segunda-feira, agosto 30, 2010

Sorvete de cheesecake com mesclado de amora e limão siciliano

English version

Cheesecake ice cream with blackberry lemon swirl / Sorvete de cheesecake com mesclado de amora e limão siciliano

Depois de várias semanas geladas tivemos alguns dias de 30°C aqui em São Paulo – nem um pouco invernais, admito, mas perfeitos para sorvete. :)

Salvei esta receita delícia ano passado mas o verão passou sem que eu a preparasse – é o que acontece quando se tem receitas demais marcadas: um montão de idéias ótimas para se experimentar e pouco tempo disponível para fazê-lo.

Dei uma mudadinha na receita da Natalie para usar as amoras e os limões sicilianos que tinha em casa, mas ela não se importou com isso. :)

Cheesecake ice cream with blackberry lemon swirl / Sorvete de cheesecake com mesclado de amora e limão siciliano

Sorvete de cheesecake com mesclado de amora e limão siciliano

- xícara medidora de 240ml

Mesclado de amora e limão siciliano:
½ xícara generosa de amoras, frescas ou congeladas – use congeladas, sem descongelar antes
½ xícara (50g) de açúcar refinado
1 ½ colheres (sopa) de suco de limão siciliano
raspas da casca de 1 limão siciliano
1 colher (sopa) de amido de milho
¼ xícara (60ml) de água

Sorvete de cheesecake:
112g de cream cheese, temperatura ambiente
1 xícara (200g) de açúcar refinado
1 ovo grande
½ colher (chá) de extrato de baunilha
¾ xícara (180ml) de leite integral
2 colheres (chá) de raspas de casca de limão siciliano
1 ½ xícaras (360ml) de creme de leite fresco

Comece pela geléia de amora: misture as amoras, o açúcar, o suco e as raspas de limão numa panela pequena - não use panela de alumínio, cobre ou ferro. Numa tigelinha, dissolva o amido de milho na água, misturando bem com um garfo. Junte o amido dissolvido à panela. Leve ao fogo médio, misturando de vez em quando, até que comece a ferver e engrosse ligeiramente – quando mexer, amasse as amoras com um garfo para que elas dissolvam na geléia. Deixe esfriar completamente.

Agora, o sorvete de cheesecake: na tigela da batedeira, bata o cream cheese e o açúcar até obter uma mistura bem cremosa e homogênea. Junte o ovo e a baunilha, misture até incorporar bem e reserve.
Aqueça o leite numa panelinha em fogo médio-baixo até ferver. Retire do fogo e vá acrescentando à mistura de cream cheese, ¼ xícara (60ml) a cada vez, misturando bem. Continue acrescentando dessa maneira, mexendo bem a cada adição, até terminar o leite. Volte tudo para a panela e leve ao fogo médio-baixo, mexendo sempre até engrossar levemente (cerca de 3 minutos). Retire do fogo, passe por uma peneira fina e deixe esfriar por 10 minutos. Junte o creme de leite e as raspas de limão à mistura de cream cheese, leve à geladeira por 5-6 horas e então à sua sorveteira, seguindo as instruções do fabricante.
Quanto o sorvete terminar de gelar na sorveteira, despeje a geléia de amora aos poucos e deixe mesclar antes de desligar o aparelho – se preferir, transfira o sorvete para um pote hermético, intercalando com camadas de geléia e depois mescle usando uma faca sem ponta.

Rend.: 6-8 porções

sexta-feira, agosto 27, 2010

Bolinhos de mel com sementes de papoula e cobertura de laranja

English version


Honey poppy seed cakes with orange icing / Bolinhos de mel com sementes de papoula e cobertura de laranja

Sabendo do quanto adoro DH a minha querida amiga Valentina me enviou os links da participação de Donna no “Master Chef”; depois de assistir aos vídeos meu amor e admiração pelo trabalho de DH aumentaram – ela é adorável, uma fofa! Gostei tanto dos vídeos que achei que deveria compartilhá-los com vocês – partes 1, 2 e 3.

Falando em Donna Hay, estes bolinhos de mel vêm do Off The Shelf – mas as sementes de papoula e a cobertura de laranja são toques meus na receita dela.

Bolinhos de mel com sementes de papoula e cobertura de laranja
do Off The Shelf

Bolinhos:
¾ xícara + 1 colher (sopa) - 184g - de manteiga sem sal, amolecida
2/3 xícara + 1 colher (sopa) - 146g - de açúcar refinado
3 colheres (sopa) de mel
2 ovos
1 ½ xícaras + 1 ½ colheres (sopa) - 225g - de farinha de trigo, peneirada
1 colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal
3 colheres (sopa) de sementes de papoula

Cobertura:
1 ½ xícaras (210g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
raspas da casca de 1 laranja
1-2 colheres (sopa) de suco de laranja espremido na hora

Pré-aqueça o forno a 180°C; unte com manteiga 12 forminhas de muffin com capacidade para ½ xícara (120ml) cada.
Coloque a manteiga, o açúcar e o mel na tigela grande da batedeira e bata até obter uma mistura clara e cremosa. Junte os ovos, um a um, batendo bem. Com uma espátula de silicone, misture delicadamente a farinha, o fermento, o sal e as sementes de papoula.
Transfira a massa para as forminhas preparadas e asse por 15-20 minutos ou até que dourem (faça o teste do palito). Deixe esfriar nas forminhas, sobre uma gradinha. Desenforme com cuidado.
Prepare a cobertura: coloque o açúcar de confeiteiro e as raspas de laranja numa tigelinha e misture. Vá acrescentando o suco, aos poucos, misturando, até obter a consistência desejada. Espalhe a cobertura sobre os bolinhos frios.

Rend.: 12 unidades – fiz metade da receita acima, usei mini formas de bolo inglês com capacidade para ½ xícara (120ml) cada e consegui 5 bolinhos

quarta-feira, agosto 25, 2010

Crumble de maçã e maracujá

English version

Apple and passion fruit crumble / Crumble de maçã e maracujá

Vocês já cansaram das minhas receitas com maçã? :)

Sei que tenho usado maçãs como uma louca ultimamente – e devo confessar que ainda pretendo preparar mais algumas receitas com elas antes que a época chegue ao fim.
Deixem-me contar uma coisinha deliciosa que descobri outro dia: não tinha idéia de como maçã e maracujá são gostosos juntos. Por sorte, o Bill sabia. :)

Apple and passion fruit crumble / Crumble de maçã e maracujá

Crumble de maçã e maracujá

- xícara medidora de 240ml

6 maçãs do tipo Granny Smith, descascadas, sem os cabinhos, miolos e sementes, em fatias finas – usei maçãs Gala
½ xícara (100g) de açúcar refinado
polpa de 8 maracujás*

Cobertura:
1 xícara (115g) de aveia em flocos
2/3 xícara + 1 colher (sopa) - 129g - de açúcar mascavo – aperte-o na xícara/colher na hora de medir
1/3 xícara (46g) de farinha de trigo
100g de manteiga sem sal, amolecida
sorvete de baunilha ou creme de leite fresco, para servir – com iogurte natural fica uma delícia

Pré-aqueça o forno a 180°C; unte com manteiga um refratário com capacidade para 2 litros. Misture as maçãs, o açúcar e o maracujá e transfira para o refratário.

Com as pontas dos dedos, misture a aveia, o açúcar mascavo, a farinha e a manteiga até conseguir uma farofinha úmida. Espalhe sobre as frutas no refratário e asse por 25-30 minutos ou até dourar.
Sirva com o sorvete, o creme de leite ou o iogurte.

* o maracujá que o Bill usa é aquele de casca roxa, pequenino, por isso 4 maracujás dos que temos aqui (casca amarela) são suficientes

Rend.: 4 porções

segunda-feira, agosto 23, 2010

Barrinhas super azedinhas de limão e limão siciliano

English version

Very tangy lime lemon bars / Barrinhas super azedinhas de limão e limão siciliano

O que fazer com a possibilidade de preparar barrinhas de limão ou limão siciliano? Eu resolvi esse dilema fazendo barrinhas de limão E limão siciliano – pra que escolher um quando se pode ter os dois? :)

Depois de fazer os brownies de cacau – cortesia do Chuck – a Ana me disse que eu iria adorar os livros da Alice Medrich; acabei comprando Bittersweet e Pure Dessert e a receita destas deliciosamente azedinhas barrinhas está no último.

***

Quer participar da promoção "Que Marravilha!"? Clique aqui!

Very tangy lime lemon bars / Barrinhas super azedinhas de limão e limão siciliano

Barrinhas super azedinhas de limão e limão siciliano
do Pure Dessert

- xícara medidora de 240ml

Base:
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, derretida
¼ xícara (50g) de açúcar refinado
¾ colher (chá) de extrato de baunilha
¼ colher (chá) de sal
1 xícara (140g) de farinha de trigo

Cobertura:
1 xícara + 2 colheres (sopa) - 224g - de açúcar refinado
3 colheres (sopa) de farinha de trigo
3 ovos
raspas da casca de 1 limão e de 1 limão siciliano
¼ xícara (60ml) de suco de limão, coado
¼ xícara (60ml) de suco de limão siciliano, coado
açúcar de confeiteiro, para polvilhar (opcional)

Pré-aqueça o forno a 180°C; unte com manteiga uma forma quadrada de 20cm, forre-a com papel alumínio deixando um pouquinho para fora da forma, formando “alças” de 5cm. Unte o papel com manteiga, mas não as “alças”. Reserve.

Comece pela base: numa tigela média, misture a manteiga derretida com o açúcar, a baunilha e o sal. Acrescente a farinha e misture até incorporar. Pressione esta massa na forma preparada de maneira homogênea, preenchendo todos os cantinhos. Asse por 25-30 minutos ou até a base assar completamente, dourar bem nas extremidades e estar dourada no centro.
Agora, a cobertura: enquanto a base está no forno, misture bem o açúcar e a farinha numa tigela grande. Junte os ovos e misture bem. Acrescente as raspas e os sucos dos limões, misturando bem. Quando a base estiver pronta, reduza o forno para 150°C e deslize com cuidado a grade para fora (ou a forma, caso a grade seja fixa). Derrame a mistura sobre a base e volte ao forno por mais 20-25 minutos ou até a cobertura firmar e não balançar no centro quando a forma é movida.
Retire do forno e deixe esfriar completamente sobre uma gradinha. Com o auxílio das “alças” de papel alumínio, retire a sobremesa da forma e transfira para uma tábua – se houver uma camada de espuma branca sobre a cobertura, remova-a cuidadosamente apenas pressionando levemente uma folha de papel toalha. Repita o processo com outra folha de papel toalha se necessário. Usando uma faca longa e afiada, corte 16 barrinhas ou 24 ainda menores. Polvilhe com açúcar de confeiteiro antes de servir, se desejar. Guarde em recipiente hermético, na geladeira, por até 3 dias.

Rend.: 16 unidades

sexta-feira, agosto 20, 2010

Pão de maçã

English version

Apple yeast sugar tart / Pão de maçã

Adoro descobrir coisas e igualmente gosto de redescobri-las – aposto que vocês também.

Depois de abandonar este livro por alguns anos – checando minha conta da Amazon vi que o comprei em junho de 2006 – ele tem estado mais presente na minha cozinha ultimamente; depois de fazer a sopa com mini omeletes, fucei todo o livro novamente – as 824 páginas – e marquei muitas e muitas receitas. A de hoje é uma delas – um pão que a minha sogra chamou de “uma delícia”. :)

Apple yeast sugar tart / Pão de maçã

Pão de maçã
do The Cook's Companion

- xícara medidora de 240ml

1 ¾ xícaras (245g) de farinha de trigo
1 pitada de sal
1 colher (sopa) de açúcar refinado
1 colher (chá) de fermento biológico seco
1 ovo
½ xícara (120ml) de leite integral morno
2 colheres (sopa) – 28g –de manteiga sem sal, amolecida
2-3 maçãs – usei Gala
1/3 xícara (67g) de açúcar demerara
½ xícara (120ml) de creme de leite fresco, batido em picos suaves

Coloque a farinha, o sal, o açúcar e o fermento numa tigela. Num potinho, misture o leite e o ovo com um garfo e junte aos ingredientes secos na tigela. Acrescente a manteiga e vá sovando até obter uma massa homogênea e espessa – fiz isso na Kitchen Aid usando o batedor em formato de pá. Transfira a massa para uma tigela untada com manteiga, vire-a para untar os dois lados, cubra com filme plástico e deixe crescer em um lugar livre de correntes de ar por 30 minutos. Dê uma batidinha no centro da massa para extrair o ar e então a pressione numa forma de torta ou flan de 22cm de diâmetro untada com manteiga. Cubra com filme plástico e deixe crescer mais 30 minutos (a massa vai estufar levemente).

Pré-aqueça o forno a 225°C. Descasque as maçãs, retire os miolos, cabinhos e sementes e corte-as em 8 fatias cada. Pressione as fatias de maçã na massa, afundando-as. Polvilhe com o açúcar demerara e coloque a forma dentro de uma assadeira. Asse por 10 minutos, reduza o forno para 200°C e espalhe o creme de leite sobre as maçãs. Asse por mais 20 minutos ou até dourar – a superfície vai caramelizar levemente e o pão vai estar macio. Sirva morninho.

Rend.: 4 porções

terça-feira, agosto 17, 2010

Torta de morangos com creme de limão siciliano

English version

Fresh strawberry tart with lemon cream / Torta de morangos com creme de limão siciliano

Temo que vocês começarão a pensar em mim como a moça cujas massas de tortas dão sempre errado – depois do problema de encolhimento, fiz outra torta e esta massa parecia super promissora por causa da combinação de manteiga e cream cheese. Foi fácil de preparar, tenho de admitir, mas tanto em textura quanto em sabor já fiz outras infinitamente melhores.

Antes que vocês cliquem no quadradinho vermelho com um “x” no canto da página, peço-lhes que façam este creme de limão siciliano e o sirvam com morangos – vocês não vão acreditar no quão gostoso ele é.

Fresh strawberry tart with lemon cream / Torta de morangos com creme de limão siciliano

Torta de morangos com creme de limão siciliano
adaptada do The Craft of Baking

- xícara medidora de 240ml

Massa de cream cheese:
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, em temperatura ambiente, em pedacinhos
113g de cream cheese
1 ½ colheres (sopa) de açúcar refinado
1 xícara (140g) de farinha de trigo, e um pouquinho extra para polvilhar
1 pitada de sal

Recheio:
½ xícara (120ml) de creme de leite fresco
¾ xícara de curd de limão siciliano*
450g de morangos frescos, sem os cabinhos (morangos muito grandalhões cortados ao meio)

Comece preparando a massa: na batedeira, usando o batedor em formato de pá, bata a manteiga, o cream cheese e o açúcar em velocidade média até a mistura ficar homogênea, sem pedacinhos visíveis de manteiga ou cream cheese, cerca de 5 minutos. Junte a farinha e o sal e mistura apenas até incorporar os ingredientes.
Transfira a massa para uma superfície levemente enfarinhada e forme um disco com ela. Embrulhe com filme plástico e leve à geladeira por no mínimo 1 hora, ou de um dia para o outro – a massa pode ser congelada por até 1 mês; descongele na geladeira de um dia para o outro antes de usar.
Em uma superfície levemente enfarinhada, abra a massa com um rolo até conseguir um círculo de 27,5cm. Acomode a massa em uma forma de torta de 24cm de fundo removível, levemente untada com manteiga. Pressione as massas nas extremidades da forma e use uma faquinha para remover o excesso de massa. Faça furinhos em toda a massa com o auxílio de um garfo e leve ao freezer até firmar, cerca de 1 minuto.
Enquanto isso, pré-aqueça o forno a 180°C.
Forre a massa da torta com um pedaço de papel alumínio, deixando uma sobra de aprox. 2,5cm. Encha o papel com pesinhos próprios/feijões secos e leve ao forno por 15-20 minutos ou até que as beiradinhas da massa comecem a dourar. Remova os pesos/feijões e o papel alumínio e volte a massa ao forno até que doure completamente, mais 15-20 minutos. Transfira para uma gradinha e deixe esfriar completamente.
Numa tigela média, bata o creme de leite fresco até conseguir picos suaves. Com o auxílio de uma espátula de silicone, misture metade da curd de limão siciliano ao creme batido, com movimentos delicados, de baixo para cima. Junte o restante da curd e misture da mesma forma. Espalhe o recheio na massa já fria de maneira homogênea.
Arrume os morangos sobre o creme de limão, juntinhos uns aos outros, em círculos, começando pelo centro da torta – caso haja morangos cortados ao meio coloque o lado cortado virado para baixo. Cubra a torta levemente com um pedaço de filme plástico (de maneira bem folgada) e leve à geladeira até gelar, cerca de 1 hora, ou até 4 horas – na hora de servir, remova o anel da forma.
A torta fica mais gostosa no dia em que é preparada.

* metade desta receita de curd dá a quantidade exata necessária para a torta

Rend.: 8 porções

domingo, agosto 15, 2010

Friands de geléia de damasco

English version

Apricot jam friands / Friands de geléia de damasco

Depois de ler que a fofa Taranii achava que eu era da Oceania por causa da quantidade enorme de friands por aqui posso estar pronta a admitir o meu vício por estes bolinhos macios e deliciosos... :)

Esta receita vem da revista DH #35 e é parte do meu projeto “como acabar com um pote de geléia de damasco”. :)

Friands de geléia de damasco
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

½ xícara + ½ colher (sopa) - 75g - de farinha de trigo, peneirada
1 ½ xícaras (210g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
1 xícara (100g) de farinha de amêndoas
4 claras
180g de manteiga sem sal, derretida
1 colher (chá) de extrato de baunilha
¼ xícara de geléia de damasco

Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga 10 forminhas caneladas com capacidade para ½ xícara (120ml) de massa cada.
Coloque a farinha de trigo, o açúcar de confeiteiro e a farinha de amêndoas numa tigela e misture. Faça um buraco no centro e nele coloque as claras, a manteiga e a baunilha. Misture bem. Divida a massa entre as forminhas preparadas e cubra cada uma delas com ½ colher (chá) de geléia. Asse por 10-20 minutos ou até que dourem e estejam assadinhos por dentro (faça o teste do palito). Deixe esfriar nas forminhas por 5 minutos e então desenforme com cuidado. Transfira para uma gradinha e esfriar.
Polvilhe com açúcar de confeiteiro antes de servir (opcional).

Rend.: 10 unidades – fiz metade da receita acima, usei forminhas de muffin com capacidade para 1/3 xícara (80ml) cada e consegui 7 friands

sexta-feira, agosto 13, 2010

Madeleines de maçã, canela e gengibre

English version

Apple, cinnamon and ginger madeleines / Madeleines de maçã, canela e gengibre

Fiz estas madeleines para uma super querida que trabalha comigo – não somos do mesmo departamento, mas eu a adoro. Sabe gente agradável, bom papo? Pois então. :)

Quando lhe entreguei a cestinha com as madeleines ela me pediu que não lhe contasse qual era o sabor – ela tentaria descobrir provando. Acertou em cheio, acreditam? :)

Minha amiga N. adorou as madeleines – será que vocês também irão gostar? :)

Ah, não se esqueçam da promoção “Que Marravilha!” – participem!

Madeleines de maçã, canela e gengibre
adaptei daqui

- xícara medidora de 240ml

1 ovo grande
1 clara grande
3 colheres (sopa) de açúcar demerara
½ colher (chá) de extrato de baunilha
½ xícara (70g) de farinha de trigo
½ xícara (70g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
1 colher (chá) de canela em pó
¼ colher (chá) de gengibre em pó
1 pitada de sal
85g de manteiga sem sal, derretida e fria
1 maçã Gala, descascada e ralada no ralo grosso

Numa tigela grande, usando um fuê, bata levemente os ovos, claras, açúcar e baunilha até obter uma mistura homogênea.

Peneire a farinha, o açúcar de confeiteiro e o sal numa tigela média e adicione-os à massa. Finalize juntando a manteiga e a maçã e misturando delicadamente, de baixo para cima, até homogeneizar – a massa ficará rala. Cubra a tigela com filme PVC e leve à geladeira por pelo menos 1 hora ou por até 24 horas – depois disso, a massa ficará mais espessa e firme.

Pré-aqueça o forno a 180°C – você vai usar a grade central para assar as madeleines. Unte generosamente com manteiga uma forma de madeleines*. Encha cada cavidade com aproximadamente 1 colher (sopa) de massa, dependendo do tamanho.
Coloque a forma dentro de outra assadeira de beiradas baixas e asse até as madeleines ficarem firmes e douradas, com um calombinho no centro, 10-12 minutos. Retire as madeleines da forma usando a ponta de uma faquinha e transfira-as para uma gradinha, para esfriarem – é importante removê-las da forma ainda quentes, pois podem grudar depois de frias.

* consegui 27 madeleines, sendo 15 com forminhas com capacidade para 1 colher (sopa) de massa e 12 com forminhas com capacidade para 2 colheres (sopa) de massa

Rend.: 12 unidades

quinta-feira, agosto 12, 2010

Technicolor Kitchen + Claude Troisgros = Que Marravilha!



Sábado passado, logo após terminar de ver a Nigella, continuei quentinha no sofá pra ver o Troisgros – adoro o “Que Marravilha!” e me esborrachei de rir das aventuras do Claude ensinando uma garotinha fofa de 7 anos e o pai dela a preparar panquecas de bacalhau para a comemoração do aniversário de 90 anos da bisavó da menina; confesso que me identifiquei muito, pois comecei a cozinhar com 11 anos (sozinha!) e adoraria ter tido uma ajuda especial como a do Claude nas minhas empreitadas culinárias.

Pois bem: vocês, meus leitores queridos, podem! Basta gravar um vídeo contando porque você precisa da ajuda do Claude na cozinha e enviá-lo neste link até o dia 31 de agosto – um leitor dos blogs participantes será escolhido para participar do “Que Marravilha!”. Ah, ao enviar o vídeo não se esqueçam de indicar que vocês são leitores do Technicolor Kitchen: assim, esta blogueira que vos escreve pode ter a chance de ir com o leitor escolhido conhecer o Claude pessoalmente! Eba! :)

Boa sorte!

quarta-feira, agosto 11, 2010

Tortinhas brûlée de xarope de bordo

English version

Maple brûlée tartlets / Tortinhas brûlée de xarope de bordo

Meu amor por comida em versões pititicas às vezes vai bem, às vezes nem tanto – vi uma torta brûlée de xarope de bordo na revista DH #51 e corri pra cozinha para prepará-la, mas optei for fazer tortinhas. Só que a massa encolheu tanto que não sobrou muito espaço pro recheio. :S
Pra resolver o problema assei o recheio restante em banho-maria, conseguindo assim um crème brulée de xarope de bordo delícia – se eu fosse vocês, ignoraria as tortinhas e iria direto pra versão de potinho. :)

Maple brûlée tartlets / Tortinhas brûlée de xarope de bordo

Tortinhas brûlée de xarope de bordo
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

Massa de baunilha:
1 2/3 xícaras + 1 ½ colheres (sopa) - 250g - de farinha de trigo
1 colher (sopa) de açúcar refinado
¼ colher (chá) de fermento em pó
180g de manteiga sem sal, gelada e em cubinhos
1/3 xícara (80ml) de água gelada
1 colher (chá) de extrato de baunilha

Recheio:
1 xícara (240ml) de leite integral
1 xícara (240ml) de creme de leite fresco
2 ovos
2 gemas
½ xícara + 1 colher (sopa) - 112g - de açúcar refinado
¼ xícara (60ml) de xarope de bordo (maple syrup)
açúcar refinado, para polvilhar e caramelizar

Faça a massa: coloque a farinha, o açúcar e o fermento em pó no processador de alimentos e processe até misturar. Junte a manteiga e processe novamente até obter uma farofa grossa. Com o processador ligado, acrescente a água e a baunilha (misture-os antes de despejar) e processe apenas até que uma massa se forme. Embrulhe em plástico e leve à geladeira por 30 minutos.
Abra a massa com um rolo numa superfície ligeiramente enfarinhada até obter a espessura de 3mm. Unte levemente com manteiga uma forma de torta de 28cm e forre-a com a massa. Faça furinhos na massa com o auxílio de um garfo e leve ao freezer por 30 minutos.
Pré-aqueça o forno a 180°C. cubra o fundo da massa com papel alumínio e encha com pesinhos próprios/feijão cru. Asse a massa por 10-15 minutos. Remova os pesinhos/feijões e o papel e asse por mais 10 minutos ou até dourar levemente.
Coloque o leite e o creme de leite numa panelinha e leve ao fogo só até começarem a ferver. Coloque os ovos, as gemas, o açúcar e o xarope de bordo numa tigelinha e misture bem com um fuê. Aos poucos, vá acrescentando o líquido quente à mistura de ovos, mexendo sem parar. Deixe esfriar.
Pré-aqueça o forno a 160°/320°F. Despeje a mistura na base de torta e leve ao forno por 15-20 minutos ou somente até firmar. Deixe esfriar na forma.
Polvilhe a torta com o açúcar refinado extra momentos antes de servir e caramelize usando um maçarico culinário.

Rend.: 8 porções – fiz metade da receita acima e consegui 10 tortinhas (usando forminhas de 9cm)

Maple brûlée tartlets / Tortinhas brûlée de xarope de bordo

segunda-feira, agosto 09, 2010

Mini cheesecakes de baunilha com cobertura crumble de macadâmia

English version

Vanilla and macadamia crumble mini cheesecakes / Mini cheesecakes de baunilha com cobertura crumble de macadâmia

Começo o post de hoje confessando, envergonhada, que duvidei de Donna Hay. Sim, tenho de admitir. Fiz estes cheesecakes e eles estavam tão lindinhos no forno que acabei achando que a cobertura crumble os arruinaria. Mas como já tinha derretido a manteiga continuei com a receita.
A cobertura é deliciosa e combina perfeitamente com a cremosidade dos cheesecakes.

Donna, minha querida, jamais duvidarei de ti novamente. :)

Vanilla and macadamia crumble mini cheesecakes / Mini cheesecakes de baunilha com cobertura crumble de macadâmia

Mini cheesecakes de baunilha com cobertura crumble de macadâmia
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

370g de ricota
300g de cream cheese
1 1/3 xícaras (267g) de açúcar refinado
3 ovos
2 colheres (chá) de extrato de baunilha

Base:
125g de biscoitos do tipo maisena/Maria
½ xícara (50g) de farinha de amêndoas
45g de manteiga sem sal, derretida

Cobertura crumble:
100g de biscoitos do tipo maisena/Maria
½ xícara (70g) de macadâmias sem sal
2 colheres (chá) de extrato de baunilha
2 colheres (sopa) de açúcar mascavo – aperte-o na colher na hora de medir
50g de manteiga sem sal, derretida

Pré-aqueça o forno a 140°C.
Prepare a base: coloque os biscoitos num processador de alimentos e processe até moê-los. Junte a farinha de amêndoas e a manteiga e processe novamente para incorporar. Unte com manteiga uma forma desmontável e forre a base com papel manteiga. Pressione a mistura do processador na base e leve à geladeira (fiz isso de um dia para o outro).
No processador, processe a ricota e o cream cheese até homogeneizar. Junte o açúcar, os ovos e a baunilha e processe novamente para incorporar. Despeje a mistura sobre a massa e leve ao forno por 1 hora e 10 minutos ou até firmar.
Enquanto isso, prepare a cobertura: no processador, processe os biscoitos, a macadâmia, a baunilha e o açúcar até moer tudo grosseiramente.
Depois de assar o cheesecake pelo tempo indicado, cubra-o com a farofinha de macadâmia e volte ao forno por mais 10 minutos ou até a cobertura dourar. Deixe esfriar na forma e depois sirva.

Rend.: 8-10 porções – fiz metade da receita acima, usei forminhas de pão de mel com capacidade para 1/3 xícara (80ml) cada (com fundos removíveis) e consegui 9 mini cheesecakes (assados por 25 minutos, forminhas apenas bem untadas com manteiga, não forrei os fundos com papel)

sábado, agosto 07, 2010

Barrinhas de praliné de pecã

English version

Black bottom pecan praline bars / Barrinhas de praliné de pecã

Além dos meus cookies rapidinhos, uma boa solução pra baking com pressa é fazer barrinhas, como estas deliciosas do blog da Lisa (ela agora tem outro blog, igualmente lindo e cheio de receitas ótimas).

Dá pra misturar os ingredientes num instante, colocar a forma no forno e ir fazer outra coisa - no meu caso, ver o Sr. Linus Roache *suspiro* acusar bandidos. Depois disso, vocês farão um monte de gente feliz – 25 barrinhas são suficientes para serem divididas entre a família e o pessoal do trabalho. :)

Barrinhas de praliné de pecã

- xícara medidora de 240ml

Camada de brownie:
56g de chocolate 99% de cacau – usei um com 70%
4 colheres (sopa) - 56g - de manteiga sem sal
½ xícara + 1 colher (sopa) - 112g - de açúcar refinado
½ colher (chá) de extrato de baunilha
1/8 colher (chá) de sal
1 ovo grande gelado
¼ xícara (35g) de farinha de trigo

Camada de praliné:
¼ xícara (35g) de farinha de trigo
¼ colher (chá) de bicarbonato de sódio
4 colheres (sopa) - 56g - de manteiga sem sal, derretida
¼ xícara + 2 colheres (sopa) - 70g - de açúcar mascavo – aperte-o na xícara/colher na hora de medir
¼ colher (chá) de sal
1 gema grande
½ colher (chá) de extrato de baunilha
1 ¼ xícaras (140g) de pecãs, em pedaços graúdos

Pré-aqueça o forno a 180°C; unte com manteiga uma forma quadrada de 22cm, forre-a com papel alumínio, deixando sobrar papel em dois lados opostos, formando “alças”. Unte o papel com manteiga, também.
Comece com a camada de brownie: coloque o chocolate e a manteiga numa tigela refratária média e leve ao banho-maria, mexendo freqüentemente até os ingredientes derreterem e a mistura ficar homogênea. Retire do fogo e acrescente o açúcar, a baunilha e o sal, misturando com uma colher de pau (prefiro usar uma espátula de silicone). Junte o ovo e em seguida a farinha e bata com a colher de pau até obter uma mistura homogênea, brilhante e que começa a se soltar das laterais da tigela, 1-2 minutos. Espalhe a massa na forma preparada, de maneira homogênea, formando uma camada fina. Reserve.
Agora, a camada de praliné: misture bem a farinha e o bicarbonato numa tigelinha e reserve.
Numa tigela média, misture a manteiga derretida, o açúcar e o sal. Junte o ovo e a baunilha, misture, e então a farinha+bicarbonato e, por fim, as pecãs, misturando. Despeje colheradas da mistura sobre a camada de brownie (a mistura vai derreter no forno e cobrir toda a camada de brownie, não se preocupe).
Asse até que as extremidades da camada de cima dourem bem e esta apresente rachaduras, 20-25 minutos. Deixe esfriar completamente na forma.
Com o auxílio das “alças” de papel alumínio, remova o doce da assadeira, transfira para uma tábua e corte em 25 barrinhas.

* usei uma forma quadrada de 20cm

Rend.: 25 barrinhas

quinta-feira, agosto 05, 2010

Panna cotta de baunilha com morangos assados com água de rosas

English version

Vanilla panna cotta with rosewater roasted strawberries / Panna cotta de baunilha com morangos assados com água de rosas

Assim como o Bryan Singer precisa muito de um ótimo filme para voltar aos bons velhos tempos, esta panna cotta exige algo delicioso como acompanhamento – e antes que vocês pensem “ah, lá vem ela de novo com morangos assados”, desta vez adicionei água de rosas à fruta para deixar as coisas um tantinho diferentes. :)

Vanilla panna cotta with rosewater roasted strawberries / Panna cotta de baunilha com morangos assados com água de rosas

Panna cotta de baunilha com morangos assados com água de rosas
daqui e daqui

Panna cotta:
2 colheres (sopa) de água
1 colher (chá) de gelatina em pó, sem sabor e incolor
2 xícaras (480ml) de creme de leite fresco
1/3 xícara (47g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
1 fava de baunilha, aberta no sentido do comprimento, sementinhas raspadas com as costas da faca

Morangos assados com água de rosas:
16 morangos, sem os cabinhos e folhinhas e cortados ao meio
1/3 xícara (67g) de açúcar refinado
½ colher (sopa) de água de rosas

Prepare a panna cotta: coloque a água num potinho e salpique a gelatina por cima. Reserve por 5 minutos ou até que a gelatina absorva a água. Junte o creme de leite, o açúcar, a fava e as sementinhas de baunilha numa panela e leve ao fogo médio, misturando algumas vezes. Deixe ferver. Acrescente a gelatina e continue fervendo em fogo baixo, mexendo sempre, até a gelatina dissolver (1 minuto). Passe por uma peneira fina e deixe chegar à temperatura ambiente antes de levar à geladeira.
Refrigere por 4 horas ou até firmar.
Agora, os morangos assados: pré-aqueça o forno a 200°C. Coloque os morangos num refratário pequeno (não use uma vasilha rasa, pois o suco da fruta vai borbulhar bastante dentro do forno) e polvilhe com o açúcar e a água de rosas. Misture e leve ao forno por 10-15 minutos ou até que amoleçam e soltem líquido (que com o açúcar vai virar uma calda deliciosa). Retire do forno e deixe esfriar completamente.
Sirva a panna cotta nos recipientes, coberta com os morangos – essa panna cotta não é firme o suficiente para ser desenformada.

Rend.: 6 porções

Vanilla panna cotta with rosewater roasted strawberries / Panna cotta de baunilha com morangos assados com água de rosas

terça-feira, agosto 03, 2010

Bolo de banana com cobertura streusel

English version

Banana streusel snack cake / Bolo de banana com cobertura streusel

Não sou muito fã de nomes de receitas à la Jamie Oliver como “o melhor ___ do mundo”, “o ___ definitivo”, e assim por diante; acho gosto algo extremamente subjetivo, por isso algo fantástico para alguns pode não ser tudo isso para outros.
Mas se vocês me permitirem ser uma contradição ambulante hoje lhes direi que este é o melhor bolo de banana que já comi – ainda bem que a minha avó não lê o blog. :D

Bolo de banana com cobertura streusel
do Baking for All Occasions

- xícara medidora de 240ml

Farofinha (streusel):
6 colheres (sopa) - 60g - de farinha de trigo
6 colheres (sopa) - 75g - de açúcar mascavo claro – aperte-o na colher na hora de medir
3 colheres (sopa) - 42g - de manteiga sem sal, amolecida
¼ colher (chá) de canela em pó

Bolo:
1 1/3 xícaras (233g) de farinha para bolos*
1 colher (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
½ colher (chá) de sal
1 xícara (255g) de bananas, bem maduras e amassadas ligeiramente com um garfo (2 médias ou 3 pequenas)
3 colheres (sopa) de leite integral
1 colher (chá) de extrato de baunilha
½ xícara (113g) de manteiga sem sal, amolecida
1 xícara (200g) de açúcar demerara
1 ovo grande, levemente batido com um garfo

Prepare a farofinha (streusel): numa tigela média, misture a farinha, o açúcar, a manteiga e a canela com as pontas dos dedos até consegui uma farofa grossa; leve à geladeira.
Pré-aqueça o forno a 180°C. Unte com manteiga e polvilhe com farinha uma forma quadrada de 20cm. Tenha todos os ingredientes em temperatura ambiente.
Peneire a farinha, o fermento, o bicarbonato de sódio e o sal numa vasilha pequena e reserve. Coloque as bananas amassadas em outra tigelinha e misture o leite e a baunilha.
Na tigela grande da batedeira, usando o batedor em formato de pá, bata a manteiga e o açúcar em velocidade médio-baixa até obter um creme fofo, 2-3 minutos. Junte o ovo e bata até incorporar completamente. Adicione a mistura de banana (a massa pode parecer talhada, não tem problema, vá em frente) e bata até misturar. Agora, na velocidade mais baixa da batedeira, junte aos poucos os ingredientes secos reservados, batendo somente até incorporá-los. Transfira a massa para a forma preparada e alise a superfície com uma espátula de silicone. Salpique o streusel reservado sobre a massa e asse até o bolo dourar e ficar firme ao toque, cerca de 35 minutos (faça o teste do palito). Transfira para uma gradinha e deixe esfriar completamente na forma antes de cortar e servir.
O bolo é uma delícia, muito, muito úmido, e permanece desta forma por 3-4 dias se guardado num recipiente hermético.

* farinha especial para bolos feita em casa: retire 2 colheres (sopa) de 1 xícara (140g) de farinha de trigo comum e adicione 2 colheres (sopa) de amido de milho

Rend.: 16 porções

domingo, agosto 01, 2010

Cookies duplos de chocolate e cerejas secas

English version

Double chocolate cherry cookies / Cookies duplos de chocolate e cerejas secas

Se procuram por uma receita de cookies boa e rápida, esta aqui é perfeita: os cookies ficam deliciosos e não demoram nadinha pra assar – eu acabara de misturar a massa (metade da receita abaixo) quando minha irmã ligou, me perguntando se eu queria ir ao cinema com ela; a sessão começaria em 40 minutos e precisaríamos de pelo menos 20 pra chegar ao shopping. Cookies assados e esfriando, cabelo num rabo de cavalo e lá fomos nós – deu tempo até de comprar pipoca. :)

Pra quem não tem cerejas secas à mão – troque-as por pedacinhos de chocolate branco, já fiz isso e os cookies ficam uma delícia!

Cookies duplos de chocolate e cerejas secas
da Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

1 xícara + 2 ½ colheres (sopa) - 261g - de manteiga sem sal, amolecida
1 xícara + 1 ½ colheres (sopa) - 218g - de açúcar refinado
¾ xícara + 1 ½ colheres (sopa) - 150g - de açúcar mascavo – aperte-o na xícara e na colher na hora de medir
2 ovos
1 fava de baunilha, aberta no sentido do comprimento, sementinhas removidas com as costas de uma faca
2 xícaras + 2 colheres (sopa) - 300g - de farinha de trigo
1 xícara (90g) de cacau em pó, sem adição de açúcar
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
½ colher (chá) de sal
140g chocolate amargo (70% de cacau), em pedaços graúdos
1 xícara (145g) de cerejas secas

Pré-aqueça o forno a 180°C; forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.
Bata a manteiga e os açúcares na batedeira até obter uma mistura clara e fofa (2-3 minutos). Junte os ovos e as sementinhas de baunilha e bata para incorporar. Peneire a farinha, o cacau, o bicarbonato e o sal sobre a mistura de manteiga e misture com uma espátula de silicone. Junte o chocolate e as cerejas e incorpore.
Faça bolinhas com 1 colher (sopa) cheia de massa, coloque nas assadeiras preparadas deixando 5cm de distância entre uma e outra e achate ligeiramente cada bolinha. Asse até que estufem e comecem a firmar, 8-9 minutos. Deixe esfriar ligeiramente nas assadeiras e então transfira para uma gradinha, deixando esfriar completamente. Os cookies vão afundar um pouquinho depois de esfriarem e podem ser guardados num pote hermético por até 3 dias.

Rend.: 3 dúzias – fiz metade da receita acima, usei ½ colher (sopa) cheia de massa por cookie e consegui 40

Related Posts with Thumbnails