sexta-feira, julho 30, 2010

Macarons de baunilha com buttercream de morangos assados

English version

Vanilla bean macarons with roasted strawberry buttercream / Macarons de baunilha com buttercream de morangos assados

Vocês entendem, né? Que pessoas obcecadas não conseguem se conter? Pronto, macarons de novo. :D

Fiquei pra lá de inspirada com os macarons de morango lindíssimos da Jen e como ando viciada em morangos assados acabei acrescentando-os ao recheio. As casquinhas, por outro lado, têm somente um toquezinho de baunilha, para que o recheio brilhe, mas o cheiro delas assando estava tão intenso (e bom) que até o marido – aquela pessoinha que não gosta de doces – me perguntou o que tinha no forno. :)

Vanilla bean macarons with roasted strawberry buttercream / Macarons de baunilha com buttercream de morangos assados

Macarons de baunilha com buttercream de morangos assados
casquinhas adaptadas daqui, recheio daqui e daqui

Casquinhas:
150g de farinha de amêndoas (amêndoas finamente moídas)
150g de açúcar de confeiteiro
120g de claras, temperatura ambiente
185g de açúcar granulado
50g de água
2 favas de baunilha, abertas no sentido do comprimento, sementinhas removidas com as costas de uma faca – usei 2 colheres (chá) de vanilla bean paste

Morangos assados:
16 morangos, sem os cabinhos e folhinhas e cortados ao meio
1/3 xícara (67g) de açúcar refinado

Buttercream:
½ xícara (100g) de açúcar refinado
2 claras grandes
170g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
os morangos assados, sem a calda e processados até formarem uma pasta

Você precisará de 2-3 assadeiras grandes, de beiradas baixas, para esta receita; use assadeiras grossas, de alumínio de boa qualidade – se elas foram finas demais os macarons podem rachar no topo. Segui a dica da Ms. Humble e usei duas formas por vez, uma sobre a outra. Forrei uma delas com papel manteiga, outra com esse tapetinho (tipo Silpat) e outra com esse aqui e consegui os melhores resultados com o tapetinho de Teflon.

Prepare um saco de confeitar grande com um bico liso de pouco menos de 1cm – não usei bico, apenas cortei a pontinha do saco (usei descartável) com a tesoura. Pré-aqueça o forno a 160°-162°C – não recomendo fazer os macarons sem um termômetro de forno.

Você precisará também de um termômetro culinário, para que a calda de açúcar fique na temperatura exata. Metade das claras que usei havia ficado na geladeira por 4 dias (e antes tinha sido congelada por 2 semanas) e metade saiu de ovos frescos, que quebrei na hora.

Pese o açúcar de confeiteiro e a farinha de amêndoas e pulse-os algumas vezes no processador de alimentos. Transfira para uma tigela grande, junte as sementinhas de baunilha e reserve.
Pese 60g de claras e coloque-as na tigela grande da batedeira (certifique-se de que não haja traços de gemas nas claras e também de que a tigela e o batedor não tenham traços de umidade e/ou gordura). Separe 35g do açúcar granulado e deixe ao lado da batedeira.
Reserve os outros 60g de clara numa tigelinha.

Coloque os 150g de açúcar granulado restantes numa panelinha e junte os 50g de água. Coloque um termômetro culinário na mistura e leve ao fogo médio – use uma panelinha ou canequinha bem pequena para que a ponta do termômetro fique mergulhada na calda.
Quando a calda atingir 87°C, comece a bater as claras em velocidade média até que espumem – fique de olho na calda mesmo assim. Não misture a calda, apenas deixe ferver – a temperatura desejada é de 110°C. Quando as claras espumarem, adicione, aos poucos, o açúcar granulado reservado (35g) e bata em velocidade média até obter picos suaves.
Quando a calda atingir 110°C, retire do fogo, aumente a batedeira para a velocidade médio-alta e vá acrescentando a calda quente às claras, aos poucos, em fio – faça com que a calda escorra pela lateral da tigela, assim ela não atingirá o batedor e não espirrará nas laterais formando gotas que logo se tornam duras.
Agora relaxe, pois a pior parte já passou – continue batendo o merengue por mais 5-8 minutos ou ate que esfrie. Enquanto isso, misture os 60g de claras restantes à mistura de farinha+açúcar de confeiteiro até obter uma massa homogênea.

Quando o merengue esfriar, junte-o à pasta de amêndoas, misturando rapidamente com uma espátula de silicone só até uniformizar - evite mexer demais pois quanto mais você misturar mais fina a massa ficará. A massa estará no ponto quando ao se levantar a espátula a mistura cair como uma fita grossa. Coloque a massa no saco de confeitar – caso a textura esteja correta, a mistura não vai sair muito rapidamente pelo bico (se sair muito rapidamente, você misturou demais e vai ter que começar tudo novamente).
Forme círculos de aproximadamente 3cm de diâmetro cada nas formas preparadas,deixando alguns centímetros de distância entre uma e outra.
Ao completar, bata a assadeira na pia com jeitinho, para eliminar bolhas de ar – se aparecerem na superfície dos macarons, fure-as com um palito de dente (esqueci de fazer isso, mas não teve problema).
Deixe os macarons descansarem por 15 minutos (podem ficar por mais tempo, mas a casquinha ficará mais espessa).
Asse a 160-162°C por 14 minutos (assei os meus por 17).
Retire do forno e remova o papel/Silpat da assadeira, deixando os macarons esfriarem completamente antes de retirá-los (cerca de 1 hora). Remova-os com cuidado – se tiver dificuldade, coloque-os no freezer por 5 minutos e tente novamente.

Agora, o recheio: pré-aqueça o forno a 200°C. Coloque os morangos num refratário pequeno (não use um vasilha rasa, pois o suco da fruta vai borbulhar bastante dentro do forno) e polvilhe com o açúcar. Misture e leve ao forno por 10-15 minutos ou até que amoleçam e soltem líquido (que com o açúcar vai virar uma calda deliciosa). Retire do forno e deixe esfriar completamente.

Buttercream: coloque o açúcar e as claras numa tigela refratária e leve ao banho-maria, mexendo constantemente, até a mistura esquentar bastante, cerca de 3 minutos – nesse tempo o açúcar vai dissolver e a mistura vai ficar engrossar levemente e ficar esbranquiçada. Despeje a mistura na tigela grande da batedeira e bata, com o batedor de arame, em velocidade média até esfriar e a mistura virar um merengue espesso e brilhante, aproximadamente 5 minutos. Agora, com o batedor em formato de pá, continue batendo e vá acrescentando a manteiga, 1 colher (sopa) de cada vez, batendo até homogeneizar. Depois de adicionar toda a manteiga, bata o buttercream em velocidade médio-alta até obter um creme espesso e bem homogêneo, 6-10 minutos. Junte os morangos processados e misture delicadamente com uma espátula de silicone. Se não for usar na hora, guarde na geladeira por até 1 semana e no freezer por até 1 mês.

Transfira o buttercream para um saco de confeitar e recheie os macarons.
Guarde as casquinhas dos macarons num recipiente hermético em temperatura ambiente. Recheie antes de servir.

Rend.: cerca de 50 macarons (recheados)

quarta-feira, julho 28, 2010

Marshmallows com pedacinhos de chocolate

English version

Choc chip marshmallows / Marshmallows com pedacinhos de chocolate

Além de serem os mais doces do mundo, os meus leitores também me dão várias idéias maravilhosas: a Barbara me deixou um comentário há um tempo em que contava dos marshmallows caseiros que costumava comprar online e que os seus favoritos eram os com gotinhas de chocolate. Ei, taí um sabor de marshmallow que eu ainda não havia testado! :)

Então fiz estes marshmallows com pedacinhos de chocolate, inspirada pela adorável Barbara. E saibam que eles se tornaram o sabor preferido da minha irmã, também. :)

Choc chip marshmallows / Marshmallows com pedacinhos de chocolate

Marshmallows com pedacinhos de chocolate
adaptados daqui

- xícara medidora de 240ml

2 colheres (sopa) de gelatina em pó incolor e sem sabor
½ xícara (120ml) de água morna
330g de açúcar refinado
½ xícara + 1 ½ colheres (sopa) de glucose transparente (à venda em casas de artigos para confeitaria)
1/3 xícara (80ml) de água, extra
1 colher (sopa) de extrato de baunilha
100g de chocolate amargo, em pedacinhos

Para envolver os marshmallows:
¾ xícara (105g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
1 colher (sopa) de amido de milho, peneirado

Unte uma forma quadrada de 20cm com óleo, polvilhe com açúcar de confeiteiro e retire o excesso.

Coloque a gelatina e a água morna na tigela grande da batedeira e misture bem; reserve.
Junte o açúcar refinado, a glucose e a água extra numa panela e leve ao fogo médio (misture bem os ingredientes). Quando ferver, não misture mais e deixe por 5-6 minutos ou até atingir a temperatura de 115°C (use um termômetro culinário).

Com a batedeira na velocidade alta, vá acrescentando a mistura quente em fio à gelatina. Adicione a baunilha e bata por 10 minutos, ou até que fique espesso e fofinho. Com o auxílio de uma espátula de silicone, misture os pedacinhos de chocolate – um pouco do chocolate vai derreter e dar o efeito mesclado ao marshmallow. Transfira para a forma preparada, cubra com um pedaço de papel manteiga ou alumínio sem deixar que toque a superfície do marshmallow. Reserve em temperatura ambiente de um dia para o outro.

Misture o açúcar de confeiteiro e o amido numa tigela. Vire o marshmallow inteiro numa superfície polvilhada com um pouco da mistura de açúcar e remova a formal com cuidado. Corte em quadrados usando uma faca afiada levemente untada com óleo. Passe os quadradinhos pela mistura de açúcar. Guarde em recipiente hermético.

Rend.: 36 unidades

segunda-feira, julho 26, 2010

Cupcakes de torta de maçã

English version

Apple pie cupcakes / Cupcakes de torta de maçã

Precisava de inspiração para escrever o post de hoje e a Ana Elisa me mandou o link do Serious Eats com um slideshow dos melhores cupcakes de Nova York.
Dei uma olhada, mas não me inspirei, não – então vamos encerrar por aqui e comer uns cupcakes de torta de maçã.

Apple pie cupcakes / Cupcakes de torta de maçã

Cupcakes de torta de maçã
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

Maçãs carameladas:
3 colheres (sopa) - 42g - de manteiga sem sal
1/3 xícara + ½ colher (sopa) - 73g - de açúcar refinado
3 maçãs Granny Smith, descascadas, sem os cabinhos/sementes e em fatias finas – usei Gala

Cupcakes:
250g de manteiga sem sal, amolecida
1 ¼ xícaras + 2 colheres (sopa) - 275g - de açúcar refinado
4 ovos
2 ¼ xícaras + 2 colheres (sopa) - 335g - de farinha de trigo
2 ¼ colheres (chá) de fermento em pó
1 xícara (240ml) de leite integral

Cobertura de canela:
500g de manteiga sem sal, amolecida
2 xícaras (280g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
2 colheres (chá) de canela em pó
1 colher (sopa) de canela em pó extra, para polvilhar

Comece preparando as maçãs: coloque a manteiga e o açúcar numa frigideira grande, em fogo baixo-médio, e mexa para dissolver o açúcar. Junte as maçãs e cozinhe por 8-10 minutos, mexendo delicadamente algumas vezes, até que dourem e caramelizem. Retire as maçãs da panela, transfira para um prato e deixe esfriar completamente.
Pré-aqueça o forno a 180°C. Coloque a manteiga e o açúcar na tigela grande da batedeira e bata até obter um creme claro e fofo. Junte os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Peneire a farinha e o fermento sobre a mistura e bata em velocidade baixa até incorporar. Aumente a velocidade, bata bem, e então acrescente o leite, misturando com uma espátula de silicone. Transfira a massa para duas formas de muffin com 12 cavidades cada (½ xícara capacidade cada) forradas com forminhas de papel. Cubra com as fatias de maçãs, afundando-as na massa. Asse por 15-20 minutos ou até que cresçam e dourem (faça o teste do palito). Transfira para uma gradinha e deixe esfriar completamente.
Agora, prepare a cobertura: coloque a manteiga na tigela grande da batedeira e bata por 5-6 minutos ou até que fique clara e leve. Junte o açúcar e as 2 colheres (chá) de canela e bata por mais 10 minutos ou até obter um creme bem claro e leve.
Com o auxílio de uma espátula, espalhe a cobertura sobre os cupcakes e polvilhe com 1 colher (sopa) de canela em pó.

Rend.: 24 unidades – fiz metade da receita acima (das maçãs carameladas e dos bolinhos), usei forminhas de muffin com capacidade para 1/3 xícara (80ml) cada e consegui 10 unidades; fiz apenas 2/5 da receita da cobertura e foi suficiente para cobrir generosamente todos os 10 cupcakes

sábado, julho 24, 2010

Nuvenzinhas de limão siciliano

English version

Lemon cloud tea cookies / Nuvenzinhas de limão siciliano

Vou lhes contar um segredo: há vezes em que me sinto como um dos cachorros do Sr. Ivan Pavlov ao ouvir (ou ler) a palavra “limão”. :)

Por isso não pude resistir a esta receita quando a vi no blog da Joy – e ainda bem, pois estes biscoitinhos são uma delícia.

Nuvenzinhas de limão siciliano

- xícara medidora de 240ml

1 ½ xícaras (210g) de farinha de trigo
¾ xícara de amido de milho
4 colheres (chá) de fermento em pó
1/8 colher (chá) de sal
8 colheres (sopa) – 113g – de manteiga sem sal, amolecida
1 xícara (140g) de açúcar de confeiteiro
2 ovos grandes
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 colher (chá) de suco de limão siciliano
1 colher (chá) de raspas de casca de limão siciliano

Pré-aqueça o forno a 160°C; forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.
Peneire a farinha de trigo, o amido, o fermento e o sal numa tigela. Reserve.
Na tigela grande da batedeira, misture a manteiga e o açúcar de confeiteiro e comece batendo em velocidade baixa, com o batedor em formato de pá, até incorporar bem. Aumente para a velocidade média e continue batendo até obter uma mistura clara e leve, cerca de 2 minutos.
Junte os ovos, um a um, batendo – a massa pode parecer talhada, mas não tem problema. Junte o suco e as raspas de limão. Volte a batedeira para a velocidade baixa e junte os ingredientes secos reservados. Remova a tigela da batedeira e dê algumas boas misturadas com uma espátula de silicone para formar uma massa homogênea.
Faça bolinhas com porções de 1 colher (chá) cheia de massa e coloque nas formas preparadas, deixando 5cm de espaço entre uma e outra. Depois de formatar todos os cookies, aperte cada bolinha levemente com um garfo enfarinhado em direções opostas, dando um efeito quadriculado. Asse até que eles espalhem levemente e dourem, cerca de 20 minutos. Retire do forno e escorregue o papel manteiga para uma gradinha. Deixe os cookies esfriarem completamente.

Rend.: 48 biscoitinhos miúdos – fiz metade da receita acima e ainda assim consegui 32

quinta-feira, julho 22, 2010

Pandowdy de maçã à moda antiga

English version

Old fashioned apple pandowdy / Pandowdy de maçã à moda antiga

Da série “comidas com nomes irresistíveis”: pandowdy. :)

Vocês já sabem que escolho receitas por causa de seus nomes incomuns, isso não é segredo. E pra não me acharem tão superficial assim saibam que quero provar todas as outras sobremesas do link de onde veio o pandowdy. Se quiserem saber mais sobre pandowdies, a Elle tem um ótimo post aqui (em inglês), com uma receita delícia de bônus.

Old fashioned apple pandowdy / Pandowdy de maçã à moda antiga

Pandowdy de maçã à moda antiga
daqui

- xícara medidora de 240ml

Recheio:
1/3 xícara de melado de cana
2 colheres (sopa) de água
2 colheres (chá) de suco de limão siciliano espremido na hora – usei limão verdinho
½ colher (chá) de noz-moscada moída na hora
½ colher (chá) de canela em pó
½ colher (chá) de extrato de baunilha
¼ colher (chá) de sal
5 maçãs Gala ou Granny Smith (900g a 1,2kg), descascadas, sem os cabinhos e as sementes, cortadas em fatias de 1,25cm de espessura
1 colher (sopa) de farinha de trigo
½ xícara (100g) de açúcar
2 colheres (sopa) - 28g - de manteiga sem sal, picada

Cobertura:
2 xícaras (280g) de farinha de trigo
1 colher (sopa) de fermento em pó – é isso tudo mesmo
3 colheres (chá) de açúcar, uso dividido
½ colher (chá) de sal
6 colheres (sopa) - 85g - de manteiga sem sal, gelada, em pedacinhos de 1.25cm, aproximadamente
1 xícara (240ml) de creme de leite fresco, e um pouquinho extra para pincelar
creme de leite fresco, para servir

Comece preparando o recheio: pré-aqueça o forno a 190°C – você vai assar a sobremesa no centro do forno. Numa tigela grande, misture o melado, a água, o suco de limão, a noz-moscada, a canela, a baunilha e o sal. Junte as maçãs e misture para cobri-las com o líquido. Acrescente a farinha e o açúcar e misture.
Transfira a mistura de maçãs para uma tigela refratária quadrada de 22cm, untada com manteiga, e distribua pedacinhos da manteiga sobre as maçãs. Cubra com papel alumínio e asse por 25 minutos.
Faça a massa da cobertura enquanto o recheio assa: misture a farinha, o fermento em pó, 1 colher (chá) de açúcar e o sal numa tigela grande. Adicione a manteiga e misture, usando as pontas dos dedos, até a mistura ficar com textura de farofa grossa. Acrescente o creme de leite e misture ligeiramente com um garfo só até obter uma massa rústica. Transfira-a para uma superfície levemente enfarinhada e sove 4-5 vezes para homogeneizar. Abra-a com as mãos ou um rolo até conseguir um quadrado de 20cm. Pincele com um pouquinho do creme de leite extra e salpique com as 2 colheres (chá) de açúcar restante.
Retire o refratário do forno com cuidado e cubra o recheio quente com o disco de massa. Asse, descoberto, até a massa dourar, cerca de 20 minutos. Retire novamente do forno e quebre a crosta com uma colher, misturando-a levemente com o recheio e regando-a com o líquido do recheio.Asse por mais 5-10 minutos ou até que as maçãs estejam macias e a cobertura mais dourada. Deixe amornar, cerca de 20 minutos e sirva com creme de leite.

Rend.: 6 porções – fiz metade da receita acima, usei 3 maçãs Gala e usei uma forma canelada redonda de 20cm de diâmetro

terça-feira, julho 20, 2010

Bolinhos de laranja, pistache e morango

English version

Strawberry, pistachio and orange cakes / Bolinhos de laranja, pistache e morango

Estes bolinhos são, pra mim, em sua essência, friands – nuts moídas + claras + manteiga derretida – mas se o meu site de revista preferido os chama de bolos, então bolos eles são. :)

Os bolinhos ficaram ótimos – bem úmidos e macios – e os morangos assados, uma delícia: sempre disse que maçãs e bananas podem se beneficiar (e muito) de um tempinho no forno e agora tenho de adicionar morangos à lista.

Strawberry, pistachio and orange cakes / Bolinhos de laranja, pistache e morango

Bolinhos de laranja, pistache e morango
adaptados da Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

Morangos assados com água de flor de laranjeira:
300g de morangos, sem os cabinhos e cortados em quatro partes no sentido do comprimento
½ xícara (50g) de açúcar refinado
raspas da casca + o suco de 1 laranja
1 colher (sopa) de água de flor de laranjeira

Bolinhos:
6 claras
¾ xícara + 1 colher (sopa) - 184g - de manteiga sem sal, derretida e fria
1 ¾ xícaras (245g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
150g de pistaches, sem casca e sem sal, levemente tostados e finamente moídos
¾ xícara (105g) de farinha de trigo, peneirada
raspas da casca de 1 laranja

Pré-aqueça o forno a 180°C; unte seis forminhas fundas de 10cm de diâmetro e de fundo removíveis.
Prepare os morangos assados: misture os ingredientes numa forma refratária, cubra com papel alumínio e leve ao forno por 10 minutos ou até os morangos ficarem macios. Deixe esfriar e reserve a calda que se formar.
Bata as claras com um garfo ou fuê até que comecem a espumar, junte a manteiga derretida e misture. Adicione o açúcar de confeiteiro, o pistache moído, a farinha e as raspas de laranja e incorpore.
Transfira a mistura para as forminhas preparadas e arrume 3-4 fatias de morango sobre a massa. Asse por 20-25 minutos ou até que os bolinhos dourem (faça o teste do palito).
Deixe-os nas forminhas por 5 minutos e então os desenforme sobre uma gradinha.
Sirva morninhos, regados com a calda reservada (os bolinhos ficam deliciosos em temperatura ambiente, também).

Rend.: 6 unidades – fiz metade da receita acima, usei forminhas de tartelette rasas (9cm de diâmetro) e consegui 7 bolinhos

domingo, julho 18, 2010

Suspiros de chocolate e canela

English version

Chocolate and cinnamon suspiros / Suspiros de chocolate e canela

Há um mês não lhes trago algo com chocolate – cacau não conta – e espero que vocês gostem destes suspiros tanto quanto eu e a Jessica. :)

Não estava muito empolgada para fazer suspiros, mas precisava preparar algo com as minhas claras congeladas – que também parecem sofrer da maldição Gremlin; o que me convenceu foi a idéia de acrescentar chocolate e canela.

chocolate cinnamon suspiros5C

Suspiros de chocolate e canela
da Australian Gourmet Traveller

120g de claras (cerca de 3)
1 pitada de sal
120g de açúcar refinado
1 fava de baunilha, aberta no sentido do comprimento, sementinhas raspadas com as costas da faca
1 colher (chá) de canela em pó
120g de açúcar de confeiteiro, peneirado
100g de chocolate amargo (70% de cacau), em pedaços graúdos
cacau em pó, para polvilhar na hora de servir

Pré-aqueça o forno a 120°C; forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.
Na tigela grande da batedeira, em velocidade médio-alta, bata as claras e o sal até obter picos suaves (4-5 minutos). Adicione o açúcar refinado aos poucos, em fio constante, e depois continue batendo até obter um merengue firme e brilhante. Acrescente a baunilha e a canela.
Com o auxílio de uma espátula de silicone, misture o açúcar de confeiteiro, com movimentos delicados, de baixo para cima, e em seguida faça o mesmo com o chocolate. Faça montinhos de cerca de 5cm de diâmetro nas formas preparadas e asse até que os suspiros sequem e dourem bem levemente (2-3 horas – isso vai depender muito do tamanho deles). Desligue o forno e deixe os suspiros esfriarem dentro dele por 1 hora e então transfira para uma gradinha. Polvilhe com o cacau em pó para servir.
os suspiros podem ser guardados em um recipiente hermético, em temperatura ambiente, por até 1 semana.

Rend.: 10 unidades – fiz metade da receita acima e consegui 5 suspiros grandões

sexta-feira, julho 16, 2010

Arroz doce de forno com maçãs ao mel

English version

Baked rice pudding with honeyed apples / Arroz doce de forno com maçãs ao mel

Como vocês podem notar, ainda estou em comfort food mode on. :)

Eu me lembrava de ter visto estas maçãs na revista e pensado “nossa, que delícia!” mas não senti o mesmo entusiasmo pelo mingau; vejam bem, adoro aveia, mas estas fatias de maçã lindas e douradas mereciam mais – então decidi combiná-las a arroz doce. E isso foi absolutamente brilhante – modéstia mode off. :)

Arroz doce de forno com maçãs ao mel
receitas adaptadas da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

Arroz doce:
½ xícara de arroz Arbóreo
4 xícaras (960ml) de leite integral
1 fava de baunilha, aberta no sentido do comprimento, sementinhas raspadas com as costas da faca
4 colheres (sopa) de açúcar refinado
2 pedaços de casca de limão siciliano – 5cm cada pedaço, aprox.
canela em pó, para polvilhar

Maçãs ao mel:
3 maçãs vermelhas, fatiadas
3 colheres (sopa) de mel

Pré-aqueça o forno a 160°C. Coloque o arroz num recipiente refratário com capacidade para 7 xícaras (1,7 litros). Numa tigelinha, misture o leite, a fava e as sementes de baunilha, o açúcar e o pedaço de casca de limão e derrame sobre o arroz, dando uma misturadinha. Cubra firmemente com papel alumínio e coloque dentro de uma assadeira. Asse por 1 hora, remova o papel e mexa. Asse, descoberto, por mais 30 minutos ou até o arroz ficar al dente.
Prepare as maçãs: aqueça uma frigideira grande em fogo alto. Coloque as maçãs e cozinhe as fatias por 1 minuto de cada lado. Acrescente o mel e cozinhe por mais 1-2 minutos ou até que as maçãs dourem e fiquem carameladas.
Divida o arroz entre 6 potinhos, salpique com a canela, cubra com as maçãs e sirva.

Rend.: 6 porções

quarta-feira, julho 14, 2010

Sopa de alho-poró e grão-de-bico

English version

Leek and chickpea soup / Sopa de alho-poró e grão-de-bico

Se alguém me perguntasse o que eu gostaria de estar fazendo agora a resposta seria: estar no meu sofá, debaixo do edredom, almoçando esta sopinha – seguida do crisp de amêndoa, pêssego e cereja da Lisa de sobremesa. :)

Sopa de alho-poró e grão-de-bico
adaptada do Kitchen: The Best of the Best

- xícara medidora de 240ml

2 colheres (sopa) - 28g - de manteiga sem sal
8 filetes de açafrão
1 alho-poró grande, lavado, em fatias finas
raspas da casca de 1 limão siciliano
1 cenoura, descascada e ralada no ralo grosso
2 colheres (sopa) de salsinha picada
2 ¼ xícaras (540ml) de caldo de galinha
150g de grão-de-bico, colocado de molho no dia anterior e cozido em água + sal por 40 minutos ou até ficar al dente (se preferir, use grão-de-bico enlatado)
sal e pimenta do reino moída na hora

Aqueça a manteiga e o açafrão numa panela média em fogo médio. Quando a manteiga começar a espumar, junte o alho-poró e refogue até que amacie e fique transparente. Junte as raspas de limão, a cenoura e a salsinha e refogue por mais 1 minuto; acrescente o caldo e o grão-de-bico. Tempere a gosto, deixe ferver, abaixe o fogo e cozinhe por 15 minutos.

Obs.: já fiz esta sopa duas vezes e na segunda acrescentei macarrãozinho de sopa (tipo ave-maria) – ficou ainda mais gostosa!

Rend.: 2 porções

segunda-feira, julho 12, 2010

Tortinhas de morango com merengue

English version

Little strawberry meringue tarts / Tortinhas de morango com merengue

A louca por morangos ataca novamente – e desta vez com tortinhas cobertas por merengue. :)

Sei que ando exagerando nos morangos, mas me digam: vocês conseguiriam resistir a estas tortinhas fofas? Eu não sou tão forte assim. :)

strawberry meringue tarts8B

Tortinhas de morango com merengue
adaptadas da Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

Recheio:
400g de morangos, sem os cabinhos e cortados em 4 no sentido do comprimento
½ xícara (88g) de açúcar mascavo – aperte-o na xícara na hora de medir; mais açúcar pode ser necessário dependendo do quão doce os morangos estiverem
1 fava de baunilha, aberta no sentido do comprimento, sementinhas raspadas com as costas da faca
suco de ½ laranja pequena
suco de ½ limão

Massa de açúcar mascavo:
50g de manteiga sem sal, amolecida
50g de açúcar mascavo
1 ovo
1 xícara (140g) de farinha de trigo

Merengue italiano:
¼ xícara (50g) de açúcar refinado
2 colheres (sopa) (24g) de açúcar demerara
1 clara

Prepare a massa: bata a manteiga e o açúcar mascavo na batedeira por 5 minutos ou até obter um creme claro. Junte o ovo e bata para incorporar. Junte a farinha, bata só até misturar, e então vire a massa sobre uma superfície levemente enfarinhada, forme um disco com ela, embrulha em filme plástico e leve à geladeira por 2 horas.
Enquanto isso, coloque os morangos numa panela de fundo grosso. Junte o açúcar, as sementinhas de baunilha e os sucos de laranja e limão e leve ao fogo médio, mexendo até o açúcar dissolver. Deixe ferver, deixe no fogo médio e cozinhe por 5-8 minutos ou até os morangos ficarem macios e o líquido reduzir. Deixe esfriar e então leve à geladeira.
Pré-aqueça o forno a 180°C. Abra a massa com um rolo sobre uma superfície enfarinhada até obter a espessura de 2mm. Use a massa para forrar dez forminhas redondas fundas (6,5x3,5cm) untadas com manteiga. Apare as sobras, fure a massa com um garfo e leve à geladeira por 30 minutos. Unte o lado brilhante de um pedaço grande de papel alumínio e corte em dez quadrados; coloque cada quadrado, com o lado untado para baixo, sobre a massa, deixando-o diretamente em contato com ela. Asse por 10 minutos, retire o papel alumínio e asse por mais 10 ou até que dourem e fiquem crocantes. Deixe esfriar por 5 minutos e então desenforme com cuidado. Com o auxílio de um garfo para remover a maior parte do líquido, recheie as bases com a geléia de morango*.
Agora, a cobertura: junte os açúcares e 2 colheres (sopa) de água numa panelinha e leve ao fogo baixo, mexendo até dissolver os açúcares. Aumente o fogo e deixe ferver até chegar a 115°C (use um termômetro culinário). Enquanto isso, bata a clara na batedeira até obter picos suaves. Com a batedeira ligada, vá despejando a calda quente sobre as claras, batendo, e então bata por mais 5 minutos, até obter uma mistura espessa e brilhante. Espelhe o merengue sobre as tortinhas recheadas, formando picos. Coloque sob o grill por 2-3 minutos para dourar o merengue ou use um maçarico culinário.

* como o recheio é bem úmido, monte as tortinhas o mais próximo à hora de servir possível, pois o suco da geléia pode amolecer a base

Obs.: se não conseguir estes tamanhos de forminhas, use formas para tartelettes e coloque menos recheio (as forminhas que usei são vendidas como forminhas para pão de mel e têm fundo removível)

Rend.: 10 porções

sábado, julho 10, 2010

Biscoitinhos com geléia de damasco

English version

Apricot thumbprint cookies / Biscoitinhos de geléia de damasco

Vou ser honesta com vocês: fiz estes cookies para usar a geléia de damasco que tenho na geladeira; depois de preparar uma torta, uns bolinhos e estes cookies ainda sobrou um pouco de geléia – será que alguém derrubou água nela ou a alimentou depois da meia-noite? :D

Biscoitinhos com geléia de damasco
adaptados daqui

- xícara medidora de 240ml

180g de manteiga sem sal, amolecida
1 xícara + 1 ½ colheres (sopa) - 218g - de açúcar refinado
1 ½ colheres (chá) de baunilha
1 ovo
2 xícaras + 2 colheres (sopa) - 300g - de farinha de trigo peneirada
½ colher (chá) de fermento em pó
½ xícara de geléia de damasco

Pré-aqueça o forno a 180°C; forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.

Coloque a manteiga, o açúcar e a baunilha na tigela grande da batedeira e bata até obter um creme claro e fofo. Junte o ovo e bata bem. Com a ajuda de uma espátula de borracha/silicone, misture a farinha e o fermento até formar uma massa. Forme bolinhas com 2 colheres (chá) de massa e arrume-as nas assadeiras preparadas, deixando 5cm entre uma e outra.
Faça pequenos furinhos no meio de cada bolinha usando as costas de uma colherinha (chá) úmida – achei mais fácil fazer isso com a ponta do dedo indicador.
Encha cada buraquinho com ½ colher (chá) de geléia e leve ao forno por 10-15 minutos ou até dourar. Deixe esfriar na assadeira por 5 minutos e então transfira para uma gradinha.

Rend.: 35 cookies – fiz meia receita e ainda assim consegui 24

quinta-feira, julho 08, 2010

Friands de pêra

English version

Pear friands / Friands de pêra

Muita gente me pergunta se eu como tudo que publico aqui – não, caso contrário estaria enorme. :) Provo, sim, cada receita e então decido se é boa o suficiente para ser compartilhada aqui com vocês, mas as quantidades são modestas: 2-3 cookies, uma fatia de bolo, e assim por diante. No começo não achei que fosse dar certo – afinal de contas, adoro comer – mas até agora, tem funcionado. :)

Estes friands ficaram tão gostosos que comi 2 de uma vez. E isso não acontece todo dia. :)

Friands de pêra
adaptados do Modern Classics Book 2

- xícara medidora de 240ml

1 xícara de farinha de amêndoas (amêndoas finamente moídas)
1 2/3 xícaras (233g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
¾ xícara (105g) de farinha de trigo, peneirada
½ colher (chá) de fermento em pó
¼ colher (chá) de noz moscada moída na hora
5 claras
½ xícara + 1 colher (sopa) – 127g – de manteiga sem sal, derretida
2 pêras, maduras porém firmes, sem os cabinhos e em fatias finas
açúcar de confeiteiro extra, para polvilhar

Pré-aqueça o forno a 180°C; unte bem com manteiga 10 forminhas de muffin com capacidade para ½ xícara (120ml) cada.
Coloque a farinha de amêndoas, o açúcar de confeiteiro, a farinha de trigo, o fermento e a noz moscada numa tigela grande e misture. Acrescente as claras e misture. Incorpore a manteiga. Divida a mistura entre as forminhas preparadas, enchendo-as até ¾ de sua capacidade. Coloque 2-3 fatias de pêra em cada forminha, afundando-as na massa.
Asse por 15-20 minutos ou até que dourem e estejam assados por dentro (faça o teste do palito).
Deixe os friands nas forminhas por 5 minutos e então os desenforme sobre uma gradinha.
Polvilhe com açúcar de confeiteiro para servir.

Rend.: 10 unidades – fiz metade da receita acima, usei forminhas com capacidade para 1/3 xícara (80ml) e consegui 7 friands

terça-feira, julho 06, 2010

Panna cotta com gelatina de maracujá

English version

Passion fruit jelly panna cotta / Panna cotta com gelatina de maracujá

Obrigada a todos pelos comentários no post de aniversário do blog! Vocês são mesmo os leitores mais queridos do mundo!

O blog me fez mudar de opinião sobre vários alimentos: pratos dos quais eu não gostava, ou melhor, achava que não gostava, entraram para a lista dos favoritos. E as gelatinas são um bom exemplo: eu as achava chatas até provar aquelas preparadas com suco de fruta de verdade.

Esta gelatina de maracujá é um tantinho diferente da que fiz há algum tempo – a outra receita misturava sucos de maracujá e laranja – e casa super bem com a panna cotta; o único “porém” para mim aqui foi a panna cotta, pois a prefiro mais cremosa – usarei menos gelatina da próxima vez.

Passion fruit jelly panna cotta / Panna cotta com gelatina de maracujá

Panna cotta com gelatina de maracujá
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

Gelatina:
2 colheres (sopa) de água
1 colher (sopa) de gelatina em pó, sem sabor e incolor
1-2 maracujás – a quantidade vai depender do tamanho as frutas
½ xícara + 1 colher (sopa) - 112g - de açúcar refinado
1 ¼ xícaras (300ml) de água, extra

Panna cotta:
2 colheres (sopa) de água
2 colheres (chá) de gelatina em pó, sem sabor e incolor*
2 xícaras (480ml) de creme de leite fresco
1/3 xícara (47g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
1 fava de baunilha, aberta no sentido do comprimento, sementinhas raspadas com as costas da faca

Prepare a gelatina: coloque a água num potinho e salpique a gelatina por cima. Reserve por 5 minutos ou até que a gelatina absorva a água. Passe a polpa do maracujá por uma peneira fina – você precisará de ¼ xícara (60ml) de suco.
Junte o suco de maracujá, o açúcar e a água extra numa panela e leve ao fogo médio, mexendo até dissolver o açúcar. Deixe ferver, abaixe o fogo e ferva em fogo baixo por 3 minutos. Acrescente a gelatina e continue fervendo em fogo baixo, mexendo sempre, até a gelatina dissolver (1-2 minutos). Passe por uma peneira fina e divida a mistura entre seis copos/potinhos/moldes com capacidade para ½ xícara (120ml) cada (se você quiser desenformar a sobremesa, unte os potinhos com óleo vegetal neutro). Leve à geladeira até firmar (4-5 horas).
Agora, prepare a panna cotta: coloque a água num potinho e salpique a gelatina por cima. Reserve por 5 minutos ou até que a gelatina absorva a água. Junte o creme de leite, o açúcar, a fava e as sementinhas de baunilha numa panela e leve ao fogo médio, misturando algumas vezes. Deixe ferver. Acrescente a gelatina e continue fervendo em fogo baixo, mexendo sempre, até a gelatina dissolver (1 minuto). Passe por uma peneira fina e deixe chegar à temperatura ambiente antes de derramar sobre a gelatina já firme. Leve à geladeira por 4 horas ou até firmar.
Sirva nos recipientes ou desenforme.

* se você não for desenformar a sobremesa, use menos gelatina na panna cotta – ela fica bem mais gostosa menos durinha, mais cremosa

Rend.: 6 porções

domingo, julho 04, 2010

4 anos de blog e Bolo chiffon de lavanda com curd de limão, chantilly e casquinha açucarada de limão para comemorar

English version

Lavender chiffon cake with lime curd, cream and lime icing / Bolo chiffon de lavanda com curd de limão, chantilly e casquinha açucarada de limão

Isso mesmo, 4 anos – dá pra acreditar que escrevo aqui há todo esse tempo? Mais incrível ainda: que vocês me lêem há essa eternidade? :)

Minha mãe me alfabetizou em casa, aos quatro anos de idade, de tanto que eu enchia a sua paciência o tempo inteiro para que lesse gibis e historinhas para mim. E nessa idade eu dizia que quando crescesse seria jornaleira, para poder ler tudo da banca de jornal sem precisar comprar. :)
Um tantinho mais velha, por volta dos seis anos, escrevia muito, enchia cadernos e mais cadernos com histórias, e dizia pra mãe que quando crescesse seria escritora. Bem, posso não ter nada publicado nem pertencer à famosa Academia, mas tenho os leitores mais queridos do mundo - minha mãe, onde estiver, deve estar sorrindo. :)

Lavender chiffon cake with lime curd, cream and lime icing / Bolo chiffon de lavanda com curd de limão, chantilly e casquinha açucarada de limão

Bolo chiffon de lavanda com curd de limão, chantilly e casquinha açucarada de limão
adaptado do Sky High: Irresistible Triple-Layer Cakes, idéia da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
6 ovos, claras e gemas separadas
¼ xícara (60ml) de óleo vegetal neutro (canola, soja)
6 colheres (sopa) de água
1 ½ xícaras (300g) de açúcar refinado
1 ½ colheres (chá) de lavanda seca comestível
1 1/3 xícaras (187g) de farinha para bolo*
1 colher (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de sal
½ colher (chá) de cremor tártaro

Curd de limão:
6 gemas
1 colher (sopa) de amido de milho
6 colheres (sopa) de açúcar refinado
6 colheres (sopa) de suco de limão
2 colheres (sopa) (28g) de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
raspas da casca de 1 limão
2/3 xícaras (160ml) de creme de leite fresco, batido com 2 colheres (sopa) de açúcar de confeiteiro até virar chantilly (faça isso na hora de montar o bolo)

Casquinha açucarada de limão:
2 xícaras (280g) de açúcar de confeiteiro
4 colheres (sopa) de suco de limão
1 ½ colheres (sopa) de água

Lavender chiffon cake with lime curd, cream and lime icing / Bolo chiffon de lavanda com curd de limão, chantilly e casquinha açucarada de limão

Pré-aqueça o forno a 180°C; forre o fundo de três formas redondas de 20cm de diâmetro com papel manteiga – não unte.

Numa tigela média, misture as gemas, o óleo e a água. Reserve.
Coloque 1 xícara (200g) do açúcar num processador de alimentos com a lavanda e processe bem. Passe por uma peneira, transferindo o açúcar para uma tigela grande. Descarte o excesso de lavanda. Peneire a farinha, o fermento em pó e o sal sobre o açúcar e misture gentilmente. Acrescente a mistura de gemas e misture até obter uma massa homogênea.
Coloque as claras na tigela grande da batedeira e bata, usando o batedor de arame, em velocidade médio-alta até as claras espumarem. Acrescente aos poucos a ½ xícara (100g) de açúcar restante e o cremor tártaro e continue batendo até obter picos suaves. Com o auxílio de uma espátula de silicone, misture ¼ das claras batidas à massa, misturando levemente de baixo para cima, tentando evitar ao máximo desinflar a mistura. Junte as claras restantes e continue misturando delicadamente. Divida a massa entre as três formas preparadas.
Asse por 18-20 minutos ou até que dourem e estejam assados por dentro (faça o teste do palito). Deixe os bolos esfriarem completamente nas assadeiras. Para desenformar, passe uma faquinha pelas laterais das formas, inverta-as sobre uma gradinha e remova cuidadosamente o papel manteiga. Enquanto os bolos assam e esfriam, prepare a curd de limão, deixe esfriar e refrigere.

Curd de limão: numa tigela média, misture com um garfo as gemas e o amido de milho. Numa panela - não use panela de alumínio, cobre ou ferro – misture o açúcar e o suco de limão. Junte à panela a mistura de gemas, misturando bem. Leve ao fogo médio-alto, mexendo sempre, até começar a ferver – ferva por 1 minuto, ainda mexendo sem parar – a curd vai engrossar.
Passe por uma peneira transferindo diretamente para uma tigela refratária. Adicione a manteiga, mexendo até que esta derreta completamente. Junte as raspas de limão e misture. Deixe esfriar ligeiramente e então cubra com filme plástico colocando-o diretamente sobre a curd para evitar que uma película se forme. Leve à geladeira por no mínimo 1 hora.

Casquinha açucarada de limão: peneire o açúcar de confeiteiro numa tigela média e vá acrescentando o suco de limão e a água os poucos, misturando bem, até conseguir a consistência desejada para a cobertura.

Montagem do bolo: coloque um dos bolos num prato de bolo ou de servir e espalhe metade da curd de limão sobre ele. Cubra com metade do chantilly. Repita com o segundo bolo e os recheios restantes. Finalize com a terceira camada de bolo e espalhe a cobertura por cima.

* farinha especial para bolos feita em casa: retire 2 colheres (sopa) de 1 xícara (140g) de farinha de trigo comum e adicione 2 colheres (sopa) de amido de milho

Rend.: 12-16 porções – fiz 2/3 da receita acima para um bolo de duas camadas

Lavender chiffon cake with lime curd, cream and lime icing / Bolo chiffon de lavanda com curd de limão, chantilly e casquinha açucarada de limão

sexta-feira, julho 02, 2010

Muffins de iogurte e maçã

English version

Apple yogurt muffins / Muffins de iogurte e maçã

Andei fazendo o que lhes disse que faria: comecei a fazer mais pão. E tem sido ótimo. Mas a cabeça de vento aqui se esqueceu de comprar mais fermento biológico e usou a última colherinha para fazer a pizza do sábado à noite. :(

Por sorte havia fermento em pó na despensa – e uma maçã bem solitária na geladeira. :)

Muffins de iogurte e maçã
adaptados do The Williams-Sonoma Collection: Muffins

- xícara medidora de 240ml

2 xícaras (280g) de farinha de trigo
½ xícara (100g) de açúcar*
1 ¼ colheres (chá) de fermento em pó
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
¼ colher (chá) de sal
¼ colher (chá) de noz-moscada ralada na hora
1 ¼ xícaras (325g) de iogurte natural integral
2 ovos grandes
5 colheres (sopa) de óleo vegetal de sabor neutro
1 colher (chá) de extrato de baunilha
2 maçãs do tipo Gala, descascadas, cabinhos e sementes removidos, picadas em cubinhos

Pré-aqueça o forno a 190°C; forre uma forma de muffin com 12 cavidades com forminhas de papel.

Numa tigela grande, misture a farinha, o açúcar, o fermento, o bicarbonato, o sal e a noz-moscada e faça um buraco no centro dos ingredientes. Em outra tigelinha ou jarra medidora, misture bem com um garfo o iogurte, os ovos, o óleo e a baunilha. Despeje esta mistura nos ingredientes secos, junte as maçãs e mexa ligeiramente com um garfo, só até umedecer os ingredientes, sem misturar demais – a massa não é lisa como a de um bolo e se você misturar demais os muffins ficarão duros.
Transfira a massa para as forminhas preparadas enchendo-as até ¾ de sua capacidade. Asse por 16-20 minutos ou até que cresçam e dourem (faça o teste do palito).

* estes muffins não ficam muito doces, o que em minha opinião os torna perfeitos para o café da manhã – acrescente mais açúcar se desejar

Rend.: 12 unidades – fiz metade da receita acima, usei forminhas com capacidade para 1/3 xícara (80ml) e ainda assim consegui 6 muffins

Related Posts with Thumbnails