quarta-feira, março 31, 2010

Bolinhos de amêndoa com cobertura açucarada de maçã

English version

Almond cakes with sugared apple icing / Bolinhos de amêndoa com cobertura açucarada de maçã

Fui ao cinema no final de semana e fiquei tão desapontada: uma idéia que parecia bem interessante foi completamente arruinada e transformou-se num filme sem graça.

Voltei para casa decidida a fazer um bolo – para evitar uma nova decepção, usei uma receita da DH e o resultado foi uma fornada de bolinhos fofos com uma cobertura deliciosa e com um sabor suave de maçã.

Almond cakes with sugared apple icing / Bolinhos de amêndoa com cobertura açucarada de maçã

Bolinhos de amêndoa com cobertura açucarada de maçã
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

½ xícara + 1 colher (sopa) - 127g - de manteiga sem sal, amolecida
¾ xícara + 1 colher (sopa) - 162g - de açúcar refinado
1 colher (chá) de extrato de baunilha
2 ovos
1 xícara + 1 colher (sopa) - 150g - de farinha de trigo
1/3 xícara de farinha de amêndoas (amêndoas moídas)
1 ¼ colher (chá)s de fermento em pó
½ xícara (120ml) de leite integral

Cobertura açucarada de maçã:
¾ xícara + 1 colher (sopa) - 162g - de açúcar refinado
¼ xícara (60m) de suco de maçã clarinho (usei de caixinha)

Pré-aqueça o forno a 180°C; unte com manteiga doze forminhas de muffin com capacidade para ½ xícara (120ml) cada.
Coloque a manteiga, o açúcar e a baunilha na tigela grande da batedeira e bata até obter uma mistura clara e cremosa. Junte os ovos, um a um, batendo bem a cada adição. Peneire a farinha de trigo, a farinha de amêndoas e o fermento em pó sobre a massa e misture em velocidade baixa até incorporar. Adicione o leite e misture delicadamente com uma espátula de borracha/silicone, mexendo de baixo para cima.
Despeje a massa nas forminhas preparadas e asse por 15-17 minutos ou até que cresçam e dourem (faça o teste do palito). Deixe esfriar sobre uma gradinha.
Prepare a cobertura: coloque o açúcar numa tigelinha e vá acrescentando o suco de maçã aos poucos, misturando até obter a consistência desejada.
Para servir, coloque a cobertura às colheradas sobre os bolinhos – faça isso o mais próximo possível do momento de servir.

Rend: 12 unidades – fiz metade da receita acima, usei forminhas de muffin com capacidade para 1/3 xícara (80ml) e consegui 7 bolinhos

segunda-feira, março 29, 2010

Potinhos de maracujá

English version

Passion fruit posset / Potinhos de maracujá

Minha irmã e eu somos completamente diferentes: sou baixinha e tenho a pele extremamente branca, coberta por sardas, enquanto ela é alta e morena – parece que está constantemente bronzeada, um tom lindo, parecido com o do meu pai.
Mas na essência somos bem parecidas: ambas amamos preparar coisinhas gostosas na cozinha, somos fãs de sabores cítricos e recentemente descobri que ela curte os tipos de filme dos quais gosto. :)

Em sua essência estes potinhos de maracujá são similares aos seus irmãozinhos de limão siciliano – creme de leite, suco de fruta, açúcar – mas ao mesmo tempo bem diferentes em termos de sabor e textura: um tantinho mais azedos e cremosos.

Passion fruit posset / Potinhos de maracujá

Potinhos de maracujá
da Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

200ml de creme de leite fresco
½ xícara (100g) de açúcar refinado
1/3 xícara (80ml) de suco de maracujá*
3 colheres (sopa) de polpa de maracujá, com as sementes, para servir

Misture o creme de leite e o açúcar numa panelinha e leve ao fogo médio, até começar a ferver, mexendo sem parar até dissolver o açúcar (cerca de 4 minutos). Acrescente o suco de maracujá, misture, abaixe o fogo e deixe fervendo no fogo baixinho por mais 4 minutos. Retire do fogo, deixe esfriar por alguns minutos e divida o líquido entre quatro potinhos com capacidade para 100ml cada. Leve à geladeira até firmar (1 ½-2 horas).
Cubra cada potinho com um pouco da polpa de maracujá e sirva.

Rend.: 4 porções

* triture a polpa do maracujá pelo liqüidificador ou processador de alimentos e então passe por uma peneira fina (descarte os sólidos)

sexta-feira, março 26, 2010

Muesli com pistache e mirtilos secos

English version

Blueberry and pistachio toasted muesli / Muesli com pistache e mirtilos secos

Depois de desfilar cinco toneladas de doces por aqui achei que era hora de uma receita um pouquinho mais saudável – mas tinha de ser boa, porque comida com gosto de papel é algo definitivamente proibido neste blog. :)

Este muesli é gostoso e fácil de fazer – mesmo que você e o seu forno não sejam muito íntimos. :)

Blueberry and pistachio toasted muesli / Muesli com pistache e mirtilos secos

Muesli com pistache e mirtilos secos
um nadinha adaptado da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

60g de manteiga sem sal
⅓ xícara (80ml) de mel
2 ¼ xícaras (258g) de aveia em flocos
½ xícara (70g) de amêndoas em lâminas
¾ xícara (75g) de flocos de coco úmidos e adoçados
1 xícara (170g) de mirtilos secos – ou cranberries secas, ou passas
½ xícara de sementes de abóbora*
¾ xícara (105g) de pistache, sem casca e sem sal, picado
leite, para servir
iogurte natural, para servir

Pré-aqueça o forno a 160°C. Coloque a manteiga e o mel numa panelinha e leve ao fogo baixo, mexendo, até a manteiga derreter.

Junte a aveia, as amêndoas e o coco numa tigela grande e derrame o líquido quente sobre eles. Misture bem com uma colher para envolver os ingredientes secos com o mel+manteiga. Espalhe de maneira homogênea numa assadeira grande, de beiradas baixas, e leve ao forno por 10 minutos. Com a ajuda de uma colher, dê uma revirada no muesli e asse por mais 5-10 minutos ou até que doure e fique crocante. Retire do forno, deixe esfriar e adicione os mirtilos, as sementes de abóbora e o pistache.
Sirva com leite e/ou iogurte.
Guarde por até 1 semana num pote hermético.

* substituí por semente de girassol porém não gostei do sabor delas

Rend.: 6-8 porções

quarta-feira, março 24, 2010

Pavê com bolo de papoula

English version

Silver poppy seed cake trifle / Pavê com bolo de papoula

Dá para um pavê feito com uma fatia de bolo bem macio, coberto com chantilly e morangos e salpicado de amêndoas tostadas ficar ruim? Exatamente – não dá.

Do mesmo jeito que um filme com Leonardo DiCaprio, Mark Ruffalo, Ben Kingsley, Max von Sydow, Patricia Clarkson, Jackie Earle Haley e dirigido pelo Sr. Scorsese não tem como dar errado - é uma das melhores coisas que já vi na vida.

Se você ainda não viu “Ilha do Medo”, faça um favor a si mesmo e corra pro cinema mais próximo. :)

Silver poppy seed cake trifle / Pavê com bolo de papoula

Pavê com bolo de papoula
receita do Baking for All Occasions, apresentação inspirada pelo pavê de limão siciliano e framboesa da Nigella

- xícara medidora de 240ml

Bolo:
2 ¼ xícaras (315g) de farinha para bolo*
1 colher (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
¼ colher (chá) de sal
¼ xícara (60ml) de leite integral
½ fava de baunilha, aberta com uma faca no sentido do comprimento
½ xícara (60ml) de buttermilk
¼ xícara de sementes de papoula
1 colher (sopa) de suco de limão siciliano
200g de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
1 ½ xícaras (300g) de açúcar granulado
4 claras grandes (120ml), ligeiramente batidas com um garfo

Para servir:
1 xícara de creme de leite fresco batido até virar chantilly
1 xícara de morangos frescos, sem os cabinhos e cortados em fatias no sentido do comprimento
3 colheres (sopa) de amêndoas em lâminas, ligeiramente tostadas

Pré-aqueça o forno a 180°C – você vai assar o bolo no centro do forno.
Unte com manteiga ou spray uma forma de 32,5x22,5x5cm**. Forre o fundo com papel manteiga e unte o papel também. Enfarinhe tudo e retire o excesso de farinha.
Deixe todos os ingredientes em temperatura ambiente.

Peneire a farinha, o fermento, o bicarbonato e o sal numa tigelinha. Numa panelinha, aqueça o leite e a fava de baunilha só até amornar. Deixe em temperatura ambiente novamente, cerca de 5 minutos. Retire a fava de baunilha do leite e remova as sementinhas com as costas de uma faca, transferindo-as de volta para o leite. Guarde a fava para outro uso. Despeje o leite aromatizado com a baunilha numa tigelinha, junte o buttermilk, as sementes de papoula e o suco de limão e misture. Reserve.
Na tigela grande da batedeira, usando o batedor em formato de pá, bata a manteiga em velocidade média até que clareie, pareça sedosa e grude nas laterais da tigela, 30-45 segundos. Junte o açúcar em fio, batendo, e então desligue a batedeira para raspar a mistura granulosa que se formará nas laterais da tigela. Continue batendo em velocidade média até a mistura ficar ainda mais clara e fofa, 3-4 minutos.
Com a batedeira ligada em velocidade média, acrescente as claras, 1 a 2 colheres (sopa) por vez, batendo bem a cada adição e antes de acrescentar mais – esse procedimento é importante para as claras de ovo porque uma grande parte delas é formada por água. Se em algum momento a massa parecer aguada ou brilhante demais (sinais de que vai talhar), pare de acrescentar as claras, aumente a velocidade da batedeira para médio-alta e bata até a massa ficar homogênea novamente, retornando à velocidade média em seguida e continuando a adição das claras. Continue batendo, desligando a batedeira para raspar as laterais da tigela com uma espátula de borracha/silicone pelo menos uma ou duas vezes, até que todas as claras tenham sido acrescentadas – a massa deverá ficar fofinha.
Na velocidade mais baixa, junte os ingredientes secos em três adições, alternando com a mistura de buttermilk em duas adições (você deve começar e terminar com os ingredientes secos), batendo até obter uma massa homogênea. Desligue a batedeira para raspar as laterais da tigela com uma espátula de borracha/silicone pelo menos uma ou duas vezes.
Despeje a massa na forma preparada e, com o auxílio de uma espátula de borracha/silicone, espalhe a massa do centro em direção às laterais da forma, criando uma espécie de beirada (o calor é conduzido mais rapidamente próximo às laterais da forma, por isso esse movimento vai garantir que o bolo asse de maneira mais homogênea).
Asse o bolo até que cresça e doure, 38-42 minutos (faça o teste do palito). Transfira para uma gradinha e deixe-o na forma por 10 minutos; com bastante cuidado, desenforme em outra gradinha e deixe esfriar completamente.

Para montar o pavê: corte o bolo já frio em fatias grossas e coloque-as em pratinhos de sobremesa. Cubra com 2-3 colheres (sopa) de chantilly, algumas fatias de morango e salpique com as amêndoas tostadas.

* como não temos farinha própria para bolos aqui no Brasil, usei a seguinte substituição: 1 xícara de farinha para bolos = retire 2 colheres (sopa) de 1 xícara (140g) de farinha de trigo comum e complete com 2 colheres (sopa) de amido de milho

** fiz metade da receita acima e usei uma forma de bolo inglês de 10x20cm

Rend.: 8-10 porções

segunda-feira, março 22, 2010

Sorvete de coco

English version

Coconut ice cream / Sorvete de coco

Eu não pretendia postar outra receita de coco tão já, mas este é um sorvete revolucionário: já o fiz diversas vezes a pedido do marido – o mesmo marido que só quer saber de sorvete de flocos ou chocolate. Isso é um grande feito – quase um eclipse solar. :)

A receita veio daqui, mas a primeira vez que a vi foi no blog da Tina.

Coconut ice cream / Sorvete de coco

Sorvete de coco
da Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

½ xícara (50g) de coco ralado sem adição de açúcar
1 ¼ xícaras (300ml) de creme de leite fresco
1 ¼ xícaras (300ml) de leite integral
½ xícara (100g) de açúcar demerara
6 gemas
1 colher (sopa) de rum escuro*

Pré-aqueça o forno a 180°C. Espalhe o coco em uma assadeira grande, de beiradas baixas, e leve ao forno até dourar, mexendo algumas vezes (4-5 minutos). Transfira para uma panela média, acrescente o creme de leite, o leite e o açúcar, misture e leve ao fogo baixo até ferver. Ferva por 1 minuto, desligue o fogo, cubra a panela e deixe em infusão por 25 minutos.
Enquanto isso, bata as gemas com um fuê numa tigela refratária. Acrescente a mistura de leite quente, em fio, misturando com o fuê continuadamente. Despeje a mistura de ovos na panela e volte-a ao fogo baixo, mexendo sempre com uma colher de pau, até obter uma espécie de mingau – a temperatura do creme deve ser de 76 a 79°C e ele deve cobrir as costas da colher de pau. Não deixe ferver.
Passe por uma peneira fina, despejando sobre uma tigela que esteja dentro de uma outra cheia de gelo – pressione bem o creme dentro da peneira para extrair o máximo possível. Descarte os sólidos. Adicione o rum e deixe esfriar completamente. Leve à geladeira por 4-5 horas. Leve a mistura à sua sorveteira, seguindo as instruções do fabricante.
Transfira o sorvete para um pote hermético e deixe no freezer até firmar, pelo menos 4 horas.

* já fiz com e sem rum e preferimos sem

Rend.: cerca de 800ml

sexta-feira, março 19, 2010

Crumble de pêssego, framboesa e amêndoa

English version

Peach, raspberry and almond crumble / Crumble de pêssego, framboesa e amêndoa

Li que o Viggo Mortensen vai interpretar Sigmund Freud no próximo filme do David Cronenberg – que notícia maravilhosa. Adoro ambos os cavalheiros trabalhando separadamente, mas juntos eles são ainda mais fantásticos.

Aqui vai mais uma dobradinha bacana: pêssegos e framboesas. Foi a primeira vez que os experimentei juntos, mas definitivamente não será a última.

Peach, raspberry and almond crumble / Crumble de pêssego, framboesa e amêndoa

Crumble de pêssego, framboesa e amêndoa
adaptado da Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

300g de pêssegos (aprox. 2)
45g de framboesas congeladas
1 ½ colheres (sopa) de açúcar demerara
1 colher (chá) de extrato de baunilha

Crumble de amêndoa:
2/3 xícara (93g) de farinha de trigo
¼ xícara + 1 colher (sopa) - 70g - de manteiga sem sal, gelada, cortada em cubinhos de 1 cm
3 ½ colheres (sopa) de açúcar demerara
1 ½ colheres (sopa) de amêndoas em lâminas

Pré-aqueça o forno a 200°C. Misture a farinha e a manteiga numa tigela média e amasse com as pontas dos dedos até obter uma farofa grossa. Junte o açúcar e as amêndoas e misture. Reserve.

Corte os pêssegos em fatias grossas (cada metade em quatro fatias, aproximadamente) e misture-as aos ingredientes restantes numa tigela grande. Divida entre duas tigelinhas refratárias com capacidade para 1 xícara (240ml) cada, cubra com a farofinha e leve ao forno até dourar (25-30 minutos). Sirva imediatamente acompanhados de sorvete de creme ou creme de leite.

Rend.: 2 porções

quarta-feira, março 17, 2010

Trufas de chocolate amargo, pistache e água de flor de laranjeira

English version

Chocolate, pistachio and orange-blossom truffles / Trufas de chocolate amargo, pistache e água de flor de laranjeira

Vendo uns videoclipes com o João domingo confessei a ele que, mesmo amando Queen desde que me entendo por gente, só depois de grande me toquei de que a moça loira neste clipe era o Roger Taylor. :)

O que posso dizer? Há certas coisas que aprendemos tarde na vida. Como preferir chocolate amargo a chocolate ao leite na hora de preparar trufas. :)

Chocolate, pistachio and orange-blossom truffles / Trufas de chocolate amargo, pistache e água de flor de laranjeira

Trufas de chocolate amargo, pistache e água de flor de laranjeira
quase nada alterado da Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

300g de chocolate amargo (58% de cacau), picado – usei um com 70% de cacau
200ml de creme de leite fresco
1 colher (sopa) de água de flor de laranjeira*, ou a gosto
½ xícara (70g) de pistache, sem casca e sem sal, levemente tostado e picado
½ xícara (45g) de cacau em pó, sem adição de açúcar

Junte o chocolate e o creme de leite numa panela média e leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até que o chocolate derreta e você obtenha uma mistura homogênea (4-5 minutos). Acrescente a água de flor de laranjeira e 50g do pistache. Despeje numa tigela rasa e deixe esfriar. Cubra com filme PVC e leve à geladeira até firmar (2-3 horas). Pique finamente o pistache restante e misture ao cacau em pó numa tigelinha.
Faça bolinhas rústicas com cerca de ½ colher (sopa) de ganache e passe-as pela mistura de cacau em pó/pistache - as bolinhas não devem ser perfeitamente redondas, e sim irregulares, para lembrar trufas.
As trufas duram até 10 dias se guardadas num recipiente hermético na geladeira.

* não consegui sentir a água de flor de laranjeira nas trufas – talvez você prefira aumentar um tantinho a quantidade

Rend.: 15 porções – fiz 2/3 da receita acima e consegui 23 trufas

segunda-feira, março 15, 2010

Muffins de passas ao rum

English version

Rum and raisin muffins / Muffins de passas ao rum

Eu lhes disse que o meu relacionamento com passas começara a mudar – e acho que não tem mais volta. Talvez isso tenha a ver com o fato de elas estarem cheinhas de bebida... :)

Estes muffins ficaram super macios e o sabor do rum não ficou forte; eles não são muito doces, por isso aumente um pouquinho a quantidade de açúcar se preferir.

Primeiro foram os cookies, agora, os muffins – o próximo será o sorvete da Tati. :)

Rum and raisin muffins / Muffins de passas ao rum

Muffins de passas ao rum
do The Joy of Muffins

- xícara medidora de 240ml

1 xícara (155g) de passas escuras
½ xícara (120ml) de rum claro
2 xícaras (280g) de farinha de trigo
½ xícara (100g) de açúcar refinado
1 ½ colheres (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de bicarbonato de sódio
¼ colher (chá) de sal
¼ colher (chá) de noz moscada moída na hora
6 colheres (sopa) - 84g - de manteiga sem sal, fria, mas não dura demais, picada
1 xícara (260g) de iogurte natural
1 ovo
¾ colher (chá) de extrato de baunilha
açúcar de confeiteiro, para polvilhar

Coloque as passas de molho no rum de véspera.
Pré-aqueça o forno a 190°C; forre 18 forminhas de muffin com forminhas de papel.
Escorra as passas e reserve o rum. Numa tigela grande, misture a farinha, o açúcar, o fermento em pó, o bicarbonato, o sal e a noz moscada. Junte a manteiga e vá misturando com uma faquinha sem ponta até obter uma farofa grossa – usei as pontas dos dedos para isso. Misture as passas.
Numa tigela pequena ou jarrinha, misture bem o iogurte, o ovo, a baunilha e 2 colheres (sopa) do rum. Faça um buraco no centro dos ingredientes secos e despeje nele a mistura. Mexa usando um garfo só até incorporar – a massa não vai ficar lisa como massa de bolo; se mexer demais os muffins ficarão duros. Encha cada forminha de muffin até ¾ de sua capacidade. Asse até dourar, cerca de 20 minutos (faça o teste do palito).

Rend.: 18 muffins – fiz metade da receita acima, usei forminhas com capacidade para 1/3 xícara (80ml) e consegui 7 unidades

sexta-feira, março 12, 2010

Biscoitinhos recheados com mel

English version

Honey drop cookies / Biscoitinhos recheados com mel

Ganhei um presente de uma leitora: um banner novo para o blog! Não ficou lindo demais?

Fiquei tão feliz quando ela disse que faria um banner novo para mim – e teve uma paciência de Jó com todos os meus emails, perguntas e dúvidas para escolher as fotos... :)

Samanta, querida, obrigada pelo banner, eu simplesmente amei! Você é mesmo um doce. Muito mais doce do que estes biscoitinhos. :)

Honey drop cookies / Biscoitinhos recheados com mel

Biscoitinhos recheados com mel
ligeiramente adaptados da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

180g de manteiga sem sal, amolecida
1 xícara + 1 ½ colheres (sopa) - 218g - de açúcar refinado
1 colher (chá) de extrato de baunilha
1 ovo
2 ½ xícaras + 2 ½ colheres (sopa) - 375g - de farinha de trigo
½ colher (chá) de fermento em pó
¼ xícara de mel

Pré-aqueça o forno a 180°C; forre duas assadeiras grandes, de beiradas baixas, com papel manteiga.

Coloque a manteiga, o açúcar e a baunilha na tigela grande da batedeira e bata até obter um creme claro. Junte o ovo e bata bem. Peneire a farinha e o fermento sobre a mistura e misture até conseguir uma massa homogênea.
Faça bolinhas usando 1 colher (sopa) nivelada de massa e coloque-as nas assadeiras preparadas, deixando 2,5m de distância entre uma e outra.
Asse por 10 minutos, retire do forno e com o auxílio do cabo de uma colher de pau faça um buraquinho no centro de cada bolinha. Encha cada buraquinho com ¼ colher (chá) de mel e volte os cookies ao forno por mais 7-9 minutos ou até que dourem levemente nas extremidades. Retire, transfira para uma gradinha e deixe esfriar completamente.

Rend.: 60 cookies - fiz metade da receita acima e consegui 23

quarta-feira, março 10, 2010

Bolinhos de coco e abacaxi com calda de abacaxi

English version

Pineapple coconut cakes with pineapple syrup / Bolinhos de coco e abacaxi com calda de abacaxi

Ouvi “Casa de Papel” do Ira! ontem de manhã no rádio e me lembrei da minha infância e das férias maravilhosas que passei na casa de minha tia Maisa – eu costumava cantar a música fazendo de conta que a enceradeira dela era um microfone... :) Eu tinha 8 anos.

Um tempo depois disso, quando já começara a cozinhar, minha tia me deixava preparar o que eu quisesse em sua cozinha, doce ou salgado – era um divertimento só. Um dos bolos que eu fazia era um bolo simples com fatias de abacaxi no fundo da forma – receita da Ofélia, todos adoravam. Estes bolinhos me lembraram o bolo da infância, mas são bem mais simples e igualmente deliciosos – a adição de coco os torna ainda mais especiais.

Ah, saiu uma matéria bem bacana sobre o blog no Portal da Band!

Pineapple coconut cakes with pineapple syrup / Bolinhos de coco e abacaxi com calda de abacaxi

Bolinhos de coco e abacaxi com calda de abacaxi
da Australian Gourmet Traveller

- xícara medidora de 240ml

Bolinhos:
65g de manteiga sem sal, amolecida
75g de açúcar refinado
1 ovo
90ml de buttermilk
¾ xícara + ½ colher (sopa) - 110g - de farinha de trigo com fermento
1/3 xícara (30g) de coco ralado sem adição de açúcar
¼ xícara (25g) coco em flocos úmidos e adoçados
40g de abacaxi, em cubinhos pequeninos

Calda de abacaxi:*
350g de abacaxi, em pedaços graúdos
130g de açúcar refinado
suco de 3 limões
50ml de rum claro

Prepare a calda: junte o abacaxi, o açúcar, o suco de limão e ½ xícara (120ml) de água numa panelinha e leve ao fogo médio-alto, mexendo até dissolver o açúcar. Deixe ferver, abaixe o fogo e ferva por 15 minutos ou até engrossar ligeiramente e ficar com uma consistência de calda. Deixe esfriar, adicione o rum e passe por uma peneira. Descarte os pedaços de abacaxi (ou devore-os, como eu fiz). :)

Pré-aqueça o forno a 160°C. Unte com manteiga e enfarinhe dez forminhas de brioche ou muffin com capacidade para 1/3 xícara (80ml) cada.
Bata a manteiga e o açúcar na batedeira até obter um creme claro. Junte o ovo e o buttermilk e bata novamente para incorporar. Adicione a farinha, os dois tipos de coco e o abacaxi, misture com uma espátula de borracha/silicone e transfira a massa para as forminhas preparadas. Asse por 20 minutos ou até que dourem (faça o teste do palito). Desenforme os bolinhos, regue com metade da calda e deixe esfriar sobre uma gradinha. Sirva-os em temperatura ambiente com a calda restante.

* rende muita calda - metade é suficiente para todos os bolinhos

Rend.: 10 unidades – fiz metade de receita acima e consegui 12 bolinhos, sendo 6 usando as forminhas de estrela – capacidade de 3 colheres (sopa) cada – e 6 usando forminhas de muffin com capacidade para 1/3 xícara (80ml) cada

segunda-feira, março 08, 2010

Madeleines de limão siciliano com casquinha açucarada

English version

Lemon glazed madeleines / Madeleines de limão siciliano com casquinha açucarada

Meu diretor favorito tem ganhado um bom dinheirinho nas bilheterias com seu novo filme: o trailer me deixou muitíssimo curiosa, a trama parece bem interessante e o elenco está cheio de bons atores – se eu fosse atriz trabalharia pro Scorsese de graça. :)

De um favorito para outros três: madeleines, limões sicilianos e o blog da Pea.

Lemon glazed madeleines / Madeleines de limão siciliano com casquinha açucarada

Madeleines de limão siciliano com casquinha açucarada

3 ovos grandes, em temperatura ambiente
2/3 xícara (133g) de açúcar granulado
1/8 colher (chá) de sal
1 ¼ xícaras (175g) de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
raspas da casca de 1 limão siciliano
9 colheres (sopa) - 126g - de manteiga sem sal, derretida e em temperatura ambiente + um pouquinho extra para untar as forminhas

Cobertura:
1 xícara (140g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
2 colheres (sopa) de suco de limão siciliano espremido na hora
1 colher (sopa) de água

Pincele uma forma para madeleines com manteiga derretida e polvilhe com farinha, removendo o excesso. Coloque a forma no freezer ou na geladeira.
Na tigela grande da batedeira, bata os ovos, o açúcar granulado e o sal por 5 minutos ou até espumar e engrossar. Peneire e farinha e o fermento em pó sobre a mistura de ovos e misture delicadamente, de baixo para cima, com o auxílio de uma espátula de borracha/silicone.
Misture as raspas de limão à manteiga derretida e fria e então vá derramando-a aos poucos na massa, algumas colheradas por vezes, enquanto mistura delicadamente só até incorporar.
Cubra a tigela e leve à geladeira por pelo menos 1 hora (a massa pode ser conservada em geladeira por até horas).
Pré-aqueça o forno a 220°C.
Encha cada cavidade da forma de madeleines até ¾ de sua capacidade – não espalhe a massa. Asse por 8-9 minutos ou até que os bolinhos estejam firmes. Enquanto isso, prepare a cobertura: misture todos os ingredientes numa tigelinha até obter um creme homogêneo.
Retire as madeleines do forno e inverta sobre uma gradinha, soltando-as da forma. Deixe esfriar completamente. Regue-as com a cobertura e deixe secar.

Rend.: 24 unidades – fiz 1/3 da receita acima (mas usei as raspas de 1 limão inteiro mesmo assim) e consegui 15 usando forminhas com capacidade para 1 colher (sopa) de massa cada

quinta-feira, março 04, 2010

Mini tortinhas de maçã e canela

English version

Apple and cinnamon mini pies / Mini tortinhas de maçã e canela

Obrigada a todos pelos votos e comentários tão queridos – vocês são demais!

A indicação ao prêmio pode ter sido uma grande surpresa para mim, mas a reação de vocês não foi, pois desde o início conto com o seu apoio e carinho; vocês se tornaram uma parte importantíssima deste blog. É maravilhoso compartilhar as minhas experiências na cozinha e amor pela comida com vocês – isso torna mesmo os meus dias infinitamente melhores. :)

Falando em surpresas, estas tortinhas pareciam bem simples – e realmente não foi difícil prepará-las – mas não imaginava que o recheio pudesse ser tão bom.

Apple and cinnamon mini pies / Mini tortinhas de maçã e canela

Mini tortinhas de maçã e canela
recheio adaptado da Donna Hay magazine, massa do Modern Classics Book 2

- xícara medidora de 240ml

Massa:
1 xícara + 1 colher (sopa) - 150g - de farinha de trigo
1 ½ colheres (sopa) de açúcar refinado
1/3 xícara (75g) de manteiga sem sal, gelada e picada
1 a 1 ½ colheres (sopa) de água gelada

Recheio:
1 colher (sopa) de manteiga sem sal, em temperatura ambiente
1 maçã grande, descascada, sem o miolo, sementes e cabinho, em cubinhos pequenos
2 ½ colheres (sopa) de açúcar refinado
¼ colher (chá) de canela em pó
2 colheres (sopa) de passas claras
½ colher (chá) de amido de milho
½ colher (chá) de água
1 gema, ligeiramente batida com um garfo e 1 colher (chá) de leite
açúcar granulado, para polvilhar

Comece pela massa: processe a farinha, o açúcar e a manteiga no processador de alimentos até obter uma farofa grossa. Com o aparelho funcionando, vá adicionando a água gelada aos pouquinhos, até conseguir uma massa homogênea. Retire a massa do processador, aperte-a delicadamente com as mãos, embrulhe em filme PVC e leve à geladeira por 30 minutos.

Agora, prepare o recheio: coloque a manteiga numa panela média e leve ao fogo médio até derreter. Junte a maçã, o açúcar refinado, a canela e as passas e mexa até dissolver o açúcar. Cozinhe por 5 minutos, misturando algumas vezes, ou até a maçã ficar macia. Num potinho pequeno, dissolva o amido de milho na água. Junte ao recheio e cozinhe, mexendo, por mais um minuto. Retire do fogo e deixe esfriar completamente.

Pré-aqueça o forno a 180°C; unte com manteiga quatro forminhas de torta com 9cm de diâmetro.
Abra a massa com um rolo sobre uma superfície levemente enfarinhada (ou entre duas folhas de papel manteiga) até obter a espessura de 3mm. Corte oito círculos de 12cm cada e forre as forminhas com quatro destes círculos – deixe uma bordinha fina de massa sobrando para fora de cada forminha. Divida o recheio entre as forminhas e cubra com os círculos de massa restantes – certifique-se de selar bem o recheio nas tortinhas; com o auxílio das costas de uma colher aperte bem as tampinhas de massa nas bordinhas sobressalentes para “colá-las”, evitando que as tampas se desprendam das bases quando as tortinhas estiverem assadas.
Use uma faquinha para retirar os excessos de massa e para fazer pequenos cortes nas tampas das tortas, por onde sairá vapor. Pincele as tortinhas com a gema batida e polvilhe com o açúcar granulado. Asse por 25-30 minutos ou até que dourem.

Rend.: 4 unidades

terça-feira, março 02, 2010

Sorbet de abacaxi com hortelã e o Saveur’s Best Food Blog Awards

English version

Pineapple mint sorbet / Sorbet de abacaxi com hortelã

Tive uma surpresa maravilhosa: o Technicolor Kitchen em inglês foi indicado ao Saveur’s Best Food Blog Awards na categoria de melhor blog de baking e sobremesas!! Não é incrível? Mal posso acreditar. Adoraria contar com o voto de vocês! :)

Dá pra imaginar o quanto falei disso ontem? Tadinho do meu marido. :)
Tive que tomar uma bolinha deste sorbet pra acalmar os ânimos – adaptei a quantidade de ingredientes de uma receita de sorbet de abacaxi da DH, mas a idéia de acrescentar hortelã foi do João.

Pineapple mint sorbet / Sorbet de abacaxi com hortelã

Sorbet de abacaxi com hortelã
adaptado da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

1/3 xícara + 2 ½ colheres (sopa) (84g) de açúcar refinado
½ xícara (120ml) de água
400g de abacaxi descascado e picado – pese depois de descascar
1 punhado de folhas de hortelã
3 colheres (sopa) de suco de limão

Prepare a calda básica para sorbet: junte o açúcar e a água numa panelinha e leve ao fogo baixo, mexendo até dissolver o açúcar. Aumente o fogo, deixe ferver e ferva por 1 minuto. Retire do fogo, deixe esfriar completamente e leve à geladeira por 1 hora.
Processe o abacaxi até obter um suco espesso. Junte a hortelã e processe novamente até que a erva fique bem picadinha. Transfira o suco para uma tigela, junte o suco de limão e a calda fria e misture bem.
Coloque a mistura na sorveteira e siga as instruções do fabricante. Transfira para um pote hermético e leve ao freezer por 3-4 horas para firmar.

Rend.: 8 porções

segunda-feira, março 01, 2010

Bolo de laranja com gostinho de infância

English version

Orange cake / Bolo de laranja

Um dos trailers que vi no cinema semana passada foi do remake de “Fúria de Titãs”o original é um dos meus filmes favoritos, gosto demais mesmo. Lembro-me de assistir ao filme na TV dezenas de vezes na infância e na adolescência; depois dos 11 anos, quando comecei a cozinhar, sempre fazia uma coisinha gostosa para a hora da Sessão da Tarde - houve um bolo de laranja que repeti à exaustão na época , uma pena não ter guardado a receita.

Que surpresa bacana foi encontrar esta receitinha em uma das minhas revistas antigas – é realmente parecida com a que eu preparava quando garota e me trouxe recordações muito boas daquelas tardes.

Orange cake / Bolo de laranja

Bolo de laranja
da Donna Hay magazine

- xícara medidora de 240ml

½ xícara + 1 colher (sopa) - 127g - de manteiga sem sal, amolecida
¾ xícara + 1 colher (sopa) - 162g - de açúcar refinado
2 ovos
1 ½ xícaras + 2 ½ colheres (sopa) - 225g - de farinha de trigo, peneirada
1 ¼ colheres (chá) de fermento em pó, peneirado
1 colher (sopa) de leite
raspas da casca de 1 laranja grande
4 colheres (sopa) de suco de laranja

Cobertura de laranja:
1 ¼ xícaras (175g) de açúcar de confeiteiro, peneirado
2 colheres (sopa) de suco de laranja
raspas da casca de 1 laranja, para decorar

Pré-aqueça o forno a 180°C; unte uma forma de bolo inglês de 20x10cm* com manteiga, forre com papel manteiga e unte o papel também.
Coloque a manteiga e o açúcar na tigela da batedeira e bata por 8-10 minutos ou até obter um creme bem leve e claro. Adicione os ovos, um a um, e bata bem. Acrescente a farinha e o fermento e misture bem. Junte o leite, o suco e as raspas de laranja e misture até homogeneizar. Transfira a massa para a forma preparada e asse por 55 minutos ou até dourar (faça o teste do palito). Deixe esfriar completamente sobre uma gradinha e então desenforme com cuidado.
Prepare a cobertura: misture o açúcar e o suco de laranja numa tigelinha até obter uma pasta homogênea. Espalhe sobre o bolo com o auxílio de uma espátula, deixando escorrer pelas laterais. Decore com as raspas de laranja.

* o bolo quase não coube na forma – recomendo usar uma um tantinho maior

Rend.: 8-10 porções

Related Posts with Thumbnails