrato de baunilha
1 pitada de sal

Glacê de Amaretto:
1 xícara (140g) de açúcar de confeiteiro
1-2 colheres (sopa) de Amaretto
2 colheres (sopa) de amêndoas em lascas, levemente tostadas e frias

Comece preparando os bolos: pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga duas formas redondas de 20cm de diâmetro, forre o fundo de cada uma delas com um círculo de papel manteiga e unte o papel também.
Na tigela grande da batedeira, misture a farinha de amêndoa, a farinha de trigo, o açúcar, o fermento e o sal. Bata em velocidade baixa para incorporar os ingredientes. Junte o creme de leite e a manteiga e, ainda em velocidade baixa, bata para incorporar. Aumente para a velocidade média e bata até obter uma mistura clara e fofa, cerca de 2 minutos. Em uma tigelinha, misture com um garfo o ovo, as gemas e os extratos. Junte à mistura da batedeira em 2 ou 3 adições, raspando as laterais da tigela algumas vezes e batendo somente até que os ovos sejam incorporados. Divida a massa entre as duas formas preparadas e asse por 25-30 minutos ou até que os bolos cresçam e dourem (faça o teste do palito). Deixe esfriar completamente nas formas sobre uma gradinha.

Enquanto os bolos assam e esfriam, faça a curd de limão: coloque o açúcar e o amido em uma panela pequena – não use panela de alumínio, cobre ou ferro – e misture com um batedor de arame. Junte o suco de limão e as gemas e misture até homogeneizar. Leve ao fogo médio-baixo, mexendo com o batedor o tempo todo, até começar a ferver. Deixe ferver por 1 minuto, ainda mexendo. Retire do fogo e passe a mistura por uma peneira. Incorpore a manteiga, as raspas de casca de limão, a baunilha e o sal, misturando bem. Cubra com filme plástico pressionando-o diretamente sobre a superfície do creme, para evitar a formação de uma película. Deixe esfriar um pouco e então leve à geladeira até esfriar bem e firmar, cerca de 2 horas. Antes de usar, misture bem.

Montagem do bolo: vire um dos bolos em um prato de servir e remova o papel com cuidado. Espalhe a geleia sobre o bolo. Espalhe a curd de limão sobre a geleia, indo até a beirada do bolo. Cubra com o outro bolo e remova o papel.

Prepare o glacê de Amaretto peneirando o açúcar de confeiteiro em uma tigela pequena. Aos poucos, junte o Amaretto, misturando, até obter um glacê espesso – se necessário, adicione água quente. Espalhe sobre o bolo deixando escorrer pelas laterais. Salpique com as amêndoas tostadas e espere a cobertura secar.

Rend.: 8-10 porções

Monday, July 15, 2013

Brioche com geleia de laranja e passas - bem melhor do que uma certa torta

English version

Marmalade and raisin brioche / Brioche com geléia de laranja e passas

Apesar de não ter ficado contente com o vencedor de “The Great British Bake Off” me diverti muito vendo o programa – por isso, depois de a Tania e a Ana me contarem sobre a versão americana assisti ao primeiro episódio (que foi sobre tortas) e agora não sinto vontade nenhuma de continuar assistindo. :S

Mary Berry não está no programa, o apresentador é irritante e os participantes não são nada interessantes. E depois de ver uma torta de manteiga de amendoim, chocolate e BACON ir super bem na competição desisti do reality show – se não querer bacon misturado a chocolate me faz uma pessoa conservadora então sou mesmo. Achei aquela torta nojenta, mas o Paul Hollywood adorou – prefiro algo mais normal e, para mim, bem mais gostoso: o brioche maravilhoso do P.H., aquele que já fiz várias vezes, desta vez recheado com geleia de laranja e passas.

Brioche com geleia de laranja e passas
um tiquinho adaptado do excelente How to Bake (comprei o meu aqui)

Brioche:
500g de farinha para pães + um pouco extra para polvilhar (usei farinha de trigo comum)
½ colher (chá) de sal
½ xícara (100g) de açúcar cristal
10g de fermento biológico seco
140ml de leite integral morno
5 ovos médios*
250g de manteiga sem sal, bem molinha

Recheio:
200g de geleia de laranja
½ xícara de passas claras

Coloque a farinha na tigela grande da batedeira (você vai usar o batedor em formato de gancho). Coloque o sal e o açúcar sobre a farinha de um lado da tigela e o fermento do lado oposto. Junte o leite e os ovos e misture em velocidade baixa por 2 minutos. Passe para a velocidade média e misture por 6-8 minutos ou até que uma massa macia e elástica se forme. Junte a manteiga e continue misturando por mais 4-5 minutos, raspando as laterais da tigela periodicamente para garantir que a manteiga se incorpore completamente à massa – esta será bem molinha. Cubra a tigela com filme plástico e leve à geladeira por uma noite ou por pelo menos 7 horas – assim a massa ficará firme o bastante para ser moldada.
Unte com manteiga uma assadeira de 20x30cm.
Tire a massa de brioche da geladeira e transfira para uma superfície levemente enfarinhada. Sove 3-4 vezes e então, com um rolo, abra a massa em um retângulo de 35x20cm. Espalhe a geleia de maneira uniforme sobre a massa e salpique com as passas. Enrole como um rocambole, começando pelo lado mais longo. Corte em 9 fatias e arrume-as na assadeira preparada deixando aproximadamente 2,5 de distância entre uma e outra. Cubra com um pano de prato limpo e seco e deixe crescer por 1 hora.
Pré-aqueça o forno a 190°C. Asse os brioches por 20-25 minutos ou até que dourem bem. Sirva morninhos ou em temperatura ambiente.

Rend.: 9 unidades

Friday, July 12, 2013

Biscoitos de aveia, coco e limão + a adorável Sarah Carey

English version

Coconut lime oatmeal cookies / Biscoitos de aveia, coco e limão

Tenho vários cozinheiros da TV favoritos – Nigella, Nigel Slater, Jamie Oliver, entre outros – mas há uma moça que adoro e que não está na TV e sim no site da Martha Stewart: a fofa Sarah Carey. É gostoso vê-la na cozinha não só porque as receitas são deliciosas mas também porque ela é super divertida! :) Também acho os vídeos dela úteis para quem está começando a se aventurar com as panelas já que ela é bem detalhista com as instruções, mostrando todos os passos da receita e dando dicas preciosas. Sim, sou fã dela. :)

Estes cookies de aveia são saborosos e fáceis de fazer, e a combinação de limão e coco funciona sempre. A receita está abaixo, porém insisto que vejam a Sarah preparar os biscoitos – sei que também se tornarão fãs.

Biscoitos de aveia, coco e limão
da fofa e divertida Sarah Carey

- xícara medidora de 240ml

2 ¼ xícaras (315g) de farinha de trigo
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
½ colher (chá) de sal
1 xícara (226g) de manteiga sem sal, temperatura ambiente
½ xícara (100g) de açúcar cristal
¾ xícara (131g) de açúcar mascavo claro – aperte-o na xícara na hora de medir
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
1 colher (sopa) de raspas de casca de limão tahiti
2 ovos grandes
2 xícaras (180g) de aveia em flocos
1 xícara (100g) de coco em flocos adoçados, levemente tostados no forno e frios

Pré-aqueça o forno a 180°C. Forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.
Em uma tigela média, misture com um batedor de arame a farinha, o bicarbonato e o sal. Na tigela grande da batedeira bata a manteiga e os açúcares até obter um creme claro, cerca de 4 minutos. Junte a baunilha e as raspas de limão, seguidos dos ovos, um a um, batendo até incorporar. Em velocidade baixa, junte a mistura de farinha e bata somente até incorporar. Junte a aveia e o coco.
Faça bolinhas com 2 colheres (sopa) niveladas de massa por biscoito e coloque nas assadeiras preparadas, deixando 5cm de distância entre uma e outra. Asse até que os biscoitos dourem nas extremidades, porém ainda estejam macios no centro, 12-14 minutos. Deixe esfriar na assadeira sobre uma gradinha por 5 minutos e então remova com o auxílio de uma espátula, transferindo para a gradinha. Deixe esfriar completamente.

Rend.: 35 unidades

Monday, July 08, 2013

Bolo de laranja e sementes de papoula e um favorito que não consigo escolher

English version

Orange and poppy seed drizzle sheet cake / Bolo de laranja e sementes de papoula

Covers são algo complicado: podem ser ótimos ou verdadeiros desastres, como uma vez escrevi. Algumas versões são melhores do que a canção original – me desculpem, puristas - enquanto outras são OK, nada de especial. Há um caso, entretanto, em que não tenho uma favorita: “Don’t Dream It’s Over” – a canção original é absolutamente maravilhosa e eu, quando pequena, ficava torcendo para que tocasse na rádio toda hora, e a versão de Sixpence None the Richer é igualmente linda. Amo ambas, não dá pra escolher. E é isso que aconteceu com este bolo: uma vez fiz a receita exata da Annie Bell, com limão siciliano, e ficou deliciosa. Depois eu a adaptei um pouquinho, com laranja e sementes de papoula, e o resultado foi fantástico. Acho que dá pra ver pela foto o quão fofinho ficou.

Amo ambas, não dá pra escolher. Deixo esta missão para vocês, pessoal. :)

Bolo de laranja e sementes de papoula
um tiquinho adaptado do über lindo Annie Bell's Baking Bible (comprei o meu aqui)

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
225g de farinha de trigo
3 colheres (chá) de fermento em pó
1/8 colher (chá) de sal
4 colheres (sopa) de sementes de papoula
225g de manteiga sem sal, amolecida
1 xícara + 2 colheres (sopa) - 225g - de açúcar cristal
raspas da casca de 2 laranjas
4 ovos
½ colher (chá) de extrato de baunilha
1/3 xícara (80ml) de leite integral
1/3 xícara (80ml) de suco de laranja fresco

Calda:
suco de 1 laranja
½ xícara (100g) de açúcar cristal

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga e enfarinhe uma forma retangular de metal de 20x30cm.
Em uma tigela média, peneire juntos a farinha, o fermento e o sal. Junte as sementes de papoula e misture bem.
Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga, o açúcar e as raspas de laranja até obter um creme bem claro e fofo. Junte os ovos, um a um, batendo bem e raspando as laterais da tigela a cada adição. Junte a baunilha. Em velocidade baixa, adicione metade dos ingredientes secos, o leite e o suco, e a outra metade dos ingredientes secos, batendo apenas até incorporar. Raspe novamente as laterais da tigela.
Despeje a massa na forma preparada e alise a superfície. Asse por 30-40 minutos ou até que o bolo cresça e doure (faça o teste do palito). Deixe esfriar por 5 minutos sobre uma gradinha e, enquanto isso, prepare a calda: em uma tigelinha, misture bem o suco de laranja e o açúcar. Faça furinhos em todo o bolo com um palito de dentes e, aos poucos, espalhe às colheradas a calda sobre ele, esperando para que todo o líquido seja absorvido. Deixe esfriar completamente e corte em quadradinhos.

Rend.: 15 porções

Saturday, July 06, 2013

Frango assado com limão siciliano e mel

English version

Sticky chicken with lemon and honey / Frango assado com limão siciliano e mel

Quem tem algum enjoadinho em casa provavelmente concordará comigo: não é fácil e nem sempre prazeroso cozinhar para eles. :/ Por isso, quando meu marido pede algo específico para o almoço ou o jantar fico aliviada – sei que não precisarei gastar horas (nem neurônios) pensando no cardápio.

Semanas atrás, enquanto assistíamos a “Nigel Slater's Simple Suppers”, vimos o Nigel Slater preparar um franguinho dourado e caramelizado, e nisso o João disse: “que tal isso para o almoço?” – concordei na hora já que somos ambos loucos por frango assado. O frango do Nigel é facílimo de fazer – a geladeira e o forno fazem todo o trabalho – e ficou uma delícia, crocante e grudentinho por fora, macio e suculento por dentro, soltando do osso. Ficou tão bom que o marido o colocou lá no #1 junto com o franguinho com chorizo da Donna Hay, que até aquele momento tinha sido o frango assado preferido dele.

Frango assado com limão siciliano e mel
um tiquinho adaptado do sempre maravilhoso Nigel Slater

4 pedaços grandes de frango, com osso e pele – use os seus favoritos
suco de 2 limões sicilianos
1 colher (sopa) de mel ralinho
½ colher (sopa) de mostarda de Dijon
3 dentes de alho, amassados até virarem um purê
sal e pimenta do reino moída na hora, a gosto
manteiga amolecida, para preparar a forma

Coloque o frango em uma tigela média. Em uma tigelinha, misture bem com um garfo o suco de limão, o mel, a mostarda, o alho, o sal e a pimenta. Despeje sobre o frango e misture bem para que todos os pedaços fiquem cobertos pela marinada. Cubra com filme plástico e leve à geladeira de um dia para o outro ou por pelo menos 4 horas.
Pré-aqueça o forno a 200°C. Forre um recipiente refratário com uma camada dupla de papel alumínio e unte o papel com a manteiga.
Transfira o frango para o recipiente preparado e despeje sobre a carne a marinada que tiver sobrado. Asse por cerca de 45 minutos ou até que esteja do seu agrado – aqui em casa gostamos do nosso franguinho bem assado, como dá para ver na foto, então assei por 1 hora e meia.
Sirva imediatamente.

Rend.: 2 porções

Thursday, July 04, 2013

Cookies de manteiga de amendoim, chocolate branco e meio-amargo e ser baixinha

English version

Double chocolate peanut butter cookies / Cookies de manteiga de amendoim, chocolate branco e meio-amargo

Na época da escola eu odiava ser baixinha – tive todos os apelidos que vocês possam imaginar e nem todos eram bonitinhos como “Smurfette” (acho que era o único do qual eu gostava). Aos 34 eu já não ligo mais e o engraçado é que desenvolvi um amor por mini comidinhas – os humanos são seres estranhos, eu sei. :D

Um pote de manteiga de amendoim no armário e uma revista Donna Hay com várias receitas usando o ingrediente (de onde já haviam saído estes ótimos cupcakes) foram a razão para fazer estes cookies. Decidi prepará-los pequeninos, usando 1 colher (sopa) de massa por biscoito, e como eles não esparramaram no forno – parte por ter acrescentado mais farinha à massa, parte por não tê-los achatado antes de assar – o resultado foram biscoitos pititicos e delicados que lembraram petit fours servidos com chá – a diferença é que estes aqui são muito melhores acompanhados de um copo de leite gelado.

Cookies de manteiga de amendoim, chocolate branco e meio-amargo
um tiquinho adaptados da sempre fantástica Donna Hay Magazine

185g de farinha de trigo – minha massa estava molinha demais, acabei usando 200g no total
¼ colher (chá) de bicarbonato de sódio
1 pitada de sal
100g de manteiga sem sal, amolecida
½ xícara (130g) de manteiga de amendoim do tipo crunchy
175g de açúcar mascavo claro*
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 ovo
75g de gotas de chocolate meio-amargo – usei um com 53% de cacau
75g de gotas de chocolate branco

Pré-aqueça o forno a 180°C. Forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.
Em uma tigela média, misture com um batedor de arame a farinha, o bicarbonato e o sal.
Na tigela grande da batedeira, bata a manteiga, a manteiga de amendoim, o açúcar e a baunilha em velocidade média até incorporá-los bem e obter uma mistura cremosa. Junte o ovo, batendo até incorporar. Em velocidade baixa, acrescente os ingredientes secos misturando somente até que eles desapareçam na massa. Com uma espátula, incorpore as gotas de chocolate.
Faça bolinhas com 1 colher (sopa) de massa por biscoito e coloque-as nas assadeiras preparadas, deixando 5cm de distância entre uma e outra. Asse por 10-12 minutos ou até que os biscoitos estejam dourados, especialmente nas extremidades. Deixe esfriar nas assadeiras sobre uma gradinha por 5 minutos e então transfira para a gradinha e deixe esfriar completamente.

* usei menos açúcar do que a quantidade pedida na receita e ainda assim achei os biscoitos um tantinho doces – se eu fosse fazê-los de novo, usaria 150g de açúcar

Rend.: 45 unidades

Tuesday, July 02, 2013

Bolo de milho e limão siciliano com glacê de limão siciliano e a minha próxima leitura

English version

Lemon cornmeal cake with lemon glaze / Bolo de milho e limão siciliano com glacê de limão siciliano

Obrigada pelos comentários sobre o meu probleminha com “O Grande Gatsby” – me sinto bem melhor agora. :)
Já tenho algo em mãos, “A Servidão Humana”, de Somerset Maugham (vou ler no idioma original), um livro sugerido pela minha querida amiga Cristina – vou tentar equilibrá-lo com os meus livros de receita, já que não pretendo parar de cozinhar.

Comecei a cozinhar ainda muito jovem, e minha avó paterna e minha tia-avó me davam instruções por telefone, instruções estas que eu anotava atenciosa e detalhadamente para seguir depois na cozinha. Se alguma coisa, qualquer coisa mesmo ficasse diferente do que as duas haviam me dito eu ligava para elas na mesma hora para que me ajudassem a solucionar o problema. Vocês não imaginam quantos dias passamos assim – as duas mulheres são, de alguma maneira, responsáveis pelas gostosuras que vocês veem aqui no blog. Foram elas que me mantiveram disposta e animada a continuar, mesmo depois de pequenos desastres culinários. E agora, depois de tantos anos, continuo preparando comidinhas, o que me dá muito prazer. Quanto mais cozinho mais me sinto confiante para fazer alterações e adaptar receitas – acho que talvez vocês também se sintam assim. A massa deste bolo, por exemplo, levava mascarpone, entretanto decidi substituir por creme de leite fresco, já que o queijo italiano é feito deste ingrediente. Funcionou bem demais: o bolo ficou fantástico, macio e com um sabor intenso de limão siciliano, graças à calda pincelada sobre ele enquanto ainda quente. E para tornar esta receita ainda mais perfeita a manteiga é usada derretida, por isso não é preciso esperar que ela amoleça (o que demora séculos nestes dias frios).

Acho que minha avó e minha tia Angélica ficariam orgulhosas. :)

Bolo de milho e limão siciliano com glacê de limão siciliano
um tiquinho adaptado do delicioso The Dahlia Bakery Cookbook: Sweetness in Seattle

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
220g de farinha de trigo
115g de sêmola de milho (para o preparo de polenta)
raspas da casca de 2 limões sicilianos
1 colher (chá) de fermento em pó
1/8 colher (chá) de sal
2/3 xícara (160ml) de creme de leite fresco
4 ovos grandes
265g de açúcar cristal
1 colher (chá) de extrato de baunilha
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, derretida e ligeiramente fria

Calda:
½ xícara de suco de limão siciliano
1/3 xícara (67g) de açúcar cristal

Glacê:
175g de açúcar de confeiteiro
2 colheres (sopa) de creme de leite fresco
1 colher (sopa) de suco de limão siciliano

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga uma forma redonda de 23cm de diâmetro, forre o fundo com um círculo de papel manteiga e unte o papel também.
Em uma tigela média, misture com um batedor de arame a farinha, a sêmola de milho, as raspas de casca de limão, o fermento e o sal.
Coloque o creme de leite em uma tigela grande. Com um batedor de arame, incorpore os ovos, um a um, seguidos do açúcar e da baunilha. Com uma espátula, gentilmente incorpore os ingredientes secos em duas adições, misturando de baixo para cima. Incorpore a manteiga. Transfira a massa para a forma preparada e asse até que o bolo cresça e doure, cerca de 40 minutos (faça o teste do palito).
No final do tempo de forno, prepare a calda: em uma panelinha, misture o suco de limão e o açúcar e leve ao fogo médio, mexendo, por alguns minutos até que o açúcar dissolva. Retire do fogo.
Retire o bolo do forno e transfira para uma gradinha. Aguarde 5 minutos e então faça furinhos no bolo com um palito de dente. Pincele o bolo com a calda, aos poucos, até que ele absorva toda a calda. Deixe esfriar completamente na forma. Desenforme com cuidado, remova o papel e inverta o bolo em um prato.
Glacê: peneire o açúcar de confeiteiro em uma tigelinha, acrescente o creme de leite e o suco de limão e misture até obter a consistência desejada. Despeje sobre o bolo e deixe secar, cerca de 30 minutos.
Rend.: 8-10 porções

Related Posts with Thumbnails